expressão jovem

Download Expressão Jovem

Post on 07-Jan-2017

222 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • EXPRESSOEdio Especial - Dezembro de 2014

    MEMRIAS DAS CONQUISTAS DO

    PROGRAMA JOVEM DE EXPRESSO NOS

    LTIMOS 4 ANOS

  • 2

    EXPRESSO JOVEM

    RETRANCA

    QUEM FAZ O JOVEM DE EXPRESSO?Caixa Seguradora Tudo comeou com o plano de marketing

    social da Caixa Seguradora, que em 2006, decidiu investir no

    pblico jovem. Desde ento, a empresa vem ligando conheci-

    mento, parcerias e estratgia de transformao social para fazer

    a diferena na vida dos pessoas entre 18 e 29 anos. Em 2009, o

    impacto social do programa foi comprovado por estudos econ-

    micos: para cada R$ 1 investido, o programa gerou R$ 1,87 de

    riquezas populao. Em 2010, o Jovem de Expresso acredi-

    tou no seu potencial de replicabilidade e a tecnologia social foi

    sistematizada em um manual com quatro volumes, que servem

    para troca de experincias e estmulo a outras iniciativas.

    Escritrio das Naes Unidas sobre Drogas e Crime

    (UNODC) O brao das Naes Unidas responsvel por te-

    mas que afetam a juventude entrou no programa em 2010,

    atrado pela troca construtiva entre sociedade civil e iniciativa

    privada. O UNODC assumiu a coordenao institucional do

    Jovem de Expresso, gerindo atividades, reciclando dinmi-

    cas e pensando na consolidao, ampliao e replicao do

    projeto.

    Rede Urbana de Aes Socioculturais (Ruas) Desde

    2011, o Jovem de Expresso passou a ser executado pela

    Ruas (ex-CUFA-DF), responsvel pelo elo entre as instituies

    participantes e o pblico jovem. Com expertise na rea de cul-

    tura urbana, a Ruas desenvolve ferramentas para chegar at

    os jovens e passar as mensagens do programa, criando um

    ambiente colaborativo, dinmico e agregador.

    Jornalista responsvel:

    Dbora Zampier (7521/DF)

    Superviso:

    Alice Scartezini,

    Vivian Coelho,

    Marina Marques

    e Cludia Maciel

    Design Grfico:

    Janaina Coe

    Fotografias:

    Coletivo Expresso

  • 3

    EXPRESSO JOVEM

    A grande preocupao dos jovens brasileiros com segurana, violncia, drogas e corrupo tambm uma grande preocupao do UNODC, j que todas estas questes so centrais ao nosso trabalho.

    O fato de que os homicdios so a principal causa de morte de jovens no Brasil torna ainda mais urgente o trabalho das agncias da ONU para promover o de-senvolvimento de projetos e de polticas pblicas.

    Precisamos proteger os jovens e reduzir suas situaes de vulnerabilidade, ofe-recendo oportunidades de acesso educao, capacitao e informao que proporcionem as condies necessrias para que eles possam realizar todo o seu potencial.

    Participar ativamente do programa Jovem de Expresso dar um grande passo em direo a este objetivo. Esperamos que a experincia dos jovens que vivem o programa, por meio da formao e apoio oferecidos, possa contribuir para o seu empoderamento e para tornar-lhes capazes de ampliar seus territrios, repli-cando sua vivncia a outros jovens nas comunidades.

    RAFAEL FRANZINIREPRESENTANTE DO UNODC NO BRASIL

    A Caixa Seguradora investe h quase 10 anos em pesquisas e em programas que buscam mitigar a exposio dos jovens a situaes de risco, sejam elas doenas sexualmente transmissveis ou exposio excessiva violncia. Essas pesquisas e esses programas ofereceram diversas atividades de preveno e de conquista da autonomia juvenil com resultados animadores.

    Nesses anos, nosso principal programa social, o Jovem de expresso, foi par-ceiro de milhares de jovens da periferia do Distrito Federal. Investiu e continua acreditando na capacidade de inovao e nas iniciativas empreendedoras nas reas de negcios, cultura e comunicao. Alm de colhermos resultados afe-ridos por pesquisas, tivemos exemplos de jovens oriundos de situao de risco representando o Brasil em importantes fruns de debate e concursos internacio-nais mostrando a ns mesmos que esse trabalho vale a pena.

    Para que essa trajetria tivesse xito, contamos com a parceria de vrias entidades que partilharam de nosso interesse pelo jovem. A ONU foi uma delas. A juventude o grande pilar da sociedade brasileira, e o investimento feito hoje determinar o que ser o pas daqui a 10, 20, 30 anos. A Caixa Seguradora tem essa viso, e a certeza de que priorizar os jovens fundamental para um futuro melhor.

    THIERRY CLAUDONPRESIDENTE DA CAIXA SEGURADORA

  • 4

    EXPRESSO JOVEM

    Juventude descoberta, aprendizado, crescimento. Mas tambm dvida, cobrana, vulnerabilidade. Pensando em equalizar as dificuldades vividas de for-

    ma ainda mais acentuada pelos jovens de

    baixa renda, o programa Jovem de Expres-

    so foi criado como um espao de conhe-

    cimento e de experimentao que pudesse

    impactar positivamente a vida desses jovens

    e da sociedade onde vivem. O local escolhi-

    do para iniciar o projeto foi o Distrito Fede-

    ral, unidade da federao onde o homicdio

    causa mais da metade da morte de pessoas

    entre 15 e 24 anos*.

    Para entender as vulnerabilidades des-

    te segmento, a Caixa Seguradora desen-

    volveu quatro pesquisas sobre compor-

    tamento, violncia interpessoal e sade

    sexual. Com os conhecimentos gerados,

    foi possvel trabalhar, em parceria com os

    jovens, as estratgias de enfrentamento

    e gerar aes de promoo da sade. O

    programa nasceu para conhecer os jovens

    e falar de assuntos tratados como tabu.

    As pessoas no querem falar

    de preveno e de educao

    sexual. Os jovens vivem dramas

    individuais que no podem di-

    vidir com a famlia. As polticas

    pblicas de sade sexual foram

    esvaziadas e o jovem ficou sem

    apoio, explica Alice Scartezini,

    coordenadora de marketing so-

    cial da Caixa Seguradora.

    Com o passar dos anos, por de-

    manda dos prprios participan-

    tes, o programa evoluiu para um

    modelo que investe no empo-

    deramento como principal fer-

    ramenta de mudana social. De

    olho no futuro, o jovem atra-

    do em busca de capacitao,

    e partir da, internaliza valores,

    consolida atitudes e prticas po-

    sitivas, e principalmente, ganha

    autonomia para agir de acordo

    com suas convices.

    FAZENDO A DIFERENA

  • 5

    EXPRESSO JOVEM

  • 6

    EXPRESSO JOVEM

  • 7

    EXPRESSO JOVEM

    POR QUE OLHAR PARA OS JOVENS?

    Homicdios, acidentes de trnsito e suicdios so responsveis por quase

    dois teros (63,4%) das mortes dos jovens brasileiros. Entre os no jovens,

    correspondem a 6,8%*.

    Homicdios so a principal causa de morte de jovens de 15 a 24 anos no Brasil (52,63% do total de 52,1 mil assassinatos

    em 2011), e atingem especialmente jovens negros (71,44%) do sexo masculino

    (93,03%), moradores das periferias e reas metropolitanas dos centros urbanos*.

    Embora os jovens tenham elevado conhecimento sobre preveno da Aids e

    outras doenas sexualmente transmissveis, h tendncia de crescimento do HIV. Em

    2000, 2.525 jovens entre 20 e 29 anos foram diagnosticados com AIDS, nmero que subiu

    para 3.253 em 2013**.

    O Brasil tem 240 mil internaes anuais no sistema pblico de sade para tratamento de

    complicaes decorrentes de aborto***.

    * Mapa da Violncia 2014 Homicdios e Juventude no Brasil, Secretaria-Geral da Presidncia da Repblica

    ** Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministrio da Sade

    *** Dados do Sistema nico de Sade, Ministrio da Sade

  • 8

    EXPRESSO JOVEM

    Caduco, como gosta de ser chamado, j

    tinha ouvido falar das oficinas do Jovem

    de Expresso, mas sempre perdia as ins-

    cries. Morador de Ceilndia, passou a

    adolescencia pedindo o violo emprestado

    para os amigos. Hoje, gaba-se por

    ter trs violes: dois que ga-

    nhou de presente, outro

    que uma amiga acabou

    deixando e no voltou

    para buscar.

    Admite que vivia me-

    tido em confuso e

    que nunca foi um

    bom aluno parou de

    estudar no segundo

    grau, sonhava ser msi-

    co. Mas nunca tive muito

    apoio l em casa. Diziam que

    quem vive de msica vagabundo, conta,

    sem perder o brilho nos olhos e o sorriso no

    rosto, suas marcas registradas,

    junto com o alargador na orelha.

    Vindo de famlia com poucas

    condies financeiras, Caduco

    fez de tudo um pouco para

    se manter. Trabalha-

    va como diretor

    de provas de

    kart quan-

    do soube

    que o Jo-

    vem de

    Exp res -

    so daria

    o f i c i n a

    gratuita de

    beats musi-

    cais. Decidiu tro-

    car o emprego pelas

    tardes de aprendizado na sede

    do programa.

    QUEM O JOVEM DE EXPRESSO?

    O xito do Jovem de Expresso est chamando a ateno do

    poder pblico.

    O Governo do Distrito Federal se interessou pelas tecnologias sociais do programa e

    estudou o modelo para replic-lo em outras cidades satlite. Em setembro de 2014, diversos pesquisadores brasileiros e internacionais que

    participavam do Encontro de Pesquisadores de Polticas de Juventude, em Braslia, foram at sede do Jovem de Expresso para

    conhecer a aplicao da teoria na prtica.

  • 9

    EXPRESSO JOVEM

    Caduco e seu violo na Praa do Cidado

  • 10

    EXPRESSO JOVEM

    Em poucas semanas, Caduco fez mais uma

    oficina - a de lab experimental - e comeou a

    organizar saraus de microfone aberto em es-

    paos frequentados pelos jovens de Ceiln-

    dia. Hoje figurinha fcil nos bancos da Praa

    do Cidado, onde fica a sede do programa,

    cantando rap e tocando violo. Vejo as coi-

    s