evangelizacao de bebes

Download Evangelizacao de Bebes

Post on 26-Nov-2015

67 views

Category:

Documents

8 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Evangelizao Infanto-juvenil do N.E Maria de Nazar

    Evangelizao para Bebs

    Ciclo A - 0 a 1 ano e 10 meses Ciclo B 1 ano e 11 meses at 2 anos e 11 meses

    1 Evangelizao para Bebs: como tudo comeou...

    Essa tarefa surgiu da idia de se construir um espao onde pudesse ser trazida a realidade espiritual e evanglica atravs de uma linguagem que tocasse esses coraes infantis. Nesse sentido optamos pelo nome Evangelizao para bebs e no Berrio, pois o objetivo no era a construo de um espao onde as crianas ficassem para que suas mes/pais pudessem assistir o estudo em outro local. Ao contrrio, pensamos que a presena dos pais em conjunto com os bebs no processo de evangelizao de seus filhos seria fundamental. Para, alm disso, evangelizao para bebs retrata melhor o trabalho desenvolvido com contedo evanglico-doutrinrios, semelhante ao que realizado nos demais ciclos da evangelizao infantil.

    Inicialmente essa evangelizao para bebs foi pensada em um ciclo para crianas de 0 a 2 anos e 11 meses. Porm percebeu-se que uma variao de idade muito grande nessa faixa etria, com fases de desenvolvimento bem diferenciadas. Optamos ento, no segundo ano da tarefa em organiz-la em dois ciclos em 2009, que chamamos de Ciclo A - de 0 a 1 ano e 10 meses (aproximadamente) e Ciclo B de 1 ano e 11 meses a 3 anos. A diviso no puramente cronolgica, ela vai variar de acordo com cada criana e seu desenvolvimento, podendo a criana com menos de 1 ano e 11 meses passar para o ciclo B.

    2 Quem evangelizado: bebs e a presena da mame e do papai...

  • Ao pensar na Evangelizao para Bebs entendemos que algum fundamental precisaria participar desse momento: as mes e/ou os pais. Mais do que trazer seus filhos, os pais tem presena ativa no processo de evangelizao dos mesmos e participam da aula tanto quanto os bebs.

    Essa importncia se traduz basicamente em trs aspectos:

    a) A evangelizao para bebs traz um contedo evanglico-doutrinrio que evangeliza tanto os bebs quanto suas mes/pais.

    b) Para alm do contedo, a evangelizao, tanto pelo seu aspecto vibracional como pela proposta de construir uma comunicao com a criana, tem como consequncia um trabalho no vnculo entre me/pai e o beb: os aproxima e facilita a recepo harmoniosa desse esprito em seu processo reencarnatrio.

    c) Apresenta possibilidades para os pais continuarem o processo de evangelizao em casa, com o estmulo ao Culto do Evangelho no Lar incluir tambm o beb, partindo da repetio das experincias vividas na aula da semana.

    No Ciclo A, a presena das mes e/ou pais fundamental: garante a ambientao da criana e os aspectos relatados acima so trabalhados.

    No Ciclo B, a presena de mes e pais desejvel, mas varia de acordo com a adaptao de cada criana e necessidade da famlia. Esse ciclo B tambm uma transio para o prximo ciclo de evangelizao infantil, onde no haver presena dos pais, ento entendemos ser importante que a ausncia da me/pai seja feita de forma gradual.

    3 Como se comunica com bebs: o emocional, o sensorial e o ldico

    A evangelizao nessa faixa etria no somente um espao apenas para ambientao das crianas casa esprita e realidade espiritual, tambm momento de trazer a partir dos registros sensorial, emocional e ldico o contedo evanglico-doutrinrio.

    Na busca de bem realizar as aulas de Evangelizao para Bebs, um aspecto importante que verificamos para atender a essa faixa etria, foi organizao do ambiente, buscando auxiliar o registro do contedo evanglico-doutrinrio, como anteriormente colocamos. O espao planejado e construdo para facilitar os encontros, interaes e trocas (me/pai e crianas) e principalmente o bem estar de todos do grupo. As crianas junto aos responsveis constroem a sala com sua participao ativa.

    No espao sala no h cadeiras e mesas, o cho coberto por tapetes coloridos (EVA) para que as crianas circulem livremente. A cada aula, quando h atividades (de registro), as mesmas vo servindo de decorao e ambientao da sala, proporcionando a participao de todos na sua construo, gerando assim maior pertencimento do ambiente.

    O material para as crianas Ciclo A - de 0 a 1 ano e 10 meses (aproximadamente) que escolhemos como ponto de partida foi o Tapete Contador de Histrias, nele inicialmente trazemos o contedo da aula. A escolha por esse recurso que um material adequado a faixa etria, de manuseio seguro para as crianas, pois feito de pano, bem ldico e que possibilita grande interao entre elas. Na vivncia com os bebs, utilizamos tambm como recurso nas aulas, bonecos de pano e muita msica. Nas aulas, por exemplo, de reino vegetal e mineral, todos experimentaram legumes, frutas, verduras, sentiram o contato com a terra, com a gua e sempre bem juntinho aos pais e ou responsveis.

  • J no material do Ciclo B de 1 ano e 11 meses a 3 anos ns tambm utilizamos o tapete, mas o principal recurso a Contao de Histria com a participao das crianas. Buscamos a cada estudo ambientar a sala (cidade de Nazar, Jerusalm, o deserto, o poo de Silo, etc.) e nesse espao de vivncia das parbolas e histrias que acontece a Evangelizao. Para melhor assimilao o material concreto adequado ao tamanho das crianas, construmos cubos vazados que so casas (onde elas entram), o poo de Silo onde elas buscam gua para fluidificar, Jesus (em forma de boneco), etc.

    Acreditamos que na vivncia desse espao rico e em constante transformao (com Evangelho, afeto, ateno e interao) que as crianas estabelecem relaes, registram e sentem o contedo evanglico-doutrinrio.

    4 Como se organizam as aulas : importncia da rotina

    As crianas na faixa etria dos dois ciclos precisam de uma rotina estruturada e previsvel para que consiga compreender o momento em que est inserida. Juntamente rotina, a ateno concentrada em uma mesma atividade no passa de 15 minutos.

    Assim, organizamos as aulas de ambos os ciclos em 4 tempos de 15 minutos. Cada parte da aula tem um objetivo e ao fim de cada uma inicia-se outra com caractersticas diferentes para que o beb consiga manter sua ateno em uma atividade agradvel. Os quatro tempos so:

    1) Integrao no qual as crianas e pais/mes so recepcionadas e a msica tem um lugar central.

    2) Histria onde o contedo da aula trazido atravs da narrao de histrias, usando como recurso didtico o tapete contador de histrias (ciclo A) e a histria participativa (ciclo B)

    3) Experimentao - atividade prtica onde os bebs experimentam sensaes, emoes e desenvolvem aes que complementam o contedo trazido na histria.

    4) Socializao - momento de encerramento da aula, realizado aps a prece, em que h espao para troca entre mes/pais sobre questes ligadas recepo deste esprito e evangelizao da famlia, bem como troca e compartilhamento entre os bebs maiores, onde feito um lanche coletivo.

  • Observao: h aulas, especialmente no ciclo B, que os momentos 2 e 3 se misturam em apenas um momento. Quando isso ocorre, esse momento nico apresenta etapas, sempre respeitando o tempo mximo de 15 minutos em cada uma.

    Experincia de 2008:

    Tivemos um nico ciclo e a programao previu apenas um semestre de temas, pois suas atividades iniciaram-se em agosto de 2008.

    Os temas foram construdos explorando os dois primeiros princpios fundamentais da Doutrina Esprita: Deus e Jesus. O tema Deus foi mais explorado, trabalhado conjuntamente com outros temas, especialmente Evoluo.

    Percebemos nesse ciclo a necessidade de sempre pensar em atividades que contemplem os bebs menores (at 11 meses) e os maiores de 1 ano, que apresentam necessidades e interesses diferenciados.

    Experincia de 2009: Ciclo A e Ciclo B.

    Nesse ano optou-se por fazer uma programao anual diferente para cada ciclo, de acordo com as faixas etrias descritas acima.

    No Ciclo A seguiu-se o mesmo roteiro do ano anterior, tendo como tema geral Deus, entretanto com mais tempo para trabalhar os diversos aspectos das aulas da programao. Estamos em constante avaliao e repensar dessa evangelizao para bebs e estamos refletindo o que seria melhor nesse Ciclo A: se um ano de programao mais gradual ou 6 meses de programao que se repetiria. Essa repetio seria importante para que o aprendizado se fixe melhor nos coraes e mentes infantis, pois em 6 meses nessa etapa da reencarnao o desenvolvimento surpreendente e bastante rpido e a aula repetida seria percebida pelas crianas de forma bastante diferente que h meses atrs.

    No Ciclo B o tema geral trabalhado Jesus. A proposta foi iniciar do nascimento de Jesus, Jesus-beb, Jesus-menino at Jesus adulto. O temrio foi pensado com o objetivo de trazer Jesus para prximo dos coraes infantis, tornando-o um amigo sempre presente, reconhecendo-o como nosso irmo mais velho com muito a nos ensinar. O primeiro semestre de 2009 trabalhou diversos temas com

  • Jesus criana e no segundo semestre Jesus cresce e se torna adulto, se apresentando como o grande contador de histrias, possibilitando introduzir as parbolas.

    5 Temrio

    Ciclo A - Programao 2009 1- Deus Pai Criador 2- Deus Criador - Reino mineral: gua 3- Deus Criador - Reino Mineral : Pedras 4- Deus Criador - Reino mineral: Terra 5- Deus Criador - Reino Vegetal : Sementes - Parbola do Semeador 6- Deus Criador - Reino Vegatal: Sementes - Fluido vital 7- Deus Criador - Reino vegetal: Plantas (Folhas comestveis) 8- Deus Criador - Reino vegetal - Legumes (Degustao) 9- Deus Criador - Reino Vegatal - rvore (fotossntese) 10- Deus Criador - Reino vegetal : Flores 11- Deus Pai Criador - Reino Vegetal: Frutos (degustao) 12- Deus Pai Criador- Reino Vegetal: Ciclo da vida: Plantar a semente, nascer a plantinha