filosofia trab

Download FILOSOFIA TRAB

Post on 06-Dec-2015

3 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

trabalho sobre ética e profissão

TRANSCRIPT

FILOSOFIA

FILOSOFIA

PROF: LUCLIAALUNOS: DANIEL, WENDERSONProfisso e efeitosde sua condutaO conceito profisso, na atualidade, aquele que aceito, representa: trabalho que se pratica com habilidade a servio de terceiros, ou seja pratica constante de um ofcio.

A profisso tem, pois, alm de sua utilidade para o indivduo, uma rara expresso social e moral.

Profisso em contabilidade, um exemplo expressivoSendo uma das profisses mais antigas do homem, evoluiu com a sociedade e hoje se situa entre as mais requeridas e as mais difundidas.A profisso permite que o indivduo exera sua funo de solidariedade para com seus semelhantes, recebendo, em troca, no s dignidades, mas compensaes que permitem, inclusive, o enriquecimento material .

Valor social da profissoA quase totalidade das profisses liberais possui grande valor social. O que varia sua forma de atuao e a natureza qualitativa dos servios perante as necessidades humanas.A Contabilidade destaca-se por seu papel de proteo vida da riqueza das clulas sociais e pela capacidade de produzir informes qualificados sobre o comportamento patrimonial.

Responsabilidade, utilidade e projeo profissionalOs benefcios que os profissionais propiciam, cumprindo as responsabilidades de seus trabalhos, passam a dar-lhes notoriedade, ampliando o grau de satisfao em relao a eles e quase criando uma obrigao de retribuio moral por parte dos beneficiados.Est a razo pela qual, com sucesso, muitos deles chegam a cargos eletivos, com relativa facilidade.

Obstculos fama profissional e postura tica na defesa do direito de imagem bvio que no escapar o profissional vitorioso dos males da inveja.Escreveu Balzac: natural destruir o que no se pode possuir, negar o que no se compreende e insultar o que se inveja.Ningum, construindo um nome, deve abdicar do direito de defend-lo, pois no s sua pessoa que est em jogo, mais tambm a imaterialidade de seu conceito. dever tico proteger um nome profissional.

tica e profissoO QUE ETICA? um conjunto de princpios e disposies voltados para a ao, historicamente produzida, cujo objetivo balizar as aes humanas.

E tica ilumina a conscincia humana sustenta e dirige as aes do homem, norteando a conduta individual e social. O QUE PROFISSO?Deve ser entendida como uma pratica repetida e lucrativa, da qual extrai o ser humano os meios para a sua subsistncia (famlia), para sua qualificao e para seu aperfeioamento moral, tcnico e intelectual, e da qual decorre pelo simples fato do seu exerccio, um benefcio social Conceituao MORAL visa proteo da DIGNIDADE HUMANA.

Valor da profisso, utilidade e expresso ticaO Profissional se beneficia da profisso, bem como quem a contrata e a sociedade que dela se utiliza.

O exerccio profissional ser oportunidade de demonstrar sua capacidade/habilidade, bem como de construir seu conceito profissional.

A quebra de princpios ticos compromete o conceito profissional e da sua classe.

Ex.: advogado que defende um ru e tambm serve seu autor; ou trabalha para o governo e aceita causas contra este utilizando-se de terceiros.

O valor do exerccio profissional tende a aumentar medida que o profissional amplia seus conhecimentos especficos ou em diferentes reas.

A utilidade e a qualidade do trabalho tendem a ser tanto maiores quanto maior for a cultura do profissional (= profundidade e extenso de conhecimentos e experincias).

Do mesmo modo a qualidade da conduta tende a crescer na razo direta da qualidade da cultura.

Especializao, cultura e utilidade profissionalA especializao a soluo para a qualidade do trabalho e para a sociedade, como maior veculo de utilidade; socilogos, como Durkheim, inclusive, proclamaram ser a vida das classes aquela que se assemelha a de uma famlia, fazendo a apologia das especializaes.Entende-se, particularmente, que o nvel de cultura profissional depende do que se faz exigvel, porque a tarefa pode realizar-se em diversos mbitos: no campo de pesquisa, da literatura, do ensino, do exerccio prtico geral, do exerccio prtico especfico etc.A utilidade e a qualidade do trabalho tendem a ser tanto maiores quanto maior for a cultura do profissional. Igualmente, a conduta tende a ser tanto mais qualificado quanto maior for o grau de cultura. inequvoco, pois, que a qualidade da conduta tende a crescer na razo direita da qualidade da cultura. Funo social da profisso e ambincia social contempornea inequvoco que o trabalho individual influencia e recebe influncias do meio onde praticado.Funo social da profisso e ambincia social contemporneaO trabalho individual influencia e recebe influncias do meio onde praticado.O exerccio eficaz, transparente e justo da autoridade pblica (governo, juzes, polticos, ...) eleva a conscincia social coletiva de uma nao.Todavia, o exerccio ineficaz da autoridade/poder corrupto, oligrquico e incompetente, abala o esprito de cooperao e honestidade de um povo.

O natural e tico que a profisso esteja a servio do social, quer dos indivduos, quer do conjunto da sociedade.Escreveu Toffler, fazendo uma anlise do final do sc. XX:A lista dos problemas que a nossa prpria sociedade enfrenta interminvel. Sentimos o cheiro de apodrecimento moral de uma civilizao industrial moribunda, enquanto vemos as instituies, uma atrs da outra, sucumbir num turbilho de ineficcia e corrupo. Consequentemente, o ar enche-se de amarguras, queixas e clamores por uma mudana radical.

A poltica e os procedimentos ticos no acompanharam as mudanas e a evoluo mundiais: decadncia moral de minorias no poder com fachada de democracia; ditaduras democrticas.Ditaduras = poder na mo de poucos;Democrticas = rtulo de governo do povo.H um descompasso entre a evoluo do conhecimento, das tecnologias, com o comportamento tico, poltico e social do exerccio do poder. A isso Toffler denomina sociedade desclassificada. A ausncia de responsabilidade para com o coletivo gera, como consequncia natural, a irresponsabilidade para com a qualidade do trabalho.

Urge construir sociedade absolutamente eficaz e um Estado igualmente eficaz, tarefas da cincia tica e das cincias sociais.Urge a construo de modelos cientficos que sejam paradigmas de uma nova sociedade, conquistada pelos esforos do aperfeioamento das condutas e da consecuo da felicidade.

Fim.

OBRIGADO!