encontro de supervisores do magisterio

Download Encontro de supervisores do magisterio

Post on 10-Jul-2015

303 views

Category:

Education

1 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

XXVII Encontro Estadual de Supervisores do Magistrio TEMA: Vida e conhecimento: currculo e herana civilizatria desafio aos trabalhadores da educao escolar.

XXVII Encontro Estadual de Supervisores do Magistrio

TEMA: Vida e conhecimento: currculo e herana civilizatria desafio aos trabalhadores da educao escolar. guas de Lindia de 04 07 de junho 2013APASE

Sindicato dos Supervisores de Ensino do Magistrio Oficial do Estado de So PauloEste encontro abordou criticamente sobre o currculo, que o caminho que percorremos, e a herana civilizatria, que o conhecimento acumulado pelas geraes passadas e que precisa ser transmitidas para as novas geraes.

Papel do Supervisor ParceiroArticulador OrientadorMediador Viso ampla do todo Contribuio

Celso dos Santos Vasconcelos

Doutor em Educao pela USP, Mestre em Histria e Filosofia da Educao pela PUC/SP "O SIGNIFICADO DA VIDA A MAIS URGENTE DAS QUESTES"

Palestra Celso dos Santos Vasconcellos

Anlise da Educao desde o sculo XV com apontamentos em relao ao currculo, dialtica, democracia e avaliao. Tomada de Conscincia: Sou Ainda no sou Posso vir a ser mais Situaes encontradas: Baixa auto-estima, pessoa que se acha, Sndrome de Gabriela: Eu nasci assim...

O professor acaba fazendo inimigos queles que deveriam ser seus aliados. preciso cuidar do professor. Objetiva um currculo no fragmentado contemplando o homem como um todo dando voz aos estudantes e visando uma escola para todos e de qualidade. O papel da avaliao qualificar a aprendizagem, e o fracasso escolar pode estar diretamente ligado aos objetivos errneos das avaliaes. Enquanto no se pensar a questo da repetncia nos anos iniciais da escolarizao, sinal que nada mudou efetivamente. Jos Carlos Libneo Mestre em Filosofia da Educao e doutor em Historia e Filosofia da Educao

Palestra com Jos Carlos Libneo

O grande foco de sua palestra a internacionalizao das polticas pblicas educacionais: Quando e porque a Escola Pblica desandou?

Acolhimento social no pode substituir a misso preponderante da escola que a misso pedaggica (aprendizagem)

Tpicos relevantes: Conferncia Mundial sobre Educao para todos Escola dos ricos Escola que sobrou para os pobres: Atendimento pedaggico mnimo ou bsico; Educao individualizada para formar mo de obra barata.

Citao de Antonio Nvoa

Temos nos tempos atuais uma escola a duas velocidades; por um lado, acolhimento social para os pobres e outra focada no conhecimento e nas tecnologias para os ricos

Quatro propostas curriculares referenciadas s polticas sociais

Currculo instrumental: resultados imediatos; Currculo de proteo social: escola do acolhimento: escola de tempo integral; Currculo intercultural: Proposta Progressiva Currculo cultural-cientfico: ideal

Flavia SchillingDoutorado em Sociologia pela Universidade de So Paulo (1997).

Se podes olhar, vE se puderes ver, repara.(Saramago)

Palestra com Flvia SchillingA educao como um direito humano/ Declarao Universal dos Direitos Humanos 1948.

Duas dimenses da escola e seus direitos: Acesso e Permanncia (Const.1988, art. 206 e LDB art. 3)

Educao e violncia: As dificuldades atuais; Violncia contra o patrimnio, fsica, domstica e simblica.

Precisamos de um ambiente propcio para a convivncia.

Qual o papel da escola nos dias atuais?

A Escola deve ensinar alm de ler, escrever e contar; Respeito / Responsabilidade/ Relacionamento Para o adolescente Responsabilizar-se/ Restaurar se /Reconstruir relacionamentos.

Trs aspectos da indisciplina na escola: Famlia a culpada O sujeito tem pr-disposio Culpa do professor ou da gesto

O ECA no diz que no podemos punir as crianas, diz que no permitido punir com violncia

Marcos Ferreira dos Santos Professor de mitologia comparada, pedagogo e arte-educadorDoutor em filosofia da educao (fe-usp) e ps-doutoramento em hermenutica simblica

Aprendizagem da morte...Aprender a tornar-se desnecessrio...Georges Gusdorf Sementes do nosso Quintal

Ns somos uma construo aberta que precisa constantemente do outro.Ns sempre sabemos como comeamos, mas no como terminaremos."S possvel transformar-se na medida em que j se " (Novalis)Estesia significa fazer com, ao contrrio ser anestesia, quando no consigo sentir.Quanto mais eu caminho em direo utopia mais ela se afasta, porm, por causa dela que eu caminho...

Supervisores participantes do encontro da APASE Sade Nair Benute Luciene de Oliveira Tomaz Maria Jos Apolinrio Valdirene do PradoJussara Abdo Rafael KanashiroCristiane Andrade