Fisiologia Vegetal e Ecologia

Download Fisiologia Vegetal e Ecologia

Post on 09-Jan-2017

214 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Biologia Alexandre Bandeira e

    Rubens Oda

    (Julio Junior)

    19.12.2016

    Fisiologia Vegetal e Ecologia

  • Biologia Alexandre Bandeira e

    Rubens Oda

    (Julio Junior)

    19.12.2016

    Fisiologia vegetal e Ecologia

    1. Duas vizinhas, A e B, tinham, cada uma delas, um vaso de barro com uma mesma espcie de

    planta, de mesmo porte e idade. Quando saram em frias, a vizinha A colocou seu vaso

    dentro de um balde com gua, tomando cuidado para que o nvel de gua chegasse borda

    do vaso, e envolveu o balde com um saco plstico, fechando o saco na base do caule da

    planta, para evitar a evaporao da gua pela superfcie do balde. A parte area da planta no

    foi envolta pelo saco plstico. A vizinha B colocou seu vaso debaixo de uma torneira pingando,

    tomando o cuidado para que o gotejamento mantivesse a terra apenas mida, mas no

    encharcada. Ambos os vasos foram mantidos nas varandas das respectivas casas, bem

    iluminados e ventilados, mas protegidos do sol. Ao final de dois meses, quando retornaram

    das frias, verificaram que uma das plantas estava morta, enquanto a outra se mantinha

    viosa. Qual das plantas morreu? Justifique sua resposta

    2. O controle da abertura dos estmatos das folhas envolve o transporte ativo de ons de

    potssio.

    a) Descreva a importncia do potssio no processo de abertura dos estmatos.

    b) Nomeie as clulas responsveis pelo controle dessa abertura.

    3. A hidroponia consiste no cultivo de plantas com as razes mergulhadas em uma soluo

    nutritiva que circula continuamente por um sistema hidrulico. Nessa soluo, alm da gua,

    existem alguns elementos qumicos que so necessrios para as plantas em quantidades

    relativamente grandes e outros que so necessrios em quantidades relativamente pequenas.

    a) Considerando que a planta obtm energia a partir dos produtos da fotossntese que realiza,

    por que, ento, preciso uma soluo nutritiva em suas razes?

    b) Cite um dos elementos, alm da gua, que obrigatoriamente deve estar presente nessa

    soluo nutritiva e que as plantas necessitam em quantidade relativamente grande. Explique

    qual sua participao na fisiologia da planta.

    4. Considere uma plntula sendo iluminada lateralmente como indica a figura adiante, desde o

    pice da folha at a extremidade da raiz.

  • Biologia Alexandre Bandeira e

    Rubens Oda

    (Julio Junior)

    19.12.2016

    Responda:

    a) Para que lado se inclinaro o caule e a raiz, durante o crescimento dessa plntula?

    b) Por qu?

    5. O etileno um hormnio vegetal gasoso e incolor, produzido nas folhas, nos tecidos em

    fase de envelhecimento e nos frutos, onde determina o seu amadurecimento e sua queda. Que

    relao pode ser feita entre a ao do etileno e o hbito, bastante comum, de se embrulhar em

    jornal os frutos verdes, retirados precocemente, para que amaduream mais rapidamente?

    6. As citaes:

    nte das demandas promissoras dos mercados de carbono, algumas reas de plantio na

    Amaznia tm sido abandonadas para dar lugar a uma nova dinmica de recolonizao nessas

    e a

    segunda, de uma revista de divulgao cientfica. Considerando tais citaes:

    a) pode se falar em erro conceitual, quando se faz referncias a florestas maduras como a

    b) indique duas diferenas bsicas encontradas entre comunidades de incio e de final de

    sucesso relacionadas com a dinmica dos processos ecofisiolgicos em um ecossistema

    florestal.

  • Biologia Alexandre Bandeira e

    Rubens Oda

    (Julio Junior)

    19.12.2016

    7. Copaifera langsdorffii uma rvore de grande porte, amplamente distribuda pelo Brasil e

    conhecida popularmente como copaba. A disperso das sementes da copaba feita por aves

    frugvoras.

    a) Indique e explique objetivamente a relao ecolgica que se estabelece entre a copaba e as

    aves frugvoras.

    b) Considerando que as sementes poderiam germinar ao redor da planta-me, por que a

    disperso importante para a espcie vegetal?

    8. As pirmides ecolgicas so utilizadas para representar os diferentes nveis trficos de um

    ecossistema e podem ser de trs tipos: nmero de indivduos, biomassa ou energia. Elas so

    lidas de baixo para cima e o tamanho dos retngulos proporcional quantidade que

    expressam. Considere uma pirmide com a seguinte estrutura:

    a) Que tipo de pirmide, entre os trs tipos citados no texto, no poderia ser representada por

    essa estrutura? Por qu?

    b) D um exemplo de uma pirmide que pode ser representada pela estrutura indicada.

    Substitua 1, 2 e 3 por dados quantitativos e qualitativos que justifiquem essa estrutura de

    pirmide.

    9. Furnas Recupera rea Degradada na Linha Ouro Preto 2 / Vitria.

    A Diviso de Meio Ambiente Natural em parceria com os Escritrios de Construo do Rio de

    Janeiro e de Cachoeira Paulista vm realizando, desde junho de 2005, um trabalho na rea da

    Linha Ouro Preto 2/Vitria.

    As aes do Programa de Recuperao de reas Degradadas (Prad) na linha Ouro Preto

    2/Vitria tm como objetivos principais reconstituir a vegetao, recompor a paisagem e

    controlar os processos erosivos nos locais onde houve interferncias para a construo de

  • Biologia Alexandre Bandeira e

    Rubens Oda

    (Julio Junior)

    19.12.2016

    estradas de acesso, reas de manobras e de torres, praas de lanamento de cabos e reas de

    emprstimo (locais de onde se retira material para construo). Para isso, so combinadas

    medidas biolgicas, como plantao de gramneas, leguminosas e arbreas, com medidas

    fsicas, construo de bueiros, canaletas e caixas de sedimentao.

    Justifique a incluso de plantas leguminosas para a revegetao em programas de

    recuperao de reas degradadas.

    10. A reproduo de muitas espcies de mariposas facilitada por substncias volteis

    lanadas no ar chamadas feromnios. Tais substncias so produzidas por fmeas e capazes

    de atrair machos a milhares de metros de distncia. Cada feromnio atrai machos da espcie

    da fmea que os produziu. A eficincia dos feromnios est relacionada a grandes diferenas

    morfolgicas entre machos e fmeas (dimorfismo sexual), como mostram as figuras abaixo.

    Armadilhas contendo feromnios so utilizadas para eliminar mariposas consideradas pragas

    das lavouras.

    1 - Explique por que o uso de armadilhas de feromnios considerado ambientalmente mais

    seguro para as demais espcies de insetos silvestres do que o uso de inseticidas.

    2 - Explique a importncia do dimorfismo sexual das antenas para a reproduo das

    mariposas.

  • Biologia Alexandre Bandeira e

    Rubens Oda

    (Julio Junior)

    19.12.2016

    Gabarito

    1. A planta A morreu. O encharcamento tirou o contado da raiz com o ar e impediu a oxigenao da raiz, ocorrendo o fenmeno da seca fisiolgica. O transporte de nutrientes

    minerais, por meio do xilema, foi prejudicado, pois esse depende da energia proveniente

    da respirao celular. Isso faz com que a absoro de gua seja interrompida. Alm

    disso, o excesso de gua e a falta de oxignio facilitam a multiplicao de bactrias que

    podem provocar a morte das razes.

    2. a) O transporte ativo de potssio provoca a entrada de gua e a turgncia das clulas localizadas ao redor do orifcio do estmato, acarretando sua abertura.

    b) Clulas-guarda.

    3. a) Porque a soluo nutritiva contm os elementos minerais necessrios aos processos metablicos do vegetal.

    b) Entre os elementos minerais que devem ser fornecidos a um vegetal podemos citar:

    se de cidos nuclicos e ATP;

    fechamento dos estmatos;

    4. a) O caule se inclina em direo fonte luminosa enquanto a raiz se afasta da luz. b) O cido indol actico (AIA) se desloca para o lado menos iluminado e estimula a

    distenso celular na regio caulinar. O efeito na raiz a inibio no crescimento celular.

    5. Sendo o etileno uma substncia gasosa, difundese pelos espaos intercelulares e eliminado para o ambiente. Estando os frutos embrulhados em jornal, ocorre um acmulo

    de etileno, que acelera o amadurecimento dos frutos.

    6. a) Sim. As florestas em equilbrio atingem um estgio denominado estgio clmax, no qual tudo que produzido atravs do processo da fotossntese ser consumido

    metabolicamente e, portanto no se observa a emisso de oxignio e nem absoro do

    carbono a partir do meio-ambiente.

    b) A comunidade inicial ou ecese apresenta baixa biodiversidade e alta produtividade

    primria, enquanto que a comunidade clmax ou final possui alta biodiversidade e baixa

    produtividade primria.

    7. a) Proctocooperao. A rvore beneficiada pela disperso de suas sementes, enquanto as aves se alimentam da polpa carnosa de seus frutos

  • Biologia Alexandre Bandeira e

    Rubens Oda

    (Julio Junior)

    19.12.2016

    b) A disperso das sementes importante para a espcie vegetal porque diminui a

    competio entre a planta-me e sua descendncia por nutrientes do solo e luz, e amplia

    a ocupao territorial.

    8. a) Pirmide de energia. A pirmide de energia s pode ser representada com a base larga (produtores) e com os nveis superiores mais estreitos, pois sempre h perda de energia

    quando se passa de um nvel trfico para outro.

    b) A pirmide pode ser representativa da biomassa do plncton marinho, na qual 1

    representa a massa do fitoplcton, 2, a massa do zooplncton e 3, a dos peixes. A

    biomassa do fitoplncton pode ser menor do que a do zooplncton, porque a biomassa

    que o constitui se reproduz com grande velocidade e apresenta alta eficincia

    fotossinttica, assegurando a nutrio do zooplncton, que possui maior biomassa e

    menor capacidade reprodutora. A pirmide tambm pode ser de nmeros, na qual 1 pode

    ser uma rvore, 2, os pulges parasitas dessa planta e 3, as joaninhas (besouros), que so

    predadores dos pulges. Uma rvore pode nutrir milhares de parasitas, os quais

    alimentam um menor nmero de predadores.

    9. Enriquecimento do solo atravs dos mecanismos de fixao do nitrognio atmosfrico pelos microorganismos que se associam s leguminosas.

    10. 1 - As armadilhas so especficas; elas s atraem machos da espcie de mariposa que se quer controlar. Os inseticidas matam insetos de muitas espcies.

    2 - As mariposas do sexo masculino percebem os feromnios por meio dos receptores

    olfativos localizados nas antenas. As antenas plumosas dos machos tm grande

    superfcie relativa, o que facilita a percepo de molculas dos feromnios no ar e,

    portanto, a localizao das fmeas.