encontro de lideranÇas – confea “programaÇÃo ?· encontro de lideranÇas – confea...

Download ENCONTRO DE LIDERANÇAS – CONFEA “PROGRAMAÇÃO ?· ENCONTRO DE LIDERANÇAS – CONFEA “PROGRAMAÇÃO…

Post on 27-Jan-2019

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

ENCONTRO DE LIDERANAS CONFEAPROGRAMAO 1.010

12 DE MARO DE 2007

OPERACIONALIZAO DARESOLUO N 1.010/05

Ruy Carlos de Camargo VieiraMarcius Fantozzi Giorgetti

1 PARTE

INFORMAES BSICAS SOBRE

A NOVA SISTEMTICA DE

ATRIBUIES PROFISSIONAIS

CONSIDERAES SOBRE

A APLICAO DA

NOVA SISTEMTICA DE

ATRIBUIES PROFISSIONAIS

2 PARTE

A nova sistemtica de atribuies foi aprovada pelo Confea em 22

de agosto de 2005, aps trs anos de estudos, discusses e debates,

com a participao de Especialistas indicados pelas Coordenaes

Nacionais das Cmaras Especializadas dos CREAs, corporificando:

a estrutura conceitual da Resoluo n 1.010/05,

a sistematizao das atividades no Anexo I,

a sistematizao dos campos de atuao profissional no Anexo II,

a caracterizao dos respectivos espectros de competncias tambm

no Anexo II

ESTUDOS RESOLUO N 1010/05

DISCUSSESNOVA

SISTEMTICA

DEBATES

ANEXO I

ANEXO II

OBSERVAO IMPORTANTEO artigo 2 da Resoluo n 1.010/05 adota definies para os seguintes termos, alm de outros, relacionados com a concesso de atribuies:

Atribuio profissional Atividade profissional Competncia profissional Campo de atuao profissional Ttulo profissional

ATRIBUIO PROFISSIONAL

Ato especfico de consignar direitos e responsabilidades para o exerccio da profisso, em reconhecimento de competncias e habilidades derivadas de formao profissional obtida em cursos regulares

ATIVIDADE PROFISSIONAL

Ao caracterstica da profisso, exercida regularmente

As Atividades Profissionais so sistematizadas no Anexo I da Resoluo n 1.010/05, que contm tambm um Glossrio para a sua devida caracterizao e definio

COMPETNCIA PROFISSIONAL

Capacidade de utilizao de conhecimentos, habilidades e atitudes necessrios ao desempenho de atividades em campos profissionais especficos, obedecendo a padres de qualidade e produtividade

CAMPO DE ATUAO PROFISSIONAL

rea em que o profissional exerce sua profisso, em funo de competncias adquiridas em sua formao

Os Campos de Atuao Profissional esto sistematizados no Anexo II da Resoluo n 1.010/05

TTULO PROFISSIONAL

Ttulo atribudo pelo Sistema Confea/Crea a portador de diploma expedido por instituies de ensino para egressos de cursos regulares, correlacionado com o respectivo campo de atuao profissional, em funo do perfil de formao do egresso, e do projeto pedaggico do curso

TTULO PROFISSIONAL

(Continuao)

Os Ttulos Profissionais so objeto da Resoluo n 473/02

No h obrigatoriedade de identidade entre Ttulo Acadmico e Ttulo Profissional a ser concedido pelo Sistema Confea/Crea

Art. 1 Concepo Matricial

Art. 2 Definies Bsicas: Atribuio (profissional) Ttulo profissional Atividade profissional Campo de atuao profissional Formao profissional Competncia profissional Modalidade profissional Categoria (ou Grupo profissional) Curso regular

Art. 3 Nveis de formao profissional Tcnico Graduao superior tecnolgica Graduao superior plena Ps-graduao senso lato (especializao) Ps-graduao senso estrito (mestrado e doutorado)

ESTRUTURA DA RESOLUO N 1010/05

Art. 4 Sistematizao para atribuio de ttulos e designaes de especialistas Ttulo de Tcnico Ttulo de Tecnlogo Ttulo de Engenheiro Ttulo de Arquiteto e Urbanista Ttulo de Engenheiro Agrnomo Ttulo de Gelogo Ttulo de Gegrafo Ttulo de Meteorologista Designao de Especializado Designao de Especialista Designao de Engenheiro de Segurana do Trabalho Designao de Mestre Designao de Doutor

Par.1 Tabela de Ttulos Profissionais do Sistema

ESTRUTURA DA RESOLUO N 1010/05

Par. 2 Acrscimo obrigatrio de denominao ao ttulo de Engenheiro

Par. 3 Restrio das designaes de Especialista, Mestre e Doutor a profissionais previamente registrados no Sistema

Art. 5 Designao das Atividades a serem atribudas de forma integral ou parcial, em seu conjunto ou separadamente

Par. nico

Definies das Atividades no Anexo I

Art. 6 Atribuio de Atividades circunscrita ao mbito dos respectivos campos profissionais, observada a sistematizao estabelecida no Anexo II

Inciso I Desempenho das Atividades circunscrito ao mbito da respectiva formao e especializao profissional

Inciso II

Desempenho das Atividades estendido ao mbito das reas de concentrao dosrespectivos mestrados ou doutorados

Art. 7 Atribuio inicial de ttulos profissionais, atividades e competncias mediante registro, expedio de carteira e respectiva anotao no Sistema de Informaes Confea/Crea

ESTRUTURA DA RESOLUO N 1010/05

Art. 8 Para a atribuio inicial, anotaes a serem feitas no Crea, atendendo s disposies dos Arts. 10 e 11 da Lei n 5.194/66

Par. 1 Para a atribuio inicial, anlise e deciso favorvel da(s) cmara(s) especializadas do Crea, atendendo aos Critrios a serem estabelecidos pelo Confea para a padronizao dos procedimentos em nvel nacional

Par. 2 Atribuio inicial rigorosamente em funo da anlise do perfil profissional do diplomado, de seu currculo integralizado e do projeto pedaggico do curso regular

Art. 9Extenso da atribuio inicial restrita ao mbito da mesma categoria profissional

Art. 10 Extenso da atribuio inicial processada no Crea em que for requerida

Inciso I Extenso no mbito da mesma Modalidade profissional processada na mesma Cmara Especializada

Inciso II

Extenso no mbito de Modalidade distinta processada depende de deciso favorvel das Cmaras Especializadas das Modalidades envolvidas

ESTRUTURA DA RESOLUO N 1010/05

Par. 1 Extenso em funo da anlise do perfil de formao profissional adicional em cursos regulares cursados aps a diplomao, mediante deciso favorvel da(s) Cmara(s) Especializada(s) envolvida(s)

Par. 2 No havendo Cmaras Especializadas cobrindo o mbito da formao profissional adicional, a deciso cabe ao Plenrio do Crea

Par. 3 Extenso cabvel a Tcnicos portadores de certificados de especializao

Par. 4 Extenso cabvel a portadores de certificados de cursos de ps-graduao senso lato expedidos por cursos regulares registrados no Sistema Confea/Crea

Par. 5 Nos dois ltimos casos acima previstos, exigida comprovao da obedincia s normas do sistema educacional para a validade do curso

Art. 11 A atribuio observar a sistematizao dos campos de atuao profissional e dos nveis de formao profissional estabelecida na Resoluo, levando em conta as

especificidades das vrias profisses integrantes do Sistema Confea/Crea

Par. 1 Anexo II dever ser revisto periodicamente

ESTRUTURA DA RESOLUO N 1010/05

Par. 2 Destaque para a prevalncia da legislao profissional referente aos Tcnicos e aos Gelogos, Gegrafos e Meteorologistas

Art. 12 Flexibilidade de opo para a concesso de atribuio inicial e para a extensode atribuio aos profissionais no decorrer da fase de transio entre asResolues 218 e 1.010

Art. 13 Flexibilidade para a aplicao imediata da Resoluo

Art. 14 Competncia do Confea para dirimir dvidas relativas concesso de atribuio levantadas nos Crea

Art. 15 Prazo para a aprovao dos Anexos I e II

Art. 16 Entrada da Resoluo em vigor no mximo at 22 de fevereiro de 2007

Par. nico

Prazo para o estabelecimento dos Critrios para a padronizao dos procedimentos necessrios operacionalizao da Resoluo at 22 de agosto de 2006 (Prazo inicial alterado posteriormente para 1 de julho de 2007)

ESTRUTURA DA RESOLUO N 1010/05

ESTRUTURA DO ANEXO I

Tpicos do Prembulo

Atribuio integral ou parcial das atividades Aplicao a todos os nveis de formao

profissional Aplicao s profisses regidas por legislao

especfica Definio das atividades em Glossrio

N DE ORDEM DA ATIVIDADEATIVIDADE

GERAL ESPECFICA

A.1

A.1.1 Gesto

A.1.2 Superviso

A.1.3 Coordenao

A.1.4 Orientao Tcnica

A.2

A.2.1 Coleta de Dados

A.2.2 Estudo

A.2.3 Planejamento

A.2.4 Projeto

A.2.5 Especificao

ESQUEMA DA ESTRUTURA DO ANEXO I

A.3

A.3.1 Estudo de Viabilidade

A.3.1.1 * tcnica

A.3.1.2 * econmica

A.3.1.3 * ambiental

A.4

A.4.1 Assistncia

A.4.2 Assessoria

A.4.3 Consultoria

A.5A.5.1 Direo de Obras

A.5.2 Direo de Servio Tcnico

A.6

A.6.1 Vistoria

A.6.2 Percia

A.6.3 Avaliao

A.6.4 Monitoramento

A.6.5 Laudo

A.6.6 Parecer Tcnico

A.6.7 Auditoria

A.6.8 Arbitragem

A.7

A.7.1 Desempenho de Cargo Tcnico

A.7.2 Desempenho de Funo Tcnica

A.8

A.8.1 Treinamento

A.8.2 Ensino

A.8.3 Pesquisa

A.8.4 Desenvolvimento

A.8.5 Anlise

A.8.6 Experimentao

A.8.7 Ensaio

A.8.8 Divulgao Tcnica

A.8.9 Extenso

A.9 A.9.0 Elaborao de Oramento

A.10

A.10.1 Padronizao

A.10.2 Mensurao

A.10.3 Controle de Qualidade

A.11A.11.1 Execuo de Obra Tcnica

A.11.2 Execuo de Servio Tcnico

A.12A.12.1 Fiscalizao de Obra Tcnica

A.12.2 Fiscalizao de Servio Tcnico

A.13A.13.1 Produo Tcnica

A.13.2 Produo Especializada

A.14 A.14.0 Conduo de Servio Tcnico

A.15

A.15.1 Conduo de Equipe de Instalao

A.15.2 Conduo de Equipe de Montagem

A.15.3 Conduo de Equipe de Operao

A.15.4 Conduo de Equipe de Reparo

A.15.5 Conduo de Equipe de Manuteno

A.16

A.16.1 Execuo de Instalao

A.16.2 Execuo de Montagem

A.16.3 Execuo de Operao

A.16.4 Execuo de Reparo

A.1