enceja apostila ciências humanas

Download Enceja Apostila Ciências Humanas

Post on 29-Jun-2015

1.985 views

Category:

Documents

7 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Cincias Humanase suas Tecnologias

Livro do Estudante Ensino Mdio

Cincias Humanase suas Tecnologias

Livro do Estudante Ensino Mdio

Braslia MEC/INEP 2006

O MEC/INEP cede os direitos de reproduo deste material s Secretarias de Educao, que podero reproduzi-lo respeitando a integridade da obra.

Coordenao Geral do Projeto

Maria Ins Fini Coordenao de Articulao de Textos do Ensino Mdio Zuleika de Felice MurrieCoordenao de Texto de rea Ensino Mdio Cincias da Humanas e suas Tecnologias

Circe Maria Fernandes BittencourtLeitores Crticos rea de Psicologia do Desenvolvimento

Mrcia Zampieri Torres Maria da Graa Bompastor Borges Dias Leny Rodrigues Martins Teixeira Lino de Macedo rea de Histria e Geografiarea de Cincias Humanas e suas Tecnologias

Paulo Celso Miceli Raul Borges Guimares Nidia Nacib Pontusschka Modesto FlorenzanoDiretoria de Avaliao para Certificao de Competncias (DACC) Equipe Tcnica

Clediston Rodrigo Freire Daniel Verosa Amorim David de Lima Simes Dorivan Ferreira Gomes rika Mrcia Baptista Caramori Ftima Deyse Sacramento Porcidonio Gilberto Edinaldo Moura Gislene Silva Lima Helvcio Dourado Pacheco Hugo Leonardo de Siqueira Cardoso Jane Hudson Abranches Kelly Cristina Naves Paixo Lcia Helena P. Medeiros Maria Cndida Muniz Trigo Maria Vilma Valente de Aguiar Pedro Henrique de Moura Arajo Sheyla Carvalho Lira Suely Alves Wanderley Tase Pereira Liocdio Teresa Maria Abath Pereira Weldson dos Santos BatistaCapa

Marcos HartwichIlustraes

Atade Alves Diretor Alessandra Regina Ferreira Abadio Clia Maria Rey de Carvalho Ciro Haydn de Barros

Raphael Caron FreitasCoordenao Editorial

Zuleika de Felice Murrie

C569

Cincias humanas e suas tecnologias : livro do estudante : ensino mdio / Coordenao Zuleika de Felice Murrie . 2. ed. Braslia : MEC : INEP, 2006. 202p. ; 28cm.

1. Cincias humanas (Ensino Mdio). I. Murrie, Zuleika de Felice. CDD 300

SumrioIntroduo ........................................................................................................................ Captulo I

Cultura, memria e identidade ...................................................................... Roberto Catelli Junior e Denise Brando Almeida VillaniCaptulo II

8 11 29 51 71 95 113 137 159 179

A construo do territrio .............................................................................. Oscar Medeiros FilhoCaptulo III

O que estamos fazendo com a natureza? .................................................... Victor William UmmusCaptulo IV

Estado e direito ................................................................................................ Carlos Alberto de Moura Ribeiro ZeronCaptulo V

Cidadania .......................................................................................................... Leandro KarnalCaptulo VI

A vida cotidiana e os impactos ambientais ................................................. Wagner Costa RibeiroCaptulo VII

O mundo urbano e industrial ........................................................................ Jos Geraldo Vinci de MoraesCaptulo VIII

O trabalhador, as tecnologias e a globalizao ........................................... Angela Corra KrajowskiCaptulo IX

Os homens, o tempo, o espao ...................................................................... Paulo Eduardo Dias de Mello

7

Introduo

Este material foi desenvolvido pelo Ministrio da Educao com a finalidade de ajud-lo a preparar-se para a avaliao necessria obteno do certificado de concluso do Ensino Mdio denominada ENCCEJA Exame Nacional de Certificao de Competncias de Jovens e Adultos. A avaliao proposta pelo Ministrio da Educao para certificao do Ensino Mdio composta de 4 provas: 1. Linguagens, Cdigos e suas Tecnologias 2. Matemtica e suas Tecnologias 3. Cincias Humanas e suas Tecnologias 4. Cincias da Natureza e suas Tecnologias Este exemplar contm as orientaes necessrias para apoiar sua preparao para a prova de Cincias Humanas e suas Tecnologias. A prova composta de 45 questes objetivas de mltipla escolha, valendo 100 pontos. Este exame diferente dos exames tradicionais, pois buscar verificar se voc capaz de usar os conhecimentos em situaes reais da sua vida em sociedade. As competncias e habilidades fundamentais desta rea de conhecimento esto contidas em: I. Compreender os elementos culturais que constituem as identidades. II. Compreender a gnese e a transformao das diferentes organizaes territoriais e os mltiplos fatores que neles intervm, como produto das relaes de poder. III. Compreender o desenvolvimento da sociedade como processo de ocupao de espaos fsicos e as relaes da vida humana com a paisagem. IV. Compreender a produo e o papel histrico das instituies sociais, polticas e econmicas, associando-as s prticas de diferentes grupos e atores sociais. V. Compreender e valorizar os fundamentos da cidadania e da democracia, favorecendo uma atuao consciente do indivduo na sociedade. VI. Perceber-se integrante e agente transformador do espao geogrfico, identificando seus elementos e interaes. VII. Entender o impacto das tcnicas e tecnologias associadas aos processos de produo, ao desenvolvimento do conhecimento e vida social.

8

VIII.

IX.

Entender a importncia das tecnologias contemporneas de comunicao e informao e seu impacto na organizao do trabalho e da vida pessoal e social. Confrontar proposies a partir de situaes histricas diferenciadas no tempo e no espao e indagar sobre processos de transformaes polticas, econmicas e sociais.

Os textos que se seguem pretendem ajud-lo a compreender melhor cada uma dessas nove competncias. Cada captulo composto por um texto bsico que discute os conhecimentos referentes competncia tema do captulo. Esse texto bsico est organizado em duas colunas. Durante a leitura do texto bsico, voc encontrar dois tipos de boxes: um boxe denominado de desenvolvendo competncias e outro, de texto explicativo. O boxe desenvolvendo competncias apresenta atividades para que voc possa ampliar seu conhecimento. As respostas podem ser encontradas no fim do captulo. O boxe de texto explicativo indica possibilidades de leitura e reflexo sobre o tema do captulo. O texto bsico est construdo de forma que voc possa refletir sobre vrias situaesproblema de seu cotidiano, aplicando o conhecimento tcnico-cientfico construdo historicamente, organizado e transmitido pelos livros e pela escola. Voc poder, ainda, complementar seus estudos com outros materiais didticos, freqentando cursos ou estudando sozinho. Para obter xito na prova de Cincias Humanas e suas Tecnologias do ENCCEJA, esse material ser fundamental em seus estudos.

9

Captulo ICULTURA, MEMRIA E IDENTIDADE

COMPREENDER

OS ELEMENTOS CULTURAIS

QUE CONSTITUEM AS IDENTIDADES.

Roberto Catelli Junior e Denise Brando Almeida Villani

Cincias Humanas e suas Tecnologias

Ensino Mdio

Captulo I

Cultura, memria e identidadeVOC TEM HISTRIA? VOC TEM CULTURA?Todos ns temos uma histria e uma memria individual. Podemos at mesmo construir uma linha do tempo de nossa trajetria escolhendo marcos que consideramos mais importantes, ou seja, que tenham um significado especial ou representem momentos de transformao em nossas vidas. Mas de que maneira essa nossa memria individual se relaciona com a histria coletiva da sociedade? Como a minha identidade pessoal se relaciona com as idias e valores da poca em que vivo? Grande parte dos brasileiros dos sculos XX e XXI gosta de futebol, assim como os norteamericanos apreciam o basquete. Quer dizer, esse gosto individual do brasileiro se relaciona com um elemento da nossa cultura: o futebol. Podemos afirmar, portanto, que nosso gosto individual est diretamente ligado a uma histria coletiva. Muitos outros elementos da nossa histria individual poderiam ser considerados: as atividades profissionais que exercemos, as festas, msicas e formas de lazer de que gostamos. Enfim, essas preferncias constituem a nossa identidade pessoal, mas esto diretamente relacionadas com a histria da sociedade em que vivemos. Imagine que voc tivesse nascido no sculo XVIII em Pernambuco. Certamente voc no seria um trabalhador da indstria, nem consertaria carros, nem gravaria discos. Poderia ser um cantor lrico, um carregador do porto ou um especialista na produo de acar. Vamos refletir agora sobre o lazer em diferentes pocas: no sculo XIX, quem gostava de ouvir msica ou danar precisava freqentar uma casa noturna ou reunir a famlia no prprio domiclio. As famlias mais ricas tinham sempre um piano em sua residncia, enquanto as mais pobres, em geral, utilizavam o violo, o cavaquinho e a flauta. Pode-se ento afirmar que a relao que as pessoas mantinham com a msica era bastante diferente da que ocorre nos dias atuais. No era possvel comprar um cd-udio e ouvir as canes de um compositor; era necessrio saber tocar um instrumento. O que mudou no sculo XX? Como as pessoas apreciam msica hoje? Que tecnologias foram sendo desenvolvidas ao longo desse sculo que mudaram essa maneira de se relacionar com a msica? Podemos dizer que essas mudanas esto ligadas ao desenvolvimento da sociedade capitalista? De fato, muita coisa mudou no sculo XX: foram inventados aparelhos para reproduzir msica (gramofone, toca-discos, toca-fitas e tocacd), o rdio e a televiso, dentre outros. Com todos esses recursos, ouvir msica deixou de ser necessariamente um evento coletivo, no sendo mais necessrio ter formao musical. Essas mudanas esto diretamente relacionadas com o desenvolvimento da sociedade capitalista, j que, ao longo do sculo XX, muitas invenes permitiram que novos produtos e hbitos fossem criados. Surgiu a indstria de aparelhos

12

Captulo I - Cultura, memria e identidadeeletrnicos e tambm fo