EMBALAGENS INTELIGENTES_VFinal

Download EMBALAGENS INTELIGENTES_VFinal

Post on 13-Jul-2015

630 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

<p>EMBALAGENS INTELIGENTESAcondicionamento e Embalagem de Alimentos</p> <p>ANDREIA GONALVES N 34725 SANDRA AZEVEDO N 35132 VERA DRUMOND N 33683Julho de 2011</p> <p>ndice1 - INTRODUO ........................................................................................................................... 3 2 - NOVOS SISTEMAS DE EMBALAGEM......................................................................................... 3 2.1. Embalagens Inteligentes .................................................................................................... 5 3 - APLICAES E TECNOLOGIA..................................................................................................... 8 3.1. Embalagens inteligentes para proporcionar mais comodidade ........................................ 8 3.2. Embalagens inteligentes para melhoria da qualidade e do valor do produto................. 14 3.3. Embalagens inteligentes para alterar as propriedades de permeabilidade gasosa ........ 24 3.4. Embalagens inteligentes que fornecem proteco contra roubo, falsificao e adulterao ............................................................................................................................. 25 4 - ACEITAO PELO CONSUMIDOR ........................................................................................... 26 5 - NOVAS TENDNCIAS DAS EMBALAGENS INTELIGENTES........................................................ 28 6 - LEGISLAO VIGENTE............................................................................................................. 29 7 - CONCLUSES.......................................................................................................................... 30 8 - REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS .............................................................................................. 31</p> <p>2</p> <p>1 - INTRODUOA funo principal da embalagem proteger os alimentos contra danos fsicos, ganho ou perda de humidade, oxidao e deteriorao biolgica. A funo secundria facilitar a distribuio do produto (contendo a informao apropriada) ao consumidor (Side, 2002). A embalagem tambm promove um marketing eficaz dos alimentos atravs dos canais de distribuio e venda. de extrema importncia para optimizar a proteco do gnero alimentcio, seleccionando os materiais de embalagem adequados, desenhos, e mtodos de distribuio. Outros dos fins das embalagens para alimentos so para satisfazer as mudanas de necessidades do consumidor, bem como o desejo dos clientes por qualidade e convenincia. Hoje em dia, os consumidores esto dispostos a pagar mais por alimentos de melhor qualidade, e embalados convenientemente, que necessitem de pouca preparao. Tais alimentos so "alimentos convenientes e de qualidade" que oferecem ao consumidor uma excelente qualidade e aparncia - melhor do que os alimentos embalados em embalagens tpicas (Fito et al., 1997). Nos ltimos anos, as embalagens activas evoluram devido tendncia crescente para desenvolver substncias que so incorporadas na embalagem e so activas na proteco dos gneros alimentcios contra a contaminao.</p> <p>Embalagem , segundo a Directiva Europeia 94/62/CE, todo o produto fabricado com qualquer material, de qualquer natureza, que se utilize para conter, proteger, manipular, distribuir e presentear o consumidor.</p> <p>2 - NOVOS SISTEMAS DE EMBALAGEMTermos como activo, moderno, interactivo, hbil ou inteligente so utilizados para descrever novos mtodos de embalamento. Estes termos carecem de uma definio clara, e so intercambiveis em alguma literatura, portanto importante diferenciar os seus significados. As embalagens activas mudam a condio dos alimentos embalados com a utilizao da incorporao de certos aditivos nos filmes de embalagem ou no interior do espao3</p> <p>de cabea (headspace) da embalagem, de forma a ampliar a vida de prateleira do produto (Day, 1989). Em alguns casos, tambm alteram as propriedades de permeabilizao da embalagem, e/ou a concentrao de diferentes volatilidades e gases no espao de cabea da embalagem durante o armazenamento. Alm disso, esta tcnica de embalagem activa acrescenta, em pequenas quantidades, agentes antimicrobianos, antioxidantes ou outros agentes de melhoria da qualidade atravs dos materiais de embalagem para os alimentos embalados. As embalagens activas tambm desempenham um papel, na conservao dos alimentos, que no o de apenas fornecer uma barreira inerte s condies externas (Rooney, 1995). As tcnicas de embalagens activas podem ser divididas em duas categorias (Ahvenainen, 2003). A primeira categoria dos absorventes ou catadores, onde os sistemas removem compostos indesejveis tais como oxignio, dixido de carbono, etileno e gua em excesso. A segunda categoria so os sistemas de libertao, que adicionam activamente ou emitem compostos para os alimentos embalados ou para o espao de cabea da embalagem tais como dixido de carbono, antioxidantes e conservantes.</p> <p>Figura 1 Absorvedores de oxignio</p> <p>4</p> <p>2.1. Embalagens InteligentesO termo embalagem inteligente refere-se a um tipo de embalagem que tem capacidade para detectar alteraes ambientais e que por sua vez, apresenta um sinal que informa o consumidor acerca dessa alterao (Summers, 1992a). As embalagens inteligentes possuem duas categorias: Embalagem inteligente simples, e embalagem inteligente interactiva ou sensvel. Este tipo de embalagens contm um dispositivo capaz de detectar e fornecer informao sobre as funes e propriedades dos alimentos embalados (Day, 2001), e/ou contm um indicador externo ou interno para seguir a histria do produto activo e que d indicao do estado de qualidade em que se encontra (Ohlsson e Bengtsson, 2002). Este tipo de dispositivos pode ser dividido em trs grupos: 1: Indicadores externos - So colocados no exterior da embalagem e incluem indicadores tempo-temperatura e indicadores de choques fsicos. 2: Indicadores internos - So colocados no interior da embalagem, no espao de cabea, ou ligados tampa, por exemplo indicador de fuga de oxignio, dixido de carbono, microbianos, e indicadores de patogneos (Ahvenainen, 2003). 3: Indicadores que aumentam a eficincia da passagem da informao e a comunicao efectiva entre o produto e o consumidor. Estes produtos incluem cdigos de barras especiais que armazenam informao acerca do produto tal como, modo de utilizao e data de validade. Outro tipo de dispositivos tais como, dispositivos de rastreabilidade do produto, anti-roubo, anti-falsificao e inviolveis, so tambm includos nesta categoria (Coles et al., 2003). Os sistemas de aplicao de embalagens inteligentes dividem-se nas seguintes categorias: 1- Os que apresentam maior convenincia (qualidade, distribuio e modo de preparao);</p> <p>5</p> <p>2- Os que aumentam a qualidade e o valor do produto (indicadores de qualidade, indicadores de temperatura e tempo-temperatura, e indicadores da concentrao de gases); 3- Os que alteram as propriedades de permeabilidade dos gases;4- Os que fornecem proteco contra roubo, falsificao e adulterao (Pault, 1995; Rodrigues e Han, 2003).</p> <p>Para que este sistema de embalagem seja prtico, deve ser de fcil utilizao, baixo custo e ter capacidade para desempenhar mais do que uma funo. Etiquetas indicadoras coloridas, por exemplo, devem apresentar alteraes de cor irreversveis, de fcil leitura e de fcil compreenso pelos consumidores. Em embalagens, o termo inteligncia pode ter vrios significados, e cobrir um grande nmero de funcionalidades, dependendo do produto que est a ser embalado alimentos, bebidas, produtos farmacuticos, produtos para o lar, etc. Exemplos de funes actuais e futuras que se considera inteligentes, so embalagens que: 1. Mantm a integridade e previnem activamente a deteriorao de alimentos (aumentam a vida de prateleira); 2. Evidenciam os atributos do produto (aspecto, sabor, flavour, aroma, etc.); 3. Respondem activamente a alteraes no produto ou no ambiente da embalagem; 4. Transmitem informao do produto, a sua histria ou outras condies ao utilizador; 5. Auxiliam na abertura e indicam a integridade do selo; 6. Confirmam a autenticidade do produto e agem no combate ao roubo. Os indicadores so designados por inteligentes ou interactivos porque interagem com compostos nos alimentos. Potenciadores de aquecimento por microondas e outros mtodos de regulao de temperatura, so tambm muitas vezes vistos como mtodos inteligentes (Ahvenainen, 2003). As tabelas 1 e 2 apresentam alguns indicadores fotocrmicos disponveis actualmente no mercado, bem como os seus fabricantes e a respectiva marca.</p> <p>6</p> <p>Tabela 1 Exemplos de indicadores externos e internos, e seus princpios de funcionamento usados em embalagens inteligentes (adaptado de Ohlsson e Bengtsson, 2002).</p> <p>Tcnica</p> <p>Princpio/Reagentes</p> <p>Informao fornecida</p> <p>Aplicao Alimentos armazenados sob condies de refrigerao e congelao Alimentos armazenados em embalagens com concentrao de oxignio reduzida Alimentos acondicionados em atmosfera modificada ou controlada Alimentos perecveis tais como carne, peixe e aves domsticas Alimentos perecveis tais como carne, peixe e aves domsticas</p> <p>Indicadores tempotemperatura (externos)</p> <p>Mecnico, qumico, enzimtico</p> <p>Condies de armazenamento</p> <p>Indicadores de oxignio (internos)</p> <p>Corantes redox, corantes pH, enzimas</p> <p>Condies de armazenamento Vazamento da embalagem Condies de armazenamento Vazamento da embalagem Qualidade microbiolgica do alimento (i.e. resduo) Bactrias patognicas especficas como Escherichia coli O157</p> <p>Indicador de dixido de carbono (interno) Indicadores de crescimento microbiano (internos/externos) e indicadores de frescura Indicadores de patogneos (interno)</p> <p>Qumico</p> <p>Corantes pH, todos os corantes reagem com certos metabolitos Vrios mtodos qumicos e imunoqumicos reagem com toxinas</p> <p>Tabela 2 Alguns nomes comerciais e fabricantes de indicadores inteligentes (adaptado de Ohlsson e Bengtsson, 2002).</p> <p>Fabricante Indicadores tempo-temperatura Lifelines Technology Inc. Trigon Smartpak Ltd 3M Packaging Systems Division Visual Indicator Tag Systems Ab Indicadores de oxignio Mitsubishi Gs Chemical Co., Ltd Toppan Printing Co., Ltd Toagosei Chem. Industry Co., Ltd Finetec Co., Ltd</p> <p>Pas EUA Inglaterra EUA Sucia</p> <p>Nome comercial Fresh-Check Smartpak MonitorMark Vitsab</p> <p>Japo Japo Japo Japo</p> <p>Ageless Eye -</p> <p>7</p> <p>3 - APLICAES E TECNOLOGIA3.1. Embalagens inteligentes para proporcionar mais comodidadeA convenincia tornou-se uma prioridade para a maioria das pessoas devido aos seus horrios dirios muito preenchidos. Os clientes procuram meios mais rpidos e fceis de aceder a uma melhor qualidade alimentar. Alm da convenincia do consumo, a convenincia ao nvel da distribuio e ao nvel da qualidade do produto, so susceptveis de se tornarem mais importantes no futuro. Quando se pensa em embalagens ou etiquetas inteligentes, o foco direcciona-se de imediato para etiquetas RFID, mas existem etiquetas no electrnicas muito mais simples e que fornecem informaes importantes sobre as condies a que os produtos foram sujeitos.</p> <p>Indicadores de qualidade O Centro de Desenvolvimento de Embalagens de Ao da British Steel Tinplate (Gales do Sul, Inglaterra) desenvolveu tintas termocrmicas termo-sensveis. A tinta impressa em mangas que encolhem com a temperatura, antes de serem adicionadas s latas de ao para bebidas ("Smart Cans "; Berragan, 1996). A tinta termo-sensvel muda de branco para uma cor azul quando a temperatura da lata</p> <p>diminui, e as palavras "PRONTO A SERVIR" aparecem quando a temperatura est entre 5 e 8C, permitindo assim que os consumidores vejam se o produto est pronto para ser servido. A cerveja Hite, da Coreia, utiliza tintas termocrmicas para garrafas e latas de cerveja. A baixa temperatura, a tinta verde nas garrafas de cerveja indica a temperatura ideal para o consumo (Figura 2), e em latas de cerveja tambm indica o nvel de cerveja gelada dentro da lata.</p> <p>8</p> <p>Figura 2 Etiqueta com indicador termocrmico numa garrafa de cerveja. Se a temperatura diminuir para cerca de 7C o indicador acende a luz verde, indicando que o produto est pronto para ser consumido.</p> <p>Indicadores para armazenamento, distribuio e rastreabilidade A necessidade de desenvolver um sistema integrado de gesto da informao fundamental para toda cadeia, desde a produo at a distribuio. Informao sobre a localizao e o tempo de qualquer processamento incorrecto essencial para a recolha de alimentos, e para que as causas, responsabilidades, obrigaes e melhorias possam ser rastreadas, determinadas, e resolvidas (Ahvenainen, 2003). O furto em lojas uma preocupao no sector do retalho. Um moderno dispositivo AEV (Artigo Electrnico de Vigilncia) feito de papel fino e do tamanho de um selo postal. O AEV ligado embalagem e pode disparar um alarme quando o dispositivo activo passado atravs de um sistema de deteco de AEV (Brody, 2001). O sistema AEV comum utiliza tecnologia de rdio frequncia. Nos ltimos anos, a identificao por radiofrequncia (RFID) vem sendo comercializada para optimizar o fluxo de informaes dentro da rede. RFID um sistema de comunicao de dados sem contacto e sem fios onde as etiquetas so programadas com informaes exclusivas e so ligadas aos objectos para fins de identificao e rastreamento (Jansen e Krabs, 1999). A etiqueta pode conter uma variedade de9</p> <p>informaes, tais como localizao, nome do produto, cdigo do produto e data de validade. O scanner de etiquetas tambm pode ler vrias etiquetas ao mesmo tempo. Apesar de um sistema AEV s poder accionar um sistema de alarme, o RFID pode identificar o artigo como um produto nico, o que aumenta a capacidade de rastreamento e recolha do produto. O sistema RFID tem etiquetas passivas, que consistem num chip e uma antena. Quando um sistema anfitrio envia energia para uma etiqueta, a etiqueta responde ao leitor revelando a informao contida no interior do chip. O leitor envia ento sinais elctricos para a antena na etiqueta de comunicao (Brody, 2002a). Os dados armazenados na memria da etiqueta podem ser lidos e transmitidos de volta para o leitor, e ento enviados para a unidade de processamento para a anlise do sinal. As etiquetas podem ser activas ou passivas; etiquetas passivas no usam baterias, enquanto as etiquetas activas tm uma bateria e so usadas para gravar informao durante o transporte ou para obter informao distncia.</p> <p>Figura 3 Impacte das etiquetas radiofrequncia (RFID) na distribuio de frutos e vegetais</p> <p>A empresa finlandesa Rafsec produz transdutores RFID, a antena, e a fixao do chip na etiqueta. Os chips transdutores podem funcionar a temperaturas de -25 a 70C (Ahvenainen, 2003), e podem mesmo estar a uma temperatura de 150C por um10</p> <p>curto perodo de tempo. Devido a isso, possvel os chips transdutores sobreviverem a uma operao de moldagem por injeco. A fraqueza dos sistemas RFID que a sua transmisso de sinal interfere com o metal, de tal forma que os sinais no podem ser lidos numa gaiola de metal (Ahvenainen, 2003). No entanto, a vantagem que estes sistemas podem reduzir rotulagens mltiplas. Quando um produto produzido, as informa...</p>