edição 89 - janeiro 2015 - jornal nosso bairro jacarepaguá

Download Edição 89 - Janeiro 2015 - Jornal Nosso Bairro Jacarepaguá

Post on 07-Apr-2016

215 views

Category:

Documents

3 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

APARELHOS ELTRICOS: SE LIGUE NAS DICAS DE SEGURANA - Vai viajar? Confira os cuidados que se deve tomar com a parte eltrica de sua propriedade ao ficar muito tempo fora de casa. Engenheiro ensina a manter seus equipamentos eletro-eletrnicos em segurana | Sade Bucal - Especialista enumera as vantagens do uso do fio dental para prevenir graves problemas de sade | Afogamentos - Nas frias de vero aumentam os riscos de afogamentos em praias, lagoas e piscinas. Bombeiros do dicas para se manter a salvo | Animais Exticos - Gato, cachorro e papagaio no so mais os pets preferidos da juventude. A moda agora criar cobra, coruja e porcos | Conquiste a boa forma - Aproveite a estao mais quente do ano para perder os quilinhos a mais adquiridos nas festas de fim de ano | Psicologia - hora de dizer no. Especialista expe a importncia do limite na educao das crianas | Farmcia Popular - Estabelecimentos foram desativados e populao receber carto Cuidados Especiais

TRANSCRIPT

  • Forfun na LonaCultural noPechincha

    A banda se apresentano dia 11 s 20h

    Periodicidade Mensal - Distribuio Gratuita - Edio n 89 - janeiro/2015 - Ano VII - Tiragem: 22.000 exemplares

    AfogamentosNas frias de vero aumentamos riscos de afogamentos empraias, lagoas e piscinas.Bombeiros do dicas para semanter a salvo

    Sade BucalEspecialista enumera as van-tagens do uso do fio dentalpara prevenir graves proble-mas de sade

    Gato, cachorro e papagaiono so mais os pets preferi-dos da juventude. A modaagora criar cobra, coruja eporcos

    | Pgina 18

    AnimaisExticos

    | Pgina 19

    | Pgina 16

    Vai viajar? Confira os cuidados que se deve tomar com a parte eltrica de suapropriedade ao ficar muito tempo fora de casa. Engenheiro ensina a manterseus equipamentos eletro-eletrnicos em segurana

    | Pgina 5

    Vero e dietaAproveite a estao maisquente do ano para perder osquilinhos a mais adquiridosnas festas de fim de ano

    Conquiste a boa forma

    Farmcia Popular | Pgina 22

    hora de dizer no.Especialista expe a impor-tncia do limite na educa-o das crianas

    Psicologia | Pgina 8

    Estabelecimentos foramdesativados e populaoreceber carto CuidadosEspeciais a partir deste ms

    Saiba mais

    | Pgina 4Foto:

    Div

    ulga

    o

    / In

    tern

    et

    Cultura

    | Pgina 15

    APARELHOS ELTRICOS: SE LIGUENAS DICAS DE SEGURANA

    Foto: Divulgao / Internet

  • 2 ESTE O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET Quer anunciar? 3627-7945 / 2440-4549 / comercial@nossobairro.net

    Editorial STELLA* WALLITER Expediente

    CNPJ: 29.418.852/0001-85

    Diretor: Nelson Cardosonelson@backstage.com.brCoordenao de Redao:Stella Walliterstella@nossobairro.netEdio:Danielli Marinhoeditor@nossobairro.netRevisoHeloisa BrumRedao e fotografiaAlessandra Nunesredacao@nossobairro.netFinanceiroMaristella Alvesadm@backstage.com.br

    Projeto Grfico / ArteLeandro J. Nazrioarte@nossobairro.netDiagramaoLeonardo C. Costadiagramacao@nossobairro.net

    Publicidade / Comercialcomercial@nossobairro.netTel./fax:(21) 3627-7945 / 2440-4549

    ColunistasFtima Guerra, Ghabriela Almas, JorgeBrum, Maria Helena dos Santose Malu Rodrigues

    LOGSTICA / CIRCULAOCoordenador: Ernani Matoscirculacao@nossobairro.netAssistente: Adilson SantiagoDistr. Gratuita Jornal Nosso BairroTel./fax:(21) 3627-7945 / 2440-4549

    As matrias e os artigos assinados so de responsa-bilidade dos autores. permitida a reproduo, desdeque seja citada a fonte e que nos seja enviada a cpia domaterial. O jornal no se responsabiliza pelas matriasassinadas e pela veracidade dos anncios veiculados.

    Ano VII - Edio 89 - janeiro/2015

    Nossa missoO Jornal Nosso Bairro Jacarepagu nasceucom o objetivo de promover a disseminao dasinformaes que interferem no cotidiano e di-vulgar os eventos sociais e culturais da regio.

    JORNAL FILIADO | ADJORI-RJASSOCIAO DOS DIRETORES DE JORNAIS DOINTERIOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

    Nosso compromissoNosso compromisso tentar, atravs datransmisso das informaes, melhorar aqualidade de vida dos moradores da Bai-xada de Jacarepagu.

    2015: Novos desafios,muitas expectativas e fPrimeiro, importante reconhecer queneste incio de ano alguns entraves po-ltico-econmicos, decorrentes do anopassado, serviro de base para as aesdo Governo. A questo da falta de in-teresse de muitos brasileiros no que serefere realidade do pas, somada corrupo praticada por representan-tes do Legislativo, Executivo e Judici-rio, assim como os conflitos partid-rios s agravam e consequentementedificultam a elaborao de estratgiasque possam auxiliar no resgate da in-tegridade do nosso bairro, da nossacidade e do nosso pas.Feita essa distino, o JNB confirma oseu compromisso de relatar, mensal-mente, as informaes e os fatos queinterferem no cotidiano dos cidadosque residem, visitam ou trabalham naBaixada de Jacarepagu. Nossa linhaeditorial, alm de informar, tambmest confiante nos projetos que pode-

    ro solucionar os problemas crnicosde trnsito, segurana, desordem pblica,saneamento - entre outros na Regio -que provocam descontentamento aoscidados vtimas da m administraodo dinheiro pblico.Que venham neste ano os novos desa-fios, mas que seja tambm possvel arealizao dos nossos projetos e sonhos.Desejo um excelente 2015 a todos!

    Foto: Divulgao / Internet

  • WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE O NOSSO BAIRRO 3Quer anunciar? 3267-7945 / 2440-4549 / comercial@nossobairro.net

  • 4 ESTE O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET Quer anunciar? 3627-7945 / 2440-4549 / comercial@nossobairro.net

    Vero seu aliado na dietaEstao induz a uma alimentao mais saudvel e menos calrica

    Se voc exagerou nas festas de fim de ano e ainda no conse-guiu colocar em prtica a promessa de eliminar os quilos extras,no se preocupe, pois voc ainda pode contar com um aliadopara ajudar a perder peso: o vero.

    Isso porque o calor pode ajudar bas-tante no processo de emagrecimento,pois alm das comidas que vo ao pratoserem mais leves, como saladas, frutase outros alimentos menos calricos, novero comum a exposio do corpoa prticas que fazem suar, como porexemplo, ir praia ou piscina.

    Mas cuidado, pois a estao mais quentetambm tem armadilhas que desequili-bram a balana de quem quer perder peso.Do mesmo modo que h maior dispo-sio para ingesto de alimentos com pou-ca caloria, aumenta a vontade de consu-mir bebidas geladas, como refrigerantes,e claro, o indispensvel sorvete.

    Frutas so aliadas da sadePara fugir dessas tentaes, as frutas souma excelente opo para incluir nocardpio como sobremesas, por exem-plo, ou como opo de sucos sem a-car. Elas so excelentes fontes de ener-gia, contm antioxidantes, vitaminas egorduras que fazem bem ao organis-mo e ajudam a manter o peso, regu-lando o intestino, alm de auxiliarem nometabolismo do corpo. Portanto, apro-veite a estao para comear a colocaro peso em dia.

  • WWW.NOSSOBAIRRO.NET | ESTE O NOSSO BAIRRO 5Quer anunciar? 3267-7945 / 2440-4549 / comercial@nossobairro.net

    Engenheiro eltrico da Light d dicas para a preveno de acidentesO perodo de frias maravilhoso, principalmente quando seprograma uma viagem para aproveitar melhor o descanso. Segu-rana, por exemplo, um item sempre indispensvel. Por isso,antes de sair de casa, devem-se tomar alguns cuidados com osaparelhos eletrodomsticos e tomadas.

    Equipamentos que possuem modostandy-by consomem energia eltricamesmo quando no esto sendo utili-zados. O ideal deslig-los da toma-da antes de viajar, no s pela questodo consumo, como tambm para evi-tar danos oriundos de eventuais que-das de energia eltrica. Em caso detempestades e raios sempre recomen-dvel que os aparelhos estejam desco-nectados da tomada para que, se hou-ver piques de luz, os equipamentos nosejam afetados, principalmente os maissensveis, orienta o engenheiro eltri-co da rea de eficincia energtica daLight, Antnio Raad.Computadores devem possuir estabi-lizadores ou no-break. J aqueles equi-pamentos que costumam concorrer porvagas na tomada como televisores,

    aparelhos de som e DVD, devem es-tar conectados por meio de filtro delinha, que so mais seguros do quebenjamins. Ao sair de viagem, s re-tirar o plugue da tomada.Mas voc deve estar se perguntandoE a geladeira? Se eu deslig-la os ali-mentos vo estragar!. De acordo comAntnio Raad, ela pode continuarplugada a tomada, dependendo dotempo que se esteja fora. Se for umaviagem de fim de semana, no ne-cessrio desconectar a geladeira datomada, mas se for ficar muito tem-po fora, caso haja possibilidade, re-comendvel consumir os alimentos edesconectar a geladeira da tomada,esclarece o especialista, acrescentandoque no necessrio desligar os disjun-tores antes de sair de viagem.

    Curta sua viagem com segurana

    Antnio Raad recomenda desplugar os equipamentos das tomadas no perodo de viagem

  • 6 ESTE O NOSSO BAIRRO | WWW.NOSSOBAIRRO.NET Quer anunciar? 3627-7945 / 2440-4549 / comercial@nossobairro.net

    Direito

    DRA. MARIA HELENA DOS SANTOSADVOGADA CIVIL

    INFORMAES: 99335-1036MHS1@IBEST.COM.BR

    Planos de Sade

    Caro leitor, nessa primeira conversa do ano, vou falar sobre planos desade coletivo e pr-pago.O plano de sade coletivo pode parecer em um primeiro momentobastante vantajoso por conta do preo, mas isso no seguro. A AgnciaNacional de Sade Suplementar (ANS) no ampara essa modalidade,assim como no ampara o plano de sade pr-pago. Isso significa di-zer que qualquer tipo de abuso que o consumidor venha a sofrer, esteno receber apoio da ANS. A Agncia em questo o rgo que limi-ta o aumenta dos preos, e tambm regula o comportamento, juntoao consumidor, dos planos de sade. No entanto, isso no ocorre como plano coletivo ou o pr-pago.Nesse caso, quem adere a uma dessas modalidades de planos (pr-pagoe coletivo) poder vir a sofrer reajustes muito acima da inflao. Em 2013,por exemplo, os planos coletivos sofreram um aumento de 73%, aplica-dos em 2014. Esse ndice considerado abusivo visto que a inflao foide 6,28%. Acaba por pesar mais no bolso do consumidor. bom saber que a ANS no regulamenta esse mercado, porque asempresas que oferecem esse servio no so operadoras, e ainda pro-be que as operadoras regulamentadas comercializem esse tipo de planode sade. Por isso, esse sistema um grave risco assistencial, j queno so planos de sade. O Conselho Federal de Medicina e os Con-selhos Regionais tambm condenam a vinculao de mdicos a essesistema de descontos, porque no veem a medicina como comrcio.Para o leitor ter uma ideia de como funciona a modalidade do pr-pago,ao adquirir o dito carto, paga-se uma taxa de adeso, que varia deR$ 18,90 a R$ 50,00, mais a recarga que varia de R$ 1,90 a R$ 2,50,mais os procedimentos a que tiver que se submeter. No entanto, esseproduto cobre apenas pequenos servios e as empresas que operamcom