fisiologia vegetal. relações hídricas na estrutura vegetal

Download FISIOLOGIA VEGETAL. Relações Hídricas na estrutura vegetal

Post on 17-Apr-2015

148 views

Category:

Documents

5 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • FISIOLOGIA VEGETAL
  • Slide 2
  • Relaes Hdricas na estrutura vegetal
  • Slide 3
  • Fenmenos relacionados com a gua: Transpirao Absoro e transporte de gua Transporte de acares Nutrio mineral Pigmentos Crescimento e desenvolvimento Fotomorfognese Fotoperiodismo Germinao
  • Slide 4
  • Propriedades da gua Alto calor especfico Alto calor de vaporizao Adeso e coeso Elevada tenso superficial Poder de solvente
  • Slide 5
  • Slide 6
  • Slide 7
  • gua constante movimentao (exceto no gelo) Movimento diferenas de energia potencial (gua potencial hdrico) Potencial hdrico maior Potencial hdrico menor Potencial hdrico afetado pelo soluto
  • Slide 8
  • POTENCIAL HDRICO a energia com a qual a gua se deslocar (movimento) ou participar de reaes. O valor do potencial hdrico da gua no estado padro recebeu por conveno o valor ZERO = 0 (estado padro da gua). O estado padro da gua , por conveno, GUA PURA E LIVRE CONTIDA EM RESERVATRIO, PRESSO E TEMPERATURA AMBIENTE. Unidades de : Atmosferas, bars e Pascal
  • Slide 9
  • Transportes Difuso Osmose Plasmlise Embebio Osmose passagem de gua seguindo um gradiente de concentrao atravs de uma membrana semipermevel Solues isotnicas mesmo potencial hdrico Soluo hipotnica potencial hdrico mais alto Soluo hipertnica potencial hdrico mais baixo
  • Slide 10
  • Presso de turgor importante no suporte de partes no-lenhosas da planta Solo ( = -5.6) Planta Ar ( = -700) do ar = -700
  • Slide 11
  • Plasmlise Fenmeno de descolamento de membranas. Parede celular impermevel ao soluto clula perde gua; o soluto no ocupa o apoplasto, membrana puxa a parede, ento a clula arrebenta. A plasmlise difcil de acontecer, pois a planta normalmente tem um mais negativo (por isso ela ganha gua)
  • Slide 12
  • Embebio Ocorre nas sementes processo essencial para a germinao Semente madura 5 a 20% de gua Absoro de gua aumento de tamanho aumento de presso interna Regulao da entrada de gua - tegumento
  • Slide 13
  • Movimento da gua na planta
  • Slide 14
  • Produtividade a partir da disponibilidade de gua
  • Slide 15
  • Slide 16
  • TRANSPIRAO VEGETAL a eliminao de gua na forma de vapor atravs das folhas, principal superfcie de contato do vegetal com o ambiente. Ocorre pelos Estmatos (cerca de 99%) e pela cutcula de cutina da epiderme(1%).
  • Slide 17
  • Slide 18
  • Slide 19
  • Slide 20
  • ESTMATOS FUNES : transpirao e trocas gasosas durante a respirao (entra O 2, sai CO 2 ) e fotossntese (entra CO 2, sai O 2 ).
  • Slide 21
  • A diferena de potencial osmtico ( ) da clula estomtica e da clula anexa comanda a abertura e o fechamento do ostolo estomtica H2O anexa perde gua - flacidez (-negativo) (+negativo) estomtica H2O anexa ganha gua - turgidez (+negativo) (-negativo) Clulas estomticas flcidas: Poro Fechado Clulas estomticas trgidas: Poro Aberto
  • Slide 22
  • ESTMATOS So anexos epidrmicos das folhas constitudos por duas clulas-guardas ou estomticas repletas de cloroplastos, que delimitam entre elas uma fenda chamada ostolo. Ao lado aparecem duas ou mais clulas conhecidas por anexas, companheiras ou subsidirias.O ostolo abre-se, no interior da folha, numa grande cavidade denominada cmara subestomtica.
  • Slide 23
  • ESTMATO - estrutura
  • Slide 24
  • Slide 25
  • Slide 26
  • XILEMA(LENHO) : tecido morto de conduo e sustentao
  • Slide 27
  • XILEMA(LENHO) : CONDUO DE SEIVA BRUTA OU INORGNICA SEIVA BRUTA : gua+sais SENTIDO : raiz folhas TEORIA de DIXON ou COESO TENSO TRANSPIRAO : folhas exercerem uma fora de suco que garante a ascenso de uma coluna de gua no interior do xilema desde as razes, conforme ocorre a transpirao.
  • Slide 28
  • TEORIA de DIXON ou COESO TENSO TRANSPIRAO
  • Slide 29
  • Slide 30
  • Coeso e adeso das molculas de gua
  • Slide 31
  • A transpirao fundamental, mas deve ocorrer de modo a permitir a sobrevivncia da planta, pois o excesso de perda d'gua na forma de vapor pode mat-la.O fechamento dos estmatos atua nesse sentido.
  • Slide 32
  • Taxa de transpirao
  • Slide 33
  • O movimento dos estmatos e os fatores ambientais Luz CO2 Temperatura Stress hdrico Umidade Vento
  • Slide 34
  • GUTAO ou SUDAO: perda de gua na forma lquida pelos hidatdios das folhas (Em dias frios e midos com solo encharcado de gua as razes podem empurrar gua no podendo ser evaporada pela baixa temperatura e saturao de umidade do ambiente, saindo pelos bordos da folha atravs de pequenas aberturas que so os hidatdios).
  • Slide 35
  • Hidatdeos
  • Slide 36
  • Gutao