expansão territorial do brasil, mineração e era pombalina

Download Expansão territorial do brasil, mineração e era pombalina

Post on 22-Jun-2015

3.533 views

Category:

Education

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. Expanso territorial do Brasil, minerao e Era Pombalina.

2. Brasil: Ocupa a quinta posio entre os mais extensos pases do mundo. O interior do Brasil, era ocupado apenas por indgenas, pois a presena dos colonizadores basicamente se restringiu ao litoral, para abastecer o mercado europeu com produtos cultivados na colnia. Expedies foram criadas para desbravar o interior do Brasil, foram elas: as entradas e as bandeiras. Expanso territorial do Brasil 3. Bandeiras Expedies privadas, (financiadas pela burguesia). Abrir vias de acesso. Encontrar metais preciosos. Explorar produtos tropicais. Escravizao indgena. Entradas Expedies oficiais (financiadas pela Coroa portuguesa). Abrir vias de acesso. Encontrar metais preciosos. Explorar produtos tropicais. Catequese indgena. 4. A ocupao da Regio Norte: teve como processo de povoamento a atuao dos bandeirantes que foram em busca das drogas do serto (as especiarias da Floresta Amaznica Brasileira) para comercializao. Exemplos: canela, castanha-do-par, pimenta, entre outras. Ocupao da Regio Nordeste: foi povoado pela expanso da pecuria, tendo como principal eixo o Rio So Francisco, e outros povoamentos que eram cortados pelos rios, como o Rio Jaguaribe, no Cear. A pecuria torna-se o principal meio econmico do Nordeste, que traz at hoje a figura do vaqueiro como representante de sua cultura. A ocupao da Regio Sul: foi colonizada por incentivo da Metrpole para assegurar o controle das fronteiras com a Amrica espanhola, alm de ter desenvolvido um grande centro de ao jesutica com os Sete Povos das Misses. A Regio Sul tambm se desenvolveu economicamente atravs da pecuria e o cultivo do trigo. 5. Tratados de limites Tratado de Lisboa: Definiu a paz entre Portugal e Espanha, por conta da Guerra de Restaurao portuguesa. Segundo Tratado de Lisboa: A Espanha, que havia invadido a Colnia de Sacramento, em 1680, devolveu-a a Portugal no ano seguinte. Tratados de Utrecth: Foram dois tratados: o primeiro foi firmado em Portugal e Frana, definindo as fronteiras na Regio Norte, e o segundo, como parte da soluo da Guerra de Sucesso Espanhola, definia a restituio da Colnia de Sacramento a Portugal, pois a Espanha havia mais uma vez ocupado aquela possesso. Tratado de Madri: Definidos entre Portugal e Espanha, esse acordo pretendia pr um fim aos conflitos criados desde o Tratado de Tordesilhas, agravados durante a Unio Ibrica. Alexandre de Gusmo, assumiu a defesa dos interesses lusitanos. 6. Tratado de El Pardo: Anulou o Tratado de Madri. Tratado de Santo Ildefonso: Representou uma nova tentativa de conciliao. Sete Povos das Misses ficaria com a Espanha, enquanto isso, Santa Catarina deveria ser devolvida a Portugal, pois havia sido ocupada por tropas espanholas. Tratado de Badajs: Os acordos no surtiram os efeitos desejados, e novamente Sete Povo das Misses era alvo de invases, dessa vez por colonos gachos. Visando resolver de uma vez por todas o dilema, o Tratado de Badajs, estabelecia uma revalidao do Tratado de Madri. 7. Minerao As primeiras jazidas aurferas, foram encontradas na regio correspondente, atualmente, ao estado de Minas Gerais, por bandeirantes paulistas. Havia dois modelos fundamentais de extrao de ouro nas Minas Gerais: 1. Sistema de lavras: pelo qual havia a extrao do ouro em grandes jazidas, empregando-se ferramentas especializadas e mo de obra em larga escala. 2. Sistema de faiscao: era marcado pela simplicidade dos recursos, em que um garimpeiro ou um pequeno grupo, extraa o outro, de forma livre, nas margens dos rios. 8. Administrao na regio mineradora De toda a quantidade de ouro encontrada, 20% deveriam ser repassados para a Coroa portuguesa. Intendncia das Minas: visava garantir uma certa ordem e fiscalizao necessria sobre a minerao. Em 1760, foi instituda pelo governo portugus a derrama, na qual se procedia a cobrana dos impostos atrasados, utilizando-se de meios, muitas vezes violentos. A revolta provocada pela derrama foi um dos fatores principais para o arranjo da Inconfidncia Mineira, em 1789. 9. Distrito Diamantino: era o grande centro de extrao das pedras de diamantes, que por volta de 1729, foram descobertos em Minas Gerais. A minerao permitiu a formao de um cerdo mercado interno no Brasil. 10. Distrito Diamantino 11. Era Pombalina O Perodo Pombalino vai de 1760 a 1808 e leva esse nome devido as reformas realizadas na metrpole e nas colnias portuguesa, pelo primeiro- ministro de Portugal, Marqus de Pombal. Escolhido pelo rei de Portugal D. Jos I para ocupar o cargo de primeiro- ministro, Pombal tinha o objetivo de realizar reformas que recuperassem a economia portuguesa tendo como plano de fundo a crise do Antigo Regime e a subida das ideias iluministas. Um novo modo educacional, agora pblico, foi implementado com a Refor ma Pombalina, visando diversificar o contedo, incluir a verso cientfica, e torn-lo mais prtico atravs das aulas rgias. Politicamente, o poderoso ministro D. Jos buscava fortalecer o poder da Coroa. Houve a extino das Capitanias Hereditrias. 12. Com a mote de D. Jos, o trono foi ocupado por sua filha D. Maria I, que afastou o Marqus de Pombal do governo e reabilitou os inimigos do ministro. Com a queda de Pombal, aconteceu o que a historiografia portuguesa chama de Viradeira.