Estratégia competitiva através da Cadeia de suprimentos. Gestão da cadeia de suprimentos para a obtenção de vantagem competitiva.

Download Estratégia competitiva através da Cadeia de suprimentos. Gestão da cadeia de suprimentos para a obtenção de vantagem competitiva.

Post on 07-Apr-2016

219 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Estratgia competitiva atravs da Cadeia de suprimentos.

    Gesto da cadeia de suprimentos para a obteno de vantagem competitiva.

  • o conjunto de planos, polticas, programas e aes desenvolvidos por uma empresa ou unidade de negcios para ampliar ou manter, de modo sustentvel, suas vantagens competitivas frente aos concorrentes (Alves Filho, 99)

    Estratgia

  • O objetivo geral verificar como a gesto de cadeia de suprimentos pode trazer vantagem competitiva. analisar os benefcios criados por essa ferramenta, tais como, reduo de custos, reduo do tempo de processo, analise da qualidade e flexibilizao da cadeia logstica.

    Estratgia competitiva atravs da Cadeia de suprimentos:

  • Entendendo a vantagem competitivaVantagem Competitiva a forma como a estratgia escolhida e seguida pela organizao pode determinar e sustentar o seu sucesso competitivo. So caractersticas que permitem a uma empresa ser diferente por proporcionar mais valor na viso dos clientes, se destacando da concorrncia e, por isso, obtendo vantagens no mercado. (PORTER, 1995)

  • Gerao de valor....Atravs do valor que uma determinada empresa consegue criar para os seus clientes e que ultrapassa os custos de produo, surge a vantagem competitiva

    O termo valor aqui aplicado se refere quilo que os clientes esto dispostos a pagar pelo produto ou servio, um valor superior resulta da oferta de um produto ou servio com caractersticas percebidas idnticas aos da concorrncia, mas por um preo mais baixo ou, alternativamente, da oferta de um produto ou servio com benefcios superiores aos da concorrncia que compensam um preo mais alto. (BALLOU, 2001)

  • Gerao de valor....Existem dois tipos bsicos de vantagem competitiva:

    a liderana no custo que visa a estratgia na qual a organizao objetiva reduzir ao mximo possvel seus custos logsticos, desde a obteno da matria-prima, seu transporte, a produo, o transporte do produto acabado e a entrega do produto ao cliente

    a diferenciao, que um conceito relacionado com a sua posio em relao s suas concorrentes. Representa a diferenciao dos seus servios, possibilitando um melhor posicionamento no mercado, as quais, juntamente com o mbito competitivo, definem os diferentes tipos de estratgias genricas.

    (PORTER, 1995)

  • Gerao de valor....Pode-se descrever ainda como ferramenta bsica para determinar a vantagem e para encontrar formas de intensific-la: a cadeia de valores. Atravs da cadeia de valores, a organizao dividida nas suas atividades bsicas (investigao e desenvolvimento, produo, comercializao e servio) o que facilita a identificao das fontes de vantagem competitiva. (Vantagem Competitiva, 2008)

  • EVOLUO LOGSTICAAntes era confundida como transporte e armazenamento de produtos.Hoje hoje um elemento chave na estratgia competitiva da empresa.Ela trata de todas atividades de movimentao e armazenagem que facilitam o fluxo de produtos desde o ponto de aquisio da matria-prima at o ponto de consumo final, pensando-se inclusive no caminho dentro da empresa, assim como dos fluxos de informao que colocam os produtos em movimento, com o propsito de providenciar nveis de servio adequados aos clientes a um custo razovel.

  • OTIMIZANDO A CADEIA DE SUPRIMENTOS (SCM)Supply Chain Management (SCM - Gesto da Cadeia de Suprimentos) tem representado uma nova e promissora ferramenta para empresas que visam a obteno de vantagens competitivas de maneira objetiva, e pode ser considerada um ponto expandido e atualizado da administrao de materiais tradicional, incluindo a gesto de toda a cadeia produtiva de uma forma estratgica e integrada. O SCM determina que as empresas devem definir suas estratgias competitivas e funcionais de acordo com seus posicionamentos, ou seja, tanto como fornecedores, quanto como clientes, dentro das cadeias produtivas nas quais se encontram. Assim, podemos evidenciar que o escopo da SCM agrega toda a cadeia produtiva, at mesmo a relao da empresa com seus fornecedores e clientes, e no somente a relao com os seus fornecedores. (BALLOU, 2001)

  • OTIMIZANDO A CADEIA DE SUPRIMENTOS (SCM) De maneira prtica, o modelo enfatiza a preocupao com a competitividade do produto que cada unidade da virtual unidade de negcio deve ter diante o consumidor final e com o desempenho da cadeia produtiva como um todo. Dessa forma se cria uma necessidade de gesto integrada da cadeia produtiva, requerendo um estreitamento nas relaes e a criao conjunta de competncias distintas pelas unidades da mesma.

  • Objetivos e Prticas da Supply Chain Management Um objetivo bsico na SCM maximizar as potenciais sinergias entre as partes da cadeia produtiva, visando atender o consumidor final de forma mais eficiente, reduzindo os custos, e dando mais valor aos produtos finais. Para se conquistar a reduo dos custos deve-se ocorrer a diminuio do volume de transaes de informaes e papis, dos custos de transporte e estocagem, e da diminuio da variabilidade da demanda de produtos e servios. Cada vez mais valor tem sido adicionado aos produtos, atravs da criao de bens e servios customizados, do desenvolvimento conjunto de competncias distintas; atravs da cadeia produtiva, visando o aumento da lucratividade, tanto dos fornecedores como clientes. (FIGUEIREDO, 2006).

  • Objetivos e Prticas da Supply Chain Management As prticas eficazes na SCM tm visado a simplificao e obteno de uma cadeia produtiva que busca maior eficincia. Tais como a reestruturao e consolidao de fornecedores e clientes, que reestrutura, atravs da reduo, o nmero de fornecedores e clientes, construindo as parcerias com o conjunto de empresas que deseja desenvolver uma relao colaborativa. Podemos citar o desenvolvimento conjunto de produtos, como uma prtica onde os fornecedores desde os estgios iniciais do desenvolvimento de novos produtos (Early Supplier Involvement) tm proporcionado, principalmente, uma reduo no tempo e nos custos de desenvolvimento dos mesmos. A integrao das estratgias competitivas na cadeia produtiva mais uma prtica do SCM que implica na compatibilizao da estratgia competitiva e dos desempenhos da empresa aos objetivos da cadeia produtiva como um todo. As conseqncias dessas prticas tm sido significativas nas reas de servio, se empenhando em tornar as propostas de prticas inovadoras em prticas efetivas nas empresas, que compem sua cadeia de abastecimento. (CHRISTOPHER, 2002)

  • A RELAO ENTRE A OBTENO DE VANTAGEM COMPETITIVA E O GERENCIAMENTO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS.Relao com o nvel de estoque

    A analise detalhada e constante dos estoques fundamental para que a rea de materiais possa ter controle de seus recursos afim de que seja compatvel com a demanda esperada. Planejar a produo definir os melhores mtodos e alternativas de planos aliados aos recursos disponveis, otimizando-os, reduzir os nveis de utilizao dos recursos e os custos envolvidos para a melhoria da competitividade.

  • A RELAO ENTRE A OBTENO DE VANTAGEM COMPETITIVA E O GERENCIAMENTO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS.Reorganizao do ambiente produtivo

    Desde os fornecedores at a distribuio, baseada na idia na eliminao de desperdcios buscando o melhoramento contnuo dos processos de produo. a base para a melhoria da competitividade de uma empresa, no que se referem os fatores como a velocidade, a qualidade e o preo dos produtos. A otimizao da cadeia de suprimentos busca a eliminao dos desperdcios e a melhoria contnua dos processos, fazendo parte dos processos relacionados a gerencia de materiais.

  • A RELAO ENTRE A OBTENO DE VANTAGEM COMPETITIVA E O GERENCIAMENTO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS. Tendo em vista que com uma cadeia de suprimentos bastante evoluda chegando ao chamado Supply Chain Management (SCM), este processo torna-se mais rpido e eficiente gerando uma diferenciao no custo, ou seja, gerando vantagem competitiva. Quanto maior for a integrao entre as partes e quanto melhor for o relacionamento entre empresa e cadeia de fornecedores, melhor e mais eficiente tende a ser o funcionamento das operaes da empresa, que o atendimento ao cliente. Algumas organizaes acreditam que uma cadeia de suprimentos eficiente determinada apenas pela velocidade e reduo dos custos. Contudo, a gesto da cadeia de suprimento baseada nesses aspectos acaba se deteriorando com o tempo, e algumas empresas perdem tambm a sua vantagem competitiva.

  • A RELAO ENTRE A OBTENO DE VANTAGEM COMPETITIVA E O GERENCIAMENTO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS. Esta gesto realmente estratgica e competitiva precisa alm da rapidez e da reduo de custos, estar alinhado com as mudanas de mercado, ou seja, uma cadeia de suprimentos gil adaptvel e alinhada est estrategicamente construda para responder as oscilaes e mudanas do mercado. Alm de verificar a reduo dos custos e diminuio de tempo, necessrio a cadeia de suprimentos estar adaptvel e alinhada as mudanas do mercado. Seguindo a tendncia global, a gesto da cadeia de suprimentos fundamental para obteno de vantagem competitiva. (CHRISTOPHER, 2002)