feminismo na contemporaneidade

Download Feminismo na contemporaneidade

Post on 22-Jun-2015

555 views

Category:

Education

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Feminismo na contemporaneidade

TRANSCRIPT

  • 1. Na Contemporaneidade

2. Conjunto de concepes, valores e prticas - sociais e culturais estabelecidos - que se consensuam associados (direta ou indiretamente) ao ser, sentir, pensar, formatar, praticar e agir, que so divididos em dois plos distintos: MASCULINO e FEMININO Portanto, gnero uma construo social na qual se desliga da natureza humana. 3. Mulheres Espao privado (casa) Trabalho reprodutivos Homens Espao publico (rua) Trabalho produtivo e remunerado 4. O feminismo ao poltica, prtica e pensamento crtico. Se expressa no cotidiano, no discurso intelectual, filosfico e poltico. Envolve diversos movimentos, teorias, correntes e segmentos. Mas todos tem em comum a luta pela igualdade entre mulheres e homens. 5. O movimento feminista nasceu das lutas coletivas de mulheres contra o sexismo, contra as condies de averso e interiorizao do feminino, transformadas em praticas rotineiras de subordinao das mulheres. Com o movimento feminista houve a luta pelo direito a educao, ao trabalho, direitos civis, a mulher ocupando espaos pblicos, polticas pblicas etc... 6. Laicizao O corpo como propriedade da MULHER Marcha da Vadias O corpo como forma de expresso Homofobia, transfobia e lesbofobia Mercantilizao do corpo feminino Turismo Sexual Explorao de crianas e adolescentes 7. Direitos Humanos Questionamento do capitalismo Violaes de direitos de comunidades indgenas femininas Violncia contra a mulher (domestica, sexual, psicolgica, moral e patrimonial) Polticas pblicas Consolidao dos direitos das mulheres Questes raciais 8. Salrios igualitrios (O Projeto de Lei 6393/2009 acrescenta o pargrafo 3 ao Art. 401 da Consolidao das Leis do Trabalho (CLT), que fixar multa no valor de cinco vezes a diferena verificada entre o salrio em todo o perodo da contratao, e em favor da empregada) Educao no sexista (O dia da educao no sexista foi includo no calendrio do Estado do Rio e celebrado, anualmente, em 21 de junho. A data foi instituda pela lei 4.904/06 de Ins Pandel e tem o objetivo de estimular a discusso e o debate sobre a igualdade de gneros) 9. Smbolo Feminista 10. Feminismo e o aborto 11. Marcha das Vadias 12. Marcha das Vadias 13. Marcha pelo voto 14. Quando os EUA entraram na Segunda Guerra Mundial, em dezembro de 1941, e os homens foram enviados para a linha de frente, ficou a questo: quem iria trabalhar nas fbricas, principalmente produzindo material blico?. Para satisfazer essa necessidade emergencial de mo de obra, o governo americano passou a convocar as mulheres que, at ento, eram estimuladas a ficar em casa, cuidando dos filhos e esperando o marido chegar do trabalho. Rosie, the Riveter foi criada como um personagem de campanha para convencer as mulheres a dar a sua contribuio guerra. Em 1940, apenas 10%, das mulheres que trabalhavam, estavam em fbricas. Em 1944, esse tipo de emprego j representava 30%. Apesar do salrio ser desigual (a mdia de salrio de um homem trabalhando numa fbrica, na guerra, era de U$54.65 por semana, enquanto que as mulheres recebiam apenas U$31.21, pelo mesmo trabalho) e com pssimas condies de trabalho, muitas mulheres cederam ao apelo de Rosie, que as convenceu que entrar no mercado de trabalho seria um dever patritico. 15. A nossa luta todo dia: contra o machismo, racismo e homofobia - Marcha das Vadias 16. No se nasce mulher, torna-se mulher. - Simone de Beauvoir 17. Pedro Oliveira pedrosilvadeoliveira@uol.com.br http://www.facebook.com/pedro.oliiiveira Skype: pedro.oliiiveira