entreposto | fevereiro 2016

Click here to load reader

Post on 26-Jul-2016

225 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Informação a serviço do agronegócio

TRANSCRIPT

  • INFORMAO A seRvIO dO AgRONegcIO

    ano

    17 -

    n 1

    89 -

    FEV

    EREI

    Ro d

    E 20

    16 -

    R$ 14

    ,90

    www.jornalentreposto.com.br

    BaTaTICULTURa EM TRanSFoRMao no BRaSIL

    REGIES PRODUTORAS

  • Para ler o Entreposto a qualquer momento,

    baixe o aplicativo nas lojas virtuais. Nele,

    voc acessa nossa biblioteca e pode fazer

    download das edies para leitura.

    Baixe o aplicativo para ler nossas publicaes

    agora mesmo no seu tablet ou smartphone.

    Voc tambm pode acessar a ltima edio

    no navegador do seu computador, acesse

    www.jornalentreposto.com.br/edicao-virtual

    Baixe agora o aplicativo

    e acesse o contedo

    completo de onde estiver.

  • Mudana na geografia de produo transforMa bataticultura nacional

    Diretora Geral: Selma Rodrigues Tucunduva. Diretor Comercial: Jos Felipe Gorinelli. Edio: Carolina de Scicco/ Paulo Cesar Rodrigues Colaboradores: Anita Gutierrez, Manelo Periodicidade: Mensal Redao: Av. Dr. Gasto Vidigal, 1946 Edsed ll - loja 14A - CEP 053 14-000 Tel.: 11 3831.4875 E-mail: contato@jornalentreposto.com.br

    Os artigos e matrias assinadas no refletem necessariamente, o pensamento da direo deste jornal, sendo de inteira responsabilidade de quem os subscrevem.

    nas ltiMas trs dcadas a rea plantada de batata no brasil reduziu de 150 Mil hectares para Menos de 100 Mil hectares

    hortalias disparaM e pressionaM o oraMento faMiliar paulistano

    5

    furgo Vito da Mercedes-benz a noVa opo para distribuidores de flV

    17

    nanotecnologia ajuda agricultores a reduzir o uso de gua e luz

    6

    o brasil orgnico do sculo XXi 18

    eXigncia da nota fiscal do produtor preVine irregularidades

    13

    jardiM botnico de curitiba ganha noVa Variedade de flor

    21

    8

    3fevereiro / 2016 i ENTREPOSTO

    /JornalEntreposto @jentreposto/tventreposto /jornal_entreposto

  • COmRCiO NO PRECiSa maiS vENdER baNaNa POR quilO Em SP

    a banana no precisa mais ser pesada em feiras, mercados ou sacoles em todo estado de so paulo. a lei 16.121/2016, de autoria do deputado hlio nishimoto (psdb), que desobriga a utilizao da balana na hora da compra entrou em vigor neste incio de ano. dessa maneira, cada estabelecimento pode escolher a forma de comercializao, seja em dzia, cacho, quilo ou mesmo unidade.

    CamEx REduz imPOSTO dE imPORTaO dE dOiS iNSumOS uSadOS Na agRiCulTuRa

    Entrou em vigor no final de janeiro, com a publicao da resoluo camex n4 de 2016, a reduo permanente do imposto para compra no exterior de dois insumos para agricultura. a mudana foi aplicada com a incorporao legislao brasileira das resolues gMc n 53, 54 e 55, de 2015 e trata-se de uma reduo permanente da tributao desses ingredientes ativos. os produtos com alteraes de imposto so os seguintes:

    Propargite (nCM 2920.90.22) utilizado para formulao de acaricidas (substncias que combatem caros que se alimentam de plantas) para culturas de algodo, citros, caf, ma, morango, rosa, tomate, algodo, citros e caf o item teve reduo do imposto de importao de 14% para 2%

    4-Cloro-alfa,alfa,alfa-trifluor-3,5-dinitrotolueno (NCM 2904.90.14) o item, que serve para fabricao de herbicidas, teve reduo da alquota para compra externa de 14% para 2%.

    novidade

    O Banco do Brasil lanou o aplicativo GeoMapa Rural, que permite aos produtores rurais capturar e transmitir ao banco as coordenadas geodsicas de reas de cultivo que sero fi-nanciadas.

    O Banco Central estabe-leceu a obrigatoriedade dessas coordenadas para financiamen-tos de custeio agrcola e de al-guns financiamentos de inves-timento (formao de lavouras permanentes e reflorestamento,

    por exemplo) de valor supe-rior a R$ 300 mil. A partir do dia 1 de julho de 2016, essa obrigatoriedade vai abranger as operaes com valores superior a R$ 40 mil.

    O aplicativo permite a co-leta das coordenadas sem a ne-cessidade de rede de dados. A identificao da rea pode ser feita percorrendo-se o perme-tro da rea a financiar ou mar-cando os vrtices da rea dire-tamente na tela do smartphone

    ou tablet (imagem do Google Maps). O usurio ter ainda a opo de editar a rea sele-cionada na tela do aparelho. Segundo o banco, o aplicativo est disponvel no Google Play e na Apple Store.

    Para os produtores rurais e empresas de assistncia tc-nica que utilizam aparelho de navegao GPS, o BB tambm disponibiliza pgina na web, onde os arquivos podero ser encaminhados ao banco.

    APliCATiVo CAPTuRA AS CooRDEnADAS DE REAS RuRAiS

    Sincaesp e Apesp realizam assembleia

    O Sindicato dos Permission-rios em Centrais de Abastecimen-to de Alimentos do Estado de So Paulo (Sincaesp) e a Associao dos Permissionrios do Entreposto de So Paulo (Apesp) convidaram permissionrios para Assembleia Geral, que foi realizada no dia 25 de fevereiro, quinta-feira, s 15h, no Auditrio Nelson Loda, cujo objetivo foi a criao de uma Os-cip (Organizao da Sociedade Ci-vil de Interesse Pblico).

    Na Assembleia Geral, criamos oficialmente a entidade e elegemos os oito primeiros conselheiros, que tero seis meses de mandato pro-visrio. Vale lembrar que os mem-bros das diretorias de Sincaesp e Apesp no faro parte da diretoria da Oscip, esclarece Jos Luiz Ba-tista, presidente do Sincaesp.

    Com essa organizao em pleno funcionamento, os permis-sionrios passaro a administrar o condomnio, ou seja, iro con-tratar e fiscalizar os servios do ETSP, como manuteno, limpe-za, segurana, etc. De acordo com

    as entidades, os benefcios sero inmeros: agilidade na resoluo de problemas, melhor avaliao na contratao de servios, menos gastos e garantia de uma adminis-trao profissional e estvel.

    Na ocasio, o Sincaesp tam-bm esclareceu que as funes pblicas da Ceagesp continuaro sendo imprescindveis para o bom funcionamento do entreposto, como por exemplo, as informa-es de mercado fornecidas pela Seo do Centro de Qualidade Hortigranjeira e a Seo de Eco-nomia e Desenvolvimento. Os levantamentos e programas de qualidade e padronizao realiza-dos por estes departamentos so essenciais para a qualidade do ser-vio de abastecimento de produtos agrcolas. Com a criao da Oscip, a Ceagesp vai ter mais disponibili-dade para se voltar estas impor-tantes demandas. Acreditamos que trabalhando desta maneira todo o setor ser beneficiado, afirma Ba-tista, lembrando que o presidente da Ceagesp, senhor Carlos Nabil,

    foi convidado para a assembleia e prontamente aceitou o pedido. Temos certeza de que juntos fa-remos mais e melhor, comple-menta.

    AutogestoEsse movimento de participa-

    o dos permissionrios na gesto de um Entreposto j acontece em diversas Ceasas do Brasil, como na do Rio de Janeiro. Segundo os permissionrios, essa a melhor forma de controlar e reduzir as despesas do condomnio, alm de melhorar os servios no Entrepos-to.

    O Sincaesp esclarece que todos os permissionrios estabelecidos no ETSP faro parte da Oscip. Cada CNPJ tem um voto, inde-pendente do tamanho da empresa. Cada setor do ETSP dever eleger, por voto, seu representante para fazer parte do Conselho de Ad-ministrao (veja no quadro). A organizao no pode remunerar diretores, membros das comisses e conselhos, nem dividir os lucros

    com seus associados. Caso haja lucro, o mesmo dever ser rever-tido em benfeitorias no mercado, como, por exemplo, um fundo de melhorias.

    A entidade tambm enfatiza que a Ceagesp no ser privati-zada. Ela continuar a cuidar das funes pblicas do abastecimen-to, obrigao que inclui: licita-o das reas, administrao dos contratos de TPRU, cobrana do TPRU, fiscalizao, formao de preos, padronizao de embala-gens, normas de comercializao, alm de continuar sendo respons-vel pela rea.

    Queremos que os servios funcionem e temos a possibilidade de melhor-los. Ns, permissionrios, temos que nos mobilizar em todos os setores, e passar a gerir o nosso condomnio, o nosso Entreposto, afirma o presidente. um momento histrico na Ceasa. Permissionrio, faa a sua parte! Participe das reunies, seja a mudana, convoca o presidente.

    ReuNIO AcONteceu eM FeveReIRO e teve cOMO ObjetIvO A cRIAO de uMA OscIp

    4 notciasENTREPOSTO i fevereiro / 2016

    Comisses

    Setoriais

    (eleita consultiva)

    Assembleia dos Associados

    (celebrativo)

    Conselho de Administrao

    (mandato de 2 anos deliberitivo)

    9 conselheiros representando cada setor do ETSP:

    MFE"S, HF"S, Flores, Pescado, Varejes/Atpicos, MAPA

    Administradores

    Funcionrios

    Comisses

    Temticas

    (indicativa/consultiva)

    Prossionais

    (remunerados CLT)

    Organograma da OSCIP (Organizao da Sociedade Civil de Interesse Pblico)

  • ManELo

    C enTre nS

    falando Srio

    naRa GUIMaRESSECRETaRIa dE aGRICULTURa E aBaSTECIMEnTo do ESTado dE So PaULo

    Pesquisadores do Instituto de Economia Agrcola (IEA), analisando o comportamento da variao dos preos coletados em janeiro de 2016 em relao aos meses de janeiro e dezembro de 2015, por grupos de produ-tos, chamam a ateno para a elevao de preos de alimen-tos no municpio de So Paulo ocorrida no ms de janeiro de 2016, que, segundo eles, indica uma possvel e preocupante ten-dncia para o ano que se inicia.

    A inflao de 2015, medida pelo Instituto Brasileiro de Ge-ografia e Estatsticas (IBGE), por meio do ndice de Preos ao Consumidor Amplo (IPCA), al-canou 10,67%. Este ndice foi sentido nos preos da maioria dos produtos que compem os grupos de clculo do IPCA e a variao ocorrida durante o ano de 2015 foi alvo de diversas re-portagens, relatrios do Banco Central Brasileiro e textos eco-nmicos ao longo do prprio ano.

    O levantamento realizado pelo IEA indica que todos os grupos de produtos apresen-taram variao positiva, tota-lizando um ndice mensal de 3,85% de variao em relao ao ltimo perodo (dezem