endocrinologia veterinaria

Download Endocrinologia veterinaria

If you can't read please download the document

Post on 23-Jun-2015

7.917 views

Category:

Documents

31 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • 1. Faculdade de Veterinria Introduo a EndocrinologiaReprodutiva VeterinriaFlix H. D. Gonzlez Laboratrio de Bioqumica Clnica AnimalPorto Alegre2002

2. CIP - CATALOGAO INTERNACIONAL DA PUBLICAOUFRGSCopyright 2002 by Flix H. D. Gonzlez.Todos os direitos reservados. No permitida a reproduo total ou parcial desta publicaosem a autorizao escrita e prvia do autor. 3. Introduo a Endocrinologia Reprodutiva Veterinria NDICE1. Caractersticas dos hormnios2. Hormnios hipotlamo-hipofisirios3. Papel dos hormnios no embrio4. Endocrinologia reprodutiva do macho5. Endocrinologia reprodutiva da fmea6. Endocrinologia da gestao e do parto7. Endocrinologia do ps-parto e da lactao8. As prostaglandinas e a reproduo 4. I. CARACTERSTICAS DOS HORMNIOSI.1. Introduo.com a funo endcrina foi Aristteles (ca. 322 A integrao do metabolismo entre os a.C.) quem relatou os efeitos da castrao nasdiferentes rgos dos mamferos realizada por aves e no homem, constituindo a primeira alusodois sistemas: o nervoso e o endcrino. No atividade hormonal, embora sem compreenderprimeiro, a comunicao opera atravs deo mecanismo. A endocrinologia como cincianeurotransmissores (tais como noradrenalina,tem pouco mais de 100 anos; antes disso, seacetilcolina ou serotonina) enquanto que no conheciam os rgos endcrinos mas ainda nosegundo os mensageiros qumicos so chamadosse conheciam as suas funes e nem osde hormnios, os quais so transportados pelo mecanismos de controle de sua secreo. Vonsangue at seu local de ao (rgo-alvo). EstesHaller, em 1766, foi o primeiro que props odois sistemas esto interrelacionados, uma vezconceito de rgo endcrino, no sentido de umque o sistema nervoso pode controlar a funo rgo cuja secreo vertida no sangue, conceitoendcrina, por exemplo, a secreo de insulina, ampliado por Teophile de Bordeu, em 1775,prolactina, adrenalina e glicocorticides estquem props que tais secrees eram necessriasregulada via estmulos neurais. Inversamente, para manter a integridade do organismo. Bordeualguns hormnios controlam funes nervosas.declarou que os testculos produziam umaPor exemplo, a tiroxina e o cortisol regulam asubstncia que se integrava ao organismo,funo de alguns neurnios hipotalmicos em causando-lhe modificaes.sistemas de regulao feedback.A endocrinologia experimental foi iniciada Alguns mensageiros qumicos so comuns por John Hunter, em 1786, quem realizoupara ambos sistemas, como o caso da transplantes de testculos em aves, dentro daadrenalina e da noradrenalina, as quais cavidade abdominal para observar possveisfuncionam como neurotransmissores em algumasmudanas no desenvolvimento do animal. Osinapses do crebro e do msculo liso, e tambm conceito sobre secrees endcrinas e excrinascomo hormnios reguladores do metabolismo foi claramente definido por Johannes Mller emenergtico no fgado e no msculo esqueltico.1834, enquanto que Claude Bernard, em 1855, Embora os sistemas nervoso e endcrino usou o termo de secreo interna (por exemplo,geralmente so estudados de forma separada, elesa glicose secretada pelo fgado no sangue) parade fato atuam de forma integrada no sistema diferenci-la da secreo externa (por exemplo,neuro-endcrino quando se trata da regulao do a bile secretada pelo fgado ao tratometabolismo. O sistema neuro-endcrinogastrointestinal), e props pela primeira vez oconstitui a base do controle dos outros sistemasconceito da homeostase de determinadosestando, portanto, estreitamente ligado aos metablitos. Thomas Addison, tambm em 1855,processos metablicos de nutrio, crescimento edescreveu clinicamente a insuficincia adrenal,reproduo. atribuindo-a destruio do crtex adrenal, o que De forma geral, os hormnios so foi demonstrado experimentalmente por Brown-modificadores ou moduladores das reaesSquard um ano depois. Em 1889, von Mering eenzimticas do metabolismo, embora tambm Minkowski, descreveram o que posteriormente separticipem em outras funes especficas tais chamaria diabetes mellitus, extirpando o pncreascomo crescimento celular e tisular, regulao dode um co. Este experimento levariametabolismo, regulao da frequncia cardaca e posteriormente ao descobrimento da insulina.da presso sangunea, funo renal, eritropoiese,No sculo XX, o conhecimento damotilidade do trato gastrointestinal, secreo de endocrinologia comea seus rpidos avanos comenzimas digestivas e de outros hormnios, Starling e Bayliss, quem descreveram alactao e atividade do sistema reprodutivo.secretina, uma substncia produzida na mucosa As caractersticas endcrinasso intestinal que atuava sobre o pncreas parafrequentemente herdadas, ou que poderia levar estimular a secreo de suco pancretico. Hardy,utilizao dos nveis sanguneos de determinadosum estudante de lnguas clssicas, props ahormnios, por exemplo, somatotropina ouStarling o termo hormnio, do grego excitar, parahormnios gonadotrpicos e sexuais, comodenominar a substncia descrita por eles. Baylissparmetros de seleo para melhoramento eme Starling propuseram o termo em 1905,vrias espcies animais.definido-o como aquela substncia produzida emum rgo endcrino e transportada no sangueI.2. Histria.para exercer sua ao em outro rgo. O termo O primeiro a descrever fatos relacionadosfoi inicialmente atacado e foram propostas 5. I-2Caractersticas dos Hormnios In: Gonzlez, F.H.D. (2002) Introduo a Endocrinologia Reprodutiva Veterinria.www.ufrgs.br/favet/bioquimica/posgrad/substituies que finalmente no tiveram sucesso.industrialmente mediante a tecnologia do DNAMaistarde, Pende propsotermorecombinante, no incio da dcada de 1980.endocrinologia, como o rea de estudo doshormnios. O termo endcrino vem do gregoI.3. Classificao qumica dos hormnios.endo: em, dentro, e krinein: liberar, ou seja,Atualmente se conhecem mais de 50liberar ou secretar dentro do organismo. O hormnios. Na Tabela I-1 se relacionam osprimeiro texto de endocrinologia foi publicado principais hormnios com efeito na funopor Sajon, em 1903, seguido por Parhon e reprodutiva. Existem quatro grupos qumicos deGoldstein, em 1909 e por Biedl, em 1910. Hench,hormnios: peptdios, esterides, aminas eem 1949, foi o primeiro em utilizar hormnioseicosanides. Os vrios tipos de hormnios tmterapeuticamente, quando tratou casos de artrite diferentes caractersticas quanto a sua forma dereumatide com cortisona, hormnio do crtex sntese, armazenagem, meia-vida, forma deadrenal. A partir de ento foi iniciada a corridatransporte no sangue e mecanismo de aodas indstrias farmacuticas para sintetizar este(Tabela I-2).hormnio e outros glicocorticides relacionados,Os hormnios peptdicos podem ter desdeos quais tm sido amplamente utilizados por suas 3 at 200 resduos de aminocidos e constituem oaplicaes teraputicas. grupo de hormnios mais numeroso. Os Banting e Best, que vinham trabalhandoprincipais rgos que produzem hormniospara isolar extratos de insulina desde 1921, peptdicos so o hipotlamo, a hipfise, as ilhotasderam a base para o isolamento em formapancreticas, a placenta, a glndula paratireide ecristalina deste hormnio, por parte de Abel, em o trato gastrointestinal.1926. A insulina foi assim o primeiro hormnio aOs hormnios esterides so produzidosser isolado em forma pura. Posteriormente, empelo crtex adrenal, as gnadas e a placenta, e1954, seria o primeiro hormnio a ter suaincluem os corticosterides, os estrgenos, ossequncia de aminocidos dilucidada, graas aosandrgenos e a progesterona. Neste grupo esttrabalhos de Sanger. A insulina tambm foi o includa a forma hormonal da vitamina Dprimeirohormnio a serproduzido(1,25-dihidroxi-colecalciferol). Os hormnios Tabela I-1. Principais hormnios que agem na funo reprodutiva.Hormnio rgo secretorrgo alvoPrincipal aoGnRH hipotlamoadenohipfise liberao de LH e FSHPIFhipotlamoadenohipfise inibe a liberao de PRLPRFhipotlamoadenohipfise liberao de PRLProlactina (PRL) adenohipfise glndula mamriafavorece lactaoFSH fmeaadenohipfise folculo ovariano maturao folicularFSH machoadenohipfise tbulos seminferos maturao de espermatozidesLH fmea adenohipfise ovrioovulao/manuteno do corpo lteoLH macho adenohipfise clulas de Leydig secreo de andrgenosOcitocinaendomtriomiomtrio favorecimento do partoOcitocinaendomtrioglndula mamriafavorecimento da descida do leiteTiroxina tireidetodas as clulasaumento do metabolismoTriiodotironinatireidetodas as clulasaumento do metabolismoEstrgenos ovriorgos sexuais acessrios funo cclica / caracteres sexuaisEstrgenos ovrioglndula mamriadesenvolvimentoProgesterona ovrioglndula mamriadesenvolvimento mamrioProgesterona ovriotero manuteno da gestaoRelaxina ovriosnfise pubiana relaxamento para o partoAndrgenos testculo rgos sexuais acessrios caracteres sexuais secundrioshCG (primatas) placentaovriosimilar ao LHeCG (guas)placentaovriosimilar ao FSHLactgeno placent. placentaglndula mamriasimilar ao GH e a prolactinaProstaglandina F2 miomtrio corpo lteo lutelise 6. I-3Caractersticas dos Hormnios In: Gonzlez, F.H.D. (2002) Introduo a Endocrinologia Reprodutiva Veterinria.www.ufrgs.br/favet/bioquimica/posgrad/esteroidais so compostos derivados do hormnios algumas substncias presentes emcolesterol, com variaes pequenas em suas zonas do crebrocom funesdemolculas que determinam aes biolgicasneurotransmisso,comooshormniosmuito diferentes entre si. liberadores do hipotlamo (GnRH, TRH, CRH, Os hormnios do grupo das aminassomatostatina) e alguns hormnios da pituitriaincluem as catecolaminas, que so produzidas (ACTH, -endorfinas).pela medula adrenal e algumas clulas nervosas, Outros hormnios so sintetizados pore as iodotironinas, derivadas do aminocidoclulas disseminadas em determinados tecidos etirosina, que so produzidas exclusivamente pela no por rgos endcrinos definidos, como ostireide. Os mecanismos de ao dos dois gruposhormnios do trato gastrointestinal (gastrina,de aminas so diferentes. As catecolaminas secretina, GIP, VIP, CCK) ou as prostaglandinas,compartilham mecanismos de ao similares aosproduzidas em quase todas as clulas.hormnios peptdicos, enquanto que as Existem outros hormnios que no soiodotironinas tm mecanismos s