estruturas semelhantes em diferentes espcies. essa . estudo dos fsseis ... primeiro naturalista a...

Download Estruturas semelhantes em diferentes espcies. Essa . Estudo dos Fsseis ... Primeiro naturalista a propor uma teoria sistemtica da evoluo. ... O uso e desuso das estruturas. sabido

Post on 12-Apr-2018

216 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. Surgimento das id1. Surgimento das idias Evolutivasias Evolutivas

    Acreditava-se que as espcies eram imutveis Fixismo;

    No sculo XX a evoluo passou a ser mais aceita;

    Fixismo comeou a ser quebrado por Jean Baptiste Lamarck e depois por Charles Darwin e Alfred Russel Wallace.

    Teorias Evolutivas Teorias Evolutivas

  • 2. Evidncias Evolutivas2. Evidncias Evolutivas

    Estudo comparativos dos organismos;

    Estruturas semelhantes em diferentes espcies. Essas semelhanas podem ser por analogia ou por homologia;

    Teorias Evolutivas Teorias Evolutivas

    Estruturas anlogas as que se assemelham simplesmente por exercer a mesma funo, mas no derivam de modificaes de estruturas semelhantes j existentes em um ancestral comum exclusivo .

    Estruturas homlogas so aquelas que derivam de estruturas jexistentes em um mesmo ancestral exclusivo, podendo ou no estarmodificadas para exercer uma mesma funo

  • 2. Evidncias Evolutivas2. Evidncias EvolutivasTeorias Evolutivas Teorias Evolutivas

    So anlogas, por exemplo,as asas das aves e dos insetos: ambas desempenham a mesma funo

    So exemplos de estruturas homlogas entre si.

  • 2. Evidncias Evolutivas2. Evidncias EvolutivasTeorias Evolutivas Teorias Evolutivas

    Estruturas so homlogas porque derivam do membro anterior presente no grupo ancestral que deu origem aos mamferos.

    NO desempenham a mesma funo, falando-se em divergncia evolutiva.

  • 2.1 2.1 rgos vestigiais rgos vestigiais Teorias Evolutivas Teorias Evolutivas

    So aqueles que em alguns organismos so de tamanho reduzido e geralmente no tm funo, mas que em outros organismos so maiores e exercem funo definida.

    rgo vestigiais a indicao de parentesco evolutivo

    Em roedores o ceco bem desenvolvido

    Nos humanos o ceco no tem funo.

  • 2.2. Estudo dos F2.2. Estudo dos Fsseis sseis Teorias Evolutivas Teorias Evolutivas

    Qualquer indcio da presena de organismos que viveram em tempos remotos da Terra.

    Fssil de Trilobite. Fssil de uma Aranha gigante.Fssil de uma folha.

    2.3. Evidncias Moleculares2.3. Evidncias Moleculares

    Quanto maior for a semelhanQuanto maior for a semelhana entre nas a entre nas sequnciassequncias das bases das bases nitrogenadas dos nitrogenadas dos cidos nuclcidos nuclicos, maior sericos, maior ser a proximidade a proximidade evolutiva entre elas.evolutiva entre elas.

  • 3. As 3. As ideiasideias de Lamarckde LamarckTeorias Evolutivas Teorias Evolutivas

    Primeiro naturalista a propor uma teoria sistemtica da evoluo.

    Em 1809 publicou o livro Filosofia zoolgica.

    Gerao espontnea;

    Se o ambiente sofre modificaes, os organismos procuram adaptar-se a ele;

    Jean-Baptiste Lamarck (1744-1829)

    Portanto o uso ou desuso dos diferentes rgos alterariam caractersticas do corpo, e essas caractersticas seriam transmitidas para as prximas geraes.

    Lei do Uso ou desuso.

    Lei da transmisso dos caracteres adquiridos

    Adaptao dos organismos ao meio.

  • 3. As id3. As idias de Lamarckias de LamarckTeorias Evolutivas Teorias Evolutivas

    Aspectos vAspectos vlidoslidos

    O uso e desuso das estruturas. sabido que a atividade fsica desenvolve os msculos e que um organismo sujeito a infeces desenvolve imunidade. Do mesmo modo uma pessoa que fique paralisada, sofre atrofia dos membros no utiliza.

    Aspectos InvAspectos Invlidoslidos

    Modificaes de uso e desuso so adaptaes individuais e no so transmissveis. Fato comprovado com a experincia de Weissman em 1880.

    O ambiente no pode modificar as estruturas.

  • 4. Teoria da Sele4. Teoria da Seleo Naturalo NaturalTeorias Evolutivas Teorias Evolutivas

    Charles Darwin (1809-1882);

    Viagem ao redor do mundo a bordo do navio Beagle.

    Trabalho de observao e comparao entre as espcies;

    Em 1838 Darwin leu o ensaio de Thomas Malthus (1766-1834), sobre os princpios que regem as populaes humanas;

    Malthus argumentava que o crescimento sem controle da populao humana levaria a fome.

  • 4. Teoria da Sele4. Teoria da Seleo Naturalo NaturalTeorias Evolutivas Teorias Evolutivas

    Darwin ento concluiu que o crescimento populacional dos seres vivos controlado por limites impostos pelo meio.

    Disputa entre os organismos;

    Os que apresentam caractersticas mais vantajosas teriam condies de sobreviver e deixar descendentes.

    Em 1856 comeou a escrever a sua grande obra prima o livro A origem das espcies por meio da seleo natural, ou a preservao das raas favorecidas na luta pela vida.

    Todos os organismos descendem, com modificaes, de ancestrais comuns;

    O principal agente de modificaes a ao da seleo natural sobre as variaes individuais.

    Foi publicado apenas em 1859.

  • TESTANDO OS CONHECIMENTOS TESTANDO OS CONHECIMENTOS

    Teorias Evolutivas Teorias Evolutivas

    Um pesquisador r ealizou o seguint e exper iment o: t omou duas var iedades de mar iposas, uma de asas clar as e out r a de asas escur as. I nt r oduziu essas mar iposas num ambient e em que havia pssar os pr edador es. Modif icou o ambient e, t or nando-o gr adat ivament e escur o. Depois de um cer t o t empo, obser vou aument o no nmer o de indivduos da var iedade escur a.

    Como Lamar ck e Dar win explicar iam, r espect ivament e, esse r esult ado?

  • This document was created with Win2PDF available at http://www.daneprairie.com.The unregistered version of Win2PDF is for evaluation or non-commercial use only.

    http://www.daneprairie.com

Recommended

View more >