engenheiro agr£´nomo professor; consultor em mip e agricultura sustent£œvel;...

Click here to load reader

Download Engenheiro Agr£´nomo Professor; Consultor em MIP e Agricultura Sustent£Œvel; . 2019. 8. 5.¢  MIP. Fen£´meno

Post on 31-Mar-2021

0 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Guilherme dos Reis Vasconcelos

    em pequenas culturas

    Engenheiro Agrônomo

    Professor;

    Consultor em MIP e Agricultura Sustentável;

    Horticultor.

  • Hortaliça é a planta herbácea da qual uma ou

    mais partes são utilizadas como alimento na

    sua forma natural.

    Hortaliça

    O produto será designado: verdura, quando

    utilizadas as partes verdes; legumes, quando

    utilizado o fruto ou a semente, especialmente

    das leguminosas e, raízes, tubérculos e

    rizomas, quando são utilizadas as partes

    subterrâneas.

  • •Grande variedade de “variedades”

    •Escassez de produtos registrados

    •Baixa tecnificação do produtor

    •Cultura / Tradição

    •Falta de interesse das multinacionais

    •Políticas publicas escassas ou mal

    conduzidas

    •Etc, etc, etc....

    Problemas do controle de pragas

    em hortaliça

  • Contaminação de alimentos

    91,8% (n=146)

    63,4% (n=112)

    57,4% (n=136)

    56,4% (n=165)

    54,2% (n=131)

    49,6% (n=141)

    http://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&frm=1&source=images&cd=&cad=rja&docid=3ijk6A8fChA-zM&tbnid=ASeaxQImMeypKM:&ved=0CAUQjRw&url=http://missnutricao.blogspot.com/2012/09/alface.html&ei=cpx5Us7kB826kQe8_oHgCw&bvm=bv.55980276,d.eW0&psig=AFQjCNFwlW8DMdxFzCy-y2TLqfgnZJqZbw&ust=1383788012025658 http://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&frm=1&source=images&cd=&cad=rja&docid=2hcl5T2YvnR9HM&tbnid=eDfbOENK7icPYM:&ved=0CAUQjRw&url=http://guiadeteresina.com/2012/01/inscricoes-para-as-oficinas-do-teatro-do-boi-comecam-nesta-segunda-feira-9.html&ei=GZx5Uv-gAcbukQebrIHgCw&bvm=bv.55980276,d.eW0&psig=AFQjCNGfNDD1MzL6AINW0YBHE4LUvOdE-w&ust=1383787902138263 http://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&frm=1&source=images&cd=&cad=rja&docid=NmkvUajS5UpVoM&tbnid=22QmsgjjsodGsM:&ved=0CAUQjRw&url=http://www.imagens.usp.br/?p=14830&ei=m5p5Us33BNT5kQfmpIDgCw&bvm=bv.55980276,d.eW0&psig=AFQjCNFbOYGxZ5cdfn1KKjJYLWzwCCa5QQ&ust=1383787540973017 http://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&frm=1&source=images&cd=&cad=rja&docid=D6TwHZhSaDIO2M&tbnid=4A4OsNwff4tMKM:&ved=0CAUQjRw&url=http://paixaocapixaba.com.br/?p=4749&ei=Hpt5UtTMHcnskQfSjoDoCw&bvm=bv.55980276,d.eW0&psig=AFQjCNHYTVRngZpoQGJyyGrkFDQpTG0ERw&ust=1383787675320821 http://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&frm=1&source=images&cd=&cad=rja&docid=F78R47vG49NfSM&tbnid=3R1rEp5V98LemM:&ved=0CAUQjRw&url=http://auriverde.am.br/site/noticias/ler/beneficios-do-pepino&ei=jZt5UoCfOMm1kQfKiYDgCw&bvm=bv.55980276,d.eW0&psig=AFQjCNGSzg50naNOcuEVi3oIhouGxWOaiQ&ust=1383787777225235 http://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&frm=1&source=images&cd=&cad=rja&docid=mxM4-g7mlZA5nM&tbnid=H3GiCtrDYq8EFM:&ved=0CAUQjRw&url=http://www.imagens.usp.br/?attachment_id=14875&ei=1Jx5Uve3DIe2kAf-qIHwCw&bvm=bv.55980276,d.eW0&psig=AFQjCNFY6HeZpXSSGSv7YC7EbL11StJTTA&ust=1383788108358181

  • Pirâmide da qualidade de alimentos

    Fonte: DEPROS/SDC/MAPA

  • Patamares para a Inovação e Competitividade na

    Agropecuária Brasileira

  • É um sistema de produção baseado na

    SUSTENTABILIDADE, aplicação de recursos

    naturais e regulação de mecanismos para a

    substituição de insumos poluentes, utilizando

    instrumentos adequados de MONITORAMENTO dos

    procedimentos e a RASTREABILIDADE de todo o

    processo, tornando-o economicamente viável,

    ambientalmente correto e socialmente justo.

    Produção Integrada

  • IN S

    E T

    IC ID

    A S

    C O

    N T

    R O

    L E

    B IO

    L Ó

    G IC

    O

    F E

    R O

    M Ô

    N IO

    S

    M A

    N IP

    U L

    A Ç

    Ã O

    G E

    N É

    T IC

    A D

    E P

    R A

    G A

    S

    V A

    R IE

    D A

    D E

    S R

    E S

    IS T

    E N

    T E

    S A

    I N

    S E

    T O

    S

    (p la

    n ta

    s m

    o d

    if ic

    a d

    a s

    g e

    n e

    ti c

    a m

    e n

    te )

    M A

    N IP

    U L

    A Ç

    Ã O

    D O

    A M

    B IE

    N T

    E

    E M

    É T

    O D

    O S

    C U

    L T

    U R

    A II S

    MORTALIDADE NATURAL NO AGROECOSSISTEMA

    NÍVEIS DE CONTROLE

    AMOSTRAGEM

    TAXONOMIA

    T é

    c n

    ic a

    s d

    e m

    a n

    e jo

    Alicerce

    para

    decisões do

    manejo

    MIP

  • Fenômeno no qual as populações se

    autorregulam sem a necessidade do uso

    de agroquímicos, sendo a população da

    praga mantida abaixo do nível de dano

    econômico por ação dos seus inimigos

    naturais.

    Controle biológico

    (PARRA, 2006).

  • CONTROLE BIOLÓGICO procedimentos básicos

    CONSERVAÇÃO

    INTRODUÇÃO

    Controle Biológico Clássico

    MULTIPLICAÇÃO

    Controle Biológico Aplicado

    Controle Biológico Natural

  • Manutenção dos inimigos naturais no

    campo (alimento, refúgios etc.);

    Locais para reprodução;

    Seletividade dos agroquímicos

    (fisiológica ou ecológica);

    Manejo da resistência.

    CONSERVAÇÃO

    Controle Biológico Natural

  • Recomendação

    10% da área cultivada deve ser reservada para

    “áreas de compensação ecológica”.

    O controle biológico natural é responsável por 95% de

    controle das pragas em cerca de 85,5 milhões km2 no planeta

    (van LENTEREN, 2009).

    CONSERVAÇÃO Controle Biológico Natural (Conservativo)

  • Exemplo:

    Em casas-de-vegetação, parasitoides de moscas-

    minadoras e pulgões, ocorrem nas vizinhanças. A

    migração de tais parasitoides para o interior das

    referidas casas dependerá do manejo adequado das

    vizinhanças para restaurar o equilíbrio natural.

    CONSERVAÇÃO Controle Biológico Natural (Conservativo)

  • Exemplo:

    O cultivo de linhas de sorgo entre as linhas da

    cultura do tomateiro, pois a incidência de pulgões

    específicos de gramíneas funciona como atrativo

    para predadores generalistas e parasitoides que se

    alimentam do “honey dew” (SINIGAGLIA et al.,2000).

    CONSERVAÇÃO Controle Biológico Natural (Conservativo)

  • no Brasil

    TOMATE

    Plantio de sorgo ao redor das lavouras

    (estaqueado) ou nas curvas de nível (rasteiro)

    – atração de inimigos naturais de insetos

    vetores;

    Aplicação de inseticidas somente quando

    necessários (amostragens);

    Uso de inseticidas seletivos para o controle

    das diversas pragas.

    aplicações aplicações Gravena e Benvenga (2003)

  • liberações

    inoculativas

    INTRODUÇÃO

    Controle Biológico Clássico

  • Cryptolaemus montrouzieri

    Orius insidiosus

    Stratiolaelaps scimitus Tripes

    Phitoseidae

    Tetranychidae

    Fungos gnatus, Bradisia

    spp., tripes, collembola

    Liriomyza sp.

    Apanteles gelechiidivoris

    Cochonilhas sem carapaça Opiua sp.

    Tuta absoluta

  • INTRODUÇÃO DE INIMIGOS NATURAIS

    EMBRAPA MEIO AMBIENTE

    Laboratório de Quarentena “Costa Lima”

    1991 - 2008

    Ácaros

    Bactérias

    Fungos

    Predadores

    Parasitóides

    Nematóides

    Vírus

    Protozoários

    Formigas

    TOTAL

    10

    119

    79

    2

    20

    8

    1

    1

    1

    241

  • liberações

    inundativas

    produção massal

    MULTIPLICAÇÃO

    Controle Biológico Aplicado

  • Controle biológico aplicado liberações inundativas

    Mais aceito pelo

    agricultor, por se

    assemelhar ao

    controle químico

    População da praga

    liberação de um

    inimigo natural nível de controle

    NC

    nível de dano

    ND

    nível de equilíbrio

    NE

    Tempo

    sem liberação

    P o p u la

    ç ã o d

    a p

    ra g a

  • Vale do São Francisco (NE)

    Liberação em 1.500 ha

    Haji et al. (2002)TOMATE INDUSTRIAL

    CASOS DE SUCESSO em controle biológico

    década de

    Trichogramma pretiosum

    Tuta absoluta

  • ESPÉCIES COMERCIALIZADASno Brasil

  • controle biológico em

    Predomina controle biológico natural

    O controle biológico aplicado (liberações

    inundativas) é usado em tomate

  • Controle biológico de traças, brocas e lagartas

    desfolhadoras e