faculdade de medicina veterinária ?· À tenente médica-veterinária ana santos da divisão de...

Download Faculdade de Medicina Veterinária ?· À Tenente Médica-Veterinária Ana Santos da Divisão de Veterinária…

Post on 09-Nov-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • UNIVERSIDADE TCNICA DE LISBOA

    Faculdade de Medicina Veterinria

    AVALIAO E SELECO DE UM ALIMENTO COMPLETO PARA CANDEOS DE TRABALHO POLICIAL

    Jos Lus Miguez Barroso

    DISSERTAO DE MESTRADO INTEGRADO EM MEDICINA VETERINRIA

    2012

    LISBOA __________________________________________________________________

    ORIENTADOR

    Doutor Lus Manuel dos Anjos Ferreira

    CONSTITUIO DO JRI Doutor Jos Pedro da Costa Cardoso de Lemos Doutora Ilda Maria Neto Gomes Rosa

  • i

    Dedicatria

    The trick is to surround yourself with brilliant people, because, at the end, Its all

    about people.

    Shimon Schocken (2012, TED Global, Edinburgh)

    Quero, antes de mais, dedicar este trabalho fantstica equipa que me acompanhou

    nestes ltimos anos e que tive o privilgio de liderar. Aos colegas Major Mdico-

    Veterinrio Vtor Oliveira, Capito Mdico-Veterinrio Hugo Rocha, Capito

    Mdica-Veterinria Patrcia Jorge, Capito Mdico-Veterinrio Hugo Rosa e Tenente

    Mdica-Veterinria Ana Santos, pelo apoio incondicional, pelo esforo, dedicao,

    lealdade, conhecimento e aptides tcnicas. Ao Cabo Manuel Leonel, Cabo Manuel

    Silva, Cabo Domingos e Cabo-Chefe Gil de Matos, pois nada teria sido possvel sem

    o zelo, generosidade e esprito de bem-servir de todos os que, actuando na retaguarda,

    criaram condies e sustentaram com o seu esforo o desempenho de todos. Ao Cabo

    Costa Pereira, Cabo Rodrigues, Cabo Carla Almeida e Guarda Hugo Reiche pela

    generosidade e pela enorme dedicao, esforo e altrusmo com que se dedicaram

    causa de socorrer e amparar aqueles que sem nada pedir tudo oferecem e, em ltima

    anlise, justificam este trabalho, ou seja os animais, o efectivo cinotcnico da Guarda

    Nacional Republicana.

    A todos pela amizade.

    Deixo propositadamente para o fim os que me esto ainda mais prximos no corao.

    Ao meu Pai pela amizade, pelo apoio e por me ter sabido servir de exemplo como

    militar e como homem, soubesse eu seguir o ensinamento; minha Me pelo

    sentimento, pela generosidade, pela ddiva de si; a ambos pois no fora o seu

    sacrifcio em horas bem difceis, e no poderia estar hoje a dedicar-lhes estas linhas.

    Aos meus Filhos tambm. Ao Tiago que tem nele a calma, a sobriedade, o equilbrio

    que me escaparam; Catarina, pelo brilho que dela emana, pela energia, pela

    compreenso e pela jovem maturidade; aos dois pelo enorme prazer da sua companhia

    que me foi, at h pouco, surripiada pelo trabalho, mas espero poder agora recuperar.

    Clia por me iluminar o esprito, por me confortar a alma e por me suportar o

    devaneio de regressar aos bancos da Escola. So pelo apoio na retaguarda e pela

    generosidade de me ter aturado.

  • ii

    Agradecimentos

    Agradeo em primeiro lugar ao meu irmo, Miguel, pelos avisados conselhos, pelo

    gume afiado da sua anlise, pela objectividade da crtica e pelo discernimento das

    sugestes. Ao meu orientador e amigo Lus Ferreira pelo incentivo e pelo apoio

    constante, por me saber conduzir no rumo certo, por dar sentido, enfim, a uma ideia

    que nem eu sabia bem, de incio, concretizar. Ao Z Pedro pelo rigor na reviso e pela

    oportunidade e justeza das emendas que permitiram melhorar significativamente a

    qualidade do texto final

    Tenente Mdica-Veterinria Ana Santos da Diviso de Veterinria da GNR, ao

    Tenente de Infantaria Bruno Lopes, ao Tenente de Infantaria Carlos Cunha e ao

    Alferes de Infantaria Antnio Patrcio do Grupo de Interveno Cinotcnico pelo

    apoio dado num aspecto fundamental deste trabalho e que serviu de base s reflexes

    produzidas: as filmagens dos treinos, a contabilizao dos tempos consumidos em

    cada andamento e a medio das respectivas velocidades. Muito do que aqui est

    igualmente a vs o devo e quero por isso aqui deixar-vos o meu Obrigado.

    Ao Tenente-Coronel de Cavalaria Carlos Almeida, ex-Comandante da Companhia

    Cinotcnica, e ao Major de Infantaria Costa Pinto, actual Comandante do Grupo de

    Interveno Cinotcnico, pela ajuda, pelos conselhos, pela permanente

    disponibilidade e sobretudo pela amizade.

    Sra. D Palmira, Sra. D Lusa e Sra. D Aida, da Faculdade de Medicina

    Veterinria - UTL, pela simpatia, pela ajudado no labirinto administrativo e por terem

    tido a pacincia de aturar as confuses de um estudante j um pouco caduco.

  • iii

    Resumo

    Avaliao e seleco de um alimento completo para candeos de trabalho

    policial

    Este trabalho ilustra a concepo, desenvolvimento e implementao prtica de

    um protocolo que teve como finalidade a sustentao jurdica e tcnica dos

    procedimentos aquisitivos de alimento completo para candeos de trabalho policial

    da Guarda Nacional Republicana. Este protocolo foi desenvolvido pelo autor em

    1999 enquanto responsvel pelo Servio Veterinrio dessa Instituio e tem vindo

    a ser aplicado, com as necessrias actualizaes, desde 2000.

    A fim de permitir a aplicao do modelo aplicado noutras circunstncias, o autor

    procede inicialmente caracterizao das condicionantes conjunturais e estruturais

    da Instituio, da legislao e do efectivo que conduziram o processo de deciso e

    as opes tomadas; seguidamente interpreta de uma forma pragmtica os

    conhecimentos tericos em que se deve alicerar o processo de avaliao e anlise

    destes alimentos; continuando, apresenta um exemplo real que analisa de forma

    crtica, reflectindo sobre os resultados obtidos; na concluso prope a introduo

    de melhorias ao protocolo seguido e sugere questes que, em seu entender, exigem

    estudo mais detalhado.

    Palavras Chave: cinotecnia, ces de trabalho policial, alimentao, alimento

    completo para candeos

  • iv

    Abstract

    Evaluation and selection criteria of a complete dog food for police working

    dogs.

    This work illustrates the design, development and practical implementation of a

    protocol aimed to support legally and technically the process of acquiring

    complete dog food for working police-dogs of Guarda Nacional Republicana a

    Portuguese police force. This protocol was developed in 1999 by the author, head

    of the Veterinary Department of this police force, and has been applied, with the

    necessary updates, since 2000.

    In order to allow the application of this model in other circumstances, the author

    characterize the conjunctural and structural constraints of the institution, of the

    animals and legislation, that affected the choices made; then interprets in a

    pragmatic way the theoretical knowledge that should support the evaluation and

    analysis of these feed; continuing, he presents a real example which he analyzes,

    reflecting on the results. In the conclusion the author indicates improvements that

    should be done to the followed protocol and suggests issues that, in his

    understanding, require more detailed study.

    Key words: complete dog food, police working dogs, nutrition, food testing, diet

  • v

    ndice Geral

    Dedicatria ........................................................................................................................... i

    Agradecimentos ................................................................................................................... ii

    Resumo ...............................................................................................................................iii

    Abstract .............................................................................................................................. iv

    ndice Geral ......................................................................................................................... v

    ndice de ilustraes ......................................................................................................... viii

    ndice de tabelas ................................................................................................................. ix

    ndice de grficos ............................................................................................................... xi

    ndice de abreviaturas ...................................................................................................... xiii

    1. OBJECTIVOS E ORGANIZAO DA DISSERTAO ........................................ 1

    2. INTRODUO ........................................................................................................... 3

    a. O co de polcia no mundo ...................................................................................... 3

    b. A cinotecnia na GNR: .............................................................................................. 9

    1) Resenha histrica ................................................................................................. 9

    2) Especialidades cinotcnicas da GNR ................................................................. 13

    3) Efectivo animal .................................................................................................. 19

    4) Trabalho ............................................................................................................. 29

    5) Alojamento ......................................................................................................... 32

    6) Alimentao ....................................................................................................... 32

    c. Anatomo-fisiologia muscular ........................................................

Recommended

View more >