escala maior-natural_aula_especial

Click here to load reader

Download Escala maior-natural_aula_especial

Post on 13-May-2015

925 views

Category:

Documents

8 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1.Escalas - II Escala Maior Natural Assista a aula completa em: http://cifraclub.tv/v977 Escalas II

2. Sumrio Introduo Escalas Naturais............................................................................................................... 03 Conceitos preliminares Tnica, Tom e Tonalidade................................................................................................ 04 Melodia e Harmonia......................................................................................................... 04 Forma, Digitao ou Shape.............................................................................................. 04 Entendendo a escala Contextualizao terica.................................................................................................. 05 Como tocar a escala Digitao 01: uma oitava................................................................................................. 07 Digitao 02: usando as seis cordas................................................................................. 07 Como aplicar a escala em qualquer tom Tonalidade x Posicionamento do shape........................................................................... 08 Decorar x raciocinar........................................................................................................ 09 Como tocar a escala no brao todo Dominando o brao do instrumento................................................................................. 10 Digitaes Sistema 5........................................................................................................ 11 Exerccios Prticos Como organizar o estudo................................................................................................. 12 1 fase Memria e coordenao.................................................................................... 12 2 fase Posicionamento e fluidez.................................................................................. 14 3 fase criao musical e improvisao........................................................................ 16 Tiro ao alvo..................................................................................................................... 17 Praticando com o repertrio Samba da bno.............................................................................................................. 17 Exerccios Tericos Transposio da escala..................................................................................................... 22 Respostas.......................................................................................................................... 24 Glossrio.................................................................................................................................. 25 Sugestes de repertrio....................................................................................................... 26 Aulas relacionadas................................................................................................................ 26 Crditos.................................................................................................................................... 27 Escalas II 3. Neste curso, procuramos oferecer um contedo terico bsico aliado a orientaes de ordem prtica ao aprendiz que deseja desenvolver suas habilidades musicais, sobretudo no mbito da improvisao meldica. Este material complementa a vdeo aula facilitando o estudo e compartilhamento destas informaes. A primeira parte deste volume voltada contextualizao terica do uso da Escala Maior Natural e suas implicaes no estudo e no fazer musical. A segunda parte traz uma srie de exerccios prticos que visam mostrar um caminho para o auto-didata interessado em desenvolver a improvisao musical e dominar suas tcnicas bsicas. Como todas as escalas musicais, a Escala Maior Natural uma ferramenta para o msico se orientar ao criar solos, harmonias e arranjos. Sua aplicao se destina msicas ou trechos de msicas em tonalidades maiores. H dois tipos de escalas naturais: Maior e Menor. Elas so muito importantes para o estudo da Harmonia e da teoria musical, pois so estruturas base para a formao dos acordes e a combinao dos acordes dentro do que chamamos Campo Harmnico, assunto que veremos em outro volume. Cada nota da escala pode ser chamada de grau. Por exemplo, na escala de D Maior Natural temos sete notas: D, R, Mi, F Sol, L e Si. O D o 1 grau, o R o 2 grau e assim por diante. Normalmente os graus so representados por nmeros romanos (I, II, III, IV, V, VI, VII). A vantagem de utilizar o pensamento em graus que uma forma genrica de analisar as escalas e quando nos acostumamos com isso fica mais fcil de transpor as msicas e dominar as escalas em qualquer tom, pois, pensando em nmeros a estrutura da escala ser a mesma em todos os tons. No volume anterior estudamos uma escala menor: a Pentatnica Menor. interessante notar a diferena do ambiente criado pelas escalas menores e maiores. um dos primeiros passos para e desenvolver a percepo musical e poder tirar as msicas de ouvido. A explicao mais comum que o modo MAIOR produz uma atmosfera alegre ou clara enquanto o modo MENOR resulta num ambiente escuro ou melanclico. Entretanto isso apenas uma simplificao que chama a ateno para esta diferena de sensaes que podemos explorar com a escolha das escalas. Na prtica, tambm temos msicas menores que so alegres ou msicas maiores que so tristes. Veremos alguns conceitos tericos fundamentais para aprofundar na teoria musical, expandir os conhecimentos e habilidades com a msica e entender melhor estes assuntos. 3 Escalas II Escalas Naturais Introduo 4. TNICA a nota onde a escala comea e onde ela termina. a principal nota de uma escala, mesmo que ela no seja tocada em um solo, todas as outras notas da escala esto subordinadas a ela. aquela nota que tem o poder de concluir as frases musicais como um ponto final. Alm de nos dar a referncia inicial pra aprender a escala, ela tambm responsvel por definir o TOM em que vamos tocar. TOM ou TONALIDADE a referncia para que os msicos toquem melodias e harmonia em sintonia, usando a mesma escala. o contexto harmnico que define a estrutura bsica de uma msica ou trecho musical. Aprender a identificar o tom em que uma msica est um dos conhecimentos mais importantes pra quem quer improvisar e tirar msica de ouvido. Quando a gente aprende a identificar o tom de uma msica e conhece a escala na qual a msica est baseada, fica muito mais fcil de perceber o resto: os solos, acordes e arranjos em geral. HARMONIA a simultaneidade de sons musicais e MELODIA a sucessividade destes sons. Em outras palavras, no universo da harmonia, esto os acordes, o acompanhamento de uma cano e tudo aquilo que podemos ouvir simultaneamente em uma msica, a maneira como as partes da msica se combinam formando os acordes e os arranjos. No universo da Melodia esto os solos, os temas ou frases musicais de qualquer instrumento vistos isoladamente, sem considerar os acompanhamentos. A soma de duas ou mais melodias, se tocadas simultaneamente, acaba resultando em uma harmonia. FORMA, DIGITAO OU SHAPE como chamamos os padres de posies usados para se tocar as escalas no instrumento. Neste curso, aprenderemos cinco formas ou shapes diferentes para cada escala. Estes Padres podem ser tocados a partir de qualquer casa com o mesmo formato. Nesta a apostila em PDF, voc tem os diagramas para estudar cada digitao com calma. Observe que a tnica da escala, em cada uma das cinco digitaes, est em destaque. Essa nota define o tom em que a escala est. Por tanto, muita ateno na hora usar a escala e posicionar cada shape no brao para que o tom esteja de acordo com o que voc quer tocar. Agora vamos ver como a Escala Maior Natural., compreender sua estrutura e aplicao. 4 Escalas II Conceitos preliminares T nica, Tom e Tonalidade Me lodia e Harmonia Forma, Digitao ou Shape 5. A escala Maior Natural a escala mais simples do ponto de vista da organizao das notas. Ela formada apenas por intervalos maiores ou justos em relao tnica. Tomando como exemplo a escala de D Maior, vemos que as sete notas musicais em ordem natural formam a Escala Maior Natural sem precisar de nenhum acidente (# ou b). Escala Maior NaturalEscala Maior Natural DD RR MIMI FF SOLSOL LL SISI DD TnicaTnica 22 33 4J4J 5J5J 66 77 88 Podemos tocar a escala de D maior ao piano usando apenas as teclas brancas. Isso tambm mostra como ela simples e natural. Entretanto, importante notar que quando esta escala estiver em outros tons, deve ser mantida a mesma estrutura de intervalos. Por isso, para cada tonalidade diferente, podem aparecer alguns sustenidos ou bemis para manter as caractersticas da escala. Na tabela abaixo, vemos a anlise dos intervalos formados entre os graus da escala. H uma predominncia de intervalos de Tom inteiro, sendo que temos apenas dois intervalos de Semi-tom: entre a 3 Maior e a 4 Justa e entre a 7 Maior e a 8 (Tnica)... Escala Maior NaturalEscala Maior Natural DD RR MIMI FF SOLSOL LL SISI DD TnicaTnica 22 33 4J4J 5J5J 66 77 88 T.T. T.T. St.St. T.T. T.T. T.T. St.St. aconselhvel memorizar esta sequncia de tons e semi-tons para ser capaz de transpor a escala para qualquer tonalidade: Tom, Tom, Semi-tom, Tom, Tom, Tom, Semi-tom. II IIII IIIIII IVIV VV VIVI VIIVII VIIIVIII T.T. T.T. St.St. T.T. T.T. T.T. St.St. 5 Escalas II Entendendo a escala Conte xtualizao terica 6. Agora veja como fica a Escala Maior Natural em outras tonalidades. Observe como os acidentes so necessrios para que seja mantida a estrutura de intervalos entre os graus da escala: Escala deEscala de SolSol Maior NaturalMaior Natural SOLSOL LL SISI DD RR MIMI F#F# SOLSOL TnicaTnica 22 33 4J4J 5J5J 66 77 88 T.T. T.T. St.St. T.T. T.T. T.T. St.St. Em Sol Maior, temos um sustenido no stimo grau (F#) para manter o Tom inteiro entre os graus VI e VII, e o semi-tom entre os graus VII e VIII (Tnica) Escala deEscala de RR Maior Na

View more