files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · web...

31
SIMÃO REVISÃO SOCIOLOGIA (TEORIA SOCIOLÓGICA, TRABALHO E PRODUÇÃO). TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: 1. (Uel 2013) A figura Mapa Mundi é composta por lixo eletrônico. Com base nessa figura e na crítica de Marx à sociedade capitalista, assinale a alternativa correta. a) A cada nova tecnologia desenvolvida pelo capital, maior é a qualificação necessária aos trabalhadores. b) A existência de mercadorias é o que distingue o capitalismo de outros modos de produção no transcurso da história do homem. c) A produção do desperdício é parte constitutiva do processo de acumulação de capital e realização da lei do valor. d) No capitalismo contemporâneo, o valor de uso foi substituído pelo valor de troca, do qual resultam as mercadorias. e) Produzir mercadorias com pouca durabilidade é prática momentânea para que o capitalismo supere suas crises periódicas. 2. (Interbits 2012) Página 1 de 31

Upload: hoanghuong

Post on 28-Apr-2018

291 views

Category:

Documents


10 download

TRANSCRIPT

Page 1: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

REVISÃO SOCIOLOGIA (TEORIA SOCIOLÓGICA, TRABALHO E PRODUÇÃO).

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:

1. (Uel 2013) A figura Mapa Mundi é composta por lixo eletrônico.Com base nessa figura e na crítica de Marx à sociedade capitalista, assinale a alternativa correta. a) A cada nova tecnologia desenvolvida pelo capital, maior é a qualificação necessária aos

trabalhadores. b) A existência de mercadorias é o que distingue o capitalismo de outros modos de produção

no transcurso da história do homem. c) A produção do desperdício é parte constitutiva do processo de acumulação de capital e

realização da lei do valor. d) No capitalismo contemporâneo, o valor de uso foi substituído pelo valor de troca, do qual

resultam as mercadorias. e) Produzir mercadorias com pouca durabilidade é prática momentânea para que o capitalismo

supere suas crises periódicas. 2. (Interbits 2012)

Página 1 de 23

Page 2: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

O "ato fotográfico" envolve múltiplas relações e a muitos: o fotógrafo, o fotografado, um terceiro, o observador eventual da imagem revelada, sem que possa comunicar um único sentido ou um que ao menos prevaleça sobre todos os outros.

BAGOLIN, Luiz Armando; REIS, Magali dos. Sociologia da fotografia e da imagem. Tempo soc. [online]. 2009, vol.21, n.1, p. 215. 

Henri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo, que procura transmitir, através da fotografia, uma informação clara e sintética. No entanto, para a sociologia, a fotografia possui um atributo diferente. Assinale qual das alternativas apresenta uma interpretação sociológica da fotografia. a) Toda fotografia serve para atestar a realidade de algo que ocorreu. b) As fotografias, por si só, não são a realidade. Esta é atribuída pelo sujeito que vê a fotografia

e a interpreta segundo o que conhece. c) Toda fotografia tem a função de guardar a memória de alguém. d) As fotografias devem servir como uma forma de denúncia. A sociologia se interessa somente

por fotografias de cunho político. e) As fotografias são manifestações artísticas, devendo ser analisadas somente por

profissionais da Arte. 3. (Interbits 2012) Leia o texto a seguir.

A educação é a ação exercida, pelas gerações adultas, sobre as gerações que não se encontram ainda preparadas para a vida social; tem por objeto suscitar e desenvolver, na criança, certo número de estados físicos, intelectuais e morais, reclamados pela sociedade política, no seu conjunto, e pelo meio espacial a que a criança, particularmente, se destine.

DURKHEIM, Émile. Educação e sociologia. São Paulo: Melhoramentos, 1972, p.41.

Tomando em consideração a definição acima, é correto afirmar que, para Durkheim: a) a educação está relacionada ao processo de socialização. Através dela, as gerações mais

novas internalizam as normas, valores e a moral da sociedade em que estão inseridas. Nesse sentido, é pela educação que a sociedade reproduz-se e se sustenta intergeracionalmente.

b) a educação é essencialmente transformadora. A obra de Paulo Freire demonstra justamente como, através da educação, as gerações mais novas podem se emancipar e pensar autonomamente.

Página 2 de 23

Page 3: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

c) a educação não ocorre somente nas escolas, dado que as escolas são uma invenção moderna. Antes dela, a educação ocorria, sobretudo, no ambiente do trabalho.

d) toda forma de educação é contrária aos interesses da criança. A criança naturalmente quer brincar e se divertir. A escola acaba por tolher das crianças a sua pureza, obrigando-as a estudarem e assumirem responsabilidades que não são condizentes à sua faixa etária.

e) a educação tende a fazer com que a sociedade se modifique, uma vez que os valores transmitidos às gerações mais novas são diferentes daqueles que as gerações mais antigas receberam.

4. (Unioeste 2012) Émile Durkheim é considerado um dos fundadores das Ciências Sociais e entre as suas diversas obras se destacam “As Regras do Método Sociológico”, “O Suicídio” e “Da Divisão do Trabalho Social”. Sobre este último estudo, é correto afirmar que a) a divisão do trabalho possui um importante papel social. Muito além do aumento da

produtividade econômica, a divisão garante a coesão social ao possibilitar o surgimento de um tipo específico de solidariedade.

b) a solidariedade mecânica é o resultado do desenvolvimento da industrialização, que garantiu uma robotização dos comportamentos humanos.

c) a solidariedade orgânica refere-se às relações sociais estabelecidas nas sociedades mais tradicionais. O nome remete ao entendimento da harmonia existentes nas comunidades de menor taxa demográfica.

d) indiferente dos tipos de solidariedade predominantes, o crime necessita ser punido por representar uma ofensa às liberdades e à consciência individual existente em cada ser humano.

e) a consciência coletiva está vinculada exclusivamente às ações sociais filantrópicas estabelecidas pelos indivíduos na contemporaneidade, não tendo nenhuma relação com tradições e valores morais comuns.

5. (Interbits 2012) No dia 12/07/2012, no Programa “Na Moral”, Pedro Cardoso foi entrevistado por Pedro Bial a respeito do trabalho dos paparazzi. Leia abaixo um trecho da entrevista:

Pedro Bial – Mas seguindo o seu raciocínio: o empresário busca o ganho – pra evitar a palavra lucro, que vamos dizer... ou lucro, o que for –, o empresário quer vender revista. As pessoas compram essas revistas. Esses sites são os mais acessados – os acessos de celebridades.Pedro Cardoso – É, os alemães também compraram o Nazismo, por esse raciocínio. A sociedade tem demandas. Nem todas as demandas da sociedade são a saúde dela. [...] Nós temos uma doença cultural. Uma doença social que mata pessoas, que constrange a liberdade, que principalmente vende uma mentira.

Programa Na Moral apresentado em 12/07/2012. [transcrição]. Disponível em: <http://tvg.globo.com/programas/na-moral...i/2038750/>. Acesso em 15/07/2012.

No trecho acima, Pedro Cardoso considera que a sociedade possui uma saúde que deve ser preservada. Dentre os autores abaixo, qual aquele que apresenta uma concepção semelhante? a) Max Weber. b) Karl Marx. c) Émile Durkheim. d) Marcel Mauss. e) Pierre Bourdieu. 6. (Unioeste 2012) Para Max Weber a economia capitalista não é marcada pela irracionalidade e pela “anarquia da produção”. Ao contrário de Karl Marx, que frisava a irracionalidade do capitalismo, para Weber as instituições do capitalismo moderno podem ser consideradas como a própria materialização da racionalidade. Segundo Weber, uma das características do capitalismo moderno é a estrutura burocrática com instituições administradas racionalmente com funções combinadas e especializadas. Para o sociólogo alemão, o controle burocrático é marcado pela eficiência, precisão e racionalidade. Considerando a importância do tema da burocracia na obra de Weber, é correto afirmar que a) Marx Weber identifica a burocracia com a irracionalidade, com o processo de

despersonalização e com a rotina opressiva. A irracionalidade, nesse contexto, é vista como favorável à liberdade pessoal.

Página 3 de 23

Page 4: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

b) segundo Weber, a ocupação de um cargo na estrutura burocrática é considerada uma atividade com finalidade objetiva pessoal. Trata-se de uma ocupação que não exige senso de dever e nenhum treinamento profissional.

c) na burocracia moderna os funcionários são altamente qualificados, treinados em suas áreas específicas, enfim, pessoas que tem ou devem ter qualificações consideradas necessárias para serem designadas para tais funções.

d) para Weber, o elemento central da estrutura burocrática é a ausência da hierarquia funcional e a obediência à ordem pessoal e subjetiva.

e) a burocratização do capitalismo moderno impede segundo Weber, a possibilidade de se colocar em prática o princípio da especialização das funções administrativas.

7. (Interbits 2012) Atualmente a ordem econômica capitalista é um imenso cosmos em que o indivíduo já nasce dentro e que para ele, ao menos enquanto indivíduo, se dá como um fato, uma crosta que ele não pode alterar e dentro da qual tem que viver.

WEBER, Max. A ética protestante e o “espírito” do capitalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2004, p. 48-49.

A partir dessa concepção, julgue as seguintes afirmativas:

I. A sociedade condiciona o indivíduo.II. A liberdade do indivíduo depende somente de suas escolhas.III. A ordem capitalista condiciona a forma dos indivíduos se relacionarem.IV. Nossos desejos mais íntimos estão relacionados com a ordem econômica capitalista.V. Não existe indivíduo fora do capitalismo.VI. Todos os homens devem ser capitalistas.

Estão corretas: a) As afirmativas I, III e IV, somente. b) As afirmativas II e III, somente. c) As afirmativas I, II, IV e V, somente. d) As afirmativas II, IV, V e VI, somente. e) As afirmativas I, III, IV e VI, somente. 8. (Interbits 2012)

A partir da Sociologia, que interpretação pode ser feita da situação apresentada na charge acima? a) Manolito incorpora a ética do trabalho, apresentada por Weber em A ética protestante e o

espírito do capitalismo. b) Mafalda corresponde a um conceito ideal típico. c) O ato de cultivar plantas é um fato social total, conforme indica Durkheim em As regras do

método sociológico. d) Há uma luta de classes entre Mafalda e Manolito. e) Manolito está preocupado com a alienação proletária nos termos marxistas.

Página 4 de 23

Page 5: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

9. (Unicentro 2012) Do ponto de vista do agente, o motivo é o fundamento da ação; para o sociólogo, cuja tarefa é compreender essa ação, a reconstrução do motivo é fundamental, porque, da sua perspectiva, ele figura como a causa da ação. Numerosas distinções podem ser estabelecidas e Weber realmente o faz. No entanto, apenas interessa assinalar que, quando se fala de sentido na sua acepção mais importante para a análise, não se está cogitando da gênese da ação, mas sim daquilo para o que ela aponta, para o objetivo visado nela; para o seu fim, em suma.

COHN, Gabriel (Org.). Max Weber: sociologia. São Paulo: Ática, 1979.

A categoria weberiana que melhor explica o texto em evidência está explicitada em a) A ação social possui um sentido que orienta a conduta dos atores sociais. b) A luta de classes tem sentido porque é o que move a história dos homens. c) Os fatos sociais não são coisas, e sim acontecimentos que precisam ser analisados. d) O tipo ideal é uma construção teórica abstrata que permite a análise de casos particulares. e) O sociólogo deve investigar o sentido das ações que não são orientadas pelas ações de

outros. 10. (Ufu 2012) Em uma passagem de As aventuras do Barão de Munchausem, personagem do folclore alemão, ele e seu cavalo encontram-se atolados em um pantanal e, para sair dessa situação, o Barão puxa a si mesmo pelo cabelo, levantando-se, com sua montaria, do terreno movediço. Em mais de uma ocasião, os sociólogos usaram essa metáfora para aludir ao modo pelo qual os positivistas procuravam um método objetivo, neutro, livre das ideologias.Em oposição a essa suposta objetividade, Marx criticou veementemente os positivistas, uma vez que, para o autor, a) o método possui uma objetividade parcial, pois na escolha do objeto entra em ação a

ideologia do autor, que não interfere, entretanto, na análise dos acontecimentos. b) a análise social, a partir da perspectiva do operariado, deve contribuir para a harmonia das

relações sociais de produção. c) a análise das condições de vida do proletariado europeu do século XIX deve incidir sobre a

crítica social, com vistas à reforma da sociedade burguesa. d) o método deve contribuir não só para a interpretação, mas igualmente para a transformação

social. 11. (Ufu 2012) O Egito passou recentemente por uma mudança política desencadeada por revolta popular, culminando na renúncia do presidente Hosni Mubarak que estava há 30 anos no poder. Além do Egito, os levantes no mundo árabe, inspirados no exemplo da Tunísia, espalharam-se por Jordânia, Iêmen, Argélia, Síria, Mauritânia, Sudão, Omã e outros países.Singular no caso do Egito é o papel importante que, nos últimos anos, as comunidades de jovens ativistas blogueiros vêm desempenhando no movimento de oposição.Nessa perspectiva, o ciberespaço a) tornou-se uma outra forma de controle pelo Estado, que estabelece quem são os provedores

e quem terá acesso às informações, impossibilitando a formação de movimentos sociais. b) é caracterizado pelo manejo da informação, com consequências indiretas na cidadania. c) estabelece formas contemporâneas de sociabilidade, que são preferencialmente relações

intensas de conveniência e inconsequentes no mundo real. d) é o espaço de emergência de novas sociabilidades, uma vez que nele se estabelecem

construções de espaços simbólicos que podem gerar transformações ou novas relações culturais.

12. (Interbits 2012) O fato de distinguir de um lado a vida social, de outro a natureza, favoreceu a percepção de que a natureza é alguma coisa exterior ao homem e pode ser transformada em um recurso passível de ser destruído em nome da vida social. [...] Há cada vez mais pessoas convencidas de que a distinção natureza/cultura não tem nenhum sentido, porque fenômenos como aquecimento global e efeito estufa são naturais, mas também culturais. O que se vê é a irrupção do social dentro do natural e do natural dentro do social, o que terá efeitos políticos importantes que, esperamos, não seja tarde demais.

Fonte: DESCOLA, P. Entrevista. [20 nov. 2012]. Rio de Janeiro: Valor Econômico. Entrevista a

Página 5 de 23

Page 6: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

Carla Rodrigues. Adaptado. Disponível em:<http://www.valor.com.br/cultura/2908624/...pLie> Acesso em 17 dez. 2012.

A respeito da construção das noções de natural e social, assinale a alternativa INCORRETA. a) A chamada irrupção do natural no social e do social no natural tornou-se um dos importantes

temas para a sociologia. b) A diferença entre natural e social é caracterizada, na sociedade ocidental, a partir da ciência. c) A noção de sociedade e de natureza são construções sociais. d) Para a sociologia, a natureza é anterior à sociedade. Sendo assim, a sociedade evolui da

mesma forma que evoluem os animais. 13. (Interbits 2012) Segundo Michel Foucault, a sociologia a) surge dentro de um regime saber-poder, intimamente relacionada ao aparecimento da

estatística e do controle das populações. b) é originada no interesse positivista de compreender a sociedade a partir de critérios

científicos. c) serve como uma forma de emancipação da população. d) é fruto da ideologia capitalista e do interesse liberal de valorização do indivíduo em

detrimento da sociedade. e) não possui qualquer relação com as ciências da natureza. 14. (Interbits 2012) A internet opera preferencialmente com a escrita, a escrita curta e imediata. A velocidade de escrita e de leitura está relacionada à agitação mais ou menos alucinada da vida cotidiana, estimulada pelas tecnologias comunicacionais. A sociedade mediatizada não é uma sociedade feliz; ao contrário, é uma sociedade da compulsão, da cobrança invisível, dos apelos permanentes de estar conectado, pois, caso contrário, a pessoa estará "morta".

Ciro Marcondes Filho. Entrevista. In: IHU On-line. 09 abr. 2011. Adaptado. Disponível em: <http://bit.ly/RGR7Xg>. Acesso em 06 nov. 2012.

Alguns sociólogos desenvolveram conceitos que nos ajudam a compreender o contexto apresentado no texto acima. Um desses pensadores, Zygmunt Bauman, define esse tipo de contexto como sendo uma: a) Sociedade do espetáculo, devido à falta de profundidade da vida humana. b) Sociedade infeliz, devido à transformação do homem em coisa. c) Sociedade do consumo, uma vez que as pessoas passam a ser definidas pelo que

compram. d) Modernidade líquida, devido às formas fluídas de existência humana. e) Pós-modernidade, devido às transformações geradas pela internet. 15. (Interbits 2012) Leia.

O sentimento de pertença é algo raro em São Paulo, a cidade da megalomania. A facilidade de locomoção e de comunicação da nossa época é a janela aberta para que fiquemos parados e calados sem culpa – viveríamos em coletividade, se quiséssemos. Mas não queremos.A miríade de gente que circula na Praça da Sé contrasta com os homens, mulheres e crianças que conversam sós. Sujeitos que falam ao nada, pensam alto, gesticulam, esbravejam, xingam. Dialogam sabe-se lá com quem. Quiçá consigo mesmos, fazendo as vezes de ambos os interlocutores, já que ninguém lhes dirige a palavra.

VIANA, Rodolfo. Free hugs (ou “por que abraçar gente desconhecida, exceto mendigos”) Adaptado. Disponível em: <http://papodehomem.com.br/free-hugs...mendigos/>. Acesso em 27

ago. 2012.

O texto acima corresponde a uma reflexão sobre São Paulo e explicita algumas características da sociedade urbana contemporânea. Que características são essas? a) Progresso e evolução. b) Solidão e tradição. c) Harmonia e solidariedade.

Página 6 de 23

Page 7: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

d) Insanidade e futilidade. e) Impessoalidade e individualismo. 16. (Enem PPL 2012) Seria até engraçado, se não fosse trágico, porque na hora que a pessoa tem uma doença, ela fica se achando responsável por ter a doença. E se você pegar na história da medicina, sempre foi feito isso – os que tinham lepra eram considerados ímpios; tinham lepra porque não eram tementes a Deus, porque não eram homens e mulheres que tinham uma vida religiosa. Os tuberculosos, no início do século, na epidemia de tuberculose na Europa inteira, aqui em São Paulo, no Brasil todo, eram pessoas devassas, jovens devassos. Com a Aids nós vimos a mesma coisa. Quem tinha Aids, quem eram? Eram os promíscuos e os viciados em drogas, não é?

Entrevista de Dráuzio Varella no programa Roda Viva em 30 ago. 2004. Disponível em: www.rodaviva.fapesp.com.br. Acesso em 30 jan. 2012. Adaptado.

Dráuzio Varella discute a associação entre doença e costumes cotidianos. De acordo com o argumento apresentado, essa associação indica a) a culpabilização de hábitos considerados como desregrados, adequando comportamentos. b) o desejo de estender a qualidade de vida, controlando as populações mais jovens. c) classificação dos grupos de risco, buscando impedir o contágio. d) a diminuição da fé religiosa, na modernidade, rejeitando a vida celibatária. e) o desenvolvimento da medicina, propondo terapêuticas que melhorem a vida do doente. 17. (Interbits 2012) Na semana passada, um tribunal italiano condenou sete especialistas – quatro cientistas, dois engenheiros e um funcionário público – a seis anos de prisão por homicídio culposo (sem intenção de matar). Seu crime: não ter previsto o terremoto que destruiu a cidade de L’Aquila.O ponto principal contra a decisão da Justiça, presente em todas as manifestações, é: “A Ciência, hoje, não tem meios para prever um terremoto. Logo, os cientistas não podem ser responsabilizados por algo que está além da sua capacidade”.  

A questão que me parece interessante pensarmos é justamente o avesso: por que o tribunal e a população de L’Aquila acreditaram que a Ciência poderia prever o terremoto, a ponto de centenas perderem a vida e milhares perderem suas casas em nome dessa crença? 

Eliane Brum. 29 out. 2012. Adaptado. Fonte: <http://revistaepoca.globo.com/Sociedade/eliane-brum/noticia/2012/10/o-terremoto-que-abalou-ciencia.html>. Acesso em 29 nov. 2012.

O texto acima reflete sobre o papel da ciência na contemporaneidade. Sobre isso, não se pode afirmar que: a) Diversas instituições, como escolas e hospitais, procuram afirmar o valor da ciência para a

sociedade. b) No senso comum, dizer que algo é “cientificamente comprovado” é o mesmo que dizer que

algo “é verdadeiro”. c) Atualmente, há uma crença quase religiosa na ciência. d) Todo conhecimento é uma forma de poder. e) A crítica à verdade científica é uma manifestação da irracionalidade humana. 18. (Interbits 2012) As mulheres são incentivadas a gastarem seu tempo e dinheiro em diversos procedimentos de melhoramento corporal, se submetendo a dietas, exercícios físicos, tratamentos estéticos e cirurgias plásticas com a intenção de se aproximarem das normas de beleza vigentes. Tais procedimentos procuram homogeneizar e normalizar os corpos femininos, disciplinando-os, tornando-os alvos de uma vigilância constante, tanto por parte da sociedade quanto por parte das próprias mulheres, que procuram combater os mínimos “defeitos” estéticos.

 BETTI, M. “Mulheres reais”: a marca Dove e o corpo feminino. Primeiros Estudos – Revista de Graduação em Ciências Sociais, São Paulo, n. 1, p. 105-133, 2011, p. 106. Disponível em:

Página 7 de 23

Page 8: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

<http://www.fflch.usp.br/primeirosestudos/ojs/index.php/primeirosestudos/article/view/47/6>. Acesso em: 14 Set. 2012.

 O texto acima faz um comentário sobre a forma de controle dos corpos presente na sociedade contemporânea. Assinale a alternativa incorreta a respeito desse controle. a) Não somente a sociedade, mas também os indivíduos se interessam por disciplinar os seus

próprios corpos. b) Disciplinar os corpos é também torná-los sadios e úteis à sociedade. c) O padrão de beleza segue esse controle dos corpos. Ou seja, corpos considerados bonitos

são justamente aqueles que são alvo desse tipo de controle. d) Grupos como o “Vigilantes do Peso”, as academias de ginástica e as revistas femininas

incentivam esse tipo de controle sobre os corpos. e) Os corpos femininos são os maiores alvos desse tipo de vigilância, ao contrário dos corpos

masculinos e idosos, que não sofrem vigilância ou controle. 19. (Uema 2012) Auguste Comte, Karl Marx e Émile Durkheim são considerados os grandes pilares da Sociologia como ciência burguesa. Nessa época, a Sociologia, para se afirmar no campo das ciências, adotou o Positivismo. Assinale a assertiva que melhor expressa o sentido do Positivismo sociológico. a) Busca da complexidade e dualidade – sociedade concebida como prenhe de conflitos e

contradições; há uma circularidade entre todo e parte, ou seja, um determina o outro simultaneamente.

b) Busca da objetividade e neutralidade – sociedade concebida como um organismo combinado de partes integradas e coesas que funcionam harmoniosamente, de acordo com um modelo físico ou mecânico de organização.

c) Busca da singularidade e objetividade – sociedade concebida como mutável, visto que não há homem e nem sociedade ideal isolados na natureza, mas ambos conjugados concretamente a um momento histórico definido.

d) Busca da complexidade e singularidade – sociedade e seus sistemas não atemporais. Privilégio da parte sobre o todo.

e) Busca de subjetividade e pluralidade – sociedade é uma verdadeira máquina organizada, cujas partes, todas elas, contribuem de uma maneira diferente para o avanço do conjunto, adequando-se às demandas do mercado.

20. (Unimontes 2012) Auguste Comte (1798-1857) foi um pensador positivista que propôs uma nova ciência social à Sociologia, que inicialmente foi chamada de Física Social. Sobre os princípios dessa ciência para esse autor, analise as afirmativas e assinale as alternativas, marcando V para verdadeiro ou F para falso.

( ) No estágio positivo, a vida social será explicada pela filosofia, triunfando sobre todas as outras formas de pensamento.

( ) A imposição da disciplina era, para os positivistas, uma função primordial da escola, pois ali os membros de uma sociedade aprenderiam, desde pequenos, a importância da obediência e da hierarquia.

( ) A maturidade do espírito seria encontrada na ciência; por isso, na escola de inspiração positivista, os estudos literários e artísticos prevalecem sobre os científicos.

( ) Defendeu a necessidade de substituir a educação europeia, ainda essencialmente teológica, metafísica e literária, por uma educação positiva, conforme o espírito da civilização moderna.

A sequência correta é a) F,V,V.F. b) F,V,F,V. c) V,F,F,F. d) V,V,V,F. 21. (Ucs 2012) Um cientista, membro da aristocracia europeia, reúne partes de cadáveres de diversas pessoas, para formar uma criatura e a traz à vida com a ajuda da energia elétrica. Essa é a sinopse da obra clássica Frankenstein: ou o moderno Prometeu, da inglesa Mary Shelley, escrita em 1813. O livro é um dos expoentes do gênero literário gótico, mas sua

Página 8 de 23

Page 9: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

abrangência pode ser considerada maior, pois, dependendo do ponto de vista, sua leitura gera inúmeras interpretações. Por exemplo, a) a obra remete, de forma simbólica, à importância da energia elétrica em muitas das

transformações sociais que o progresso tecnológico trouxe a partir do século XIX. b) o cientista simboliza o domínio dos valores econômicos sobre a natureza, como defende o

movimento literário parnasiano. c) a criação da vida em laboratório representa a teoria criacionista, já presente no século XVIII,

e plenamente aceita hoje, de que a vida pode ser gerada espontaneamente, desde que haja investimento financeiro adequado.

d) o processo de construção da criatura simboliza indiretamente os resultados das experiências com células-tronco feitas no início do século XIX, que usaram como cobaias representantes de diferentes classes da sociedade e provaram que é possível a completa regeneração de órgãos e membros extirpados.

e) o fato de a criatura ter sido feita por um cientista e não por um alquimista antecipa o foco na relação homem/ciência, marcante no Marxismo, movimento literário burguês.

22. (Unioeste 2012) Segundo Zygmunt Bauman, a Sociologia é constituída por um conjunto considerável de conhecimentos acumulados ao longo da história. Pode-se dizer que a sua identidade forma-se na distinção com o chamado senso comum. Considerando que a Sociologia estabelece diferenças com o senso comum e estabelece uma fronteira entre o pensamento formal e o senso comum, é correto afirmar que a) a Sociologia se distingue do senso comum por fazer afirmações corroboradas por evidências

não verificáveis, baseadas em ideias não previstas e não testadas. b) o pensar sociologicamente caracteriza-se pela descrença na ciência e pouca fidedignidade

de seus argumentos. O senso comum, ao contrário, evita explicações imediatas ao conservar o rigor científico dos fenômenos sociais.

c) pensar sociologicamente é não ultrapassar o nível de nossas preocupações diárias e expressões cotidianas, enquanto o senso comum preocupa-se com a historicidade dos fenômenos sociais.

d) o pensamento sociológico se distingue do senso comum na explicação de alguns eventos e circunstâncias, ou seja, enquanto o senso comum se preocupa em analisar e cruzar diversos conhecimentos, a Sociologia se preocupa apenas com as visões particulares do mundo.

e) um dos papéis centrais desempenhados pela Sociologia é a desnaturalização das concepções ou explicações dos fenômenos sociais, conservando o rigor original exigido no campo científico.

23. (Interbits 2012) Texto 1:

[Ele] foi um dos pensadores que mais contribuiu para a consolidação da Sociologia como ciência empírica e para a sua instauração no meio acadêmico, tornando-se o primeiro professor universitário dessa disciplina. Pesquisador metódico e criativo, deixou um considerável número de herdeiros intelectuais.

Texto 2:

Para ele, tanto os processos ligados à produção são transitórios, como as ideias, concepções, gostos, crenças, categorias do conhecimento e ideologias os quais, gerados socialmente, dependem do modo como os homens se organizam para produzir. Portanto, o pensamento e a consciência são, em última instância, decorrência da relação homem/natureza, isto é, das relações materiais.

Texto 3:

A resposta para o problema da relação entre a objetividade do conceito puro e a compreensão história encontra-se na elaboração dos tipos ideais, através dos quais busca-se tornar compreensível a natureza particular das conexões que se estabelecem empiricamente.

QUITANEIRO, T. Um toque de clássicos: Marx, Weber e Durkheim. 2.ed. rev. amp. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002. Adaptado.

Página 9 de 23

Page 10: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

Cada texto faz referência a um autor clássico da sociologia. Assinale a alternativa que indica, respectivamente, cada um desses autores: a) Max Weber, Émile Durkheim e Karl Marx. b) Émile Durkheim, Max Weber e Karl Marx. c) Karl Marx, Max Weber e Émile Durkheim. d) Émile Durkheim, Karl Marx e Max Weber. e) Karl Marx, Émile Durkheim e Max Weber. 24. (Interbits 2012) É um grande erro comparar culturas diferentes. Por exemplo, há indígenas que caçam, pescam, coletam e para isso precisam de uma grande área, enquanto nós podemos escolher nossos produtos industrializados e com conservantes nas prateleiras de qualquer supermercado.

SAKAMOTO, Leonardo. Se os índios estão com fome e não têm terras, que comam brioches!. Blog do Sakamoto. 25 jul. 2012. Disponível em:

<http://blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2012/07/25/...brioches/>. Acesso em 26 jul. 2012.

O trecho acima apresenta uma recomendação metodológica acerca da análise cultural. A partir dele e de seus conhecimentos sobre diversidade cultural, assinale a alternativa correta. a) As culturas devem ser analisadas em uma perspectiva comparada, a partir de uma análise

estatística. b) As culturas devem ser estudadas e conhecidas a partir de sua especificidade. O método

etnográfico busca fazer exatamente isso. c) As culturas devem ser estudadas a partir de seu sistema político. O método mais eficaz é o

da pesquisa de opinião. d) As culturas devem ser estudadas a partir da sua saúde. O melhor método é o de entrevistas. e) As culturas são analisadas a partir de sua produção artística. Para tanto, deve-se utilizar o

método de análise bibliográfica. 25. (Interbits 2012) A socialização primária é a primeira socialização que o indivíduo experimenta na infância, e em virtude da qual torna-se membro da sociedade. A socialização secundária é qualquer processo subsequente que introduz um indivíduo já socializado em novos setores do mundo objetivo de sua sociedade.

BERGER, P.; LUCKAMNN, T. A construção social da realidade. Petrópolis: Vozes, 2003, p. 175.

A respeito do conceito de socialização e das diferenças entre socialização primária e socialização secundária, considere as seguintes afirmativas:

I. A socialização primária é mais forte e coercitiva que a secundária.II. O processo de aprendizado na socialização primária é carregado de afetividade.III. A socialização secundária está geralmente associada à divisão do trabalho.IV. A socialização secundária é independente da socialização primária. V. A socialização independe das instituições sociais.

Estão corretas as afirmativas: a) I, II e III, apenas. b) I, II e IV, apenas. c) II, IV e V, apenas. d) I, II, III e IV, apenas. e) Todas as afirmativas estão corretas. 26. (Interbits 2012) Hoje em dia, muitos pais acreditam que, a partir de certa idade, devem delegar a educação de seus filhos à escola, pois já cumpriram seu papel até ali, e nada podem acrescentar para o filho, não melhor do que faria o colégio.A questão é que estão enganados. Os pais são os melhores professores de seus filhos, e sempre serão. Mas quando digo professores, não me refiro aos ensinamentos de matérias como o português ou a matemática, e sim ao desenvolvimento de virtudes e capacidades

Página 10 de 23

Page 11: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

relacionadas a todos os âmbitos de seu ser, pois sabemos que o ser humano não é apenas composto por seu lado racional (aqui me refiro aos aprendizados puramente escolares).

Fonte: <http://www.serfamilia.com.br/educacao/uma-parceria-ideal.html>. Acesso em 03 nov. 2012.

O discurso acima procura evidenciar a importância da família para a educação da criança. Do ponto de vista sociológico, o que está ocorrendo é: a) A democratização do ensino público. b) A afirmação da autonomia individual em detrimento da sociedade. c) A defesa da importância da família para a primeira socialização dos indivíduos. d) A divisão da instituição educacional. e) O aumento da anomia social. 27. (Uncisal 2012) O homem enquanto espécie e a própria humanidade têm na vida em sociedade uma necessidade vital. Em meio a contatos e processos, os indivíduos se aproximam ou se afastam constituindo diferentes formas de associação que atribuem status e papéis aos seus membros, forjando uma ampla rede mantida por mecanismos de sustentação social eficientes. As opções trazem afirmações verdadeiras em relação aos agrupamentos, processos e mecanismos de sustentação social, exceto: a) em uma realidade marcada pela diversidade, fenômenos sociais como o bullying e a

homofobia passaram a ser debatidos intensamente por grande parte da população brasileira. b) nas sociedades contemporâneas o conflito entre pais e filhos aumentou o grau de

complexidade. A partir de uma multiplicidade de valores novos e opostos, o choque de gerações se tornou mais visível e intenso.

c) enquanto grupo social, a escola apresenta a incidência de contatos primários e secundários, sendo classificada como grupo intermediário.

d) o controle da sexualidade feminina, exercido até algum tempo atrás, exemplifica como os valores atuam enquanto mecanismo de sustentação social e dominação de um grupo sobre outro.

e) nas sociedades tribais não há como se definir os papeis sociais e diferenciar o status de cada indivíduo. Nelas os mecanismos de sustentação são inexistentes.

28. (Interbits 2012) O casamento não é objeto de nenhuma cerimônia, e a acelerada circulação matrimonial dos jovens faz dele um negócio corriqueiro. No entanto, sempre que uma união se torna pública com a mudança de domicílio de alguém, produz-se uma sutil comoção na aldeia. O novo casal começa imediatamente a ser visitado por outros casais, seu pátio é o mais alegre e bulhento à noite; ali se brinca, os homens se abraçam, as mulheres cochicham e riem. Dentro de alguns dias, nota-se uma associação frequente entre o recém-casado e um outro homem, bem como entre sua mulher e a mulher deste. Os dois casais começam a sair juntos à mata, a pintar-se e decorar-se no pátio do casal mais novo. Está criada a relação de apihi-pihã.

Fonte: Instituto Socioambiental. Disponível em: <http://pib.socioambiental.org/pt/povo/arawete/106> Acesso em 13 dez. 2012.

O texto acima descreve como se constroem as alianças matrimoniais e as relações de amizade entre os Araweté, grupo indígena que vive atualmente no estado do Pará.

A respeito da instituição do casamento, assinale a alternativa correta sociologicamente. a) O casamento deve ser sempre constituído por pessoas de sexos opostos. b) O casamento, por ser uma construção social, pode existir de formas diversas. c) O casamento existe somente na sociedade ocidental. d) Todo casamento pressupõe um rito de passagem. e) O casamento é desejado somente pelas mulheres. 29. (Interbits 2012) Leia o texto abaixo e responda ao que se segue.

RIO – Uma série de mudanças no perfil da família brasileira tem sido registrada nas últimas décadas e se confirma no Censo 2010. A proporção de casais que vivem em união consensual

Página 11 de 23

Page 12: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

teve grande aumento na década, enquanto o porcentual dos que são casados formalmente teve queda significativa. Os casamentos informais são crescentes inclusive na população que se diz católica, embora a Igreja reprove esse tipo de união conjugal.A proporção de pessoas que vivem em união consensual passou de 28,6% em 2000 para 36,4%. O porcentual de casados no civil e no religioso caiu de 49,4% para 42,9%. Praticamente não houve mudança na proporção dos que têm apenas casamento civil, que passou de 17,5% em 2000 para 17,2% em 2010. Os casados apenas no religioso caíram de 4,4% para 3,4%.

Estadão on-line. Disponível em: <http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,cresce-proporcao-de-pessoas-em-uniao-consensual,946381,0.htm>. Acesso em 17 out. 2012.

Assinale a alternativa que apresenta uma interpretação correta dos dados apresentados no texto. a) A família brasileira está mudando. Antes, ela era patriarcal. Agora, já apresenta grande

quantidade de mulheres que são chefes de família. b) Diferentemente do que se poderia esperar, a união de pessoas homossexuais não aumentou

em 2010. c) A diminuição da proporção de casais em união consensual pode ser explicada pelo

crescimento da religião evangélica no Brasil. d) Os dados apresentados demonstram o enfraquecimento do espiritismo no Brasil. e) Percebe-se como a religião está controlando cada vez menos a instituição familiar no Brasil. 30. (Unicentro 2012) A respeito dos estudos sobre instituições familiares, assinale V nas afirmativas verdadeiras e F, nas falsas.

( ) O conceito sociológico de “família” é definido como a união entre um homem e uma mulher, ligados por laços de sangue, de matrimônio ou de adoção.

( ) As relações desiguais de poder dentro da família revelam que certos membros tendem a ter mais benefícios que outros.

( ) Os casamentos, atualmente, têm caráter voluntário, não sendo mais orientados apenas por interesses econômicos e familiares, o que ocasionou liberdades, mas também novas coerções.

( ) Os primeiros casos de casamento entre pessoas do mesmo sexo, no Brasil, é amparado pelo princípio de isonomia, para o qual todos são iguais perante a lei.

A alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo, é a a) F V F V b) V F F F c) F V V V d) V F F V e) V F V F 31. (Interbits 2012) Leia a notícia abaixo e responda o que se segue.

Bendtner é multado em R$ 260 mil por mostrar patrocinador na cuecaAtacante dinamarquês também perderá um jogo das eliminatórias para a Copa do Mundo de

2014

O atacante Nicklas Bendtner, da seleção da Dinamarca, foi multado pela Uefa em € 100 mil (R$ 260 mil) e suspenso por um jogo por ter mostrado um patrocinador na cueca durante a comemoração do segundo gol dinamarquês na derrota de 3 a 2 para Portugal na última quarta-feira. O jogador tem três dias para recorrer.

Imprensa usa casos de racismo para criticar exagero na multaA punição gerou críticas na imprensa europeia por causa da comparação a punições em casos de racismo, que costumam ser menores. Na última temporada, o Porto foi multado em £16,7 mil (R$ 54 mil) pela Uefa por causa de atos racistas de torcedores contra o atacante Mario Balotelli, do Manchester City.

Página 12 de 23

Page 13: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

Disponível em: <http://globoesporte.globo.com/futebol/eurocopa/noticia/2012/06/bendtner-e-multado-em-r-260-mil-por-mostrar-patrocinador-na-cueca.html>. Acesso em: 27/06/2012.

(Adaptado).

A sociologia nos oferece meios para se compreender a razão de uma multa de racismo ser menor que uma multa contra os direitos de patrocínio do esporte. Assinale a alternativa que apresente a explicação sociológica mais contundente com o evento ocorrido. a) O que está em jogo é uma questão simbólica. Sabe-se que os patrocinadores do esporte

possuem um grande respeito na sociedade contemporânea. É por isso que seus direitos são mais importantes que os problemas de ofensas raciais.

b) O esporte está inserido em um contexto capitalista e globalizado. Sendo assim, as instituições esportivas estão mais comprometidas com o grande capital do que com a própria dignidade do esporte.

c) O racismo é um problema bastante incomum dentro do esporte mundial. Por esse motivo, as suas regras de punição são mais flexíveis do que aquelas de direitos legais de patrocínio.

d) Há uma crise de legitimidade do patrocínio esportivo. Devido à crise internacional, as grandes corporações estão se interessando cada vez menos em financiar o esporte. É por isso que a UEFA aplicou uma multa tão rigorosa ao jogador dinamarquês.

e) Sabe-se que os casos de violação de direitos não correspondem a um fato social, portanto, a sociologia não pode fazer qualquer análise a respeito dessa situação.

32. (Interbits 2012) Leia o texto abaixo.

Uma agência de notícias chinesa infiltrou um de seus jornalistas em uma fábrica da Foxconn com a missão de conhecer o processo de fabricação do iPhone 5, lançado no último dia 12. Ele fingiu ser um operário novato por 10 dias e conseguiu reunir imagens e informações valiosas sobre como funciona a fábrica, a rotina de trabalho e o processo de produção do smartphone.As horas de trabalho eram extenuante, e os operários ganhavam somente cerca de 8 reais a cada duas horas extras, mesmo nas madrugadas. O estresse e a raiva eram tão grandes que, na ausência dos supervisores, os trabalhadores socavam as partes de iPhone contra as esteiras e xingavam. O jornalista não aguentou a rotina e abandonou a fábrica no 10º dia.

Fonte: Paulo Alves. Conheça a péssima experiência de um operário na fábrica do iPhone 5. In: Techtudo. Adaptado. Disponível em:

<http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2012/09/conheca-pessima-experiencia-de-um-operario-na-fabrica-do-iphone-5.html> Acesso em 27 set. 2012.

A partir do texto acima e dos seus conhecimentos sobre as relações de trabalho no mundo capitalista contemporâneo, assinale a alternativa INCORRETA: a) As relações de tipo capitalista acabam por gerar a precarização do trabalho. b) O tipo de produção acima descrito está mais próximo ao modelo toyotista. c) Se, por um lado, a tecnologia facilitou o fluxo de informações, por outro, ele não foi capaz de

solucionar as desigualdades sociais. d) Os custos sociais da fabricação de muitos produtos, na maioria das vezes, não são

contabilizados. 33. (Ufu 2012) Levando em consideração as relações do sistema de produção fordista e demais sistemas de produção e suas consequências, constata-se que o trabalho no sistema a) taylorista baseia-se em trabalhadores multifuncionais, sendo que cada posto de trabalho

executa várias tarefas, a fim de diminuir os custos de produção. b) fordista caracteriza-se pela separação entre elaboração e execução no processo de

trabalho, proporcionando a alienação. c) fordista é repetitivo e parcelado, gerando trabalhadores felizes e satisfeitos por não

necessitarem de longos processos de capacitação para o trabalho. d) toyotista tem a produção vinculada à demanda, ocasionando flexibilização e evitando, assim,

as demissões e a precarização, além de possibilitar a utilização racional da força de trabalho.

34. (Interbits 2012) Dentre as características abaixo, quais são aquelas que dizem respeito somente ao modelo de produção toyotista? Assinale a alternativa correta.

Página 13 de 23

Page 14: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

I. Separação rígida entre planejamento e execuçãoII. Produção padronizadaIII. Trabalhador polivalenteIV. Produção just in timeV. Flexibilização da produçãoVI. Utilização da administração científica a) Somente I, II, IV e V. b) Somente II, III e IV. c) Somente III, IV e V. d) Somente IV, V e VI. e) Somente III, IV, V e VI. 35. (Enem PPL 2012) Uma gigante empresa taiwanesa do setor de tecnologia vai substituir parte de seus funcionários por um milhão de robôs em até três anos, segundo a agência de notícias chinesa. O objetivo é cortar despesas. Os robôs serão usados para fazer trabalho simples e de rotina, como limpeza, soldagem e montagem, atividades que atualmente são feitas por funcionários. A empresa já tem 10 mil robôs e o número deve chegar a 300 mil em 2012 e a um milhão em três anos.

“Fabricante do Ipad vai trocar trabalhadores por um milhão de robôs em três anos”. Disponível em: http://noticias.r7.com. Acesso em: 21 ago. 2011. (adaptado)

Em relação aos efeitos da decisão da empresa, uma divergência entre o empresário e os funcionários, no exemplo citado, encontra-se nos respectivos argumentos: a) Aumento da eficiência – Perda dos postos de trabalho. b) Reforço da produtividade – Ampliação das negociações. c) Diminuição dos custos – Redução da competitividade. d) Inovação dos investimentos – Flexibilização da produção. e) Racionalização do trabalho – Modernização das atividades. 36. (Interbits 2012)

Página 14 de 23

Page 15: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

Na página da Coca-Cola, no Facebook, está presente a quantidade de pessoas que “curtiram” o produto nessa mesma rede social. No dia 04 de julho de 2012, esse número chegava a mais de 44 milhões de pessoas. Tendo isso em vista, qual dos fatores abaixo melhor ajuda a compreender o gosto massivo pela Coca-Cola? Assinale a alternativa correta. a) A publicidade. A Coca-Cola não é somente uma empresa de refrigerantes, mas também de

publicidade. É somente ela que define os padrões dos gostos estéticos ao redor do mundo. b) A qualidade do produto. A Coca-Cola é um produto de alta qualidade, superior a qualquer

outro refrigerante. Sua universalização é fruto de seu rigoroso controle de qualidade. c) A sua marca. Fazer com que muitos “curtam” um produto depende de que esse produto seja

considerado uma marca forte. A isso podemos relacionar o fetichismo da mercadoria. d) A sua fórmula secreta. Por nenhuma outra indústria ser capaz de criar um refrigerante igual

à Coca-Cola, o grande interesse dos seus apreciadores está relacionado a essa aura de mistério que o produto carrega consigo.

e) A sua tradição. Um produto somente consegue se popularizar no mundo todo se contar com uma tradição que lhe permita se impor sobre os demais.

37. (Interbits 2012) O maior trem do mundo Leva minha terraPara a AlemanhaLeva minha terra Para o Canadá Leva minha terra Para o Japão

O maior trem do mundoPuxado por cinco locomotivas a óleo diesel Engatadas geminadas desembestadas Leva meu tempo, minha infância, minha vidaTriturada em 163 vagões de minério e destruição O maior trem do mundo Transporta a coisa mínima do mundo Meu coração itabirano 

Lá vai o trem maior do mundo Vai serpenteando, vai sumindo E um dia, eu sei não voltará Pois nem terra nem coração existem mais. 

O maior trem do mundo Carlos Drummond de Andrade 

No poema acima, Carlos Drummond de Andrade lastima-se pela destruição de sua cidade natal, Itabira (MG), devido à exploração de minério. Tendo em vista esse tipo de relato artístico, responda: Sociologicamente, qual é a causa desse tipo de destruição evocada pelo poeta? Assinale a alternativa correta. a) A incessante necessidade de o capitalismo revolucionar as forças produtivas, aumentar a

produtividade e diminuir seus custos. b) A vileza do processo produtivo capitalista, que tem o único interesse de destruir a memória

dos indivíduos. c) A falta de ética dos gerentes das empresas multinacionais, que não se preocupam em fazer

Estudos de Impactos Ambientais. d) O saudosismo próprio dos indivíduos que chegam à meia idade e passam a fazer um elogio

de sua terra natal. e) A anomia social proporcionada pelos modernos meios de comunicação. 38. (Interbits 2012)

Página 15 de 23

Page 16: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

Analise o gráfico acima e assinale a alternativa INCORRETA. a) Entre 2002 e 2011, o valor total exportado pelo Brasil cresceu mais de 300%. b) A importância relativa das relações comerciais com os Estados Unidos diminuiu

sensivelmente desde 2002. c) O aumento das exportações está diretamente relacionado à melhoria das condições de vida

da população. d) O gráfico acima não nos permite mensurar a importância da China nas relações comerciais

com o Brasil. e) Apesar dos interesses no continente, a África ainda possui um lugar de pouco destaque para

as exportações brasileiras. 39. (Ueg 2012) A emergência do fenômeno da globalização foi acompanhada de mudanças na esfera da produção e do Estado. Nesse contexto, no caso europeu, é correto afirmar: a) a partir da década de 1980, emergiu o regime de acumulação flexível, caracterizado pelo

pós-fordismo e pelo Estado de bem-estar social. b) partir da década de 1980, iniciou-se o processo de reestruturação produtiva e a implantação

do Estado neoliberal. c) a partir dos anos 1970, emergiu a sociedade pós-moderna globalizadora e organizada em

torno do Estado neoliberal e do fordismo/taylorismo. d) a partir dos anos 1980, emergiu o Estado de bem-estar social e a reestruturação produtiva. 40. (Unioeste 2012) Segundo Ana Esther Ceceña, o conceito de hegemonia refere-se à capacidade de generalização de uma visão de mundo, capacidade que se nutre tanto da pertinência argumentativa do discurso, como das manifestações de força que provém das

Página 16 de 23

Page 17: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

condições objetivas nas quais tem lugar as relações sociais. Sobre o conceito de hegemonia, é correto afirmar que a) com o processo de globalização e de multiculturalismo, o conceito de hegemonia perdeu sua

capacidade analítica. b) a constante demonstração de força dos Estados Unidos no Oriente Médio configura-se como

um ato isolado, não podendo ser entendido ou explicado por meio da compreensão dos processos de construção da hegemonia.

c) o conceito de hegemonia não se reduz à dominação militar ou a superioridade econômica, mas articula o conjunto de fatores que levam uma potência a ser dominante e dirigente.

d) o conceito de hegemonia é unilateral, bastando a observação dos esforços da potência militar, política, econômica e cultural para a sua compreensão. Assim, a contra-hegemonia não interfere nas configurações apresentadas durante as disputas de posições para a construção da hegemonia.

e) os pilares fundamentais da hegemonia é o poder militar e a superioridade econômica. A cultura e a indústria cultural não interferem no processo de legitimação da potência hegemônica.

Página 17 de 23

Page 18: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

Gabarito:

Resposta da questão 1: [C]

A partir do momento em que o capitalismo exige uma produção e mercadorias e de lucro cada vez maior, o desperdício também começa a aumentar. Isso é uma característica vinculada ao próprio desenvolvimento capitalista, tal como afirma a alternativa [C].

Resposta da questão 2: [B]

A relação entre fotografia e realidade não se dá de forma direta, mas sempre de acordo com a interpretação do observador e com os aspectos que para ele são significativos.

Resposta da questão 3: [A]

Ainda que todas as alternativas apresentem concepções que podem ser consideras como verdadeiras, somente a alternativa [A] está de acordo com a concepção de Durkheim apresentada no texto. Segundo o autor francês, a educação está relacionada ao processo de reprodução da sociedade, que ocorre pelo desenvolvimento, nas gerações mais novas, de estados físicos, intelectuais e morais.

Resposta da questão 4: [A]

A divisão do trabalho é importante por favorecer a coesão social e a solidariedade. Em sociedades tradicionais, a solidariedade é do tipo mecânico, enquanto que em sociedades modernas o que existe é a solidariedade de tipo orgânico. Vale ressaltar que as alternativas [D] e [E] explicam, de forma incorreta, a função do crime e o conceito de consciência coletiva.

Resposta da questão 5: [C]

Somente a alternativa [C] está correta. É Émile Durkheim quem possui uma noção de sociedade que faz diferenciação entre o fato social normal e o fato social patológico. Segundo ele, a função da sociologia não é somente identificar as leis do social, mas, também, de evitar que a sociedade entre em estados de anomia.

Resposta da questão 6: [C]

Weber associa a burocracia ao processo de despersonalização, racionalização e especialização técnica do trabalho. Além disso, vale ressaltar que a burocracia é claramente hierarquizada e que seus funcionários possuem um forte senso de dever e de responsabilidade na atividade que exercem.

Resposta da questão 7: [A]

Somente as afirmativas I, III e IV estão corretas. A ordem econômica acaba por exercer grande influência sobre os indivíduos, condicionando sua forma de viver. Sendo assim, não se pode dizer que os indivíduos dependem somente de si para serem livres. Vale ressaltar que tal consideração não significa que haja indivíduos somente dentro do capitalismo – isso seria negar a diversidade cultural. Tampouco se está fazendo uma apologia do capitalista, mas, sim, uma tentativa de compreensão sociológica da sociedade moderna.

Página 18 de 23

Page 19: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

Resposta da questão 8: [A]

A incompreensão de Manolito em relação ao cultivo de plantas pode ser interpretada como manifestação da ética do trabalho burguesa. Segundo esse conceito, a burguesia moderna entende que o mais racional é adquirir o lucro por meio do trabalho, e não “perder tempo” com outras tarefas.

Resposta da questão 9: [A]

Max Weber desenvolve a teoria da ação social tendo como referência o fim, o objetivo que os agentes dão às suas ações. É a partir disso que ele estabelece diferença entre as ações racionais dos agentes: elas podem ser em relação a valores ou em relação a fins. De fato, na análise weberiana, a ação racional em relação a fins é a ação típica da racionalidade moderna e se apresenta de forma mais marcante na ética do trabalho político.

Resposta da questão 10: [D]

Toda a análise marxista tem como objetivo final a transformação da sociedade e a superação da dominação resultante do sistema de produção capitalista. Tal dominação é também ideológica e se manifesta, segundo o marxismo, em diversas teorias científicas, entre elas o positivismo.

Resposta da questão 11: [D]

O chamado ciberespaço somente é bem caracterizado na alternativa [D]. É incorreto dizer que as relações sociais que ali acontecem não têm consequência no chamado “mundo real”. Pelo contrário, há a emergência de novas sociabilidades e espaços simbólicos, que servem para transformar as relações sociais e políticas contemporâneas.

Resposta da questão 12: [D]

Não se pode dizer que a sociedade evolui tal como evoluem os animais. Esses são processos distintos e que não podem ser confundidos.

Resposta da questão 13: [A]

Para Michel Foucault, a sociologia não corresponde a uma forma de emancipação. Pelo contrário, ela se insere no contexto de disputas de saber-poder que acabam por criar conhecimentos a respeito da população de uma forma a controlá-la e valorizar a sua eficiência.

Resposta da questão 14: [D]

Bauman define como modernidade líquida a sociedade em um contexto de constante transformação, na qual as relações humanas são mais fluídas e compulsivas.

Resposta da questão 15: [E]

O texto pode ser utilizado como exemplo para a impessoalidade no espaço público e para o individualismo nas relações sociais. É por isso que as pessoas não querem viver em coletividade, chegando a estados de solidão e de pouco contato uns com os outros.

Página 19 de 23

Page 20: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

Resposta da questão 16: [A]

A alternativa [A] é a única correta. Isso porque o texto de Dráuzio Varella questiona justamente a associação comum de causa e efeito entre hábitos de vida desajustados e doenças do corpo. Do ponto de vista sociológico, podemos dizer que essa associação, existente no senso comum, revela o interesse da sociedade em reproduzir a sua própria moral.

Resposta da questão 17: [E]

A crítica à verdade científica não corresponde a uma manifestação de irracionalidade. Pelo contrário, ela só é possível a partir de uma atitude bastante racional, que é a de duvidar de algo que é tido por muitos como verdade inquestionável.

Resposta da questão 18: [E]

Não somente os corpos das mulheres, mas também o dos homens e dos idosos são alvos desse tipo de vigilância. Os homens são estimulados a exibirem corpos sarados, fortes e sadios, enquanto os idosos devem ter seus corpos bem preservados, evitando ao máximo as rugas e as expressões de velhice e desgaste.

Resposta da questão 19: [B]

A alternativa [B] é a única correta. O positivismo busca a objetividade e a neutralidade na ciência, além de conceber a sociedade como um organismo regido por leis próprias, segundo um modelo mecanicista.

Resposta da questão 20: [B]

O positivismo valoriza a ciência como principal fonte de conhecimento, estando acima da religião e da filosofia. Esse modelo também atinge a educação e está presente em diversas escolas. Isso se verifica, por exemplo, quando as disciplinas científicas em uma escola são mais valorizadas que as disciplinas artísticas ou culturais.

Resposta da questão 21: [A]

Questão bastante interessante. Somente a alternativa [A] não apresenta erros conceituais. A interpretação de que a obra Frankenstein faz referência à importância do progresso tecnológico está relacionada à ideia de domínio da razão sobre o mundo e sobre a vida.

Resposta da questão 22: [E]

A Sociologia, como todo conhecimento científico, se distingue do senso comum por criar um tipo de saber sistemático, rigoroso e analítico acerca da realidade. O senso comum, em contrapartida, é pouco reflexivo e tem uma conotação mais pragmática e imediatista.

Resposta da questão 23: [D]

Os autores são, respectivamente, Durkheim, Marx e Weber. Foi Durkheim o responsável pela institucionalização da sociologia. Marx considerava a sociedade como uma decorrência das relações materiais de produção da existência. Por fim, foi Weber quem desenvolveu a noção de “tipo ideal” em sociologia.

Página 20 de 23

Page 21: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

Resposta da questão 24: [B]

A alternativa [B] é a mais correta. Uma vez que as ciências sociais não buscam comparar culturas diferentes, mas compreendê-las na sua especificidade, o método mais adequado para esse tipo de análise é a etnografia. Ela corresponde justamente a uma imersão do pesquisador na cultura que pretende analisar. Ele buscará fazer entrevistas, participar de rituais e compreender como a cultura “funciona”, segundo as suas próprias regras.

Resposta da questão 25: [A]

As afirmativas IV e V estão incorretas. A socialização está profundamente relacionada à relação dos indivíduos com as instituições sociais. Vale ressaltar também que a socialização secundária depende da socialização primária e da internalização de diversas normas sociais por parte dos indivíduos.

Resposta da questão 26: [C]

A família tem um papel importante na socialização das crianças e é por isso que ela também carrega a função de educá-la. Isso significa não somente educar de maneira escolar, mas valorizando sempre o tipo de ser humano que a sociedade considera ideal.

Resposta da questão 27: [E]

Somente a alternativa [E] é incorreta. Nas sociedades ditas “tribais”, os papéis sociais são bem definidos, havendo pouca margem de escolha para os membros do grupo se diferenciarem como queiram. Não por acaso, Durkheim estuda as sociedades “primitivas” para poder compreender a sociedade moderna.

Resposta da questão 28: [B]

A instituição do casamento é uma construção social. Por isso, pode assumir formas bastante diversas, como, por exemplo, aquela apresentada no texto do enunciado.

Resposta da questão 29: [E]

Ainda que as outras possam parecer corretas, elas não dizem respeito a uma interpretação dos dados apresentados no texto, que demonstram menor influência da religião nas uniões conjugais.

Resposta da questão 30: [C]

Somente a primeira afirmativa é falsa. O conceito de família varia conforme a sociedade e o período histórico, devido à multiplicidade das formas de relações sociais. O conceito apresentado na afirmativa é, na verdade, a definição popular de família.

Resposta da questão 31: [B]

A alternativa [B] é a que apresenta a explicação sociológica mais plausível. O esporte não está desvinculado das relações capitalistas de produção. Sendo assim, as instituições esportivas acabam por estar comprometidas com os interesses dos seus patrocinadores, a ponto de que

Página 21 de 23

Page 22: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

tais interesses sejam considerados mais importantes que os valores de dignidade e de Direitos Humanos.

Resposta da questão 32: [B]

Ainda que seja empregada alta tecnologia, a produção de iPhone é seriada – todos os iPhone são iguais – e faz com que os trabalhadores executem atividades repetitivas segundo a velocidade da esteira. Esse modelo parece estar mais próximo ao fordista-taylorista do que ao toyotista.

Resposta da questão 33: [B]

[A] Incorreta. É o sistema toyotista, e não o taylorista, que estimula o trabalho multifuncional.[B] Correta. O sistema fordista tem como principal objetivo aumentar o lucro do empresário,

mediante uma melhor divisão do trabalho, ocasionando a alienação do trabalhador.[C] Incorreta. O trabalhador, no sistema fordista, está alienado do produto do seu trabalho.

Desta maneira, está impedido de se satisfazer através daquilo que produzem.[D] Incorreta. Historicamente percebeu-se que o sistema toyotista não é capaz de evitar as demissões e a precarização.

Resposta da questão 34: [C]

As características I, II e VI dizem respeito ao modelo fordista-taylorista, desenvolvido na primeira metade do século XX. Em contrapartida, o modelo toyotista procurou dar maior mobilidade na produção graças ao desenvolvimento tecnológico.

Resposta da questão 35: [A]

Somente a alternativa [A] diz respeito a uma oposição correta entre os interesses do empresário e dos funcionários. Por conta da luta de classes, os empresários querem aumentar a eficiência e, por consequência o lucro da empresa. Em contrapartida, os trabalhadores querem ter seus empregos garantidos, bem como assegurar condições de trabalho adequadas.

Resposta da questão 36: [C]

Somente a alternativa [C] está correta. A Coca-Cola não é somente um produto, mas também uma empresa e uma marca, existente em um sistema capitalista de produção. Sendo assim, seu poder está não somente no valor de uso do produto, mas em todas as questões ideológica decorrentes da sua inserção no mercado.

Resposta da questão 37: [A]

A alternativa [A] é a única correta. O poema evidencia a destruição ocasionada pela expansão do sistema capitalista. Esse tipo de expansão não somente modifica o ambiente, mas interfere também nas relações humanas e na identidade das pessoas. Não por acaso, a maio tristeza de Drummond, no texto, é de ver dilacerado seu “coração itabirano”.

Resposta da questão 38: [C]

O aumento das exportações é um indicador econômico. Nem sempre ele está relacionado à melhoria da condição de vida da população. Países com forte concentração de renda podem

Página 22 de 23

Page 23: files.simaohistoria.webnode.comfiles.simaohistoria.webnode.com/200000061-3e381402c8/... · Web viewHenri Cartier-Bresson foi um dos principais fotógrafos do chamado fotojornalismo,

SIMÃO

exportar mais e se desenvolverem economicamente, ainda que a condição de vida da população não melhore.

Resposta da questão 39: [B]

A partir da década de 1980, em oposição ao Estado de bem-estar social surgiu o modelo neoliberal que procurava dar maior liberdade às iniciativas econômicas. Na esfera da produção, esse período corresponde à implantação de uma atividade produtiva altamente mecanizada e robotizada e dependente do trabalho intelectual humano, correspondendo a uma superação do modelo fordista/taylorista predominante até então.

Resposta da questão 40: [C]

A hegemonia no mundo contemporâneo ultrapassa a dominação puramente econômica ou militar. Ela se instaura também através de um conjunto de fatores ideológicos e culturais, que tem como objetivo replicar a cultura de um povo sobre outro. É assim que os Estados Unidos constituem-se como maior hegemonia internacional, por terem internacionalizado, além de tudo, sua cultura. Vale ressaltar que os meios de comunicação em massa são um importante instrumento para esse processo.

Página 23 de 23