fontes do dir. internacional. fontes materiais fontes formais

Download Fontes do Dir. Internacional. Fontes Materiais Fontes Formais

Post on 07-Apr-2016

224 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Fontes do Dir. Internacional

  • Fontes MateriaisFontes Formais

  • Artigo 381. A Corte, cuja funo seja decidir conforme o direito internacional ascontrovrsias que sejam submetidas, dever aplicar;2. as convenes internacionais, sejam gerais ou particulares, que estabeleamregras expressamente reconhecidas pelos Estados litigantes;3. o costume internacional como prova de uma prtica geralmente aceita comodireito;

  • 4. os princpios gerais do direito reconhecidos pelas naes civilizadas;5. as decises judiciais e as doutrinas dos publicitrios de maior competncia dasdiversas naes, como meio auxiliar para a determinao das regras de direito,sem prejuzo do disposto no Artigo 59.6. A presente disposio no restringe a faculdade da Corte para decidir um litgioex aequo et bono, se convier s partes.

  • No exclui a existncia de outras fontes.Fontes auxiliares : analogia, equidade, os atos unilaterais dos Estados, as decises das organizaes internacionais, o Jus Cogens e o soft Law.

  • Fontes convencionais :tratadosFontes no convencionais :demais

  • Costume InternacionalArt. 38 1, b) CIJ uma prtica geral aceita como direito.

    Uniforme e reiterada dos sujeitos internacionais.

  • CostumePrtica reiteradaGeneralidade da prticaUniformidade da prticaConscincia da juridicidade da prticaElementos dos costumes: objetivo e material- inverterata consuetudo ; subjetivo e psicolgico opnio juris

  • Dois elementos essenciais :1-material e objetivo (prtica na esfera das relaes internacionais)2- psicolgico ou subjetivo (convico de que a prtica obrigatria juridicamente - necessidade)

  • Pode ser Global ou Universal, regional ou at bilateral.Pode ser aceito de maneira expressa ou tcita.

    A parte que invoca norma costumeira deve provar sua existncia.O Costume extingue-se pelo desuso ou por novo costume.

  • Desde 2000, trs pases costeiros e vizinhos na Amrica Latina (Brasil, Paraguai e Argentina) aprovaram diversas leis estatais que regulam a pesca em todas as guas adjacentes e suas respectivas costas no Oceano Atlntico, sendo as normas respeitadas por ditos pases. Atravs destas normas internas so submetidas ao exerccio de dita pesca a obteno de uma autorizao prvia das

  • autoridades nacionais e ao pagamento de uma taxa de explorao. Os barcos que pescam em dita zona acabaram se submetendo com carter geral em ditas normas internas. Em agosto de 2010, um barco de pesca norte-americano afundou a 300 milhas da costa da Argentina. O mesmo foi interceptado pela marinha argentina, que

  • fez a acusao de estar explorando a rea de forma irregular, contra as normas internas dos pases, acusando-os, inclusive, de delitos contra a fazenda.

  • Jurisprudncia InternacionalOrigina-se da CIJ, TPI CIDH.

  • fonte auxiliarPara Mazzuoli a jurisprudncia no cria Direito, mas sim o interpreta mediante reiterao de decises no mesmo sentido. Desta maneira, uma afirmao de um Direito pr existente.No criam normas porque estas necessitam ser gerais e abstratas.

  • A deciso da Corte s ser obrigatria para as partes litigantes e a respeito do caso em questo. (art.59 CIJ)

  • Decises reiteradasPronunciamentos proferidos por rgos internacionais de resoluo de controvrsiasDeliberaes no mesmo sentidoCasos semelhantesMatria de Direito InternacionalFonte auxiliar

  • DoutrinaConjunto de estudos, ensinamentos, entendimentos, teses e pareceres de estudiosos do Direito Internacional.

    No so vinculantes por si s.

  • Princpios Gerais do Direito Internac.So normas de carter mais genrico e abstrato que incorporam valores que fundamentam os sistemas jurdicos.Ex: boa-f, devido processo legal, etc.Princpios Gerais do Direito Internacional: a soberania, a no- interveno, a autodeterminao dos povos a proibio da ameaa ou uso da fora.

  • Princ. Gerais do Direito internac.Normatividade Maior grau de abstrao e de generalidadeTeor axiolgico: incorporam principais valores tutelados pelo direitoCarter fundante da ordem jurdicaEstabilidade Presena generalizada nos principais sistemas jurdicos do mundo

  • AnalogiaA aplicao de Determinada situao de fato de uma norma jurdica feita para ser aplicada a caso parecido ou semelhante.

  • equidadeAplicao de consideraes de justia a uma relao jurdica quando no exista norma que a regule ou quando o preceito cabvel no eficaz para solucionar um conflito.

  • Atos unilaterais de EstadosFormulados unilateralmente, sem consulta a outros EstadosAfetam juridicamente a esfera do interesses de outros sujeitos de Direito InternacionalPodem ser expressos ou tcitos

  • Decises das organizaes internacionaisAtos oriundos de organismos internacionaisPodem ser impositivas ou facultativas

  • Jus cogensImperatividadeNormas inderrogveis por preceitos particulares do Direito InternacionalDerrogam normas contrrias dos tratadosModificvel apenas por norma da mesma naturezaValor primordial para a convivncia humana

  • Soft lawObrigatoriedade limitada ou inexistenteElaborao rpida ou flexvelDescumprimento nem sempre enseja sanesEventual transformao em norma tradicional

View more >