edição 98 - outubro 2015 - jornal nosso bairro jacarepaguá

Download Edição 98 - Outubro 2015 - Jornal Nosso Bairro Jacarepaguá

Post on 23-Jul-2016

214 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

COMPULSO ALIMENTAR - Falta de controle na ingesto de alimentos pode estar associada a problemas emocionais. A comida encarada como fonte de saciedade e acaba servindo como refgio para superar momentos de frustraes. | Sade - Comeam as obras para a instalao de trs Clnicas da Famlia na regio. | Trnsito - Vans ficam paradas nos pontos de nibus aguardando passageiros e congestionam o trnsito no bairro. | Psicloga - Saiba como recomear em tempos de crise | Restaurante na feira - Feirante adapta barraca para vender comida oriental | Caderno de Educao - A intensa rotina e a crise econmica no so empecilhos para os estudos. Ensinos a distncia e online, concursos pblicos e at mesmo intercmbio so algumas opes para quem quer se destacar no mercado de trabalho.

TRANSCRIPT

  • Periodicidade Mensal - Distribuio Gratuita - Edio n 98 - Outubro/2015 - Ano VIII - Tiragem: 22.000 exemplares

    | Pgina 14

    SadeComeam as obras para ainstalao de trs Clnicas daFamlia na regio.

    Saiba mais

    SCirs

    Psicloga | Pgina 6Saiba como recomear emtempos de crise

    Restaurante na feira | Pgina 21Feirante adapta barraca paravender comida oriental

    | Pgina 22

    TrnsitoVans ficam paradas nos pon-tos de nibus aguardandopassageiros e congestionamo trnsito no bairro.

    COMPULSO ALIMENTARFalta de controle na ingesto de alimentos pode estar associada a problemasemocionais. A comida encarada como fonte de saciedade e acaba servin-do como refgio para superar momentos de frustraes. | Pgina 10

    Caderno de Educao

    A intensa rotina e a crise eco-nmica no so empecilhospara os estudos. Ensinos a dis-tncia e online, concursos p-blicos e at mesmo intercm-bio so algumas opes paraquem quer se destacar no mer-cado de trabalho.

    Foto: Internet / Divulgao

  • 2 ESTE O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET Quer anunciar? 3627-7945 / 2440-4549 / comercial@nossobairro.net

    Editorial ALESSANDRA NUNES E STELLA WALLITER Expediente

    Diretor: Nelson Cardosonelson@nossobairro.netCoordenao de RedaoStella Walliterstella@nossobairro.netEdioeditor@nossobairro.netRedaoAlessandra Nunesredacao@nossobairro.netFinanceiroMaristella Alvesadm@nossobairro.net

    Projeto Grfico / ArteLeandro J. Nazrioarte@nossobairro.netDiagramaoLeonardo C. Costadiagramacao@nossobairro.net

    Publicidade / Comercialcomercial@nossobairro.netTel./fax:(21) 3627-7945 / 2440-4549

    ColunistasFtima Guerra, Ghabriela Almas, JorgeBrum, Maria Helena dos Santos, MaluRodrigues e Nivea Salgado

    LOGSTICA / CIRCULAOCoordenador: Ernani Matoscirculacao@nossobairro.netAssistente: Adilson SantiagoDistr. Gratuita Jornal Nosso BairroTel./fax:(21) 3627-7945 / 2440-4549

    As matrias e os artigos assinados so de responsa-bilidade dos autores. permitida a reproduo, desdeque seja citada a fonte e que nos seja enviada a cpia domaterial. O jornal no se responsabiliza pelas matriasassinadas e pela veracidade dos anncios veiculados.

    Ano VIII - Edio 98 - outubro/2015

    Nossa missoO Jornal Nosso Bairro Jacarepagu nasceucom o objetivo de promover a disseminao dasinformaes que interferem no cotidiano e di-vulgar os eventos sociais e culturais da regio.

    JORNAL FILIADO | ADJORI-RJASSOCIAO DOS DIRETORES DE JORNAIS DOINTERIOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

    Nosso compromissoNosso compromisso tentar, atravs datransmisso das informaes, melhorar aqualidade de vida dos moradores da Bai-xada de Jacarepagu.

    De olho no futuroA intensa rotina dos brasileirostorna o dia curto para realizaode todas as atividades que desejamexecutar. Acarretando a falta detempo para fazer cursos de aper-feioamento e tambm para se ali-mentarem como devem. Aconsequncia acaba sendo refeiesrpidas e cursos a distncia.

    Na contramo do relgio, a criseeconmica vivenciada pela popula-o exige dos profissionais maisaperfeioamento, voc vai poderconferir as dicas nas pginas 6, 8 e13 do Caderno Educao. precisoter cuidado para que essas tensesno desencadeiem em problemasemocionais que afetem a sade,como por exemplo, o transtorno dacompulso alimentar, que aborda-

    ErrataA Feira Orgnica que ocorre aos sbados na Praa Professora Camiso, na Freguesia, de respon-sabilidade da Rede Carioca de Agricultura Urbana, e no da organizao Essncia Vital, como divul-gado na pgina 25 da edio n 97 do Jornal Nosso Bairro Jacarepagu.

    Editora H. Sheldon:CNPJ: 29.418.852/0001-85

    mos na pgina 10 e nem o sentimen-to de frustrao diante das expecta-tivas no alcanadas no emprego ounos negcios, como refora a psi-cloga Ghabriela Almas.

    Apesar das dificuldades, o impor-tante acreditar que momentosdifceis so transitrios, um exem-plo de superao o morador doGardnia Azul e artista plsticoAlexander Pacheco, que neste mster sua tela exposta no Museu doLouvre, na Frana, leia na pgina16. Em outubro so comemoradoso Dia das Crianas e o Dia dosProfessores e a equipe do JNBparabeniza e encoraja queles que,mesmo apesar das dificuldades,acreditam em um futuro melhorpara o Pas.

  • WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE O NOSSO BAIRRO 3Quer anunciar? 3267-7945 / 2440-4549 / comercial@nossobairro.net

  • 4 ESTE O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET Quer anunciar? 3627-7945 / 2440-4549 / comercial@nossobairro.net

    TJRJ facilita conciliao entreconsumidores e empresasProjeto permite acompanhamento via e-mail e atravsde Aplicativo para Android e iPhoneTendo em vista a crescente procura de consumidores jurisdi-cionados pela conciliao, o Tribunal de Justia do Estado do Riode Janeiro (TJRJ) visa buscar a pacificao entre a sociedadecom as empresas mediante uma conciliao assistida por e-mail atravs do Projeto de Soluo Alternativa de Conflitos -Conciliao Pr-Processual.

    Segundo o Poder Judicirio do Esta-do do Rio de Janeiro, o acordo homo-logado na conciliao pr-processualtem fundamento legal no artigo 585,II, c/c art.733 do Cdigo de Proces-so Civil, vale como ttulo executivoextrajudicial e tem fora vinculante.Envie sua reclamao e seus dados pes-soais (nome e cpf) para os canais vir-tuais de Conciliao.Confira os endereos de e-mails parasolicitao da conciliao pr-pro-cessual com os fornecedores j par-ticipantes do projeto:conciliarvivo@tjrj.jus.br (Vivo)conciliarclaro@tjrj.jus.br (Claro)conciliartim@tjrj.jus.br (Tim)conciliarceg@tjrj.jus.br (Ceg)conciliaritau@tjrj.jus.br (Itau)conciliarlight@tjrj.jus.br (Light)conciliaroi@tjrj.jus.br (Oi)conciliarbancodobrasil@tjrj.jus.br (Ban-

    co do Brasil)conciliarnet@tjrj.jus.br (Net)conciliarcasasbahiapontofrioglobex@tjrj.jus.br (Casas Bahia)conciliarsky@tjrj.jus.br (Sky)conciliarricardoeletro@tjr j.jus.br(Ricardo Eletro)concilar@b2wtjrj.jus.br (B2W - Ame-ricanas, Submarino e Shoptime)Se a empresa com a qual se deseja con-ciliar ainda no for participante do pro-jeto, o consumidor pode enviar um e-mail para um dos endereos:conciliarelegal@tjrj.jus.brconciliacaopreprocessual@tjrj.jus.brPara facilitar o acesso dos consumido-res foi criado um Aplicativo para sis-temas Android e iPhone.

    Saiba mais em:http://www.tjrj.jus.br/web/guest/insti-tucional/conciliacao-pre-processualFo

    tos:

    Inte

    rnet

    / D

    ivul

    ga

    o

    Academia Brasileira de Letras rece-be jornalista e escritor da regio

    O presidente da Academia Brasi-leira de Letras, Geraldo HolandaCavalcanti, recebeu em seu ga-binete o escritor e jornalistaWaldemar Costa, morador daPraa Seca, no dia 24 de agosto.

    Biblioteca Popular Municipal de Jacarepagu foi tema do encontro

    Na ocasio, foi apresentado ao presi-dente da ABL a planta, elaborada pelaAssociao dos Amigos da BibliotecaRegional de Jacarepagu, para a cons-truo de uma nova biblioteca no bairro,tendo em vista o estado precrio quese encontra a que fica localizada na PraaSeca. H goteiras e o prdio pequenodemais. No d para colocar todo oacervo e grande parte dos livros estencaixotada no depsito. Os morado-res pedem, atravs de um abaixo-assi-nado, que a nova biblioteca seja construdana parte dos fundos do prdio da Pre-feitura na Praa Seca, conta Costa. Opresidente da Academia Brasileira deLetras admirou a iniciativa e garantiu quea construo da nova instalao temtodo o seu apoio.

    Risco de morteRisco de morteRisco de morteRisco de morteRisco de morteprximo aoprximo aoprximo aoprximo aoprximo aoHospitalHospitalHospitalHospitalHospitalCardoso FontesCardoso FontesCardoso FontesCardoso FontesCardoso FontesA falta de sinalizao para a travessia depedestres nas proximidades do Hospi-tal Federal Cardoso Fontes um proble-ma grave. Os funcionrios, pacientes eparentes so obrigados a se arriscaremao atravessar as pistas da AutoestradaGraja-Jacarepagu sem contar comnenhum tipo de sinalizao para traves-sia. A passarela mais prxima fica cercade cinco quilmetros do hospital, o quej complicado para uma pessoa sau-dvel, quem dir de um paciente com asade debilitada.No intuito de reverter situao, foi mon-tado no Cardoso Fontes um ConselhoParticipativo que rene representantes dosegmento da direo do hospital, do cor-po clnico e administrativo, alm de usu-rios para discutir melhorias no local, entreelas a implantao de uma passarela, oencontro acontece toda segunda quarta-feira do ms, s 14 horas.

    Hospital Federal Cardoso FontesAvenida Menezes Cortes, 3.245Jacarepagu

  • WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE O NOSSO BAIRRO 5Quer anunciar? 3267-7945 / 2440-4549 / comercial@nossobairro.net

  • 6 ESTE O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET Quer anunciar? 3627-7945 / 2440-4549 / comercial@nossobairro.net

    Psicloga

    Superao em meio crise

    Na coluna deste ms abordo a questo do recomeo em tempos de crise.Vivemos diante de uma grande insegurana econmica e poltica. O quegera o medo do desemprego e do fracasso nos negcios.As exigncias no mundo corporativo esto cada vez maiores, beirando quaseuma perfeio. Coloca-se em risco a sade, o casamento e a famlia paraque o sucesso profissional seja alcanado. Ento, diante de qualquer sinalde crise, a estrutura emocional do indivduo fica abalada.Focarei no momento em que a crise profissional ou empresarial est insta-lada. Como lidar com ela? Primeiro vale entender que a crise nos mostraque algo no est funcionando bem, e que, por isso, trata-se da necessi-dade urgente de se implementar mudanas e reformas, na maneira de pen-sar e agir. Para isso, fundamental saber recomear.O sentimento de frustrao diante das expectativas no alcanadas noemprego ou nos negcios praticamente inevitvel. E o vazio sentido quase insuportvel aps uma demisso ou o fechamento de uma empresa.Ainda assim possvel recomear!Aps o perodo de luto, que existe diante de qualquer perda, elabore me-tas e prioridades para sua vida, no s profissional, mas pessoal tambm.Jamais se