energia dos chakras, saأڑde e autotransformaأ‡أƒo os chakras e o psiquismo • como os...

Download ENERGIA DOS CHAKRAS, SAأڑDE E AUTOTRANSFORMAأ‡أƒO OS CHAKRAS E O PSIQUISMO • Como os chakras sأ£o

Post on 25-Oct-2020

2 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • ENERGIA DOS CHAKRAS, SAÚDE E

    AUTOTRANSFORMAÇÃO

  • A REALIDADE TRINA DO SER

    • O Ser Humano possui corpos com diferentes níveis de energias que estão mais ou menos condensadas.

    • Em uma visão energética o Ser Humano é composto por 3 realidades: Essencial, Intermediária e Física.

  • A REALIDADE TRINA DO SER

    • A realidade essencial ou causal exprime a Essência Divina que todos somos. É o Espírito em essência. O Ser Essencial ou Causal constitui o corpo Causal.

  • A REALIDADE TRINA DO SER

    •A realidade intermediária compõe o corpo fluídico do espírito.

  • A REALIDADE TRINA DO SER

    • A realidade física constitui o nosso Corpo Físico. É a forma mais “condensada”, onde a matéria se encontra colapsada.

  • O QUE SÃO CHAKRAS

    • Os chakras são centros de energia que existem no interior do corpo fluídico do Espírito.

    • Esses centros de força são denominados de chakras que, em sânscrito, significa círculos.

  • Sétimo Chakra Transcendência Sexto Chakra Inspiração

    Terceiro Chakra Poder

    Quinto Chakra Conhecimento

    Segundo Chakra Prazer

    Quarto Chakra Amor

    Primeiro Chakra Segurança

    Os set e chack r as

  • CHAKRA POSIÇÃO ASPECTOS INTERNOS NATUREZA

    I – RAIZ Base da espinha

    Segurança (Senso de Realidade)

    FISIOLÓGICAII – SACRO Abaixo do umbigo

    Prazer

    III - PLEXO SOLAR

    Abdomen Superior

    Poder

    IV – CORAÇÃO Região média do peito

    Amor EQUILÍBRIO PESSOAL E

    TRANSPESSOAL V – GARGANTA Pescoço Conhecimento

    (Comunicação; Vontade)

    TRANSPESSOALVI – FRONTAL Fronte Inspiração (Intuição; Visão Interior)

    VII - CORONÁRIO Topo da Cabeça

    Transcendência (Espiritual)

  • OS CHAKRAS E O PSIQUISMO

    • Como os chakras são condensadores de energia, a energia mental está intimamente ligada ao seu bom ou mau funcionamento de acordo com o tipo de energia, construtiva ou destrutiva, que mantemos em nossos pensamentos e sentimentos.

  • OS CHAKRAS E O PSIQUISMO

    • É fundamental que estabeleçamos uma vigilância constante em nossos pensamentos e sentimentos para que possamos nos conduzir por uma energia mental construtiva, buscando superar a egocentrismo, nos holocentrando no amor e na compaixão.

  • OS CHAKRAS E O PSIQUISMO

    • Quando cultivamos a invigilância, atuamos de forma subconsciente, criando inibição ou congestão das energias que alimentam os chakras.

  • OS CHAKRAS E O PSIQUISMO

    • As crenças limitadoras e pensamentos automáticos passivos, juntamente com os sentimentos evocados por eles, geram uma hipoatividade do chakra que ficará inibido.

  • OS CHAKRAS E O PSIQUISMO

    • 1º. Chakra (raiz) – segurança (senso de realidade)

    • Hipoatividade – insegurança • Hiperatividade – temeridade • Virtudes essenciais responsáveis pelo

    equilíbrio – humildade e mansidão • Sentimentos egoicos responsáveis

    pelo desequilíbrio – orgulho e rebeldia

  • OS CHAKRAS E O PSIQUISMO

    • 2º. Chakra (sacro) – prazer • Hipoatividade – puritanismo • Hiperatividade – sensualismo • Virtudes essenciais responsáveis pelo

    equilíbrio – gratidão + humildade e mansidão que vêm do 1º.

    • Sentimentos egoicos responsáveis pelo desequilíbrio – ingratidão + orgulho e rebeldia que vêm do 1º.

  • OS CHAKRAS E O PSIQUISMO

    • 3º. Chakra (plexo solar) – poder • Hipoatividade – impotência • Hiperatividade – onipotência e prepotência • Virtudes essenciais responsáveis pelo

    equilíbrio – aceitação + gratidão + humildade e mansidão.

    • Sentimentos egoicos responsáveis pelo desequilíbrio – inaceitação + ingratidão + orgulho e rebeldia.

  • OS CHAKRAS E O PSIQUISMO • 4º. Chakra (coração) – amor • Hipoatividade – indiferença • Hiperatividade – apego • Virtudes essenciais responsáveis pelo

    equilíbrio – compaixão (holocentrismo) + aceitação + gratidão + humildade e mansidão.

    • Sentimentos egoicos responsáveis pelo desequilíbrio – egoísmo, indiferença e crueldade (egocentrismo) + inaceitação + ingratidão + orgulho e rebeldia.

  • OS CHAKRAS E O PSIQUISMO • 5º. Chakra (garganta) – conhecimento • Hipoatividade – sonegação e desprezo ao

    conhecimento • Hiperatividade – abuso do conhecimento • Virtudes essenciais responsáveis pelo

    equilíbrio – compreensão da verdade + compaixão+ aceitação + gratidão + humildade e mansidão.

    • Sentimentos egoicos responsáveis pelo desequilíbrio – incompreensão + egoísmo, indiferença e crueldade+ inaceitação + ingratidão + orgulho e rebeldia.

  • OS CHAKRAS E O PSIQUISMO

    • 6º. Chakra (frontal) – inspiração e intuição • Hipoatividade – ceticismo • Hiperatividade – misticismo • Virtudes essenciais responsáveis pelo

    equilíbrio – discernimento + compreensão+ compaixão+ aceitação + gratidão + humildade e mansidão.

    • Sentimentos egoicos responsáveis pelo desequilíbrio – indiscernimento + incompreensão+ egoísmo, indiferença e crueldade+ inaceitação + ingratidão + orgulho e rebeldia.

  • OS CHAKRAS E O PSIQUISMO • 7º. Chakra (coronário) – transcendência • Hipoatividade – desprezo às funções psíquicas • Hiperatividade – abuso das funções psíquicas • Virtudes essenciais responsáveis pelo

    equilíbrio – entrega + trabalhar com disciplina + compreensão+ compaixão+ aceitação + gratidão + humildade e mansidão.

    • Sentimentos egoicos responsáveis pelo desequilíbrio – resistência + inatividade e indisciplina + incompreensão+ egoísmo, indiferença e crueldade+ inaceitação + ingratidão + orgulho e rebeldia.

  • VOLTADO PARA DENTRO VOLTADO PARA FORA

    SENTIMENTO S EGOICOS EVIDENTES

    PREDOMINAM

    SENTIMENTOS EGOICOS

    MASCARADOS PREDOMINAM

    EGOCENTRISMO – CAUSA DE DESEQUILÍBRIO NOS CHAKRAS

  • O CONVITE PARA A AUTOTRANSFORMAÇÃO

    •João 14:6 – Disse- lhe Jesus: Eu sou o caminho da verdade e da vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim.

  • O CONVITE PARA A AUTOTRANSFORMAÇÃO • O arquétipo do amor é Jesus. Vem dEle o

    convite para nos converter ao Seu amor com o objetivo de nos holocentrarmos. A pessoa holocentrada tem plena consciência de si e, ao mesmo tempo, do todo, do coletivo. Ao contrário, a pessoa egocentrada somente pensa em si, em detrimento dos outros. Quanto maior a capacidade de percepção do coletivo, sem anulação da nossa individualidade, mais evoluídos seremos, como exemplificou Jesus em todo o Seu messianato.

  • O CONVITE PARA A AUTOTRANSFORMAÇÃO

    • Qual o significado de nos converter ao Amor de Jesus?

    • Significa superarmos o egocentrismo, desenvolvendo uma postura holocêntrica pautada em Seu amor. Por ser Jesus o Grande Modelo, o Arquétipo do Amor, somos convidados a sermos aprendizes dEle, convertendo-nos ao Seu Amor.

  • SABEDORIA CRISTÃ

    Conhecereis a verdade, e a verdade vos

    libertará. (João 8:32)

    O CAMINHO PARA SE HOLOCENTRAR

  • AMOR CRISTÃO COMPAIXÃO CRISTÃ

    Amarás o teu próximo como a

    ti mesmo (Mateus 22:39)

    Tudo o que vós quereis que os homens vos façam,

    fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas (Mateus 7:12)

    O CAMINHO PARA SE HOLOCENTRAR

  • O CONVITE PARA A AUTOTRANSFORMAÇÃO

    • Dentre os vultos do Cristianismo nascente destacamos três grandes exemplos de autotransformação que transmutaram totalmente o egocentrismo, desenvolvendo uma postura holocêntrica, a partir do momento em que se entregaram ao amor de Jesus: Pedro, Maria de Magdala e Paulo de Tarso.

  • O CONVITE PARA A AUTOTRANSFORMAÇÃO

    • Eles nos deixaram grandes exemplos de autossuperação e autotransformação, pois se tornaram arquétipos do poder do Evangelho de Jesus. Eram pessoas comuns, muito parecidas conosco; não eram criaturas especiais que Jesus escolhera no Reino dos Céus e trouxe para fazer parte do Seu apostolado na Terra, mas sim criaturas falíveis, pessoas frágeis, com as suas limitações, mas que resolveram se converter ao Amor do Mestre e viver o Seu Evangelho em Espírito e Verdade. Todos deixaram a posição egocêntrica e assumiram a posição holocêntrica, cada um à sua maneira.

  • O CONVITE PARA A AUTOTRANSFORMAÇÃO

    • O importante na modelagem dos arquétipos é que isso nos auxilia a superar o egocentrismo, posição daquele que ainda está envolvido em suas deficiências e não se dispõe a transformá-las.

  • O CONVITE PARA A AUTOTRANSFORMAÇÃO • A conversão ao Amor de Jesus nos torna

    holocentrados. Embora continuemos a ter as nossas limitações, ficamos conscientes da necessidade de autotransformação, de trabalhar por admitir e superar nossas deficiências. Isso muito bem nos exemplificaram