exerccios com gabarito de biologia ecologia - relaes ... | projeto medicina – d) a riqueza de...

Download Exerccios com Gabarito de Biologia Ecologia - Relaes ...  | Projeto Medicina –  d) a riqueza de espcies, a diversidade fenotpica e a ecologia. e) a riqueza de espcies, a

Post on 06-Feb-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1 | Projeto Medicina www.projetomedicina.com.br

    Exerccios com Gabarito de Biologia Ecologia - Relaes Harmnicas e

    Desarmnicas 1) (Cesgranrio-1995)

    Num recipiente, com meio de cultura prprio para paramcios, introduziram-se duas populaes diferentes:"'Paramaecium caudatu"' e"'Paramaecium aureli"' com nmeros aproximadamente iguais de indivduos das duas espcies. As populaes foram contadas, diariamente, durante alguns dias. A anlise do grfico a seguir permite concluir-se que a(s): a) capacidade de reproduo de "P. caudatum" muito pequena. b) populao de "P. aurelia" mais forte que a"'P. caudatum". c) populao de"'P. aurelia" predadora da populao de"'P. caudatu"'. d) duas espcies ocupam o mesmo nicho ecolgico. e) duas espcies so comensais. 2) (PUC - SP-2008) () Como se no bastasse a sujeira no ar, os chineses convivem com outra praga ecolgica, a poluio das guas por algas txicas. H vrios anos as mars vermelhas, formadas por essas algas, ocupam vastas reas do litoral chins, reduzindo drasticamente a pesca e afugentando os turistas. O Avano das Algas Txicas in Revista Veja, 3 de outubro de 2007 O trecho acima faz referncia a um fenmeno causado pela a) multiplicao acentuada de vrias espcies de produtores e consumidores marinhos, geralmente devida eutroficao do ambiente. b) multiplicao acentuada de dinoflagelados, geralmente devida eutroficao do ambiente. c) multiplicao acentuada de vrias espcies de produtores e consumidores marinhos devida ao aumento do nvel de oxignio no ambiente. d) baixa capacidade de reproduo de dinoflagelados, geralmente devida eutroficao do ambiente.

    e) baixa capacidade de reproduo do zooplncton e do fitoplncton devida ao aumento do nvel de oxignio no ambiente. 3) (UECE-2001) A avoante, tambm conhecida como arriba (Zenaida auriculata noronha) uma ave migratria que se desloca no Nordeste, acompanhando o ritmo das chuvas, encontrando-se ameaada de extino, em decorrncia da caa indiscriminada. A relao do homem com esta ave : a) harmnica, intra-especfica e de predao b) desarmnica, intra-especfica e de comensalismo c) harmnica, inter-especfica e de parasitismo d) desarmnica, inter-especfica e de predao 4) (PUC - RS-2006) A construo de cidades altera as condies ambientais de uma rea natural, provocando a substituio da comunidade bitica original por uma comunidade composta por espcies nativas do local e espcies exticas (trazidas pelo homem de outras partes do mundo). Nesta nova comunidade, as espcies exticas interagem com as espcies locais, podendo prejudic-las, benefici-las ou, mesmo, no afet-las significativamente. Os gatos domsticos, por exemplo, podem comer os ovos de espcies de aves que nidifiquem no cho, ou prximo dele, exterminandoas, assim, de reas pequenas. Se a rea original fosse coberta por uma floresta, algumas de suas plantas e animais nativos poderiam permanecer em parques, enquanto outros desapareceriam. Outras plantas poderiam ser utilizadas em projetos de paisagismo ou de arborizao das vias pblicas. Contudo, as populaes da maioria destas espcies seriam menores e os seus indivduos estariam mais dispersos espacialmente. Conseqentemente, os indivduos de uma dada espcie com populao pequena poderiam apresentar um maior grau de parentesco e, por serem mais semelhantes, sua espcie poderia ter uma menor probabilidade de adaptao frente a variaes ambientais. Neste novo contexto, no entanto, as interaes entre as espcies e entre elas e o meio abitico continuariam desempenhando um papel fundamental para a manuteno da comunidade. A reproduo de determinadas espcies vegetais, por exemplo, continuaria dependendo do servio prestado por animais polinizadores (como morcegos e beija-flores) e dispersores de sementes (como sabis e bem-te-vis). Os trechos sublinhados no texto referem-se aos trs nveis de biodiversidade. Esses nveis so, respectivamente, a) a diversidade de espcies, a evoluo biolgica e a diversidade de processos ecolgicos. b) a diversidade de espcies, a diversidade gentica e a diversidade de processos ecolgicos. c) a diversidade de origens, a diversidade gentica e a diversidade de ecossistemas.

  • 2 | Projeto Medicina www.projetomedicina.com.br

    d) a riqueza de espcies, a diversidade fenotpica e a ecologia. e) a riqueza de espcies, a densidade populacional e o paisagismo natural. 5) (PUC - RS-2006) A construo de cidades altera as condies ambientais de uma rea natural, provocando a substituio da comunidade bitica original por uma comunidade composta por espcies nativas do local e espcies exticas (trazidas pelo homem de outras partes do mundo). Nesta nova comunidade, as espcies exticas interagem com as espcies locais, podendo prejudic-las, benefici-las ou, mesmo, no afet-las significativamente. Os gatos domsticos, por exemplo, podem comer os ovos de espcies de aves que nidifiquem no cho, ou prximo dele, exterminandoas, assim, de reas pequenas. Se a rea original fosse coberta por uma floresta, algumas de suas plantas e animais nativos poderiam permanecer em parques, enquanto outros desapareceriam. Outras plantas poderiam ser utilizadas em projetos de paisagismo ou de arborizao das vias pblicas. Contudo, as populaes da maioria destas espcies seriam menores e os seus indivduos estariam mais dispersos espacialmente. Conseqentemente, os indivduos de uma dada espcie com populao pequena poderiam apresentar um maior grau de parentesco e, por serem mais semelhantes, sua espcie poderia ter uma menor probabilidade de adaptao frente a variaes ambientais. Neste novo contexto, no entanto, as interaes entre as espcies e entre elas e o meio abitico continuariam desempenhando um papel fundamental para a manuteno da comunidade. A reproduo de determinadas espcies vegetais, por exemplo, continuaria dependendo do servio prestado por animais polinizadores (como morcegos e beija-flores) e dispersores de sementes (como sabis e bem-te-vis). Quais das interaes abaixo, entre espcies exticas e nativas, podem causar prejuzos para estas ltimas? a) Comensalismo, inquilinismo e mutualismo. b) Comensalismo, parasitismo e predao. c) Competio, mutualismo e predao. d) Competio, parasitismo e predao. e) Competio, predao e neutralismo. 6) (UERJ-2003) A diversidade de espcies de zooplncton encontrada em quatorze lagos estudados em Indiana, EUA, foi comparada produtividade primria do ecossistema. As relaes entre esses dois fatores est representada no grfico abaixo.

    Justifique a diferena na diversidade de espcies encontrada entre os lagos fortemente poludos e os lagos com pouca ou nenhuma poluio. 7) (UFC-2002) A erva-de-passarinho e algumas bromlias so plantas que fazem fotossntese e vivem sobre outras. No entanto, a erva-de-passarinho retira gua e sais minerais da planta hospedeira enquanto as bromlias apenas se apiam sobre ela. As relaes da erva-de-passarinho e das bromlias com as plantas hospedeiras so, respectivamente, exemplos de: a) parasitismo e epifitismo. b) epifitismo e holoparasitismo. c) epifitismo e predatismo. d) parasitismo e protocooperao. e) inquilinismo e epifitismo. 8) (Unicamp-2002) A espcie A um caro comum em plantaes de morango na Califrnia que causa danos quando atinge a densidade de 20 indivduos por lote de morango. Pesquisadores observaram que, nos lotes de morango em que ocorria a espcie A, ocorria tambm outra espcie de caro (espcie B). Visando compreender a interao entre essas espcies, realizou- se um experimento em laboratrio, no qual se introduziu a espcie B em uma criao da espcie A. Aps algum tempo, os pesquisadores aplicaram um defensivo agrcola (D) na criao. Os resultados obtidos esto mostrados no grfico abaixo.

  • 3 | Projeto Medicina www.projetomedicina.com.br

    a) Tendo em vista os resultados obtidos, explique qual a interao entre as duas espcies na natureza. b) A que se deve o aumento da densidade populacional da espcie A aps a primeira aplicao do defensivo agrcola? c) Como esses resultados podem ser teis agricultura? 9) (PASUSP-2009) A imagem mostra, no rio Cuiab (Mato Grosso), um tuiui com uma piranha no bico. A cena representa parte de uma cadeia alimentar na natureza. No entanto, a construo de uma nova rodovia na regio pode provocar desmatamento e afetar os ninhais dessa ave, provocando uma grande migrao. Em uma simplificao da situao, considerando apenas essas duas espcies, assinale a afirmao que indica como essa alterao do ambiente poder afetar as populaes de tuiuis e piranhas na referida regio.

    a) Aumento na populao de tuiuis e diminuio da populao de piranhas. b) Aumento na populao de tuiuis e sem alterao na populao de piranhas. c) Sem alterao na populao de tuiuis e diminuio na populao de piranhas. d) Diminuio na populao de tuiuis e aumento na populao de piranhas. e) Diminuio na populao de tuiuis e diminuio na populao de piranhas. 10) (Unifesp-2003) A raflsia uma planta asitica que no possui clorofila e apresenta a maior flor conhecida, chegando a 1,5 metro de dimetro. O caule e a raiz, no entanto, so muito pequenos e ficam ocultos no interior de outra planta em que a raflsia se instala, absorvendo a gua e os nutrientes de que necessita. Quando suas flores se abrem, exalam um forte odor de carne em decomposio, que atrai muitas moscas em busca de alimento. As moscas, ao detectarem o engano, saem da flor, mas logo pousam em outra, transportando e depositando no estigma desta os gros de plen trazidos da primeira flor. O texto descreve duas interaes biolgicas e um processo, que podem ser identificados, respectivamente, como a) inquilinismo, mutualismo e polinizao. b) inquilinismo, comensalismo e fecundao.

    c) parasitismo, mutualismo e polinizao. d) parasitismo, comensalismo e fecundao. e) parasitismo, comensalismo e polinizao. . 11) (UFMG-2006) Analise estes grficos, em que est representado o efeito da pastagem de uma populao herbvora que se alimenta, preferentemente, de gramneas sobre uma comunidade vegetal:

    Considerando-se as informaes contidas nesses

Recommended

View more >