empresas e sustentabilidade - cm-lousa.pt de boas prticas. ... presso sobre prticas empresariais no...

Download EMPRESAS E SUSTENTABILIDADE - cm-lousa.pt DE BOAS PRTICAS. ... presso sobre prticas empresariais no sustentveis; A mudana para prticas mais sustentveis prefigura uma situao em que

Post on 07-Feb-2018

217 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • PARTILHE O COMPROMISSO DE UM FUTURO 21

    EMPRESAS E SUSTENTABILIDADE

    AGENDA 21 LOCAL COMUNIDADE INTERMUNICIPAL PINHAL INTERIOR NORTE

    GUIA DE BOAS PRTICAS

  • GUIA DE BOAS PRTICAS EMPRESAS E SUSTENTABILIDADE

    O guia de boas prticas Empresas e a Sustentabilidade faz parte da Agenda 21 Local da Comunidade Intermunicipal do Pinhal Interior Norte.

    A sugesto de ideias vem acompanhada de exemplos de outras empresas que

    decidiram empreender um percurso mais sustentvel. No final inclui-se tambm

    uma seleco de instituies fornecedoras de bens e servios que contribuem

    para a sustentabilidade.

    Este guia compreende uma lista no exaustiva de sugestes prticas, dirigidas

    ao empresrio e colaborador para que possam contribuir, atravs de pequenas

    aces, para o compromisso do seu municpio com a sustentabilidade.

    PARTICIPE:www.cimpin.pt/agenda21.asp

    3

  • NDICE

    O que a Sustentabilidade 8

    O que a Agenda 21 Local 9

    A Empresa e a Sustentabilidade 12

    1. Na Organizao da Empresa 16

    2. Na Actividade Corrente 20

    Energia 20

    Resduos 23

    gua 26

    Qualidade do Ar 28

    3. Na Poltica das Compras 32

    4. Nas Deslocaes 36

    5. No Edifcio 40

    6. A tica e a Relao com a Comunidade 44

    Directrio de empresas para empresas 48

    5

  • INTRODUO

    PARTILHE O COMPROMISSO DE U

    M FUTURO 21

  • O QUE A SUSTENTABILIDADE

    SUSTENTABILIDADE

    CULTURA

    ECONOMIA

    COESO SOCIAL

    ECOLOGIA

    O Homem faz indelevelmente parte da Natureza, e a Natureza tem limites, pelo que se devem preservar os bens naturais

    Qualquer cidado dever ter a oportunidade de participar nas decises que determinam a direco de uma sociedade e de colher os seu benefcios

    A actividade econmica dever servir o bem da comunidade e no se basear na explorao dos recursos naturais

    Segundo a Estratgia Nacional para o Desenvolvimento Sustentvel (ENDS) a

    Sustentabilidade pressupe a Harmonia entre a Economia, a Sociedade e a

    Natureza, respeitando a biodiversidade e os recursos naturais, de solidariedade

    entre geraes e de co-responsabilizao e solidariedade entre pases.

    De forma crescente a cultura tem sido apresentada como um quarto pilar

    do Desenvolvimento Sustentvel, traduzindo o seu papel nas formas de

    representao da nossa sociedade. A sustentabilidade implica assim o equilbrio

    entre a economia, a ecologia, a igualdade social e a vivncia cultural.

    Determina a nossa ideia de desenvolvimento e aquilo que somos e construmos como comunidade

    Os quatro pilares da sustentabilidade. Fonte: SPI

    8

  • O QUE A AGENDA 21 LOCAL

    A Agenda 21 Local um processo de participao e mobilizao em que toda

    a comunidade colabora no desenvolvimento de aces em quatro vertentes:

    desenvolvimento econmico, coeso social, proteco e valorizao ambiental e

    promoo cultural.

    A Agenda 21 surge no contexto da Cimeira do Rio. Nesta conferncia,

    representantes de todo o mundo reuniram-se para definir uma resposta conjunta

    para os diversos problemas sociais e ambientais que o Planeta enfrenta. Neste

    mbito foi acordada a necessidade de realizar aces imediatas para lidar com a

    pobreza e proteger o ambiente, tanto no presente como em relao s geraes

    futuras, tendo sido assinado um plano para o sculo XXI, designado de Agenda 21.

    Desde ento inmeras autoridades locais tm desenvolvido as suas prprias

    Agendas 21 no sentido de tornar a sua comunidade mais sustentvel.

    Logtipo A21L do Pinhal Interior Norte. Fonte: SPI

    9

  • A EMPRESA E A SUSTENTABILIDADE

  • A EMPRESA E A SUSTENTABILIDADE

    A implementao de medidas, a nvel global e de forma

    transversal, no sentido de evitar consequncias gravosas e

    irreversveis para o Planeta Terra tem crescentemente estado

    na linha da frente da agenda internacional, designadamente

    de fontes credveis como a Organizao das Naes Unidas

    (ONU), o Comit Internacional para as Mudanas Climticas

    (IPCC) e o relatrio Stern. Estas fontes alertam para o carcter

    suicida que a manuteno das tendncias actuais (business as

    usual) representam para o futuro do nosso planeta.

    No entanto, constitui uma evidncia o facto de estarmos a

    gastar energia que realmente no precisamos, ou seja, estamos

    a queimar grandes quantidades de gs e petrleo e, por essa

    via, a prejudicar o ambiente, de formas que nada acrescentam

    nossa qualidade de vida (a questo da utilizao ineficiente

    da energia). Este facto permite afirmar que a mudana no

    sentido da sustentabilidade poder constituir uma estratgia

    inteligente por parte da empresa, podendo representar a

    reduo de custos, para alm de efeitos indirectos como uma

    melhor gesto do risco e a melhoria da imagem da empresa no

    mercado.

    89% das 1000 maiores empresas da revista fortune consideram que a sustentabilidade ser um factor decisivo para os lucros nos prximos anos.

    O relatrio Stern aborda o impacto que as alteraes climticas tero na nossa economia www.hm-treasury.gov.uk/sternreview_index.htm

    12

  • De facto, existem inmeros exemplos que sugerem que para

    a empresa a mudana pode significar mais do que responder

    ao desafio global do impacto das alteraes climticas, da

    perda de biodiversidade, da pobreza e da justia social. Essas

    empresas que incluram preocupaes relacionadas com

    o impacto ambiental na sua agenda, obtiveram resultados

    operacionais e econmicos tangveis, como por exemplo

    custos reduzidos em termos de energia, gua e resduos,

    o aumento da visibilidade da sua empresa e a abertura de

    novas possibilidades de negcio. A adopo de sistemas de

    gesto ambiental constitui um exemplo paradigmtico, no

    sentido de haver cada vez mais empresas que limitam a sua

    base de fornecedores a empresas com ISO 14001 (sistema de

    gesto ambiental).

    As tendncias do mercado actual so favorveis a empresas que perseguem

    objectivos de sustentabilidade:

    A crescente preferncia do consumidor por produtos e servios verdes e

    prticas sustentveis;

    A crescente preferncia dos trabalhadores por empresas com prticas

    sustentveis;

    O crescente investimento nas tecnologias verdes e a sua crescente

    valorizao nos mercados financeiros;

    O quadro regulador a nvel nacional e europeu tendente a aumentar a

    presso sobre prticas empresariais no sustentveis;

    A mudana para prticas mais sustentveis prefigura uma situao em que

    todas as partes envolvidas (os empresrios ou accionistas, as pessoas e o

    Planeta) tm benefcios no apenas econmicos, mas tambm sociais,

    ambientais e culturais.

    Existe um mercado crescente de produtos e servios verdes.

    A empresa ver-se- recompensada com uma eficincia acrescida, custos operacionais inferiores e uma imagem melhorada junto de fornecedores e clientes.

    13

  • A sustentabilidade implica todavia um compromisso a longo

    prazo, que envolve alteraes profundas nas nossas escolhas

    e comportamentos. Uma empresa responsvel considera

    e avalia a sua actuao relativamente: (i) forma como se

    organiza internamente, (ii) ao impacto da sua actividade,

    (iii) sua poltica de compras, (iv) aos meios que utiliza

    para se deslocar, (v) explorao que faz de recursos no

    renovveis e, finalmente, (vi) relao que estabelece com

    a comunidade onde se insere.

    Neste pequeno guia apresentaremos algumas sugestes em seis reas, para que

    deste modo possa contribuir com a sustentabilidade da sua empresa.

    The truth about the economy is that its ultimately easy to be green

    (a verdade sobre a economia que extremamente fcil tornarmo-nos verdes)Paul Krugman

    CASO DE ESTUDO

    A empresa qumica DuPont (EUA) reposicionou a sua imagem com base em

    ideais de sustentabilidade. A nova imagem desta empresa, com duzentos anos de

    histria, prende-se com o desenvolvimento cientfico ao servio da humanidade

    no sentido de desenvolver solues que ajudem a proteger a sade humana e o

    ambiente. O reposicionamento da empresa acompanhado pelo estabelecimento

    de objectivos precisos e mensurveis de sustentabilidade para 2015 (reduzir os

    Gases com Efeito de Estufa (GEE), utilizao de matrias-primas renovveis, etc.).

    http : //w w w2.dupont .com/

    Sustainability/en_US/index.html

    14

  • 1. NA ORGANIZAO DA EMPRESA

  • 1. NA ORGANIZAO DA EMPRESA

    O esforo necessrio para que uma empresa seja sustentvel requer um compromisso a longo prazo. Isto significa incorporar na organizao interna da empresa e na sua relao com o exterior, os processos e comportamentos conducentes a esse compromisso.

    A elaborao e publicao de um plano para a sustentabilidade

    na empresa a melhor forma de comear. Pode ento

    programar as medidas que considera necessrias mudana,

    bem como estabelecer critrios claros e mensurveis para

    aferir o progresso relativamente aos objectivos traados.

    Vrios exemplos de empresas como a Kraftfood, sugerem a necessidade de

    informar e envolver, desde o incio, o pessoal neste processo, com particular

    ateno para os quadros dirigentes. Os colaboradores mais entusiastas devero

    agir como agentes mobilizadores e mediadores das preocupaes e das medidas.

    Neste mbito, a utilizao de uma Checklist contribui para a materializao da

    noo de sustentabilidade. As dicas deste guia constituem um exemplo dos itens

View more >