ensino jurdico: disciplina e violncia da funo conservadora e da o da funo transformadora ... pierre...

Download ENSINO JURDICO: DISCIPLINA E VIOLNCIA da funo conservadora e da o da funo transformadora ... Pierre Bourdieu's habitus: ... A Escola do Recife A Repblica 1930-1945. 1945-1964 Notas

Post on 04-May-2018

216 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • ENSINO JURDICO: DISCIPLINA E VIOLNCIA SIMBLICA

    Alexandre Bernardino Costa

    DISSERTAAO APRESENTADA AO CURSO DE PS-GRADUAAO EM DIREITO

    DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA COMO REQUISITO A OBTENO DO TTULO

    MESTRE EM CINCIAS HUMANAS - ESPECIALIDADE DIREITO

    Orientador: Prof. Dr. Edmundo Lima de Arruda Jr.

    FLORIANPOLIS1992

  • ** Destitudo de feio cientfica e reduzido s propores de um formalismo banal e insignificante, quando no s de um mister ou ofcio estragador, que no deixa calos nas mos, verdade, porm, deixa-os no carter, o nosso direito no assunto capaz de ocupar seriamente a ateno de espritos elevados. O que h nele que possa provocar o apetite do estudo, a sede de pesquisa? Absolutamente nada. "

    (Tobias Barreto, 1881)

  • UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CINCIAS JURDICAS CURSO DE PS-GRADUAAO EM DIREITO

    A dissertao ENSINO JURDICO: DISCIPLINA E VIOLNCIA SIMBLICA, elaborada por ALEXANDRE BERNARDINO COSTA, e aprovada por todos os membros da Banca Examinadora, foi julgada adequada para a obteno do ttulo de MESTRE EM DIREITO

    Florianpolis, 31 de janeiro de 1992.

    BANCA EXAMINADORA

    Prof. Dr. Edmundo Lima de Arruda Jr

    Prof. Dr. Roberto A. R. de Aguiai'

    Prof. Dr. Reinaldo Matias Fleuri

    Professor Orientador

    Prof. Dr. Edmundo Lima de Arruda Jr.

    Prof. Dr. Cesar Luiz Pasol

    Coordenador do Curso

  • Aos meus pais, Orlando A minha irm, Cludia.

    Lui za.

  • RESUMO

    O trabalho intitulado Ensino Jurdico:

    disciplina e violncia simblica, tem por objetivo bsico

    buscar a compreenso da funo desempenhada pelos cursos de

    direito ao longo da histria brasileira. Na tentativa de

    realizao desta tarefa deu-se especial ateno ao perodo

    posterior a 1964, por entender-se que esta etapa histrica

    possui uma especificidade na determinao da realidade do

    ensino jurdico nos dias atuais.

    O corpo do trabalho est dividido em

    seis captulos, alm da introduo e das consideraes

    finais, dispostos da seguinte forma:

    No primeiro captulo busca-se expor o

    quadro terico que norteia a anlise ao longo do trabalho.

    Nele esto, de maneira sinttica, colocados os principais

    conceitos utilizados: A anlise da disciplina, realizada por

    Michel Foucault; o habitus de Pierre Bourdieu; o senso comum

    terico do jurista de ofcio, de Lus A. Warat; e um quadro

    onde delineado a funo dos cursos de direito.

    O segundo captulo busca expor a

    histria do ensino jurdico no Brasil, desde a sua fundao

    at 1964, com a utilizao do marco terico construdo no

    captulo anterior.

  • O terceiro

    posterior a 1964-, buscando-se

    ocorridas a nvel poltico

    contextualizar a anlise sobre

    No quarto

    realidade do ensino jurdico

    pesquisa realizada com alunos

    Paran (UFPR).

    No quinto

    retomados todos os elementos

    empreender um esforo de anli,

    possibilidade de um exercc

    atravs dos cursos jurdicos

    captulo trata do perodo

    dar ateno s transformaes

    econmico e social para

    o ensino de direito,

    captulo busca-se apreender a

    na atualidade, atravs de uma

    da Universidade Federal do

    e sexto captulos so expostos anteriormente para

    e da funo conservadora e da

    o da funo transformadora

    Ao final, so expostas algumas

    consideraes compostas de uma sntese do trabalho e de

    algumas concluses pessoais do autor.

  • ABSTRACT

    The research Teaching of Law:

    discipline and symbolical violence lodes into the

    comprehension of the role played by the Courses of Law

    throughout brazilian history. In the realization of this

    task special attention was devoted to the after - 1964

    period, since in the author's view this historical period

    has a special bearing on the current juridical teaching.

    Besides the introduction and the

    conclusion, the Corpus of the research consists of six

    chapters, arranged as follows:

    Chapter one presents the theoretical framework for the analyses throughout the work. Herein are

    also outlined the main concepts to be used henceforth:

    Michel Foucault's analysis of discipline; Pierre Bourdieu's

    habitus: common or juridical sense of lawyers in office, by

    Luis A. Varat; and a sketch wherein the role of Law Courses

    is outlined.

    Chapter two presents the history of

    juridical teaching in Brazil from the beginning up to 1964,

    resorting to the theoretical framework set up in chapter

    one.

    Chapter three deals with the after

    1964 period, focusing particularly the transformations that

  • took place at political and socio-economic level in order to

    contextualize the analysis about the teaching of Law.

    In chapter four we try to understand the

    actual teaching of Law at present by means of a research

    carried out among the students of the Federal University of

    Parana (UFPR).

    In chapter five and six all the previous

    items are summed up in order to try an analysis of the

    conservative role as well as of the possibility of a transfotming function by Law Courses.

    Some final consideratons, drawn from

    the work itself, and the author's own conclusions put an end

    to the research.

  • AGRADECIMENTOS

    Um trabalho de reflexo sobre o mundo

    que nos cerca no realizado por um indivduo isoladamente.

    Nele, contribuem, direta ou indiretamente, todas as pessoas

    que compartilham, de alguma forma, os momentos de ruptura e

    de criao. Aqui, o agradecimento expresso a alguns destes.

    Primeiramente, CAPES, pelo

    financiamento sem o qual seria impossvel a realizao do

    trabalho;

    Ao meu orientador, Edmundo Lima de

    Arruda Jr. , que , nos encontros e desencontros da caminhada,

    tornou-se um amigo;

    A turma que ingressou no curso de

    mestrado em 1988, e comigo compartilhou de uma experincia

    de vida, com alegrias e dificuldades. E em especial a dois

    colegas que se tornaram grandes amigos: Gian Marco

    Nercolini, e Marco Aurlio Aydos;

    Aos meus pais, porto seguro permanente;

    A minha irm, Claudia Cavagnari, por

    compartilhar das mesmas angstias e esperanas em relao ao

    tema;

    Pelo carinho e amizade, Luciane

    Boschiroli;

    A Gema Martins, pelo apoio no retorno

    antiga e profunda amizade;

  • Ao Marcos Mota, pela ajuda

    desinteressada e pela amizade;

    Aos amigos, Joo Carmona, Joo Batista,

    Alejandra Pascual, Eloisa de Carvalho, Cristine Amaral,

    Simone Alves, Cesar de Carvalho, Maria Anglica, Ktia

    Kozik, Vera Karam, Leticia Baixo e Maria de Lurdes, para

    nomear alguns;

    As funcionrias do CPGD-UFSC, Maria

    Helena, Rose, Dilsa, Stela e Ivonete;

    Em especial companheira Natlia de

    Mello Arajo Ferreira, por tudo e mais alguma coisa;

    Por ltimo, gostaria de fazer um

    especial agradecimento Profa. Dra. Olga Maria Boschi de

    Aguiar, pelos desnecessrios momentos difceis que me

    proporcionou, mas que. . no final das contas, serviram como

    estmulo na reflexo sobre as relaes entre os seres

    humanos que compem o ensino jurdico, suas foras

    conservadoras, e possibilidades transformadoras.

  • SUMARIO

    INTRODUO

    CAPTULO I -

    Um Marco Terico

    Intoduo

    Funo do Ensino Jurdico

    Notas

    CAPTULO II -

    Ensino Jurdico no Brasil at 1964.

    Introduo

    O Perodo Colonial - Portugal

    A Independncia e a Criao dos

    Cursos Jurdicos

    O Ensino Jurdico no Imprio

    A Escola do Recife

    A Repblica

    1930-1945.

    1945-1964

    Notas

    CAPTULO III -

    O Ensino Jurdico no Perodo ps-64

    Introduo

    O Perodo ps-64

    P. 1

    p. 8

    P. 9 p. 11

    p. 41

    p. 45

    p. 46

    P. 48

    p. 51

    p. 54

    p. 65

    p. 7 1

    p. 75

    p. 83

    p. 86

    p. 88

    p. 89

    p. 91

  • A Reforma do Ensino Superior e

    os Cursos Jurdicos p. 103

    Notas p. 126

    CAPITULO IV -

    Uma Pesquisa de campo: A UFPR

    Introduo

    Histria da Faculdade de Direito

    da UFPR

    A Pesquisa de campo

    Notas

    CAPTULO V -

    Funo Conservadora do Ensino Jurdico

    Introduo

    Uma Funo Historicamente

    Conservadora

    Pesquisas Empricas

    A Atualidade da Funo Transformadora

    O Conservadorismo Acadmico

    Notas

    CAPTULO VI -

    Funo Transformadora do Ensino Jurdico p. 200

    Introduo p. 201

    A "Crise" do Ensino Jurdico p. 203

    Notas p. 218

    p. 167

    p. 168

    p. 170

    p. 177

    p. 187

    p. 195

    p. 198

    p. 129

    p. 1 30

    p. 1 3 1

    p. 135

    p. 166

  • CONSIDERAES FINAIS

    REFERNCIAS BIBLIOGRAFICAS

    ANEXOS

  • IHTRODUKO

  • 2

    A motivao que propulsiona este esforo

    de trabalho intelectual para uma melhor compreenso do

    ensino jurdico no difere da mola mestra de todos que

    percorrem o mesmo tema, ou seja, a crena na necessidade e

    na possibilidade de um ensino jurdico superior que facilite

    a busca de, se assim pode-se chamar, uma felicidade social

    onde o direito e sua transmisso institucionalizada possam

    contribuir de alguma maneira para a nossa realizao como

    seres humanos. Da mesma forma, a motivao vem acompanhada

    da constatao e apreenso de uma realidade desfuncional e

    negativa, insatisfatria para servir s necessid