Estela Batista Paredes TCC1

Download Estela Batista Paredes TCC1

Post on 05-Aug-2015

70 views

Category:

Documents

23 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

INSTITUTO METROPLONITANO DE ENSINO - IME FACULDADE METROPOLITANA DE MANAUS - FAMETRO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAO

ALEX ANDRADE AMORIM ALMIR DO CARMO SILVA CARLOS AUGUSTO ESTELA BATISTA PAREDES

SISTEMA DE LOCAO DE LOCAO (SISLOC)

Manaus 2012

ALEX ANDRADE AMORIM ALMIR DO CARMO SILVA CARLOS AUGUSTO ESTELA BATISTA PAREDES

SISTEMA DE LOCAO DE LOCAO (SISLOC)

Este Curso de

trabalho Sistemas da

foi de

apresentado Graduao do Informao Faculdade

Metropolitana de Manaus como requisito parcial para obteno do grau de de pelo bacharel em Sistema Orientador Informao, Professor

Rilmar Pereira Gomes.

Manaus 2012

DEDICATRIA Dedico esse trabalho a Deus, Familiares em especial a minha esposa pelo apoio nessa longa jornada e Amigos. ALEX ANDRADE AMORIM Quero de dedicar esse trabalho a Deus, meus familiares em especial a minha esposa pelo apoio nessa nesse projeto e Amigos. ALMIR DO CARMO SILVA Quero de dedicar esse trabalho a Deus, meus familiares em especial a minha esposa pelo apoio nessa nesse projeto e Amigos. CARLOS AUGUSTO Dedico este trabalho aquele que mostrou-me que nada impossvel basta acreditar e ter f, me deu foras nos momentos em que pensei em desistir. Glorificado seja o seu nome. ESTELA BATISTA PAREDES

AGRADECIMENTOS A Deus, Agradecemos a todos que nos apoiaram nesse trabalho.

Tudo possvel se voc acreditar Jesus Cristo

RESUMO Com a crescente evoluo tecnolgica e em diferentes ramos da vida humana. Trabalhos que eram realizados manualmente esto sendo hoje executados de forma mais automatizadas e feitos por computadores. As locadoras de vdeo por sua vez esto buscando automatizar seus servios com isso, surgiu a necessidade do desenvolvimento de um sistema para locao que possa aperfeioar os processos, deixando as locaes, devolues, cadastros, que antes eram feitos em blocos de papeis e fichas cadastrais, mais eficazes. Este trabalho tem como objetivo, analisar e conhecer o funcionamento e as funcionalidades, tornando o atendimento aos clientes mais gil e rpido. Facilitando o controle de locaes, devolues e a contabilizao do acervo de locao. Com isso aumentando a lucratividade da locadora. Palavra chave: Evoluo tecnolgica, automatizao, desenvolvimento, funcionalidades, controle.

ABSTRACT With to growing technological evolution and in different branches of the human life. Works that were accomplished manually are being executed today in an automated way and done by computers. The video stores for his/her time are looking for to automate their services with that, the need of the development of a system appeared for lease that can improve the processes, leaving the leases, devolutions, registers, that before were done in blocks of you eat and records cadastral, more effective. This work has as objective, to analyze and to know the operation and the functionalities, turning the service to the most agile and fast customers. Facilitating the control of leases, devolutions and the accountancy of the collection of films. With that increasing the profitability of the rental company. Word Key: Technological evolution, automation, development, functionalities, control.

LISTA DE FIGURAS FIGURA 1 - DIAGRAMA DE CLASSE.....................................................40 FIGURA 2 - DIAGRAMA DE ESTADO..............................................................41 FIGURA 3 - DIAGRAMA DE SEQUNCIA.......................................................42 FIGURA 4 - DIAGRAMA DE ATIVIDADE.........................................................43 FIGURA 5 - MODELO CONCEITUAL....................................................44 FIGURA 6 - MODELO LGICO................................................................44

LISTA DE TABELAS

TABELA 1 - DESCRIO DOS REQUISITOS FUNCIONAIS REFERENTES A DADOS OPERACIONAIS DO SISTEMA..........................................................25

SUMRIO 1.INTRODUO.................................................................................................11 1.1.OBJETIVOS.................................................................................................11 1.1.1.OBJETIVO GERAL...................................................................................12 1.1.2.OBJETIVO ESPECFICO..........................................................................12 2.METODOLOGIA..............................................................................................13 2.1.MODELAGEM..............................................................................................13Prioridade dos Requisitos........................................................................................................................14

2.2.FERRAMENTAS..........................................................................................15 2.2.1.BANCO DE DADOS..................................................................................15 2.2.2.MYSQL......................................................................................................16 2.2.3.SQL............................................................................................................17 2.2.4.PADRO DE PROJETOS.........................................................................17 2.2.4.1.MVC........................................................................................................18 2.2.5.UML...........................................................................................................19 2.2.6.MER...........................................................................................................19 2.2.7.BR MODELO.............................................................................................20 3.ANLISE E PROJETO...................................................................................21 3.1.DESCRIO DO SISTEMA.........................................................................21 3.2.DIAGRAMA DE CASO USO........................................................................213.3 Atores..................................................................................................................................22 3.4 Diagramas............................................................................................................................23 3.5 Requisitos Funcionais..........................................................................................................23 3.6 Requisitos No-Funcionais..................................................................................................253.3.1Requisitos de Processo...................................................................................................................25 3.3.2Requisitos de Produtos....................................................................................................................26 3.3.2.1Performance.................................................................................................................................26 3.3.2.2Segurana....................................................................................................................................26 3.3.2.3Usabilidade...................................................................................................................................27 3.3.3Requisitos Externos.........................................................................................................................27

3.7 Diagrama de Estado.............................................................................................................40 3.8 Diagrama De Sequncia......................................................................................................41 3.9 Diagrama de Atividade.........................................................................................................42 3.10 Modelo De Entidade E Relacionamento (M.E.R)...............................................................43

3.3.4MODELO CONCEITUAL...........................................................................43 3.3.5MODELO LGICO.....................................................................................44 DICIONRIO DE DADOS..................................................................................45 4CONCLUSO...................................................................................................48 5REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS................................................................49

11

1. INTRODUO

No comercio de locao de locao em DVDs ainda existem locadoras que no utilizam um sistema informatizado, usa-se caderno, livro de capa dura, agenda e de forma manual controlam os cadastros dos clientes e os aluguis dos locao, alm da demora nesse processo, para ter uma ideia, quando um cliente vai se cadastrar ou checar seu cadastro procurado no Livro de Cadastro e se fizer um aluguel registrado no livro de DVDs Alugados para fim de prestao de conta, a segurana da informao mnima, evidentemente dessa forma em pequenas locadoras. Buscando adaptar as exigncias do mercado e melhorar a eficincia no atendimento aos clientes, surgiu necessidade do desenvolvimento de um sistema que pudesse suprir a mesma, a Equipe do Sistema de Locao de Locao desenvolver um sistema Buscando aperfeioar as tcnicas de trabalho, melhorando as condies de atendimento ao cliente, os proprietrios de vdeo locadoras esto investindo cada dia mais na informatizao de seu negcio e pensando em uma maneira rpida e dinmica para o controle e gerenciamento de alugueis de locao em DVDs, bem objetivo e com todo aparato para deixar informatizada uma locadora de pequeno ou grande porte. Trabalhos que antes eram normalmente executados de forma manual esto sendo hoje processados por softwares especficos para locadora. Com o auxlio do SISGLOC Online o cliente da locadora poder reservar e locar seus locao na comodidade de sua casa para ento somente ir efetuar o pagamento e buscar seus locao na locadora. Alm disso, poder buscar por locao e ver os dados importantes sobre ele de forma fcil e rpida.

1.1. OBJETIVOS

12 1.1.1. Objetivo Geral A finalidade desse trabalho analisar e especificar um sistema de Gerenciamento de Locao de DVD e Blu-ray, propondo um modelo de gesto para locao de locao onde permita o controle total de todo o negocio facilitando e agilizando as locaes, devolues, cadastros, pesquisas.

1.1.2. Objetivo EspecficoVisando suprir as necessidades identificadas, as funcionalidades bsicas que o sistema apresenta so as seguintes (todas as funcionalidades so online):

Para cliente: o Logon no site; o Busca por filme; o Ajuda.

Para funcionrio: o Cadastro de Cliente o Cadastro de Filme; o Bloqueio e desbloqueio de cliente; o Devoluo de DVDs; o Ajuda.

13 2. METODOLOGIA A metodologia descreve como o trabalho ser realizado j que pesquisar tambm planejar. antever toda a srie de passos que devem ser dados para chegarmos a uma resposta segura sobre a questo que deu origem pesquisa (PRODANOV, 2003, p.19). IEEE/ANSI 830-1998 Padro de requisitos fornecendo aos envolvidos informaes necessrias para o projeto e para o desenvolvimento do sistema, assim como para realizao dos testes e validao do sistema. A arquitetura MVC Modelo muito utilizado para implementar sistemas cliente-servidor. Consiste no bom uso integrado de alguns Design Patterns (Padres de Projetos). Caracteriza-se por dividir o projeto em trs camadas diferentes e independentes (Model, View e Controller). Para a modelagem das funcionalidades, interaes e aplicaes a UML (Unified Modeling Language), proposta pelo OMG (Object Management Group) [OMG,2003], uma linguagem padro amplamente utilizada no contexto do paradigma de desenvolvimento de software Orientado a Objetos (OO). Ela composta por uma srie de diagramas e modelos que, embora bem definidos sintaticamente, no possuem diretrizes para elaborao, ficando isso muito dependente da subjetividade e experincia do projetista. Tais diagramas e modelos podem ser utilizados em qualquer tipo de processo, pois tambm no existe um processo especfico proposto para a elaborao dos mesmos. 2.1. Modelagem A modelagem ser efetuada atravs da identificao os requisitos: Os requisitos tero um identificador nico, da seguinte forma:

Requisitos Funcionais: possuem o identificador [RFabc]; onde a, b, c so dgitos que variam entre 0 e 9;

Requisitos No-Funcionais: possuem o identificador [RNFabc]; onde a, b, c so dgitos que variam entre 0 e 9.

A segunda parte do identificador de requisitos (abc) corresponde ao nmero de ordem do requisito.

14 Prioridade dos Requisitos Os requisitos so classificados segundo a sua prioridade da seguinte forma:

Essencial: requisito sem o qual o sistema no entra em funcionamento. Requisitos essenciais so requisitos imprescindveis, que tm que ser implementados impreterivelmente;

Importante: requisito sem o qual o sistema entra em funcionamento, mas de forma no satisfatria. Requisitos importantes devem ser implementados, mas, se no forem, o sistema poder ser implantado e usado;

Desejvel: requisito sem o qual o sistema funciona de forma satisfatria. Requisitos desejveis so requisitos que podem ser deixados para verses posteriores do sistema caso no haja tempo hbil para implement-los nesta verso.

Todo processo de desenvolvimento de software que utilize a UML como seu padro de modelagem indispensvel a criao de diversos documentos textuais ou grficos como parte de sua documentao total, e esses documentos, so classificados pelo tipo e ajudam e compe as vises do sistema. Segundo [BEZ07], estas vises so assim definidas: Viso de Casos de Uso: descreve o sistema do ponto de vista externo como um conjunto de interaes entre o sistema e os agentes externos ao sistema. Esta viso criada inicialmente e direciona o desenvolvimento das demais vises do sistema. Viso de Projeto: enfatiza as caractersticas do sistema que do suporte tanto estrutural quanto comportamental, s funcionalidades externamente visveis ao sistema. Viso de Implementao: abrange o gerenciamento de verses do sistema, construdas pelo agrupamento de mdulos (componentes) e subsistemas. Viso de Implantao: corresponde distribuio fsica do sistema em seus subsistemas e conexo entre essas partes. Viso de Processo: esta viso enfatiza as caractersticas de concorrncia (paralelismo), sincronizao e desempenho do sistema.

15 A implementao ou das vises depende da complexidade do software a ser construdo. Os artefatos da UML esto os diagramas. Esses so assim definidos: Estruturais: o De Objetos, de Estrutura Composta, de Classes e de Pacotes; o Estruturais de Implementao: o de Componentes e de Implantao; Comportamentais: o De Atividades, de Casos de Uso e de Transio de Estado; o Comportamentais de Interao: o De Sequncia, de Temporizao e de Viso Geral de Interao;

2.2. Ferramentas 2.2.1. Banco de Dados Conforme Elmasri e Navathe, (2006 Pag. 278): Os bancos de dados e a sua tecnologia esto provocando um grande impacto no uso de computadores...