estudo estatistico sobre taekwondo

Download estudo estatistico sobre taekwondo

Post on 29-Mar-2016

217 views

Category:

Documents

5 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

estudo realizado por horcio lopes

TRANSCRIPT

  • TAEKWONDO DESPORTO DE COMPETIO

    UM ESTUDO ESTATSTICO ...

    Pgina n1 Mtr. Horcio Fernando Costa Lopes, 4 Dan Kukkiwon; Scio FPT n158

    TAEKWONDOTAEKWONDO

    HORCIO LOPES

    INTRODUO

    O presente trabalho, realizado para avaliao no 1 Curso de Treinadores de 3 Nvel, da Federao Portuguesa de Taekwondo, pretende colmatar uma lacuna existente no Taekwondo Nacional.

    A total ausncia de estudos estatsticos da vertente desportiva do Taekwondo, ser uma das causas de alguma inconsistncia dos resultados observados nas competies de mais alto nvel no nosso pais. O conhecimento de algumas tendncias observveis atravs de um estudo estatstico poder levar correco de anomalias organizativas.

    Espero de alguma forma poder contribuir para uma melhor compreenso dos fenmenos desportivos tanto no campo daqueles que se dedicam por inteiro vertente competio, como no campo da arbitragem.

    Por outro lado, poderemos beneficiar tambm com um melhor enquadramento e caracterizao da modalidade.

    MBITO

    O mbito deste estudo foi o Campeonato Nacional de Combates 2001, que decorreu nos dias 26 e 27 de Maio de 2001, no Pavilho da Siderurgia Nacional, no Seixal.

    Nesta competio, por fora do mtodo de seleco utilizado, estavam representados os melhores atletas nacionais da modalidade, nos vrios pesos e escales, ou pelo menos, aqueles que, no sendo os melhores, demonstraram resultados mais consistentes ao longo das provas de apuramento, tendo alcanado um lugar no Ranking que lhes permitiu aceder ao Campeonato Nacional.

    Por outro lado estiveram presentes rbitros, cujo enquadramento em termos qualitativos se assemelha aos atletas. Conclui-se portanto, ser uma amostra qualitativamente considervel e representativa do melhor que se faz no pais em termos de

    desporto de competio.

    MTODO DE TRABALHO

    O mtodo de trabalho utilizado foi a recolha de acontecimentos nos combates, por anlise das folhas de resumo de mesa de controlo, complementados com a anlise da filmagem Vdeo realizada na prova.

    CONTAGENS EFECTUADAS

    1- Pontos atribudos por cada juiz ao longo do 1, 2 e 3 assaltos. 2- Pontos considerados vlidos no final de cada assalto 3- Avisos aplicados pelo rbitro em cada assalto 4- Faltas aplicadas pelo rbitro em cada assalto 5- N de vitrias atribudas por cor de colete 6- Atribuio de vitrias por pontos em relao a todas as outras Com base nestas contagens foram aplicados mtodos estatsticos para anlise de algumas tendncias. A mtodo aplicado foi o clculo de percentagens e de valores mdios. Por fora de ser um trabalho limitado fisicamente a 10 pginas e por ser crucial estudar fenmenos variados, no limitando o estudo a

    apenas dois ou trs acontecimentos, optei por reduzir o tipo de anlises efectuadas para poder alargar os estudos a 15 elementos variados: 1. N mdio de pontos atribudos por juiz; 2. N mdio de pontos atribudos por assalto; 3. N mdio de pontos atribudos por

    combate e escalo; 4. N mdio de pontos atribudos por Juiz e cor de colete; 5. N mdio de pontos vlidos por assalto e por cor de colete; 6. N mdio de pontos vlidos por escalo; 7. N mdio de pontos vlidos por cor de colete; 8. N mdio de avisos por assalto e combate; 9. N mdio de avisos por cor de colete; 10. N mdio de faltas por assalto e combate; 11. N mdio de faltas por combate e por cor de colete; 12. Relao N de avisos/pontos e faltas/pontos por cor de colete; 13. N mdio de pontos vlidos por cor de colete e escalo; 14. Percentual de vitrias por cor de colete e escalo; 15. Percentual de vitrias por pontos e por outras formas por escalo.

  • TAEKWONDO DESPORTO DE COMPETIO

    UM ESTUDO ESTATSTICO ...

    Pgina n2 Mtr. Horcio Fernando Costa Lopes, 4 Dan Kukkiwon; Scio FPT n158

    TAEKWONDOTAEKWONDO

    HORCIO LOPES

    ESTUDOS EFECTUADOS

    1. N MDIO DE PONTOS ATRIBUIDOS POR JUIZ Este estudo visa analisar o n mdio de pontos que cada Juiz atribuiu ao longo dos trs assaltos, a ambos os competidores. A sua

    utilidade prende-se com a formao de rbitros como indicao do nvel de actividade que cada rbitro desenvolver na prova. Ser tambm til para escalonar as competies por nvel de competitividade.

    Juiz 1 = 36,966618

    66771229313470122

    66161310741 =

    +++++=

    +++++ xxxxxxpontos

    Juiz 2 = 74,866577

    6682121891216797

    66171411852 =

    +++++=

    +++++ xxxxxxpontos

    Juiz 3 = 11,966601

    66781249213165111

    66181512963 =

    +++++=

    +++++ xxxxxxpontos

    Concluso: O Juiz 1 atribuiu 9,36 pontos em mdia por combate, o Juiz 2, 8,74 pontos e o Juiz

    3, 9,11 pontos. De todos, o Juiz que atribuiu menos pontos por combate foi o Juiz 2. Hiptese a considerar: Da cadeira do Juiz 1 obtm-se uma viso mais clara e ampla possibilitando uma

    maior percepo dos pontos.

    2. N MDIO DE PONTOS ATRIBUIDOS POR ASSALTO Este estudo visa analisar em qual dos assaltos existe uma maior actividade de atribuio de pontos. No esquecer que a atribuio de

    pontos corresponde a uma maior iniciativa por parte dos competidores no sentido de pontuarem, como forma de ganharem o combate.

    1 Assalto = 06,866532

    6665677011197122

    66

    6

    1 =+++++

    =

    =i

    ixpontos

    2 Assalto = 1066660

    66928993131121134

    66

    12

    7==

    +++++=

    =i

    ixpontos

    3 Assalto = 15,966604

    66788277124121122

    66

    18

    13 =+++++

    =

    =i

    ixpontos

    Concluso: O primeiro assalto o menos produtivo em termos de pontos atribudos, em

    oposio ao segundo, onde a mdia dos pontos atribudos ascende a 10. Hiptese a considerar: Se no primeiro assalto a produo de pontos inferior, talvez por questes de

    estratgia, uma hiptese a considerar seria a reduo de tempo dos assaltos e o aumento do n dos mesmos. ( Por exemplo: 4 assaltos de 2 minutos para Seniores ou 5 assaltos de 1,5 minutos, idem ). Desta forma poderia criar-se mais competitividade.

    9,36

    8,74

    9,11

    8,48,68,89

    9,29,4

    Juiz 1 Juiz 2 Juiz 3

    8,0610 9,15

    02468

    10

    1 Assalto 2 Assalto 3 Assalto

  • TAEKWONDO DESPORTO DE COMPETIO

    UM ESTUDO ESTATSTICO ...

    Pgina n3 Mtr. Horcio Fernando Costa Lopes, 4 Dan Kukkiwon; Scio FPT n158

    TAEKWONDOTAEKWONDO

    HORCIO LOPES

    3. N MDIO DE PONTOS ATRIBUIDOS POR COMBATE E ESCALO Este estudo visa analisar o n de pontos atribudos por combate e escalo, considerando o total de pontos atribudos pelos trs juizes.

    Juniores Masculinos:

    04,1924457

    24212619374137232120373438111210262222

    24

    18

    1 =+++++++++++++++++

    =

    =i

    yi

    Juniores Femininos:

    55,259230

    9794161718131712111312121214151216

    9

    18

    1 =+++++++++++++++++

    =

    =i

    zi

    Seniores Femininos:

    2614364

    14181819282023171516282428111412241930

    14

    18

    1==

    +++++++++++++++++=

    =i

    wi

    Seniores Masculinos

    21,3919745

    19322935434344393645555056312934464454

    19

    18

    1 =+++++++++++++++++

    =

    =i

    ri

    Global

    21,2766

    179666

    7882771241211229289931311211346567701119712266

    18

    1 =+++++++++++++++++

    =

    =i

    xi

    Concluso: Por ordem decrescente poderemos ordenar do seguinte modo os escales onde so

    atribudos mais pontos, por parte dos juizes, em termos mdios por combate: 1 Snior Masculino 39,21 pontos por combate ( aproximadamente 13 pontos por Juiz ); 2

    Snior Feminino e Jnior Feminino +/- 26 pontos por combate ( aproximadamente 8,6 pontos por Juiz ); 3 Jnior Masculino 19 pontos por combate ( aproximadamente 6,3 pontos por Juiz )

    O escalo Snior Masculino sem dvida o mais produtivo em termos de produo de pontos; por outro lado, o escalo Jnior Masculino representa apenas 49% da mdia de pontos do anterior. No que diz respeito s senhoras, em ambos os escales etrios a produo de pontos semelhante.

    Hiptese a considerar: Em termos de segurana para os atletas poderiam ser promovidas competies femininas

    abertas a Jnior e Snior. No tocante aos homens importante continuar a considerar as divises Juniores e Seniores existentes.

    4. N MDIO DE PONTOS ATRIBUIDOS POR JUIZ E POR COR DE COLETE Este estudo visa analisar o n mdio de pontos que cada juiz atribuiu a cada cor de colete. Como sabido, os juizes esto colocados

    em pontos diferentes na rea de competio, estando sujeitos por isso a perspectivas diferentes.

    Azul Vermelho

    Juiz 1 73,566

    37866

    12213412266

    1371 =++

    =

    ++ xxx64,3

    66240

    66779370

    6616104 =

    ++=

    ++ xxx

    Juiz 2 14,566

    33966

    1211219766

    1482 =++

    =

    ++ xxx 60,3

    66238

    66828967

    6617115 =

    ++=

    ++ xxx

    Juiz 3 55,566

    36666

    12413111166

    1593 =++

    =

    ++ xxx56,3

    66235

    66789265

    6618126 =

    ++=

    ++ xxx

    19,0625,55 26

    39,21

    27,21

    0

    10

    20

    30

    40

    JUN M JUN F SEN F SEN M TOTAL

  • TAEKWONDO DESPORTO DE COMPETIO

    UM ESTUDO ESTATSTICO ...

    Pgina n4 Mtr. Horcio Fernando Costa Lopes, 4 Dan Kukkiwon; Scio FPT n158

    TAEKWONDOTAEKWONDO

    HORCIO LOPES

    Concluso: O n mdio de pontos atribudos por cada Juiz aos dois competidores, azul e vermelho,

    difere no que respeita ao competidor azul num intervalo de 6 dcimas, enquanto que semelhante para o competidor vermelho.

    Hiptese a considerar: Os Juizes observam com mais ateno o competidor azul, fisicamente, e os pontos que o

    seu adversrio lhe marca Desta forma se pode compreender a uniformidade no n mdio de pontos atribudos ao competidor vermelho. Talvez esta tendncia possa ser explicada pelo facto de toda a organizao do combate de Taekwondo ser feita considerando o competidor azul em primeiro lugar e o vermelho em segundo. Numa abordagem psicolgica, posso tambm colocar a hiptese de, devido ao stress a que esto sujeitos os rbitros, inconscientemente o seu olhar seja conduzido para o competidor azul pelas suas caractersticas de cor pacifica e relaxante, ao contrrio do vermelho.

    5. N MDIO DE PONTOS VLIDOS POR ASSALTO E POR COR DE COLETE Este estudo visa analisar o n mdio de pontos vlidos por assalto e por cor de colete. Os pontos vlidos so encontrados da seguinte

    forma: em cada assalto, perante os pontos atribudos por cada juiz, sero considerados vlidos aqueles pontos considerados por pelo menos 2 juizes; ou seja, se um ponto for considerado apenas por um juiz no considerado vlido.

    Exemplo: Azul Vermelho Juiz 1 3 2 Juiz 2 2 3 Juiz 3 4 2 Total 3 2 Esta anlise bastante importante por estar enquadrada no plano de preparao dos atletas, enquanto que as anteriores se

    enquadravam mais no plano de arbitragem

    Azul Vermelho Azul Vermelho

    1 Assalto

    59,166105

    6619

    ==

    x 97,0

    6664

    6622

    ==

    x %62

    64105105

    2219

    19=

    +=

    + xxx

    %3864105

    64

    2219

    22=

    +=

    + xxx

    2 Assalto

    81,166120

    6620

    ==

    x 39,1

    6692

    6623

    ==

    x %56

    92120120

    2320

    20=

    +=

    + xxx

    %4492120

    92

    2320

    23=

    +=

    + xxx

    3 Assalto

    77,166117

    6621

    ==

    x 16,1

    6677

    6624

    ==

    x %60

    77117117

    2421

    21=

    +=

    + xxx

    %4077117

    77

    2421

    24=

    +=

    + xxx

    Concluso: Notou-se uma evoluo muito grande da mdia em cerca de 0,42 pontos do 1 para o 2

    assalto por parte dos competidores de colete vermelho, e um decrscimo de 0,23 pontos para o 3 assalto.

    J os competidores de azul evoluram 0,22 pontos em mdia do 1 para o 2 assalto, tendo mantido a sua prestao para o 3 assalto.

    Em termos percentuais, os competidores de colete azul obtiveram 62% dos pontos vlidos no 1 Assalto, contra 38% dos competidores de colete vermelho, 56% no segundo assalto contra 44% e 60% no terceiro assalto contra 40%.

    O encurtar das distncias no 2 assalto deve-se grande recuperao feita pelos competidores de vermelho neste assalto.

    Hiptese a considerar: Os competidores de vermelho, por fora de estarem em desvantagem no primeiro e no

    segundo assalto, e apesar de terem conseguido uma melhoria significativa entre o 1 e 2 assalto, no conseguiram manter a sua performance para dar a volta ao resultado; uma das razes a apontar pode ser de ndole psicolgica.

    Parece que, perante um mau resultado inicial, a derrota foi aceite muito facilmente, e logo a partir do 2 assalto.

    5,73

    3,64

    5,14

    3,6

    5,55

    3,56

    0

    1

    2

    3

    4

    5

    6

    Juiz 1 Juiz 2 Juiz 3

    62

    38

    5644

    60

    40

    0

    20

    40

    60

    80

    1 Assalto 2 Assalto 3 Assalto

  • TAEKWONDO DESPORTO DE COMPETIO

    UM ESTUDO ESTATSTICO ...

    Pgina n5 Mtr. Horcio Fernando Costa Lopes, 4 Dan Kukkiwon; Scio FPT n158

    TAEKWONDOTAEKWONDO

    HORCIO LOPES

    6. N MDIO DE PONTOS VLIDOS POR ESCALO Este estudo procura analisar os pontos vlidos conseguidos por combate, em cada escalo. Note-se que os valores a que se chegou

    representam os pontos vlidos de ambos os competidores

    Masculino Feminino

    Jnior 75,5

    24138

    2418198363423

    24

    24

    19 =+++++

    =

    =i

    yi 55,8

    977

    981413171113

    9

    24

    19 =+++++

    =

    =i

    zi

    Snior 79,12

    19243

    19324331415046

    19

    24

    19 =+++++

    =

    =i

    ri43,8

    14118

    14191612232523

    14

    24

    19 =+++++

    =

    =i

    wi

    Mdia Total = 71,866575

    66779264117120105

    66

    24

    19 =+++++

    =

    =i

    xi

    Concluso: O n de pontos vlidos tem alterao significativa dentro da diviso de masculinos, no tendo expresso dentro da diviso de

    femininos. Hiptese a considerar: As competies da diviso de femininos oferece o mesmo nvel de competitividade, pelo que, para aumentar o n de competidores

    nesta diviso poderia ser considerada a juno dos escales Jnior e Snior. Por outro lado seria pouco aconselhvel juntar os Juniores Masculinos com os Seniores Masculinos, pois o desempenho

    completamente diferente, variando desde 5,75 pontos vlidos em mdia por combate at 12,79.

    7. N MDIO DE PONTOS VLIDOS POR COR DE COLETE Este estudo visa analisar o n mdio de pontos vlidos por cor de colete, na totalidade do combate

    Azul = 18,566342

    66117120105

    66

    21

    19 =++

    =

    =i

    xi Vermelho = 53,3

    66233

    66779264

    66

    24

    22 =++

    =

    =i

    xi

    Concluso: O n mdio de pontos vlidos para os competidores de colete azul atingiu o valor de 5,18

    pontos por combate, enquanto que para os competidores de vermelho se ficou pelos 3,53 pontos. Hiptese a considerar: O vermelho considerado uma cor que incita a agressividade e pode provocar uma

    aco de maior iniciativa por parte das pessoas. Vrios estudos relacionados com outros assuntos, por exemplo automveis, demonstraram que existe uma certa tendncia em nos tornarmos mais agressivos na presena do vermelho. Talvez seja uma hiptese a considerar a utilizao de outras cores na competio para que ambos os competidores estejam em situao de igualdade.

    8. N MDIO DE AVISOS POR ASSALTO E COMBATE Este estudo visa analisar o n mdio de aplicao de avisos por assalto e combate, considerando os dois competidores.

    1 Assalto 2 Assalto 3 Assalto

    53,06635

    661817

    662825 =

    +=

    + xx 48,0

    6632

    661517

    662926 =

    +=

    + xx51,0

    6634

    662014

    663027 =

    +=

    + xx

    Combate = 5,166101

    66201518141717

    66

    30

    25 =+++++

    =

    =i

    xi3

    5,18

    3,53

  • TAEKWONDO DESPORTO DE COMPETIO

    UM ESTUDO ESTATSTICO ...

    Pgina n6 Mtr. Horcio Fernando Costa Lopes, 4 Dan Kukkiwon; Scio FPT n158

    TAEKWONDOTAEKWONDO

    HORCIO LOPES

    Concluso: O n mdio de avisos aplicados em todos os assalto semelhante. Apesar do aspecto do

    grfico anexo, note-se que s diferena de 0,05 avisos, representado um valor desprezvel. Hiptese a considerar: Como j pudemos observar, o n de pontos vlidos por assalto sofre oscilaes desde o

    1 ao 3 assalto. Pelo facto de o n mdio de avisos se manter constante poderia concluir que a aco tcnica executada independente do n de avisos aplicados. Esta no entanto uma hiptese perigosa, muito pouco sustentvel com o conhecimento prtico que tenho de arbitragem que me demonstrou aspectos diferentes ao longo dos anos.

    9. N MDIO DE AVISOS POR COR DE COLETE Esta analise em tudo semelhante anterior, mas agora direccionada a cada cor de colete e no...