financiamento colaborativo

Download Financiamento Colaborativo

Post on 18-Dec-2015

10 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

CROWDFUNDING: PANORAMA DO FINANCIAMENTO COLABORATIVO NO BRASIL

TRANSCRIPT

TRAB. Financiamento Colaborativo.docx

Universidade de So PauloEscola de Comunicaes e ArtesCentro de Estudos Latino-Americanos sobre Cultura e Comunicao

CROWDFUNDING: PANORAMA DO FINANCIAMENTO COLABORATIVO NO BRASIL

Cristiane Santana MathiasDenise dos Santos RodriguesJssica Melissa PoquiniMarcel Ribeiro de ArdeMargarete de Lourdes Campos RamosMaria Isabel Chagas de Almeida Luchesi

SO PAULO

2014

SUMRIO

1)DEFINIO61.1)Por que Surge?71.3)Como funciona?81.4)Formas de Arrecadao91.5)Contrapartida92)RETRATO DO FINANCIAMENTO COLETIVO NO BRASIL102.1) Como se encontra distribudo o financiamento coletivo no Brasil103)AS POLTICAS CULTURAIS E O FINANCIAMENTO COLETIVO133.1) Breve Panorama das Polticas Culturais no Brasil143.2) O Estado e os Projetos colaborativos174)PLATAFORMAS DE FINANCIAMENTOS BRASILEIRAS E SUAS PRINCIPAIS DIFERENAS185)INSCRIO DO PROJETO: PASSO A PASSO225.1)Tudo ou nada315.2)Projeto bem sucedido no Catarse315.3)Projeto Mal Sucedido325.4)Reembolso para apoiadores de projetos no financiados325.5)Projeto em Andamento336)ESTUDO DE CASO357) PROBLEMATIZAO407.1) O que necessrio para ter um projeto bem-sucedido?438) CONSIDERAES FINAIS459) REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS46

LISTA DE FIGURAS

Figura 1 - Cadastro23Figura 2 - Comece seu Projeto.24Figura 3 - Realizadores - Primeiros Passos.24Figura 4 - Iniciar Projeto.24Figura 5 - Informaes bsicas.25Figura 6 - Definir valor a ser arrecadado.26Figura 7 - Escolha a categoria do projeto26Figura 8 - Descrio do Projeto27Figura 9 - Base da pgina do projeto.28Figura 10 - Definir Recompensas29Figura 11 Pgina do projeto finalizada30Figura 12 - Projeto bem sucedido: CD Raimundos31Figura 13 - Projeto Mal Sucedido: CD Banda Nao Nesta32Figura 14 - Projeto em andamento: Videoclipe Alma Djem e Ivo Mozart34Figura 15 - Estudo de Caso: Feliz Robatto35

LISTA DE GRFICOS

Grfico 1 Como o Crowdfunding est distribudo no Brasil..11Grfico 2 Gnero e Idade dos Apoiadores..11Grfico 3 - Escolaridade dos Apoiadores.12Grfico 4 - Renda Mensal dos Apoiadores.r.12Grfico 5 - Ocupao dos Apoiadores.13Grfico 6 - Projetos com interesses de apoio19Grfico 7 - Idade dos realizadores.20Grfico 8 - Valores arrecadados20Grfico 9 - reas de interesses de projetos 21

LISTA DE TABELAS

Tabela 1- Recompensas38Tabela 2 - Resultados39

1) DEFINIO

Crowdfunding uma modalidade de financiamento coletivo muito semelhante ao mecenato, que era praticado no Imprio Romano, e consistia em estimular a produo cultural, financiando os artistas e suas obras, que viviam por meio deste incentivo, alcanando ainda prestgio social. Dessa forma, os artistas podiam se dedicar exclusivamente a arte. Na Idade Mdia, essa forma de incentivo a arte entrou em declnio, mas voltou tona durante o Renascimento, quando artistas como Leonardo da Vinci, Michelangelo, Botticelli, entre outros, eram financiados pelos mecenas. A Igreja Catlica, tambm atuou como mecenas, naquela poca, contribuindo com Michelangelo, na criao dos afrescos da Capela Sistina. Incentivando a cultura, os mecenas conquistavam prestgio social e tinham os seus nomes atrelados s grandes obras produzidas no perodo. Com o passar do tempo e a chegada da internet e a cibercultura, as possibilidades de financiamento de artistas e produtos culturais foram ampliadas, no sendo mais necessrio depender de personalidades simpticas e com dinheiro para conseguir um patrocnio. Deve-se destacar o papel da tecnologia nesse processo de mudana e solidificao do financiamento colaborativo.Com o surgimento do crowdfunding a potencializao a arrecadao de dinheiro e diversas ideias puderam sair do papel. Vale ressaltar que a palavra crowdfunding tem origem nos processos de crowdsourcing cuja ideia consiste principalmente, na participao do consumidor como produtor de contedo ou de iniciativas antes oriundas somente de empresas miditicas. A traduo de crowdsourcing abastecido pelo povo, o que representa de fato a ideia de uma inteligncia coletiva, que unida, busca os seus objetivos. Por meio desse sistema, surgem diversas mobilizaes na internet, que vo desde a sanar problemas de aquecimento global e o esgotamento dos recursos hdricos, at projetos filantrpicos para arrecadar fundos para entidades, passando ainda por empresas que tem a necessidade de saber a opinio de seus consumidores espalhados ao redor do planeta.O crowdfunding, um modelo de financiamento que permite que indivduos encontrem auxlio financeiro para seus projetos atravs de doaes coletivas. No Brasil, o pioneiro6

em utilizar esse sistema de financiamento, foi o site Catarse, voltado somente para projetos culturais e que teve como inspirao o Kickstarter3, site de financiamento colaborativo norte-americano. Lanado no incio de 2011, o Catarse desde sua fundao, j teve 1,3 mil projetos bem sucedidos, sendo que 170 mil pessoas j apoiaram ao menos 1 projeto e at agora, 22 milhes foram investidos nos projetos do site. Um dos projetos mais conhecidos realizados no Catarse e que ganhou espao na mdia, devido a nova forma de participao do pblico, foi o CD Cantigas de Roda, da banda de rock Raimundos, que em setembro de 2013, conseguiu arrecadar R$ 123.278 reais, sendo que a meta mnima da banda para a realizao do projeto era de R$ 55.000,00. O prazo do grupo para atingir o objetivo era de 60 dias. As expectativas foram superadas e 1.699 apoiadores incentivaram o trabalho, sendo que teve desde participantes que doaram R$ 10 reais, at pessoas que financiaram com R$ 5.000 reais. Entre as recompensas oferecidas pela banda, estava desde o download do CD em primeira mo, at o kit completo que inclua no s o CD autografado, mas tambm camiseta, disco de vinil, ingresso para o show do grupo com direito a visita ao backstage e acesso ao camarim em qualquer show realizado pela banda em 2014, com direito a acompanhante. A iniciativa da banda foi noticiada em diversos meios de comunicao e a partir da, diversos grupos musicais passaram a utilizar a plataforma em busca de recursos para os seus projetos.Alm da Catarse, existem outros sites de financiamento colaborativo no Brasil, como o Kickante, Embolacha, Incentivador, Clap.me, entre outros. Cada vez mais pessoas ligadas rea cultural, esto aderindo aos projetos por meio do crowdfunding. 1.1) Por que Surge?

O financiamento coletivo surge com a necessidade de pequenos produtores e novos artistas das mais diversas reas, poderem realizar e divulgar o seu trabalho. Pode-se perceber o rpido crescimento no nmero de plataformas que auxiliam nesse tipo de investimento. O dinheiro investido em projetos, tambm cresceu significativamente. H uma tendncia de que esse capital direcionado mais para empresas nascentes do que para projetos sociais, que recebem mais aportes e apoio. O financiamento coletivo7

apontado por especialistas, empreendedores e entusiastas do tema como uma forte ajuda para a economia mundial e uma alternativa eficiente para pases em crise ou em desenvolvimento. A importncia desse sistema justamente dar fluidez a mercados e ecossistemas com falhas graves e estruturais nos seus sistemas de financiamento e seu surgimento possibilitou a ampliao dos financiamentos de artistas e produtos culturais. O interesse pelo tema e a importncia do capital da multido para dar vida a projetos e empresas vm estimulando tambm o surgimento de sites voltados para mercados especficos.

1.3)Como funciona?

usual que seja definida uma meta de arrecadao, que deve ser atingida em um prazo estipulado para que o projeto seja viabilizado. Caso os recursos arrecadados sejam inferiores meta, o projeto no financiado e o montante arrecadado volta para os doadores, assim ningum corre o risco de colocar seu dinheiro em algo que jamais ir acontecer. Quem doa faz porque gosta e se identifica com a ideia. Independente do valor da colaborao, o sentido para quem participa, de contribuir para a concretizao de um projeto, de um sonho. Ao partir para um financiamento baseado na multido, no lugar de um mecenas, a relao de poder entre artista e financiador torna-se mais democrtica, o autor tem mais liberdade para sua criao, pois a aposta do pblico ocorre mais por identificao com o projeto do que um retorno de prestgio individual, no caso de um mecenas.

Os projetos baseados no financiamento colaborativo, no que tange a sua dimenso emocional do consumo, so analisados pelos seus aspectos sociais (legitimidade e relevncia), interesse do usurio (estimulam emoes ou motivam alguma ao) e questes estticas (aparncia e caractersticas). Alm disso, os clientes do crowdfunding no consomem simplesmente um produto final (um livro, CD, filme), mas sim, colaboram para criao de bens e servios.8

Ainda que as experincias em financiamento colaborativo estejam em fase inicial e no sigam uma orientao nica defende-se que o crowdfunding possibilita uma oportunidade a mais para que artistas financiem suas ideias sem depender, exclusivamente, dos mecenas ou de editais pblicos. 1.4)Formas de Arrecadao

A arrecadao dos recursos feita de forma voluntria, at atingir o valor estipulado para a realizao do projeto.Geralmente, o autor da ideia apresenta a sua proposta e diz quanto precisa arrecadar para implantar seu projeto. Os interessados em patrocinar podem doar quantias determinadas pelo autor do projeto e em troca recebem recompensas (o nome na capa do disco da banda, por exemplo). Se a ideia atingir o valor estipulado pelo autor, o valor da doao repassado ao responsvel pela proposta. Caso contrrio, os colaboradores recebem o dinheiro investido de volta ou recebem crditos para financiar outros projetos. Alm disso, a prtica do crowdfunding refora tambm o papel da curadoria, uma vez que a maioria dos projetos conta com uma filtragem da prpria comunidade ou de um corpo de editores, ou seja, o nicho de mercado, que significa que produes alternativas, tendem desde que encontrem seu pblico-alvo, a ga