Eu sei que eu no consigo - Obra Social Paulo VI ? Eu sei que eu no consigo ... ns aplaudimos

Download Eu sei que eu no consigo - Obra Social Paulo VI ?  Eu sei que eu no consigo ... ns aplaudimos

Post on 30-Nov-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

TRANSCRIPT

Eu sei que eu no consigo... Como construir a autoconfiana na criana Porque que h crianas que acreditam que podem conquistar o mundo, enquanto outras duvidam das suas capacidades para encontrar a loja da esquina? Pomos ns muita tenso na competio e no sucesso? Como podemos ajudar a criana a construir a autoconfiana? Nos primeiros anos de vida a criana est muito ocupada a aprender coisas novas. E faz com que as outras pessoas reparem nela: Olha para mim, olha para o que eu sou capaz de fazer. As suas pequenas realizaes precisam de ateno e elogios. Quando a criana vai para a escola, a competio est de repente sua volta. Ela v como ns idolatramos vencer no nosso trabalho, no desporto, nas nossas vidas. No espanta que ela tenha essa preocupao. O meu pai melhor que o teu porque ganha mais dinheiro. A minha equipa melhor do que a tua porque ns fomos a equipa vencedora. Eu sou melhor do que tu porque eu tive 84% no teste. Ns esquecemo-nos de que para algum ganhar, algum tem que perder por vezes muitas pessoas tm que perder. E muito frequentemente ns pensamos que todas as pessoas que perdem so falhadas e frustradas. O sucesso pode ser desencorajador Frequentemente a criana trabalha muito para ser bem sucedida porque recebe elogios, mas ela pode perder totalmente a alegria e a satisfao que vem simplesmente do facto de participar. Se ela no alcana o seu objectivo ou o objectivo que os seus pais lhe determinaram pode perder a confiana em si prpria. Pode ficar com medo de falhar. O amor e os valores da famlia podem ajudar muito a reduzir este medo. Quando a competio est nossa volta, a autoconfiana prepara a criana para lidar com o mundo real. Aqui esto algumas sugestes para ajudar a criana a ter estima por si prpria e confiana nas suas capacidades: 1. O sucesso no to importante como estar envolvido e divertir-se. Tanto as crianas como os adultos tm dificuldade em assimilar esta ideia. Uma criana de oito anos, por exemplo, pode jogar futebol por diverso, e no para competir. As recompensas podem ser: aprender a trabalhar em equipa e em cooperao, desenvolver competncias, testar limites. Muito frequentemente, ns aplaudimos o vencedor e ignoramos quem perde. Mais cooperao entre os pais, os treinadores, os professores e os jovens lideres pode ajudar a reduzir a importncia de ganhar e ajudar a construir a autoconfiana. A questo chave depois do jogo no Ganhaste?, mas Divertiste-te? 2. A criana precisa de objectivos que combinem os seus desejos com as suas competncias. Pedir a um estudante mdio para ficar satisfeito com uma nota que no seja abaixo dos 80% em todas as matrias colocar muito stress no sucesso. Esperar que uma rapariga que no grande nadadora venha para casa com uma medalha tambm injusto. Deixem-na nadar por diverso... 3. Evite comentrios desencorajadores. Se a criana tem um fraco desempenho numa actividade, no se dirija a ela com: Bem, tu hoje mais valia no teres sado de casa. Procure antes encorajar. Todas as crianas tm uma ou duas reas em que so melhores do que no resto. Elogie esses aspectos e encoraje os outros. Sublinhe que tudo o que ela tem que fazer dar o seu melhor. Ensine-lhe estratgias para melhorar os seus hbitos de estudo, proporcione-lhe ajuda extra tanto em casa como na escola. 4. Nem por um minuto sugira que o seu amor est ligado ao desempenho da criana. Encoraje-a a desempenhar-se bem em todas as actividades. A confiana cresce num ambiente cheio de amor e afecto. Amor, segurana e aceitao so o corao da vida de famlia. Triunfos e derrotas devem ser esperados e aceites. 5. Quando a criana estiver desencorajada Eu sou mesmo um fracasso deixe-a expressar os seus sentimentos mas ajude-a a ver-se a si prpria numa perspectiva mais positiva. Sublinhe as suas realizaes no passado. Relembre-a das suas competncias especiais. Encoraje-a a divertir-se, a fazer aquilo que ela gosta, mesmo que ela no seja muito boa nisso. O objectivo no ganhar a todo o momento. 6. A autoconfiana vem com encontros desafiantes. H muitas maneiras de ajudar a sua criana a desenvolver o sentido de realizao: jogos de famlia, desportos na vizinhana, tarefas domsticas como arrumar a sala ou lavar o carro, fazer alguma coisa fcil. Isso ajuda-a a ver que ela pode desempenhar-se bem e ser reconhecida. Toda a famlia deve tentar participar. Mas no deixar a criana ganhar. A sua pequena decepo pode apenas aumentar o seu sentimento de falha (Eu sou to desajeitada que o pai pensa que tem que me deixar ganhar). 7. No esconda as suas falhas. Teve dificuldades na matemtica? J alguma vez teve uma falha crucial contra a sua prpria equipa desportiva? Isso ajuda a criana a perceber que a me e o pai tambm no so perfeitos, e que depois ficam bem. 8. Seja um exemplo. As suas atitudes competitivas so transmitidas para o seu filho? Se tem uma concepo saudvel sobre o ganhar e o perder, a sua criana provavelmente seguir o seu exemplo. Encoraje menos o alcanar dos resultados e mais alegria da satisfao. Ns no temos que ser bons a fazer alguma coisa que nos d satisfao. Lembre-se que a autoconfiana da criana no vem do facto de ela ter sucesso. Vem de uma slida fundao no amor da famlia. Vem de saber resolver e ultrapassar os problemas. A famlia pode ser uma grande ajuda! Texto adaptado por Isabel Duarte de: FEELINGS AND YOUR CHILD Canadian Mental Health Association. Ilustrao: Kathy Silva