Enem azul domingo gab

Download Enem azul domingo gab

Post on 24-May-2015

2.922 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<ul><li> 1. EXAME NACIONAL DO ENSINO MDIOESSA A COR DO SEU CADERNO DE PROVAS!MARQUE-A EM SEU CARTO-RESPOSTA 2 DIA CADERNO7AZUL 2010PROVA DE REDAO E DE LINGUAGENS, CDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS PROVA DE MATEMTICA E SUAS TECNOLOGIASLEIA ATENTAMENTE AS INSTRUES SEGUINTES1 Este CADERNO DE QUESTES contm a Proposta de Redao e 90 8 O tempo disponvel para estas provas de cinco horas e trinta minutos.questes numeradas de 91 a 180, dispostas da seguinte maneira: a. as questes de nmero 91 a 135 so relativas rea de 9 Reserve os 30 minutos finais para marcar seu CARTO-RESPOSTA. Os Linguagens, Cdigos e suas Tecnologias; rascunhos e as marcaes assinaladas no CADERNO DE QUESTES nob. as questes de nmero 136 a 180 so relativas rea de sero considerados na avaliao.Matemtica e suas Tecnologias. ATENO: as questes de 91 a 95 so relativas lngua estrangeira. Voc 10 Quando terminar as provas, entregue ao aplicador este CADERNO DE dever responder apenas s questes relativas ao idioma de lngua QUESTES e o CARTO-RESPOSTA/FOLHA DE REDAO. estrangeira (ingls ou espanhol) escolhido no ato de sua inscrio e assinalar em seu caderno de provas.11 Voc somente poder deixar o local de prova aps decorridas duas horas2 Marque no CARTO-RESPOSTA, no espao apropriado, a opo do incio da sua aplicao. Caso permanea na sala por, no mnimo,correspondente cor desta capa: 5-Amarela; 6-Cinza; 7-Azul ou 8-Rosa. cinco horas aps o incio da prova, voc poder levar este CADERNO DEATENO: se voc assinalar mais de uma opo de cor ou deixar todos os QUESTES.campos em branco, sua prova no ser corrigida.12 Voc ser excludo do exame caso:3 Verifique, no CARTO-RESPOSTA e na FOLHA DE REDAO, que seencontra no verso do CARTO-RESPOSTA, se os seus dados estoregistrados corretamente. Caso haja alguma divergncia, comunique-aa. utilize, durante a realizao da prova, mquinas e/ouimediatamente ao aplicador da sala. relgios de calcular, bem como rdios, gravadores,headphones, telefones celulares ou fontes de consulta de4 Aps a conferncia, escreva e assine seu nome nos espaos prprios do qualquer espcie;CARTO-RESPOSTA e da FOLHA DE REDAO com caneta esferogrfica detinta preta. b. se ausente da sala de provas levando consigo o5 No dobre, no amasse, nem rasure o CARTO-RESPOSTA. Ele no poder CADERNO DE QUESTES e/ou o CARTO-RESPOSTA antesser substitudo.do prazo estabelecido;6 Para cada uma das questes objetivas, so apresentadas 5 opes,identificadas com as letras A , B , C , D e E . Apenas uma respondec. aja com incorreo ou descortesia para com qualquercorretamente questo. participante do processo de aplicao das provas;7 No CARTO-RESPOSTA, marque, para cada questo, a letra correspondente d. se comunique com outro participante, verbalmente, poropo escolhida para a resposta, preenchendo todo o espao compreendidono crculo, com caneta esferogrfica de tinta preta. Voc deve, portanto, escrito ou por qualquer outra forma;assinalar apenas uma opo em cada questo. A marcao em mais de umaopo anula a questo, mesmo que uma das respostas esteja correta.e. apresente dado(s) falso(s) na sua identificao pessoal.</li></ul><p> 2. 2010 PROPOSTA DE REDAOCom base na leitura dos seguintes textos motivadores e nos conhecimentos construdos ao longo de sua formao,redija texto dissertativo-argumentativo em norma culta escrita da lngua portuguesa sobre o tema O Trabalho naConstruo da Dignidade Humana, apresentando experincia ou proposta de ao social, que respeite os direitoshumanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.O que trabalho escravoEscravido contempornea o trabalho degradante que envolve cerceamento da liberdadepropriedade de uma pessoa sobre a outra, acabando com a possibilidade de possuirlegalmente um escravo no Brasil. No entanto, persistiram situaes que mantm otrabalhador sem possibilidade de se desligar de seus patres. H fazendeiros que, pararealizar derrubadas de matas nativas para formao de pastos, produzir carvo para aindstria siderrgica, preparar o solo para plantio de sementes, entre outras atividadesagropecurias, contratam mo de obra utilizando os contratadores de empreitada,os chamados gatos. Eles aliciam os trabalhadores, servindo de fachada para que osfazendeiros no sejam responsabilizados pelo crime.liberdade. Este segundo fator nem sempre visvel, uma vez que no mais se utilizamcorrentes para prender o homem terra, mas sim ameaas fsicas, terror psicolgico oumesmo as grandes distncias que separam a propriedade da cidade mais prxima.Disponvel em: http://www.reporterbrasil.org.br. Acesso em: 02 set.2010 (fragmento).O futuro do trabalhoser uma mulherFelizmente, nunca houve tantas ferramentas disponveis para mudar o modo como trabalhamos e, consequentemente, como vivemos.E as transformaes esto acontecendo. A crise despedaou companhias gigantes tidas at ento como modelos de administrao. Emvez de grandes conglomerados, o futuro ser povoado de empresas menores reunidas em torno de projetos em comum. Os prximosanos tambm vo consolidar mudanas que vm acontecendo h algum tempo: a busca pela qualidade de vida, a preocupao como meio ambiente, e a vontade de nos realizarmos como pessoas tambm em nossos trabalhos. Falamos tanto em desperdcio delivro(Os prazeres e as dores do trabalho, ainda indito no Brasil).Disponvel em: http://revistagalileu.globo.com. Acesso em: 02 set. 2010 (fragmento).INSTRUES:Seu texto tem de ser escrito tinta, na folha prpria.Desenvolva seu texto em prosa: no redija narrao, nem poema.O texto com at 7 (sete) linhas escritas ser considerado texto em branco.O texto deve ter, no mximo, 30 linhas.O Rascunho da redao deve ser feito no espao apropriado.LC - 2 dia | Caderno 7 - AZUL - Pgina 1 3. 2010LINGUAGENS E CDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS Questo 92Questes de 91 a 135Questes de 91 a 95 (opo ingls)Viva la VidaI used to rule the worldQuesto 91Seas would rise when I gave the wordNow in the morning and I sleep aloneSweep the streets I used to ownI used to roll the dice THE DEATH OF THE PCFeel the fear in my enemys eyesListen as the crowd would singThe days of paying for costly softwareNow the old king is dead! Long live the king!upgrades are numbered. The PC willOne minute I held the keyNext the walls were closed on mesoon be obsolete. And BusinessWeekAnd I discovered that my castles standreports 70%of AmericansareUpon pillars of salt and pillars of sand[]already using the technology that MARTIN, C. Viva la vida, Coldplay. In: Viva la vida or Death and all his friends. Parlophone, 2008.will replace it. Merrill Lynch calls it Letras de msicas abordam temas que, de certa forma,podem ser reforados pela repetio de trechos oua $160 billion tsunami. Computing palavras. O fragmento da cano Viva la vida, porexemplo, permite conhecer o relato de algum quegiants including IBM, Yahoo!, andcostumava ter o mundo aos seus ps e, de repente,se viu sem nada.almeja o ttulo de rei e, por ele, tem enfrentadocash in on this PC-killing revolution.inmeros inimigos.causa pouco temor a seus inimigos, embora tenhamuito poder.Yet, two little-known companies havelimpava as ruas e, com seu esforo, tornou-se rei deseu povo.a huge head start. Get their namestinha a chave para todos os castelos nos quaisin a free report from The Motley Fool desejava morar.called, The Two Words Bill Gates Questo 93 THE WEATHER MANDoesnt Want You to Hear...They say that the British love talking about the weather. Forother nationalities this can be a banal and boring subject Click here for instant access to this FREE report! of conversation, something that people talk about whenthey have nothing else to say to each other. And yet theBROUGHT TO YOU BY THE MOTLEY FOOL weather is a very important part of our lives. That at leastDisponvel em: http://www.fool.com. Acesso em: 21 jul. 2010.southwest of England. Here employees and computers supply weather forecasts for much of the world.Ao optar por ler a reportagem completa sobre o assuntoSpeak Up. Ano XXIII, n 275.anunciado, tem-se acesso a duas palavras que Bill Gatesno quer que o leitor conhea e que se referemAo conversar sobre a previso do tempo, o texto mostra aos responsveis pela divulgao desta informaoo aborrecimento do cidado britnico ao falar sobre na internet. banalidades. s marcas mais importantes de microcomputadoresa falta de ter o que falar em situaes de avaliao do mercado.de lnguas. aos nomes dos americanos que inventaram aa importncia de se entender sobre meteorologia suposta tecnologia.para falar ingls. aos sites da internet pelos quais o produto j podeas diferenas e as particularidades culturais no uso ser conhecido. de uma lngua. s empresas que levam vantagem para serem suas concorrentes.comunicar em ingls.LC - 2 dia | Caderno 7 - AZUL - Pgina 2 4. 2010Questo 94MILLENIUM GOALSDisponvel em: http://www.chris-alexander.co.uk/1191. Acesso em: 28 jul. 2010 (adaptado).pases membros da Organizao das Naes Unidas e por organizaes internacionais, as metas dedesenvolvimento do milnio envolvem oito objetivos a serem alcanados at 2015. Apesar da diversidade cultural,esses objetivos, mostrados na imagem, so comuns ao mundo todo, sendo dois deles:O combate AIDS e a melhoria do ensino universitrio.A reduo da mortalidade adulta e a criao de parcerias globais.A promoo da igualdade de gneros e a erradicao da pobreza.A parceria global para o desenvolvimento e a valorizao das crianas.A garantia da sustentabilidade ambiental e o combate ao trabalho infantil.Questo 95 Os cartes-postais costumam ser utilizados por viajantes que desejam enviar notcias dos lugares que visitam a parentes e amigos. Publicado no site do projeto ANDRILL, o texto em formato de carto-postal tem o propsito decomunicar o endereo da nova sededo projeto nos Estados Unidos.convidar colecionadores de cartes-postais a se reunirem em um evento.anunciar uma nova coleo deselos para angariar fundos para aAntrtica.divulgars pessoasapossibilidade de receberem umcarto-postal da Antrtica.solicitar que as pessoas visitem osite do mencionado projeto com Disponvel em: http://www.meganbergdesigns.com/andrill/iceberg07/postcards/index.html.Acesso em: 29 jul. 2010 (adaptado). maior frequncia.LC - 2 dia | Caderno 7 - AZUL - Pgina 3 5. 2010LINGUAGENS E CDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS Questo 92Questes de 91 a 135Questes de 91 a 95 (opo espanhol)No ltimo pargrafo do fragmento sobre o bilinguismoQuesto 91escolas, deve ser tratada como lngua de comunicaoe no de imposio. Qual dos argumentos abaixo foi Los animalesusado pelo autor para defender essa ideia?En la Unin Europea desde el 1 de octubre de 2004 elO guarani continua sendo usado pelos paraguaios,uso de un pasaporte es obligatorio para los animales quemesmo sem a escola e apesar dela.viajan con su dueo en cualquier compaa.O ensino mdio no Paraguai, sem o guarani, des-AVISO ESPECIAL: en Espaa los animales debenmereceria todo o trabalho realizado e as esperanashaber sido vacunados contra la rabia antes de su dueoacumuladas.solicitar la documentacin. Consultar a un veterinario.Disponvel em: http://www.agencedelattre.com. Acesso em: 2 maio 2009 (adaptado).A lngua guarani encontrou uma funcionalidade realque assegura sua reproduo e continuidade, masDe acordo com as informaes sobre aeroportos e s isso no basta.estaes ferrovirias na Europa, uma pessoa que moreA introduo do guarani nas escolas potencializou ana Espanha e queira viajar para a Alemanha com o seudifuso da lngua, mas necessrio que haja umacachorro deve postura tica em seu ensino.O bilinguismo na maneira de ensinar o guarani temconcausado estragos contra a lngua, a cultura e ade viagem.lealdade dos paraguaios ao guarani.2004. Questo 93tirar o passaporte do animal e logo vacin-lo.vacinar o animal contra todas as doenas. Em alguns pases bilngues, o uso de uma lngua podevacinar o animal e depois solicitar o passaporte dele.se sobrepor outra, gerando uma mobilizao social emprol da valorizao da menos proeminente. De acordoTexto para as questes 92 e 93com o texto, no caso do Paraguai, esse processo se deupelo (a)Bilingismo en la Educacin MediaContinuidad, no continuismo falta de continuidade do ensino do guarani nosprogramas escolares.Aun sin escuela e incluso a pesar de la escuela, paraguayospreconceito existente contra o guarani principalmentey paraguayas se estn comunicando en guaran. Lanas escolas.comunidad paraguaya ha encontrado en la lengua guaranesperana acumulada na reforma educativa dauna funcionalidad real que asegura su reproduccin yeducao mdia.continuidad. Esto, sin embargo, no basta. La inclusin de laincluso e permanncia do ensino do guarani naslengua guaran en el proceso de educacin escolar fue sin escolas.duda un avance de la Reforma Educativa. continusmo do ensino do castelhano nos centrosurbanos.Gracias precisamente a los programas escolares,aun en contextos urbanos, el bilingismo ha sidoRascunhopotenciado. Los guaranhablantes se han acercadocon mayor fuerza a la adquisicin del castellano, yalgunos castellanohablantes perdieron el miedo alguaran y superaron los prejuicios en contra de l.Dejar fuera de la Educacin Media al guaran seraechar por la borda tanto trabajo realizado, tantaesperanza acumulada.Cualquier intento de marginacin del guaran en laeducacin paraguaya merece la ms viva y decididaprotesta, pero esta postura tica no puede encubrir elcontinuismo de una forma de enseanza del guaranque ya ha causado demasiados estragos contra lalengua, contra la cultura y aun contra la lealtad quelas paraguayas y paraguayos sienten por su queridalengua. El guaran, lengua de comunicacin s y milveces s; lengua de imposicin, no. MELI, B. Disponvel em: http://www.staff.uni-mainz.de. Acesso em: 27 abr. 2010 (adaptado). LC - 2 dia | Caderno 7 - AZUL - Pgina 4 6. 2010Questo 94Questo 95Dejar de fumar engorda, pero seguir hacindolo, tambin.Esa es la conclusin a la que han llegado investigadoresde la Universidad de Navarra que han hecho unseguimiento de 7.565 personas durante 50 meses. Losdatos se han ajustado por edad, sexo, ndice de masacorporal inicial y estilo de vida, ha explicado el directordel ensayo, Javier Basterra-Gortari, por lo que el nicofactor que queda es el tabaquismo. El estudio se hapublicado en la Revista Espaola de Cardiologa.El tabaco es un anorexgeno [quita el apetito], y poreso las personas que dejan de fumar engordan, aadeBasterra-Gortari. Eso hace mucho ms relevante elhallazgo del estudio. Puesto en orden, los que ms pesoganan son los que dejan de fumar, luego, los que siguenhacindolo, y, por ltimo, los que nunca han fumado, BRINCANDO!indica el investigador. Por eso lo mejor para manteneruna vida saludable es no fumar nunca, aade.KangaROOS llega a MxicoBENITO, E. Disponvel em: http://www.elpais.com/articulo/sociedad. Acesso em: 23 abr. 2010(fragmento). condiseos atlticos,peroO texto jornalstico caracteriza-se basicamente porapresentar informaes a respeito dos mais variadosmuy fashion. Tienen un toqueassuntos, e seu ttulo antecipa o tema que ser tratado.Tomando como base o fragmento, qual proposio vintage con diferentes formas Estilo de vida interfere no ganho de peso.y co...</p>