FISPQ - 043 ÁCIDO SULFÚRICO Pág: 1 / 11 ?· eletricidade estática. Chuveiros de emergência e lavador…

Download FISPQ - 043 ÁCIDO SULFÚRICO Pág: 1 / 11 ?· eletricidade estática. Chuveiros de emergência e lavador…

Post on 20-Jan-2019

212 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

<p>FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO </p> <p> Rev: 03 </p> <p>Cdigo: FISPQ - 043 CIDO SULFRICO </p> <p>Pg: 1 / 11 </p> <p> Elaborado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Revisado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Aprovado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Anexo - 9 PSQ/BPF - 4.1.1. Controle de Projetos Rev: 02 Data: 17/03/2014 </p> <p>1. IDENTIFICAO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto (nome comercial): cido Sulfrico Comercial Cdigo interno de identificao do produto: 32, 997, 7757 e 7758 Principais usos recomendados para a substncia: Possui vasta aplicao nos mais variados processos qumicos e industriais, sendo muito utilizado na indstria de fertilizantes, indstria metalrgica, indstria de celulose, galvanoplastia, refinao de leos minerais e correo de pH de efluentes. Nome da empresa: Quimidrol Comrcio Indstria Importao Ltda. Endereo: Rua Dona Francisca, 6505 Distrito Industrial Joinville SC Telefone para contato: (47) 3027 - 8700 Telefone para emergncias: (47) 3027 - 8700 Fax: (47) 3027-8712 E-mail: laboratorio@quimidrol.com.br </p> <p>2. IDENTIFICAO DE PERIGOS Classificao da substncia: Corrosivo para os metais - Categoria 1 Toxicidade aguda - Oral - Categoria 5 Toxicidade aguda - Inalao - Categoria 2 Corroso/irritao pele - Categoria 1A Leses oculares graves/irritao ocular - Categoria 1 Carcinogenicidade - Categoria 2 Toxicidade sistmica ao rgo-alvo aps nica exposio - Categoria 1 Toxicidade sistmica ao rgo-alvo aps exposio repetida - Categoria 1 Perigoso ao ambiente aqutico - Agudo - Categoria 3 Perigoso ao ambiente aqutico - Crnico - Categoria 3 </p> <p>Sistema de classificao: Norma ABNT-NBR 14725-Parte2:2009 Verso Corrigida 2:2010. Adoo do Sistema Globalmente Harmonizado para a Classificao e Rotulagem de Produtos Qumicos (GHS), ONU. Elementos de rotulagem do GHS, incluindo as frases de precauo: Pictogramas: </p> <p>FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO </p> <p> Rev: 03 </p> <p>Cdigo: FISPQ - 043 CIDO SULFRICO </p> <p>Pg: 2 / 11 </p> <p> Elaborado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Revisado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Aprovado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Anexo - 9 PSQ/BPF - 4.1.1. Controle de Projetos Rev: 02 Data: 17/03/2014 </p> <p> Palavra de advertncia: PERIGO Frases de perigo: </p> <p>H290 - Pode ser corrosivo para os metais. H303 - Pode ser nocivo se ingerido. H311 - Txico em contato com a pele. H314 - Provoca queimadura severa pele e dano aos olhos. H318 - Provoca leses oculares graves. H330 - Fatal se inalado. H351 - Suspeito de provocar cncer. H372 - Provoca danos aos sistema respiratrio por exposio repetida ou prolongada. H412 - Nocivo para os organismos aquticos, com efeitos prolongados. </p> <p>Frases de precauo: Preveno: </p> <p>P201 - Obtenha instrues especficas antes da utilizao. P202 - No manuseie o produto antes de ter lido e compreendido todas as precaues da segurana. P234 - Conserve somente no recipiente original. P260 - No inale os fumos/gases/nvoas/vapores. P264 - Lave cuidadosamente, aps manuseio. P270 - No coma, beba ou fume durante a utilizao deste produto. P271 - Utilize apenas ao ar livre ou em locais bem ventilados. P272 - A roupa de trabalho contaminada no pode sair do local de trabalho. P273 - Evite a liberao para o meio ambiente. P280 - Use luvas de proteo/roupa de proteo/proteo ocular/proteo facial. P284 - Em caso de ventilao inadequada, use equipamentos de proteo respiratria. </p> <p>Resposta emergncia: P331 NO provoque vmito P363 Lave a roupa contaminada antes de us-la novamente. P390 Absorva o produto derramado a fim de evitar danos materiais. P301 + P310 EM CASO DE INGESTO: Contate imediatamente um CENTRO DE INFORMAO TOXICOLGICA/mdico. P301 + P330 + P331 EM CASO DE INGESTO: Enxge a boca. NO provoque vmito. </p> <p>FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO </p> <p> Rev: 03 </p> <p>Cdigo: FISPQ - 043 CIDO SULFRICO </p> <p>Pg: 3 / 11 </p> <p> Elaborado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Revisado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Aprovado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Anexo - 9 PSQ/BPF - 4.1.1. Controle de Projetos Rev: 02 Data: 17/03/2014 </p> <p>P303 + P361 + P353 EM CASO DE CONTATO COM A PELE (ou com o cabelo): Retire imediatamente toda a roupa contaminada. Enxgue a pele com gua/tome uma ducha. P305 + P351 + P338 EM CASO DE CONTATO COM OS OLHOS: Enxge cuidadosamente com gua durante vrios minutos. No caso de uso de lentes de contato, remova-as, se for fcil. Continue enxaguando. P308 + P311 EM CASO DE exposio ou suspeita de exposio: Contate um CENTRO DE INFORMAO TOXICOLGICA/mdico. </p> <p>Armazenamento: </p> <p>P405 Armazene em local fechado a chave. P406 Armazene num recipiente resistente corroso, com um revestimento interno resistente. P403 + P233 Armazene em local bem ventilado. Mantenha o recipiente hermeticamente fechado. </p> <p>Disposio: P501 Descarte o contedo/recipiente como resduo perigoso. Outros perigos que no resultam em uma classificao: No disponvel </p> <p>3. COMPOSIO E INFORMAES SOBRE OS INGREDIENTES Substncia: cido Sulfrico com no mnimo 98% H2SO4 Nome qumico comum ou nome tcnico: cido Sulfrico Sinnimo: Sulfato de Hidrognio, cido de Bateria, leo de Vitrolo, Esprito de Vitrolo, Vitrolo. Nmero de registro CAS: 7664-93-9 Impurezas que contribuam para o perigo: No se aplica </p> <p>4. MEDIDAS DE PRIMEIROS-SOCORROS Medidas de primeiros-socorros - Inalao: Procurar ar fresco no caso de inalao acidental de vapores ou produtos de decomposio. Se no houver respirao, aplicar respirao artificial. Se necessrio, consultar o mdico. - Contato com a pele: Remover imediatamente a roupa e os sapatos contaminados. Lavar imediatamente com muita gua durante pelo menos 15 minutos. Se necessrio, consultar o mdico. </p> <p>FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO </p> <p> Rev: 03 </p> <p>Cdigo: FISPQ - 043 CIDO SULFRICO </p> <p>Pg: 4 / 11 </p> <p> Elaborado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Revisado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Aprovado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Anexo - 9 PSQ/BPF - 4.1.1. Controle de Projetos Rev: 02 Data: 17/03/2014 </p> <p>- Contato com os olhos: Lavar com gua corrente no mnimo por 15 minutos, levantando as plpebras algumas vezes, para eliminar quaisquer resduos do material. Remova lentes de contato, se tiver. Consultar um mdico oftalmologista. - Ingesto: NO provoque vmito, entretanto possvel que ocorra espontaneamente, deite o paciente de lado para evitar que aspire resduos. Se a vtima estiver consciente, lavar a sua boca com gua limpa em abundncia. Procurar orientao mdica imediatamente. Aes que devem ser evitadas: No neutralize a rea afetada com outros produtos qumicos. No faa respirao boca a boca. No administrar nada oralmente ou provocar o vmito em vtima inconsciente ou com convulso. </p> <p>Proteo para o prestador de socorros: Evite contato com o produto ao socorrer a vtima. Usar os EPIs indicados na seo 8. Sintomas e efeitos mais importantes, agudos ou tardios: No disponvel. Notas para o mdico: A ao txica sistmica do cido sulfrico causa depleo alcalina, com acidose que afeta o sistema nervoso produzindo agitao, marcha vacilante e fraqueza. Sinais evidentes de irritao do trato respiratrio ou de depresso respiratria requerem acompanhamento com gasometria arterial e raio x de trax. Lavagem gstrica deve ser feita por pessoal experiente. Considere o risco de perfurao gastrintestinal na fase aguda e obstruo pilrica tardia. O contato com o olho pode produzir ulcerao profunda da crnea. Trate da pele ou queimaduras com recursos convencionais. </p> <p>5. MEDIDAS DE COMBATE A INCNDIO Meios de extino: - Meios de extino apropriados: Produto no inflamvel. Quando envolvido em fogo, somente use gua com grande precauo e em casos de absoluta necessidade. Use gua em forma de neblina somente para manter os recipientes expostos ao fogo refrigerados. </p> <p>- Meios de extino no recomendados: A aplicao de gua diretamente no cido sulfrico resulta numa violenta liberao de calor, podendo lanar o material distncia. Perigos especficos da substncia ou mistura: O cido sulfrico um forte agente desidratante, reagindo com materiais orgnicos produz calor suficiente para ignio, podendo tambm causar combusto quando em contato com materiais finamente divididos. Em contato com alguns metais pode liberar hidrognio. Medidas de proteo da equipe de combate a incndio: Utilizar equipamentos de proteo individual, principalmente proteo respiratria. Em caso de fogo existe a possibilidade de decomposio com liberao de gases txicos irritantes (SOx). Utilize mscara autnoma ou mscara com ar mandado e roupas de PVC resistentes a cidos. </p> <p>Produtos perigosos da decomposio: Em caso de fogo existe a possibilidade de decomposio com liberao de gases txicos irritantes (SOx). </p> <p>FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO </p> <p> Rev: 03 </p> <p>Cdigo: FISPQ - 043 CIDO SULFRICO </p> <p>Pg: 5 / 11 </p> <p> Elaborado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Revisado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Aprovado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Anexo - 9 PSQ/BPF - 4.1.1. Controle de Projetos Rev: 02 Data: 17/03/2014 </p> <p>6. MEDIDAS DE CONTROLE PARA DERRAMAMENTO OU VAZAMENTO Precaues pessoais, equipamento de proteo e procedimentos de emergncia - Para o pessoal que no faz parte dos servios de emergncia: Afaste-se do local, somente pessoas treinadas devem participar do atendimento da emergncia. - Para o pessoal do servio de emergncia: Vestir equipamento de proteo pessoal. Colocar as pessoas em segurana. Evitar contato do produto com os olhos e pele. Afastar os curiosos. Precaues ao meio ambiente: Conter o lquido em diques feitos com terra ou areia, evitando descargas em bueiros, esgotos, crregos ou cursos dgua. Promover o recolhimento do material. Se possvel realizar a transferncia do produto. Nunca use material orgnico para absorver derramamento. Informe o rgo ambiental local. Mtodos e materiais para a conteno e limpeza: Recolher o mximo possvel o material derramado e colocar em recipientes apropriados para posterior reutilizao ou descarte. Tomar todas as precaues necessrias. Contenha o vazamento, absorva com substncia absorvente no combustvel (por exemplo, areia e terra) e transfira para um recipiente para descarte de acordo com os regulamentos locais/nacionais (consulte a seo 13). </p> <p>7. MANUSEIO E ARMAZENAMENTO Medidas tcnicas apropriadas: Providenciar ventilao exaustora onde os processos assim o exigirem. O produto deve ser manuseado obedecendo s normas e procedimentos de higiene industrial e segurana do trabalho de acordo com a legislao em vigor. Elimine fontes quentes e de ignio. Todos os equipamentos eltricos usados devem ser blindados e a prova de exploso. As instalaes e equipamentos devem ser aterrados para evitar a eletricidade esttica. Chuveiros de emergncia e lavador de olhos devem ser instalados nos locais de uso e estocagem. No usar instrumentos que produzam fascas. No fumar. Precaues e orientaes para manuseio seguro: Evite inalao e o contato com a pele, olhos e roupas. Evite respirar vapores/nvoas do produto. Utilize equipamento de proteo individual ao manusear o produto, descritos na seo 8. </p> <p>Condies de armazenamento seguro, incluindo qualquer incompatibilidade: - Medidas tcnicas: O local de armazenamento deve ter piso impermevel, isento de materiais combustveis e com bacia de conteno para reter o produto em caso de vazamento. Especificaes de engenharia devem atender regulamentaes locais. - Condies adequadas: Mantenha o produto em local fresco, seco e bem ventilado, distante de fontes de calor e ignio. Mantenha os recipientes bem fechados e devidamente identificados. - Condies que devem ser evitadas: Exposio das embalagens contendo o produto sob o sol, chuva, temperaturas elevadas, fontes de ignio e contato com materiais incompatveis. </p> <p>FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO </p> <p> Rev: 03 </p> <p>Cdigo: FISPQ - 043 CIDO SULFRICO </p> <p>Pg: 6 / 11 </p> <p> Elaborado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Revisado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Aprovado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Anexo - 9 PSQ/BPF - 4.1.1. Controle de Projetos Rev: 02 Data: 17/03/2014 </p> <p>8. CONTROLE DE EXPOSIO E PROTEO INDIVIDUAL Parmetros de controle Limites de Exposio Ocupacional: </p> <p>Nome qumico ou comum </p> <p>TLV - TWA (ACGIH, 2011) </p> <p>TLV - STEL (ACGIH, 2011) </p> <p>LT (NR 15, 1978) </p> <p>cido Sulfrico 0,2 mg/m No disponvel No se aplica </p> <p>Indicadores biolgicos: No disponvel. Medidas de controle de engenharia: Manter o local de trabalho ventilado. Em ambientes abertos e manobras posicionar-se a favor do vento. Se necessrio use ventilao local exaustora ou geral diluidora (com renovao de ar). Devem ser observadas medidas de higiene compatveis com os componentes deste produto. Outros equipamentos de proteo individual e coletiva podero ser indicados em funo do local e condies de aplicao. Manter chuveiros e lava-olhos de emergncia nos locais onde haja manipulao do produto. Equipamento de proteo individual apropriado - Proteo dos olhos/face: Obrigatrio o uso de culos de segurana ou protetor facial. - Proteo da pele e do corpo: Avental, cala e sapatos. Os tipos de auxlios para proteo do corpo devem ser escolhidos especialmente segundo o posto de trabalho em funo da concentrao e quantidade de substncia. - Proteo das mos: Luvas impermeveis resistentes ao produto. As luvas devem ser inspecionadas antes da utilizao. - Proteo respiratria: Quando as concentraes dos vapores excederem o limite de tolerncia, utilizar mscara respiratria com filtro para gases cidos ou multiuso. Em caso de exposio em ambiente confinado ou enclausurado, pode ser necessrio o uso de equipamentos de respirao autnoma ou conjunto de ar mandado. Perigos trmicos: No disponvel. </p> <p>9. PROPRIEDADES FSICAS E QUMICAS Aspecto (estado fsico, forma, cor etc.): Lquido de aspecto xaroposo e denso, sua colorao varia de incolor a marrom leitoso esbranquiado. Odor: Inodoro quando frio Limite de odor: No disponvel pH: cido Ponto de fuso/ponto de congelamento: 3 C Ponto de ebulio inicial e faixa de temperatura de ebulio: 338 C Ponto de fulgor: No aplicvel Taxa de evaporao: &lt; 1 (acetato de butila = 1) </p> <p>FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO </p> <p> Rev: 03 </p> <p>Cdigo: FISPQ - 043 CIDO SULFRICO </p> <p>Pg: 7 / 11 </p> <p> Elaborado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Revisado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Aprovado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Anexo - 9 PSQ/BPF - 4.1.1. Controle de Projetos Rev: 02 Data: 17/03/2014 </p> <p>Inflamabilidade (slido; gs): No inflamvel Limite inferior/superior de inflamabilidade ou explosividade: No aplicvel Presso de vapor: 0,13 kPa a 146 C Densidade de vapor: 3,4 Densidade relativa: 1,835 g/cm3 Solubilidade(s): Miscvel com gua e lcool em todas as propores, produzindo grande elevao de temperatura e chegando, as vezes, at ebulio, com projees. No se mistura ao clorofrmio nem aos demais solventes orgnicos. Coeficiente de partio n-octanol/gua: -2,2 (valor estimado) Temperatura de autoignio: No aplicvel Temperatura de decomposio: No aplicvel Viscosidade: 28 cP </p> <p>10. ESTABILIDADE E REATIVIDADE Reatividade: Altamente reativo Estabilidade qumica: Estvel em condies normais de temperatura e presso . Instvel em exposio umidade. </p> <p>Possibilidade de reaes perigosas: Reage com base forte e metais. Reage exotermicamente com gua. Condies a serem evitadas: Mistura com materiais incompatveis. Materiais incompatveis: O cido sulfrico pode reagir violentamente com cido actico, cido perclrico, acrilonitrila, anilina, etileno glicol, ferro, isocianetos, materiais combustveis, materiais orgnicos, oxidantes, aminas, nitratos, carbetos, fulminatos, picratos, cloratos, percloratos, aldedos, cetonas, metais pulverizados, materiais alcalinos. </p> <p>Produtos perigosos da decomposio: A decomposio trmica gera SOx. H liberao de hidrognio em contato com metais. </p> <p>11. INFORMAES TOXICOLGICAS Toxicidade aguda: DL50, oral, rato = 2660 mg/kg CL50, 4h, rato = 0,375 mg/L Pode causar complicaes gstricas e corroso das membranas mucosas da boca, garganta e esfago, desenvolvimento de gastrite, edema de glote, hemorragia gstrica, vmito, nusea e dor. Um colapso circulatrio pode ocorrer e causar insuficincia renal com produo escassa de urina, leses no fgado e no corao, aumentando a velocidade do pulso e levar. </p> <p>FICHA DE INFORMAES DE SEGURANA DE PRODUTO QUMICO </p> <p> Rev: 03 </p> <p>Cdigo: FISPQ - 043 CIDO SULFRICO </p> <p>Pg: 8 / 11 </p> <p> Elaborado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Revisado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Aprovado por: Claudia S. Portantiolo Responsvel Tcnica CRQ XIII 13400549 Data: 23/05/2016 </p> <p>Anexo - 9 PSQ/BPF - 4.1.1. Controle de Projetos Rev: 02 Data: 17/03/2014 </p> <p>Corroso/irritao da pele: Altamente corrosivo para a pele. Provoca queimaduras graves levando necrose e cicatrizes. A gravidade da leso depende da concentrao de cido sulfrico e a durao da exposio. </p> <p>Leses oculares graves/irritao ocular: Corrosivo para os olhos. O contato pode causar queimaduras da crnea, danos permanentes nos olhos podendo ocorrer perda da viso . </p> <p>Sensibilizao respiratria ou da pele: No h informaes disponveis. Mutagenicidade em clulas germinativas: No esperado mutagenicidade. Carcinogenicidade: Classificao A2 Carcinognico humano suspeito (ACGIH, 2009). Toxicidade reproduo e lactao: No esperado toxicidade reproduo e lactao. Toxicidade sistmica para certos rgos-alvo - exposio nica: Desenvolvimento de broncoconstrio que dificulta a respirao e provoca mudanas na funo pulmonar. </p> <p>Toxicidade sistmica para rgo-alvo especfico - exposies repetidas: A exposio prolongada ao produto favorece o desenvolvimento de bronquite, dores no peito, cicatrizes na pele, crnea e na orofaringe, pigmentao e eroso dos dentes. </p> <p>Perigo por aspirao: No h informaes disponveis. </p> <p>12. INFORMAES ECOLGICAS Ecotoxicidade: O cido sulfrico muito corrosivo e altamente txico para os organismos aquticos e terrestre. CL50, 96h, Lepomis macrochirus = 16 - 28mg/L Persistncia e degradabilidade: O produto apresenta rpida degradao e baixa persistncia. Potencial bioacumulativo: O produto apresenta baixo potencial de bioacumulao em organismos aquticos. BCF = 3,16 (valor estimado) Log kow = - 2,20 (valor estimado) Mobilidade no solo: Alta mobilidade. Outros efeitos adversos: No disponvel. </p> <p>13. CONSIDERAES SOBRE TRATAMENTO E DISPOSIO Mtodos recomendados para destinao final - Produto: Sempre que possvel o produto dever ser recuperado, quando