Fascculo II - 2016 - No ritmo do corpo e das palavras

Download Fascculo II - 2016 - No ritmo do corpo e das palavras

Post on 07-Jan-2017

223 views

Category:

Documents

8 download

TRANSCRIPT

  • FFAACCCCAATT -- FFAACCUULLDDAADDEESS IINNTTEEGGRRAADDAASS DDEE TTAAQQUUAARRAA

    CCUURRSSOO DDEE LLEETTRRAASS

    AABBOORRDDAAGGEEMM DDEE TTEEXXTTOOSS

    FFAASSCCCCUULLOO IIII -- 22001166

    NO RITMO DO CORPO E DAS PALAVRAS

    ELABORADO POR:

    DDAAIIAANNAA CCAAMMPPAANNII DDEE CCAASSTTIILLHHOOSS

    JJUULLIIAANNAA SSTTRREECCKKEERR

    LLIIAANNEE FFIILLOOMMEENNAA MMLLLLEERR

    LLUUCCIIAANNEE MMAARRIIAA WWAAGGNNEERR RRAAUUPPPP

    VVEERRAA LLCCIIAA WWIINNTTEERR

    TTAAQQUUAARRAA

    22001166

  • ABORDAGEM DO POEMA O VELHO E A FLOR, DE VINCIUS DE MORAES, p. 2

    1 Atividades de motivao

    1.1 Jogo da rima

    - Reunir os alunos em duplas, entregar uma ficha e solicitar que anotem o maior nmero possvel de palavras que

    rimem com amor (flor, dor, horror, terror, calor, sabor, humor, esplendor, entre outras).

    - Conferir as palavras e premiar a dupla que conseguir apontar o maior nmero de possveis rimas. Destacar,

    posteriormente, a palavra flor para conduzir s atividades de pr-leitura.

    1.2 Associao de imagens

    - Mostrar aos alunos imagens numeradas de pessoas de diferentes faixas etrias, pedindo que, no modelo de

    ficha abaixo, registrem os nomes que dariam a elas.

    - Em segunda, mostrar tambm imagens de flores variadas tambm numeradas. Pedir que associem as flores s

    imagens de pessoas.

    - Questionar os alunos: qual flor combina com quem? Por qu?

    - Questionar os alunos sobre esteretipos de idade, de preferncias, de atitudes.

    Modelo de ficha:

    Nmero da

    foto da

    pessoa

    Nome dado pessoa da foto Flor associada a ela, com breve justificativa

    1

    2

    3

    4

    5

    2 Atividades de pr-leitura

    - Questionar os alunos:

    - Vocs conhecem pessoas que gostam muito de flores?

    - Em quais ocasies as pessoas presenteiam com flores ou as recebem?

    - Quais so suas flores prediletas? Por qu?

    Os Jogos Olmpicos do Rio 2016 representam no s uma disputa entre naes, mas tambm o

    coroamento da obstinada busca de cada atleta pela superao dos seus limites. Eles representam, na

    modalidade esportiva, a nossa busca de todos os dias, percorrendo caminhos, enfrentando e superando

    obstculos, caindo e levantando, corrigindo erros, melhorando a performance e nunca desistindo de alcanar o

    que desejamos para a nossa vida. Portanto, assistamos a esses atletas, acompanhemos os seus desempenhos,

    toramos por eles e, sobretudo, inspiremo-nos na sua fora e perseverana para transformarmos os nossos

    sonhos em realidade.

  • - H idade ou gnero certo para se gostar de flores (ou de qualquer outra coisa)?

    - Do que poderia falar um poema que se intitula O velho e a flor?

    - Sabendo que esse poema de Vinicius de Moraes, essas hipteses que vocs levantaram sobre o poema ainda

    se confirmam? Por qu?

    - Apresentar aos alunos a biografia de Vinicius que se encontra no fascculo.

    - Apresentar aos alunos o vdeo de Vinicius com o poema musicado.

    3 Questes de leitura-descoberta

    1) O eu lrico fala que estava em busca de algo. O que buscava? Onde buscava?

    2) O eu lrico relata que viu um poeta e viu um rei na sua busca. Que outra palavra (verbo) poderia ser usada para expressar a sua ao em relao ao rei e ao poeta?

    3) Por que um poeta seria til na busca que o eu lrico faz? E um rei?

    4) O poeta expressa que j queria at morrer. Por qu?

    5) Por que o poeta e o rei no ajudaram o eu lrico, mas s o velho que possua a flor?

    6) No lugar da flor, no contexto do poema, o velho poderia possuir outro objeto qualquer? Por qu?

    7) Como o velho define o amor?

    8) Segundo o velho, o amor feito s de coisas boas? Por qu?

    9) Qual seria, segundo o poema, a relao entre amor e espinhos?

    10) Qual seria, segundo o poema, a relao entre amor e ptalas de flores?

    4 Questes de ps-leitura

    1) Recrie o poema, imaginando que a resposta busca do eu lrico para saber o que o amor tenha sido dada por uma velha com uma ma.

    2) Recrie o poema, imaginando que a busca do eu lrico seja a resposta para saber o que a felicidade. Por onde ele andaria? Para quem perguntaria? Quem teria a resposta? Qual seria?

    ABORDAGEM DO POEMA AULA DE MATEMTICA, DE TOM JOBIM, p. 3

    1 Atividade de motivao

    A turma ser dividida em grupos de 5 alunos. Cada grupo receber um envelope contendo palavras

    (substantivos) com as quais realizaro operaes matemticas subjetivas. Por exemplo: amor+ amor= felicidade;

    amor - pessoa amada = tristeza. Os grupos podero realizar as operaes que quiserem com os substantivos,

    criando, inclusive, frmulas. Depois de um tempo pr-estabelecido, o professor pedir que registrem, num painel

    colorido, algumas das operaes realizadas. Este painel ser afixado numa das paredes da sala de aula e ser

    denominado de: A Matemtica das palavras.

    2 Atividade de pr-leitura:

    1) Voc gosta de Matemtica? 2) Para voc, qual o contedo mais fcil da Matemtica? Qual o mais difcil? 3) Qual das 4 operaes a mais fcil? Qual a mais difcil? 4) Voc j ouviu falar em Tom Jobim? Quem ele?

  • 5) Trabalharemos um poema denominado de Aula de Matemtica. Poema combina com Matemtica? Comente.

    3 Atividades de leitura-descoberta:

    1) Nos dois primeiros versos do poema, o eu-lrico afirma: Pra que dividir sem raciocinar/Na vida sempre bom multiplicar.

    Qual o significado que os verbos dividir e multiplicar conferem ao poema?

    2) O que significa expresso por A mais B: 3) Qual o objetivo do eu-lrico na primeira estrofe? 4) Frao infinitesimal uma parte muito pequena, muito pequena mesmo de um nmero! A esse

    significado o eu-lrico ope a expresso clculo integral.

    4.1 comente a oposio criada entre infinitesimal e integral:

    4.2 a palavra caso, no verso 7, apresenta qual significado?

    5) Na Matemtica, teorema uma afirmao que pode ser provada como verdadeira. O eu-lrico afirma que

    tem um teorema para resolver um caso. Qual seria o teorema que ele criou?

    6) Represente, por meio de um desenho, a frao estabelecida pelo verso 10:

    7) Observe a barra de chocolate abaixo. Ela tem dez pedaos; cada pedao uma frao do total da barra.

    O eu-lrico afirma que a soluo est na frao ou na unidade? Comente sua resposta.

    8) Outro conceito matemtico utilizado pelo eu-lrico que dois nmeros negativos somados resultam num

    nmero positivo. Comprove esta afirmao por meio do poema.

    9) Durante muito tempo, aprendemos que linhas paralelas no se encontram jamais. A Matemtica moderna

    afirma que elas podem se encontrar no infinito. Bem subjetivo, no? Onde o infinito? Os poemas, por sua

    linguagem subjetiva, essencialmente conotativa, podem nos dar a resposta. No poema em questo, qual a

    pergunta que o eu-lrico faz ao questionar que Se vo as paralelas/ ao infinito se encontrar?

    10) O que significam as palavras infinitamente e incomensuravelmente no verso 19?. O que elas

    conferem ao amor expresso no poema?

    11) A obra de Tom Jobim extensa, mas seus poemas, geralmente, tm como tema sentimentos amorosos.

    Relacione as duas estrofes destacadas abaixo com a temtica do poema Aula de Matemtica.

  • Fonte: Pinterest. Acesso em: 05 jul. 2016. Fonte: Pinterest. Acesso em: 05 jul. 2016.

    11) Aps a leitura do poema, que atmosfera ele deixou? Comente.

    4 Atividades de ps-leitura:

    1) Com a temtica abordada no poema, crie:

    a) Uma propaganda; b) Uma frmula matemtica na qual , no lugar dos nmeros, existam palavras; c) Uma receita para se conseguir um grande amor.

    2) Escreva um poema, em quadras, com rima, desenvolvendo o tema de um amor feliz/ amor infeliz.

    3) Escreva um conto cuja ideia central seja:

    a) um amor impossvel;

    b) um amor entre adolescente

    c) um amor com final feliz;

    d) um amor difcil de conquistar;

    e) um amor surpreendente;

    f) um amor sobrenatural.

    4) Escreva um bilhete que ser trocado entre as seguintes figuras geomtricas: um quadrado e um

    tringulo. Assunto: sentimentos.

    5) Sabendo que Tom Jobim foi um grande msico brasileiro, conhecido internacionalmente, faa uma

    pesquisa sobre sua vida e obra e represente-a por meio de um vdeo.

  • ABORDAGEM DO POEMA1 OLIMPADAS DA BICHARADA, DE DILAN CAMARGO, p. 3

    1 Atividade de motivao

    Se os animaizinhos abaixo participassem dos Jogos Olmpicos, que esportes praticariam? Sua tarefa

    determinar, para cada um deles, uma modalidade olmpica. No esquea de justificar sua escolha. (O professor

    pode solicitar que a justificativa seja feita oralmente). Agora a sua vez de participar dos Jogos: escolha um dos

    animais com os quais voc tenha alguma identificao, represente-o por meio de uma pintura ou indumentria,

    escolha uma modalidade desportiva e participe da competio com respeito e amizade pelos outros concorrentes.

    2 Atividades de pr-leitura

    a) Voc sabe o que so as Olimpadas? b) Quando sero as prximas ? c) Onde e quando elas ocorrero? d) Quem normalmente participa delas? e) H olimpadas com animais?

    3 Atividades de leitura-descoberta

    a) Vamos trabalhar com rimas? Voc sabe o que rima? b) Pinte,no poema, as palavras que rimam entre si. No esquea de mudar a cor quando o som da rima

    mudar.

    c) Escolha dois pares de palavras e escreva uma terceira palavra que rime com elas: _______________________________ _______________________________

    _______________________________ _______________________________

    _______________________________ _______________________________

    d) Ilustre no quadro abaixo a rima de que mais gostou:

    1 Abordagem apresentada no Fascculo I de 2012, do Projeto LER...

  • e) Escreva qual o bicho do poema que pratica as modalidades indicadas pelas figuras abaixo.

    __________________________________

    ___________________________________

    _____________________________________

    f) O que quis dizer o vagalume quando afirmou: S levanto voo? g) Por que a tartaruga s corre de carona? h) Voc conhece uma arraia? Por que ser que ela disse no poema que joga de saia? i) Pesquise os significados das seguintes palavras:

    frajola:

    girafete:

    animlia: j) A ltima estrofe do poema informa as vitrias dos animais. Quais so elas? Para voc, qual a mais

    importante? Por qu?

    4 Atividades de ps-leitura

    a) Agora o poeta voc. Crie um poema no qual objetos sero os atletas em algumas modalidades dos jogos

    olmpicos. No esquea da rima, ela muito importante.

    b) Escreva um bilhete ou e-mail desejando sucesso para um atleta brasileiro que representar o Brasil nas

    prximas olimpadas. Ao escreveremos bilhetes ou e-mails no podemos esquecer de indicarmos a quem se

    destina e, no final, usarmos expresses de despedida.

    c) Voc um jornalista que ir cobrir as Olimpadas de Londres para um jornal da sua regio. Escreva uma

    notcia que envolva alguma modalidade de jogos de sua preferncia. Quando redigimos notcias, no podemos

    esquecer que ela deve apresentar respostas para as perguntas: O qu? Quem? Quando? Onde? Como? Por qu?

  • ABORDAGEM DO TEXTO O MISTRIO DO QUARTO ESCURO, p. 3

    Ateno, professor! Como o texto em questo apresenta uma surpresa para o leitor ao final, sugere-se que

    se realizem as duas primeiras questes imediatamente aps a leitura do primeiro e do segundo pargrafos

    (e somente deles). S depois de feitas e corrigidas as questes, que se passa para a terceira em diante.

    Questes para serem feitas aps a leitura do primeiro e do segundo pargrafos

    1. Ao lermos o primeiro pargrafo do texto, percebemos que estamos diante de uma narradora. Escreva os dois adjetivos que comprovam essa afirmao.

    2. Lance hipteses:

    a) Quem esta narradora?

    b) Quem so aqueles homens?

    c) Onde ela est?

    d) Por que a prenderam ali?

    2 Atividades de Leitura-descoberta

    3. Aps a leitura do texto, responda: quem era a narradora? E quem eram as amigas da narradora? 4. A que local se refere a expresso aqui no primeiro pargrafo? Por que a narradora estava ali? 5. Por que a narradora estava entre cordas? 6. Escreva a descrio fsica que a narradora faz do homem que a pega no ltimo pargrafo. Em seguida,

    desenhe como voc o imagina a partir dessa descrio.

    7. Considere o seguinte fragmento do texto:

    Ele me agarra outra vez com fora. Tento me livrar dele, mas no consigo. Ele sorri, me leva para outro

    lugar. [...] At que ele para comigo, mas no me coloca no cho (acho que de medo de eu fugir outra vez) e

    Descrio:

    .............................................

    .............................................

    .............................................

    .............................................

    ............................................

    Desenho:

  • ento a hora, ele me bate, bate, bate no cho. Entra comigo no garrafo, pula comigo e faz a primeira cesta

    do jogo!

    Agora escreva esse trecho como se o narrador fosse:

    a) o prprio jogador: ........................................................................................................................................................................

    ........................................................................................................................................................................

    .....................................................................................................................................................................

    b) um narrador em primeira pessoa: ........................................................................................................................................................................

    ........................................................................................................................................................................

    ....................................................................................................................................................

    8. Escreva o significado das seguintes expresses de acordo com o sentido do texto:

    No ter corao ..............................................................................

    Ser a mais gordinha .........................................................................

    9. Observe os dois ltimos pargrafos e escreva a quem se referem os seguintes pronomes: a) me: b) ele: c) ela:

    10. As palavras cesta e garrafo, no texto, relacionam-se ao jogo de basquete. Escreva uma frase com cada uma delas em que tenham significados que no ser relacionam a esse jogo.

    CESTA:.................................................................................................................................

    GARRAFO:......................................................................................................................

    3 Atividades de ps-leitura

    Este texto apresenta uma surpresa ao leitor. Tudo nos levava a crer, antes da leitura dos pargrafos finais,

    que estvamos diante de uma menina que havia sido presa em um quarto por homens malvados. Agora chegou a

    sua vez de trabalhar com isso! Conte uma histria em que o narrador seja revelado apenas no final. Voc pode

    tentar enganar o leitor at certo momento e s revelar a surpresa ao final. Veja esse quadro com a sugesto do

    texto e outras... Pense em outras sugestes se quiser, complete o quadro e mos obra.

    O narrador ser... Mas o leitor pode ser levado a pensar que seria...

    Uma bola de basquete Uma menina trancada em um quarto

    Um caderno Um aluno do ensino fundamental

    Um controle remoto Uma atleta

    Um animal de estimao Uma criana

  • ABORDAGEM DO TEXTO A EXPRESSO DAS EMOES NOS SERES HUMANOS E NOS

    ANIMAIS, p. 6

    1 Atividades de pr-leitura

    1. Sabemos que tanto os humanos como os animais tm a capacidade de expressar emoes, manifestando, por meio de gestos e atitudes, os mais variados sentimentos. Em duplas, observem as expresses

    fisionmicas e os gestos que o seu par manifesta nas seguintes situaes (sigam o exemplo):

    SENTIMENTOS ATITUDES

    1. SURPRESA *brilham os olhos, em torno dos quais

    a pele fica enrugada, e retraem-se os

    cantos da boca.

    2. VERGONHA

    3. INDIGNAO

    4. CONCENTRAO

    5. ABATIMENTO

    6. SATISFAO

    7. DESPREZO

    8. DESDM

    9. NOJO

    10. MEDO

    11. RISO

    12. MALCIA (IRONIA)

    13. CONSENTIMENTO

    14. DESCONTENTAMENTO

    15. ANSIEDADE

    OBSERVAO: o professor poder encontrar informaes a respeito das manifestaes observadas por

    Charles Darwin, para pesquisa sobre as emoes, que faz parte do seu livro A expresso das emoes no

    homem e nos animais, no site https://pt.wikipedia.org/wiki/Antropologia_das_emo%C3%A7%C3%B5es,

    acessado em 30 jul. 2016.

    2. Cada dupla dever, agora, reunir-se com outras quatro (totalizando um grupo de dez pessoas) para tabular as observaes, expressando-as em forma de grficos, de modo a verificar se, nesta pequena

    amostra, um mesmo estado de esprito exprime-se de modo uniforme entre eles, evidenciando

    similaridade da estrutura corporal e da conformao mental dos seres humanos.

  • 2 Atividades de leitura-descoberta

    1. Relacione as colunas de modo a identificar o que provoca em voc os sentimentos relacionados na coluna da

    esquerda:

    a. ( ) Raiva (1) fazer progressos razoveis na direo da realizao de uma meta

    b. ( ) Ansiedade (2) apreciar um presente altrusta que traz benefcios pessoais

    c. ( ) Medo (3) sentir um imediato, concreto e esmagador perigo fsico

    d. ( ) Culpa (4) modificar uma condio para melhor

    e. ( ) Vergonha (5) ter alcanado algo valioso

    f. ( ) Tristeza (6) sentir dvidas e incertezas quanto s minhas capacidades para resolver um

    problema

    g. ( ) Inveja (7) desejar ou participar de relao afetiva no necessariamente recproca

    h. ( ) Cime (8) ser movido pelo sofrimento do outro, desejando ajud-lo

    i. ( ) Felicidade (9) ouvir uma ofensa dirigida a mim

    j. ( ) Orgulho (10) fracassar em atingir uma meta pessoal

    l. ( ) Alvio (11) ter transgredido uma regra moral

    m.( ) Esperana (12) sentir a minha existncia ameaada

    n. ( ) Amor (13) desejar algo que outra pessoa tem

    o. ( ) Gratido (14) acreditar que o impossvel possvel

    p. ( ) Compaixo (15) culpar outrem pela perda ou ameaa de perda do afeto de algum

    q. ( ) Preocupao (16) ter vivenciado uma perda

    Disponvel em: http://www.fontouraeditora.com.br/periodico/vol-5/Vol5n1-2007/Vol5n1-2007-pag-259a264/Vol5n1-2007-

    pag-259a264.pdf. Acesso em: 01 jul. 2016.

    Ordem provvel das respostas: 9, 12, 3, 11, 10, 16, 13, 15, 1, 5, 4, 14, 7, 2, 8, 6

    1. O texto que nos fala sobre as emoes, fala-nos do naturalista ingls Charles Darwin, o pai do

    Evolucionismo. Pesquise sobre ele e sobre essa doutrina, expondo essas descobertas num painel a ser

    apresentado turma.

    2. Ao dizer que Esta era a hiptese de Charles Darwin (L.7), a que a autora do texto se refere?

    3. O texto cita a ameaa de um co raivoso como uma situao assustadora. Para voc, que outras poderiam

    ser consideradas assim?

    4. Voc j se percebeu reagindo a uma situao da mesma maneira que seus pais, avs ou outro algum da

    famlia? Relate essa experincia.

    5. Voc tem algum bichinho de estimao? Como ele manifesta os seus sentimentos?

    6. Etologia, segundo a Giering, a disciplina que estuda o comportamento animal. Sabendo-se que logia um radical grego que indica estudo, cincia, tratado, busque o nome das cincias abaixo:

    NEUROLOGIA

    PSICOLOGIA

    PEDAGOGIA

    ANTROPOLOGIA

    NEFROLOGIA

    ARQUEOLOGIA

    FISIOLOGIA

  • 3 Atividades de Ps-leitura

    Proposta 1: Observe os balezinhos acima e, durante uma semana, registre as suas impresses de humor. Relate

    tambm o que o fez sentir-se assim e depois registre tudo isso sob a forma de um dirio.

    Dia da semana sentindo-me porque...

    domingo

    2 feira

    3 feira

    4 feira

    5 feira

    6 feira

    Sbado

    Informaes obtidas no site https://www.google.com.br/search?q= ginstica+rtmica&ie=utf-8&oe=utf-8&client=firefox-b-

    ab&gfe_rd=cr&ei=M6F7V5. Acesso em: 05 jul. 2016.

    Proposta 2: Observe a descrio de um dos esportes a serem disputados nas Olimpadas do Rio. Rena-se num

    grupo de quatro colegas e pesquise sobre as demais modalidades esportivas a serem representadas nos jogos

    Olmpicos do Rio: atletismo, canoagem, vela, basquete, vlei, etc., e apresentem-nas sob a forma de um painel,

    com imagens e texto.

  • MATERIAL COMPLEMENTAR

    Sai paraolmpico, entra paralmpico

    Por: Srgio Rodrigues 14/08/2012 s 13:16

    Muita gente s se deu conta da novidade quando, a certa altura da cerimnia de encerramento dos Jogos

    de Londres, domingo, foi anunciada a realizao dos Jogos Paralmpicos de 2016 no Rio de Janeiro.

    Espera a: paralmpicos?! Os jogos no deveriam ser paraolmpicos, como sempre foram?

    No se tratava de erro de digitao. Em novembro do ano passado, quando foi divulgada a logomarca do

    evento, o Comit Paraolmpico Brasileiro (CPB), assim chamado desde sua fundao, em 1995, aproveitou para

    anunciar que estava trocando de nome para se alinhar mundialmente aos demais pases. Para tanto, deixava um

    o pelo caminho, tornando-se oficialmente o Comit Paralmpico Brasileiro. Na mesma data, estipulava um prazo

    de 18 meses que vence em maio do ano que vem para que as entidades a ele filiadas se atualizem

    ortograficamente.

    Na prtica, isso significa que a palavra paraolmpico tem seus dias contados. Normalmente no to

    grande o poder de entidades reguladoras sobre a lngua que as pessoas de fato falam. Neste caso, porm, trata-se

    de um campo ainda em processo de organizao e que depende pesadamente da esfera oficial. Isso me leva a

    prever que a velha grafia paraolmpico no ter a menor chance, embora a forma paralmpico ainda nem

    aparea em nossos dicionrios ou no Vocabulrio Ortogrfico da Academia Brasileira de Letras.

    A ginstica rtmica, modalidade rica e que

    encanta pela sua beleza e pela delicadeza de seus

    movimentos, um esporte que necessita de muito

    porte fsico. uma modalidade que mistura

    dana e movimentos extremamente coordenados.

    A modalidade tem trs caractersticas que so

    bem trabalhadas: os movimentos corporais, o

    manuseio de instrumentos e o acompanhamento

    musical, formando, assim, a unidade em que se

    baseia o esporte. Na ginstica rtmica, possvel

    usar cinco instrumentos. Cada um pode ser usado

    em uma performance, dependendo da

    necessidade: corda, arco, bola, maas e fitas.

    Fora, equilbrio, flexibilidade so exigidos dos

    ginastas, que devem realizar apresentaes em

    diferentes aparelhos, como barras e trave, assim

    como saltos e exerccios de solo, com o menor

    nmero de erros.

    http://veja.abril.com.br/blog/sobre-palavras/files/2012/08/Jogos-Paralmpicos-Rio-20161.pnghttp://www.resumoescolar.com.br/quimica/mistura-materiais-homogeneos-e-heterogeneos-e-aquecimento-dos-materiais/http://www.resumoescolar.com.br/portugues/gramatica/tem-e-tem/

  • Estamos diante de uma vitria da globalizao sobre o esprito de nossa lngua. Isso bom? Ruim?

    Tanto faz? Depende do aspecto que se decida enfatizar. Antes que a nova grafia se torne to natural que a

    histria da palavra vire uma curiosidade de museu, convm recapitular sumariamente sua trajetria.

    A palavra paraolmpico foi formada a partir da juno do prefixo de origem grega para (de paraplegia)

    com o adjetivo olmpico. Se hoje no interessa ao movimento paraolmpico enfatizar a relao com a paraplegia

    que est na origem do termo, mesmo porque abarca muitos outros tipos de deficincia, cabe etimologia

    registrar isso.

    Desde 1960, quando 400 atletas disputaram em Roma os primeiros e oficiosos Jogos Paraolmpicos,

    o campo paradesportivo caminhou do amadorismo abnegado para o profissionalismo. Compreensivelmente, hoje

    o site do Comit Paralmpico Internacional fundado em 1989, um ano aps os Jogos Olmpicos de Seul

    empregarem oficialmente a palavra pela primeira vez prefere explorar a riqueza semntica de para, que

    segundo o Houaiss pode indicar, alm de defeito, proximidade e semelhana:

    A palavra paralmpico deriva da preposio grega para (ao lado) e da palavra olmpico. Significa que

    os Jogos Paralmpicos se realizam paralelamente aos Olmpicos e ilustra o modo como os dois movimentos

    existem lado a lado.

    O comit internacional paralmpico desde sempre. O portugus, fundado em setembro de 2008,

    tambm j nasceu com essa grafia, contrariando o parecer encomendado na poca pelo Instituto do Desporto

    linguista Margarita Correia. Ser mais consentneo com a estrutura da lngua portuguesa () que o termo em

    causa mantenha a vogal inicial o da palavra olmpico, opinou ela, adotando uma posio que me parece

    linguisticamente irrefutvel. A palavra que deveria permanecer ntegra olmpico: se fosse o caso de

    contrao, que se criasse parolmpico. Paralmpico soa simplesmente errado em nosso idioma.

    Claro que agora tarde. O Brasil resistiu por muitos anos, mas, sem o apoio de Portugal, ficou difcil

    conter a onda internacional. Vamos de paralmpico, pacincia. Mas que esquisito, .

    Disponvel em: http://veja.abril.com.br/blog/sobre-palavras/curiosidades-etimologicas/sai-paraolimpico-

    entra-paralimpico/. Acesso em: 03 de jul. 2016.

    Quizz Olmpico

    Para cada questo, h apenas uma resposta correta. Assinale-a e, a seguir, transfira-a para grade de respostas.

    No vale consultar Internet!

    1) O deus da mitologia que homenageado com os jogos olmpicos chamado de: (a) Apolo. (b) Zeus. (c) Mercrio. (d) Dioniso.

    2) No incio, havia uma nica modalidade olmpica. Qual era?

    (a) O triatlo. (b) O pentatlo. (c) A corrida. (d) O salto com varas.

    3) O lema das Olimpadas, "Citius, Altius, Fortius", foi criado pelo francs Henri Didon para os jogos de Paris (1900). Sua traduo, na ordem em que aparecem os termos, :

    (a) Mais rpido, mais alto, mais forte

    (b) Mais importante, mais alto, mais forte

    (c) Cidadania, altura, fortaleza

    (d) Mais correto, mais alto, mais forte

    http://veja.abril.com.br/blog/sobre-palavras/curiosidades-etimologicas/sai-paraolimpico-entra-paralimpico/http://veja.abril.com.br/blog/sobre-palavras/curiosidades-etimologicas/sai-paraolimpico-entra-paralimpico/

  • 4) Como se completam as lacunas da seguinte frase? Conta a lenda que os Jogos foram criados por ................., que plantou a .................. de onde eram retiradas as folhas para a confeco da coroa dos

    vencedores.

    (a) Zeus / oliveira. (b) Apolo / palmeira. (c) Hrcules / oliveira. (d) Atenas / palmeira.

    5) H quem diga que, de acordo com a mitologia, a criao dos jogos olmpicos est ligada:

    (a) Aos doze trabalhos de Hrcules. (b) Ao mito da caverna de Plato. (c) criao do Panteon do Monte Olimpo. (d) unio de Zeus e Hera.

    6) A bandeira olmpica tem um fundo branco, com cinco anis entrelaados no centro, nas cores azul,

    amarelo, preto, verde e vermelho. Este desenho simblico, pois as seis cores representam:

    (a) os cinco continentes

    (b) os cinco continentes sob um fundo branco que representa a paz

    (c) as cores que aparecem nas bandeiras nacionais do mundo

    (d) as cores da bandeira da Grcia

    7) O mascote das Olimpadas de Moscou foi:

    a) Misha (urso)

    b) Sam (guia)

    c) Hodori (tigre)

    d) Cobi (cachorro)

    8) O pas que tradicionalmente a nao a encabear o desfile de abertura, com o intuito de honrar as origens dos Jogos Olmpicos, :

    a) os Estados Unidos

    b) a Itlia

    c) a Grcia

    d) a Blgica

    9) Os mascotes dos Jogos Olmpicos e Paralmpicos, na sua composio grfica, representam: (a) A fauna e a flora brasileira.

    (b) As cores da bandeira nacional.

    (c) A msica brasileira.

    (d) As bandeiras das diferentes unidades federativas.

    10) Assinale a afirmao CORRETA acerca de Tom Jobim:

    (a) Estudou msica, em nvel superior, na Europa. (b) Nasceu em 1927, em Belo Horizonte (MG (c) Estudou Arquitetura, mas no chegou a se formar. (d) Foi um dos principais nomes da Bossa Nova, movimento musical iniciado nos anos 1970.

  • 11) Assinale a afirmao INCORRETA acerca de Vincius de Moraes:

    (a) Nasceu em 1913, no Rio de Janeiro.

    (b) Formou-se em Medicina e foi diplomata.

    (c) Um dos temas preferidos de seus poemas e de suas canes era o amor.

    (d) Tambm exerceu o jornalismo.

    12) Ricardo Prado foi campeo olmpico, na dcada de 1980, em que modalidade esportiva?

    (a) Natao. (b) Corrida. (c) Salto em altura. (d) Ginstica olmpica.

    13) A primeira brasileira a participar das Olimpadas foi Maria Lenk, em:

    (a) 1928. (b) 1932. (c) 1936. (e) 1948.

    14) A modalidade olmpica da qual Maria Lenk participou foi:

    (a) Tnis. (b) Ginstica artstica. (c) Natao. (d) Arremesso de peso.

    15) Para que um ginasta fique em equilbrio, ele depende de uma condio que a Fsica chama de:

    (a) Ponto de equilbrio - PE

    (b) Movimento Retilneo Uniformemente Variado - MRUV

    (c) Movimento Uniforme de Equilbrio - MUE

    (d) Centro de Gravidade - CG.

    16) A livre traduo da expresso Mindfulness que se encontra no fascculo :

    (a) Plena ateno.

    (b) Mente plena.

    (c) Plena meditao.

    (d) Ateno total.

    17) No fascculo, encontramos instrues para montar um funiloscpio. Ele serve para:

    (a) Escutar o corao.

    (b) Escutar conversas.

    (c) Fazer medies de tempo.

    (d) Fazer medies de distncia.

    18) A disciplina que estuda o comportamento animal, sob a influncia da Teoria da Evoluo, chama-se:

    (a) Zoologia.

    (b) Psicologia animal.

    (c) Etologia. (d) Zootecnia.

    GRADE DE RESPOSTAS

    1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18

    A

    B

    C

    D