fispq formaldeido

Download fispq formaldeido

Post on 04-Aug-2015

102 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO FISPQ Produto: Formaldedo ltima Reviso: 14/06/2011 Pgina: 1 de 9

01 IDENTIFICAO DO PRODUTO E DA EMPRESA

Nome do Produto:

Formaldedo Formaldedo 37% Inibido

Nome da Empresa: Quimiclor Comercial Ltda Endereo: Avenida Robert Kennedy, 3578, Bairro Assuno So Bernardo do Campo / SP CEP: 09860-214 Fone / Fax: (0XX11) 4351-4299 Emergncia: 0800 111 767 (SOS Cotec) Site: www.quimiclor.com.br e-mail: qualidade@quimiclor.com.br

02 COMPOSIO E INFORMAES SOBRE OS INGREDIENTESNome qumico comum da substncia: Sinnimos: Soluo de Formaldedo, Morbicida, e Formalina. Formaldedo 37% inibido

Registro no Chemical Abstract Service (CAS N): [50-00-0] Ingredientes perigosos: Formaldedo (37 a 44%), n C.A.S.: 50-00-0 Metanol (0 a 9%), n C.A.S.: 67-56-1

03 IDENTIFICAO DE PERIGOSPerigos e efeitos mais importantes: Lquido incolor, irritante, odor sufocante. Corrosivo para olhos, pele e trato respiratrio. Pode causar sensibilizao na pele. Efeitos crnicos: dermatites, danos nos rins. Classificado pela ACGIH como Grupo A2: suspeito carcinognico humano. Classificado pelo IARC como carcinognico humano (Grupo 1).

As informaes contidas nesta FISPQ esto baseadas nas especificaes tcnicas dos fabricantes cujos produtos so comercializados pela QUIMICLOR COMERCIAL LTDA.

FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO FISPQ Produto: Formaldedo ltima Reviso: 14/06/2011 Pgina: 2 de 9

04 MEDIDAS DE PRIMEIROS SOCORROS Inalao: Remover a vtima para o ar fresco e mant-la na posio deitada. Se no estiver respirando, aplicar respirao artificial, por pessoa habilitada. Contato com a pele: Lavar a pele com gua em abundncia (15 minutos) e sabo enquanto retira a roupa contaminada. Contato com os olhos: Lavar os olhos com gua em abundncia (15 minutos), inclusive sob as plpebras. Retire as lentes de contato, se for o caso, com auxlio mdico. Consulte um mdico oftalmologista. Ingesto: NO induzir vmito. Beber gua ou leite imediatamente se a vtima estiver consciente.

Observao: em todos os casos, a vtima deve ser encaminhada para atendimento mdico de urgncia. Notas para o mdico: Levar em considerao o risco de edema pulmonar pela inalao da substncia. Usar corticoesterides logo de incio. A ingesto da substncia acarreta um risco de fixao no tecido da parede das cordas vocais com possvel perfurao dentro dos primeiros trs dias. D uma ducha cuidadosamente com uma soluo isotnica de cloreto de sdio e carvo ativado. Administre (via sonda), de 100 a 150 ml de soluo de cido carbmico 20% para formar uma combinao atxica. Tratar o acidentado para acidose por falta de nions e simultaneamente monitorar o nvel de metanol no sangue. cido frmico rapidamente metabolizado requer ateno: trate para acidose e use dilise para remover o cido frmico. Causa severos danos aos tecidos.

05 MEDIDAS DE COMBATE A INCNDIO Meios de extino: Espuma para lcool, p qumico e CO2.

As informaes contidas nesta FISPQ esto baseadas nas especificaes tcnicas dos fabricantes cujos produtos so comercializados pela QUIMICLOR COMERCIAL LTDA.

FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO FISPQ Produto:

Formaldedo

ltima Reviso: 14/06/2011

Pgina: 3 de 9

Perigos especficos: Combustvel lquido, normalmente no h perigo de fogo. Quando aquecido, gases inflamveis evaporam, formando uma possvel mistura explosiva com o ar. A faixa de explosividade de 7 a 73%. O ponto de fulgor da soluo de formaldedo diminui medida que a concentrao de metanol aumenta.

Mtodos especiais: Em incndio de grande proporo so recomendados o uso de espuma para lcool e resfriamento com neblina de gua. O pessoal envolvido no combate ao incndio deve utilizar equipamento autnomo de respirao, e vestimenta de proteo completa.

06 MEDIDAS DE CONTROLE PARA DERRAMAMENTO OU VAZAMENTOPrecaues pessoais: Remover fontes de ignio. Isolar a rea. Aproximar-se da rea do incidente para conteno e/ou limpeza com os EPIs adequados (vide item 8). Previna inalao dos gases e contato com a pele, mucosas e olhos. Evitar formao de poeira proveniente de eventual formao de paraformol (vide item 10), da secagem do mesmo. Precaues ambientais: Conter o vazamento com diques de areia ou acessrios especficos, evitar a emisso de gases para a o meio ambiente. Mtodos para limpeza: No utilizar ferramentas ou equipamentos que gerem fascas. Absorver a substncia com areia ou outro material absorvedor e dispor em recipiente de poliuretano para posterior descarte ou reciclagem. O material pode ser dissolvido ou misturado com solvente combustvel e queimado em um incinerador qumico devidamente regulamentado.

07 MANUSEIO E ARMAZENAMENTOManuseio: Previna o contato com os olhos e pele. No inale vapores. Mantenha o recipiente fechado e selado. Utilizar exausto ( prova de exploso) no local de manuseio da substncia. As instalaes eltricas no local devem ser prova de exploso. necessrio lava-olhos e chuveiro de emergncia no local de manuseio. Usar os EPIs adequados (vide item 8).As informaes contidas nesta FISPQ esto baseadas nas especificaes tcnicas dos fabricantes cujos produtos so comercializados pela QUIMICLOR COMERCIAL LTDA.

FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO FISPQ Produto: Formaldedo ltima Reviso: 14/06/2011 Pgina: 4 de 9

Preveno de incndio e exploses: Tenha cuidado com chamas, fascas e solda. Previna a formao de fascas resultantes de eletricidade esttica.

Material apropriado para embalagem: Polietileno.

Armazenamento: Formol inibido 37%: tanques de ao inox 304 com temperatura mnima de 15C. Evite danos fsicos aos recipientes de armazenagem. Armazene a substncia em local apropriado para inflamvel. O local deve ser seco, bem ventilado e sem incidncia direta e indireta de calor. No armazenar junto com substncias incompatveis (vide item 10). Previna a gerao de carga esttica, mantenha aterrado todos os equipamentos usados na armazenagem, fabricao e transporte da substncia. Utilize somente ferramentas anti-faiscantes. Exposio prolongada pode provocar corroso em certos metais como alumnio, ao e cobre.

08 CONTROLE DE EXPOSIO E PROTEO INDIVIDUAL

Parmetros de Controle: Portaria 3214/78, Norma Regulamentadora NR-15, quadro I: 1,6 ppm (2,3 mg/m3) valor teto. ACGIH-TLV/TWA = 0,3 ppm (valor teto).

Equipamento de Proteo Individual: culos de segurana amplaviso; capacete; avental (tipo barbeiro) em PVC ou Tyvek (na especificao apropriada); luvas pvc ou hexanol; botinas de segurana ou botas PVC; mscara facial com filtro para gases cidos, mscara autnoma, ou com ar mandado. Para atendimento a emergncia envolvendo incndio utilizar equipamento de respirao autnoma e vestimenta completa. Para vazamentos em grandes propores, utilizar vestimenta adequada.

09 PROPRIEDADES FSICAS E QUMICAS

Propriedade: Formol 37% InibidoAs informaes contidas nesta FISPQ esto baseadas nas especificaes tcnicas dos fabricantes cujos produtos so comercializados pela QUIMICLOR COMERCIAL LTDA.

FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO FISPQ Produto: Formaldedo ltima Reviso: 14/06/2011 Pgina: 5 de 9

Estado fsico: Lquido voltil Cor: Incolor Odor: Irritante Teor de formaldedo: 36,8 a 37,2% Teor de metanol: 6 a 9% pH: 4,3 Ponto de ebulio (C): 96 (760 mmHg) Ponto de fulgor (C) vaso aberto: 93C Ponto de ignio (C): 430C Limites de explosividade: 7,0% V/V (inferior) e 73% V/V (superior) Presso de vapor: 4,2 mmHg (40C) Densidade de vapor: 1,03 (Ar = 1) Densidade: a 25C 1,084 g/ml Solubilidade: gua at 55%, lcool e acetona.

10 ESTABILIDADE E REATIVIDADE

Condies especficas: A substncia pode sofrer polimerizao prpria formando para formaldedo o qual fica em suspenso, porm no perigosa. A substncia polimeriza e reage facilmente quando em contato com fenol e anilina, liberando calor. O ar atmosfrico pode oxidar a substncia formando cido frmico, principalmente quando aquecido. Ocorre auto ignio quando em contato com substncias oxidantes, como permanganato de potssio, nitritos, perxidos, cloratos e percloratos. incompatvel tambm com amnia, lcalis, bissulfetos, sais de cobre, sais de ferro, sais de prata e iodetos. Pode ocorrer corroso de metais como alumnio, ao e cobre por contato prolongado. A substncia pode reagir com cloreto de hidrognio sob certas condies atmosfricas formando clorometil que carcinognico. A substncia sofre polimerizao e subsequente degradao quando a temperatura da substncia fica abaixo de 28C.As informaes contidas nesta FISPQ esto baseadas nas especificaes tcnicas dos fabricantes cujos produtos so comercializados pela QUIMICLOR COMERCIAL LTDA.

FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO FISPQ Produto: Formaldedo ltima Reviso: 14/06/2011 Pgina: 6 de 9

Produtos perigosos da decomposio: Gases txicos como monxido de carbono podem ser produzidos durante incndios envolvendo solues de formol. A biodegradao produz cido frmico e metanol.

11 INFORMAES TOXICOLGICAS

Toxicidade aguda e efeitos locais: Inalao: A substncia quando inalada pode causar ardor no nariz e garganta, tosse, rouquido, lgrimas e presso no peito. Altas concentraes podem resultar em risco de cimbra e inchao na laringe, eventualmente edema pulmonar e pneumonia. Mesmo baixas concentraes podem resultar em risco de reao alrgica (hipersensibilidade), resultando em congesto nasal e dificuldade na respirao, como uma asma. Contato com a pele: Causa irritao. Exposio freqente ou prolongada causa endurecimento e rachaduras na pele resultando em hipersensibilidade e aumento do risco de eczema alrgico. Contato com os olhos: Causa dor aguda que pode ser seguida de ulcerao. Os vapores da substncia causam irritao extrema e o contato freqente resulta em inflamao das plpebras. Ingesto: A substncia quando ingerida causa vmitos hemorrgicos, dor abdominal, possvel choque, e danos aos rins ou mor

Recommended

View more >