fluxo de energia e ciclo de matéria

Download Fluxo De Energia E Ciclo De MatéRia

Post on 05-Jul-2015

2.452 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. Fluxo de energia e ciclo de matria
    Trabalho elaborado por:
    Carolina Marques n4
    Joo Antunes n 13
    8C

2.

  • A energia necessria a Vida na Terra provem praticamente do Sol. 3. So os seres vivos com clorofila, como, por exemplo, as plantas, que transformam a energia radiante (ou luminosa) em energia qumica num processo designado fotossntese. 4. Assim, a fotossntese o processo atravs do qual algum seres vivos produzem o seu prprio alimento. 5.A fotossntese, as plantas transformam a gua, os sais minerais e o dixido de carbono, que retiram do meio, em matria orgnica e oxignio.
  • Com base na capacidade de produzirem ou no os compostos orgnicos, a partir decompostos inorgnicos, os seres vivos podem ser divididos em duas grandes categorias: 6.Autotrficos: seres vivos capazes de produzir a sua prpria matria orgnica a partir dos constituintes inorgnicos (matria mineral, gua e dixido de carbono) que existem no meio ambiente, utilizando a energia luminosa como forma de energia externa 7. Heterotrficos: seres vivos que precisam de consumir matria orgnica para obter energia e nutrientes.

Cadeias alimentares
O conjunto de seres vivos de uma comunidade que se alimentam e servem de alimentos um aos outros constitui uma cadeia alimentar ou cadeia trfica.
Nas diferentes cadeias alimentares podemos encontrar, normalmente, trs tipos de categorias de seres vivos: produtores, consumidores e decompositores.
8. Produtores
Os produtores so os seres vivos, capazes de produzir o seu prprio alimento; so tambm designados autotrficos. Ocupa o 1 nvel trfico.
9. Consumidores
Os consumidores so seres heterotrficos que se alimentam directa ou indirectamente da matria orgnica produzida pelos produtores.
10. Consumidores primrios ou de 1 ordem
So herbvoros e alimentam-se exclusivamente dos produtores. Ocupam o 2 nvel trfico.
11. Consumidores secundrios oude 2 ordem
Designam-se predadores ou carnvoros e subsistem custa dos herbvoros. Ocupam o 3 nvel trfico.
12. Existem ainda consumidores de 3 ordem, de 4 ordem e assim sucessivamente. Contudo, as cadeias alimentares so, de uma maneira geral, curtas, no contendo mais de cinco ou seis nveis trficos.
13. Decompositores
Os decompositores so seres vivos heterotrficos que transformam a matria orgnica, de que se alimentam (cadveres e produtos de excreo, como as fezes e a urina, organismos de todos os nveis trficos), em matria mineral, que devolvida ao solo.
So os decompositores que asseguram o retorno progressivo ao solo da matria mineral, sendo esta utilizada pelos produtores que sintetizam de novo matria orgnica. Assim, no nosso planeta, existe uma circulao continua de matria orgnica e mineral, atravs das cadeias alimentares.
14. Teias alimentares
Em cada comunidade, existe vrias cadeias alimentares interligadas que constituem uma rede ou teia alimentar.
15. Fluxo de energia
Fluxo de energia, partindo do sol, atinge todos os nveis trficos de um ecossistema. No entanto, apenas uma parte da energia disponvel, num nvel trfico, transferida para o nvel trfico seguinte. De facto, uma grande parte da energia contida nos alimentos ingeridos gasta, pelos seres vivos, em actividade vitais, como, por exemplo, na respirao, na reproduo e nas excrees.
O Fluxo de energia unidireccional.