edição 32 domingo, 05.08.2012 r$ 3,20 Órgão oficial da ... ?· jamile darlen (15 anos), da...

Download Edição 32 Domingo, 05.08.2012 R$ 3,20 Órgão Oficial da ... ?· Jamile Darlen (15 anos), da Igreja…

Post on 18-Dec-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

1o jornal batista domingo, 05/08/12?????

rgo Oficial da Conveno Batista Brasileira Fundado em 1901 Rua Senador Furtado, 56 . RJ

ISSN 1679-0189

Ano CXIIEdio 32 Domingo, 05.08.2012R$ 3,20

Quase quatro meses depois de serem obrigadas a deixar o Mali por causa da instabilidade pol-tica, perseguio religiosa e recomendao da Embaixada brasileira, as missionrias Veralucia Rocha e Gabriele Santos esto de volta ao pas africano (pgina 11).

No Dia do Adolescente Batista, OJB publica um texto para fazer todos refletirem. O autor destaca os motivos errados para se comear um namoro e orienta como deve agir o adolescen-te solteiro. Ser solteiro um momento nico e abenoado por Deus, aproveite este momento para viver algo sobrenatural, pois este tempo est contado, diz o autor (pgina 5).

Missionrias retornam ao Mali

Estou desesperado para namorar!Suportando as tentaes

Feira de Santana, popularmente conhecida como a Princesa do Serto, recebeu o maior encontro de batistas da Bahia. Durante a 89 Assembleia Anual da Conveno Batista Baiana,

os participantes foram motivados a refletir sobre integridade, misses, alm de iniciar as comemoraes dos 130 anos da denominao no estado (pginas 8 e 9).

Convencionais elegem nova diretoria e iniciam celebrao dos 130 anos de batistas na Bahia

2 o jornal batista domingo, 05/08/12 reflexo

E D I T O R I A L

moda e deixem que tenham iniciativas. Pastores e lderes precisam fazer mais do que planejar diversas programa-es, precisam deixar espao para que o adolescente viva o que aprendeu com a Bblia e com os bons exemplos ao seu redor. O texto a seguir um relato real do que passa na mente de uma menina que mora numa cidade gran-de como o Rio de Janeiro. um exemplo do quanto os adolescentes cristos tem potencial e podem abenoar vidas respeitando os mais velhos e seu modo de ser e sendo respeitados.

Jamile Darlen (15 anos), da Igreja Batista da Liberdade (RJ), escreveu este texto no ano passado, um dia aps um homem armado entrar em uma escola e atirar contra alunos e professores. Jamile vive em uma cidade grande, junto com seus conflitos, mas existem diversos outros adolescentes que precisam tambm do apoio de seus lderes e vivem em conflitos diferentes.

Um dia fui para a escola muito triste e chateada com os meus problemas achando que a minha vida era uma droga e tal... Mas uma coisa me chamou ateno. O que aconteceria se entrassem aqui na minha escola, na minha sala e mirassem uma

substitudas por pufes. Eram pequenos bancos estofados coloridos por toda a sala. Tal decorao comeou a chamar ateno dos adoles-centes visitantes, que agora iam uma, duas, trs, quatro vezes e no paravam mais de frequentar a igreja. Ali eles viam que tinham um espao para aprender a Bblia sem deixar de lado seu modo de ser, que no final das contas no agredia ningum.

Foi assim tambm com ou-tra igreja, quando os lderes dos adolescentes resolveram levar um esportista cristo para falar de suas experin-cias para o grupo. Tais lderes queriam que seus adolescen-tes conhecessem bons exem-plos de vida crist que fosse fora das paredes da igreja, por isso chamaram um espor-tista, mas queriam tambm que cada adolescente tivesse liberdade para questionar e tirar suas dvidas. Para tanto, modificaram a ordem dos bancos dentro do templo, empurraram os bancos e fize-ram uma roda com um banco ao centro para o convidado, estava formada a arena. Foi uma simples modificao dos bancos que criou um ambiente jovem e fcil para fluir os conhecimentos que os adolescentes precisavam.

Adolescentes precisam dis-to, igrejas que respeitem seu modo de ser e at mesmo sua

o momento das mu-danas, da forma-o de opinio, da formao concreta de personalidade, assim a adolescncia, a fase das mudanas. Na igreja eles so o grupo mais animado, leva essa alegria para todas as ocasies. Cuidado se eles comearem a rir! Pode ser por bobeira, mas capaz de no pararem de rir nem to cedo! Com tanta energia e transformao precisam de apoio e bons exemplos, alm de espao para deixar fluir a imaginao.

Adolescentes precisam de pessoas que acreditem em seu potencial, necessitam estar rodeados por familiares e lderes que os apoiem at nas ideias loucas. A princpio tais ideias podem ser loucas para os mais velhos, mas po-dem ser tambm instrumento de louvor e adorao, e at mesmo instrumento de evan-gelismo. Como j aconteceu em uma certa igreja batista, quando o grupo de adoles-centes resolveu mudar a sua sala. Assim como a sala das mulheres decorada com cores e enfeites femininos, esses adolescentes queriam dar a sua cara para a sala. Pediram permisso ao pas-tor e fizeram lindos grafites nas paredes com mensagens evangelsticas, e ao invs de colocar cadeiras, elas foram

arma na cabea dos meus amigos? Seus sonhos, planos, esperanas seriam confron-tados por uma ARMA! Foi isso o que aconteceu ontem, 7 de abril de 2011, com 12 adolescentes e seus colegas.

No tenho palavras para descrever o que estou sen-tindo, sei que o jovem (que as matou) devia estar fora de si. Ele escolheu os que iam morrer e a tristeza tomou conta dos alunos. Penso que vou fazer o mximo para seguir os meus sonhos, mais lembro que em um segundo tudo pode acabar.

Queria dizer aos jovens que difcil sim, mas que o pior foi que a violncia comeou com o jovem que as matou, pois ele sofreu Bullying, ele tambm foi uma vtima.

Ento meu recado a dar : Vocs, pais, sabem o que acontece com os seus filhos? Ser que to difcil nos dar um pouco de ateno? E vo-cs, jovens, por que sofrem? Por que no confiam em sua famlia para pedir ajuda? Ou at mesmo para parar com o bullying? Vocs no esto sozinhos e sabem disso. So-nhos, esperanas, planos... tudo isso pode acabar mas no se estivermos juntos lu-tando para melhorar. E, en-to, voc quer lutar comigo? Pois eu quero lutar por voc e com voc.

As mensagens enviadas devem ser concisas e identificadas (nome completo, endereo e telefone). OJB se reserva o direito de publicar trechos. As colaboraes para a seo de Cartas dos Leitores podem ser encaminhadas por e-mail (editor@batistas.com), fax (0.21.2157-5557) ou correio (Rua Senador Furtado, 56 - CEP 20270-020 - Rio de Janeiro - RJ).

Cartas dos leitoreseditor@batistas.com

Parabns ao Pr. Jlio Oliveira Sanches

J h muito que perdi a conta de quantos Bilhetes de Sorocaba recebi atravs do nosso Jornal Batista. Alguns cheguei a contestar, comigo mesmo, mas a maioria deles tem servido de inspirao e fundamentao para a Or-todoxia Batista (um livro do mesmo autor dos bilhetes).

Este ltimo, ento, publi-cado na edio n 30 de 22/07/2012 deveria ser mo-tivo de orgulho para a Deno-minao Batista (CBB). No por causa da veia ortodoxa do autor, mas por causa da coragem de expor o que mui-

O JORNAL BATISTArgo oficial da Conveno Batista Brasileira. Semanrio Confessional, doutrinrio, inspirativo e noticioso.

Fundado em 10.01.1901INPI: 006335527 | ISSN: 1679-0189

PUBLICAO DOCONSELHO GERAL DA CBBFUNDADORW.E. EntzmingerPRESIDENTEPaschoal Piragine JniorDIRETOR GERALScrates Oliveira de SouzaSECRETRIA DE REDAOArina Paiva(Reg. Profissional - MTB 30756 - RJ)

CONSELHO EDITORIALMacias NunesDavid Malta NascimentoOthon vila AmaralSandra Regina Bellonce do Carmo

EMAILsAnncios:jornalbatista@batistas.comColaboraes:editor@batistas.comAssinaturas:assinaturaojb@batistas.com

REDAO ECORRESPONDNCIARua Senador Furtado, 56CEP 20270.020 - Rio de Janeiro - RJTel/Fax: (21) 2157-5557Fax: (21) 2157-5560Site: www.ojornalbatista.com.br

A direo responsvel, perante a lei, por todos os textos publicados. Perante a denominao batista, as colaboraes assinadas so de responsabilidade de seus autores e no representam, necessariamente, a opinio do Jornal.

DIRETORES HISTRICOSW.E. Entzminger,fundador (1901 a 1919);A.B. Detter (1904 e 1907);S.L. Watson (1920 a 1925);Theodoro Rodrigues Teixeira (1925 a 1940);Moiss Silveira (1940 a 1946);Almir Gonalves (1946 a 1964);Jos dos Reis Pereira (1964 a 1988);Nilson Dimarzio (1988 a 1995) e Salovi Bernardo (1995 a 2002)

INTERINOS HISTRICOSZacarias Taylor (1904);A.L. Dunstan (1907);Salomo Ginsburg (1913 a 1914);L.T. Hites (1921 a 1922); eA.B. Christie (1923).

ARTE: OliverartelucasIMPRESSO: Jornal do Commrcio

tos gostariam de fazer e no o fazem, e de falar o que muitos gostariam de gritar e tam-bm no o fazem com medo de despertar suscetibilidades.

Este Bilhete de Sorocaba soa qual Bilhete do Novo Testamento, para encorajar os que lidam com a liturgia do culto a se preocuparem com o processo de edificao do povo de Deus, e glorificao do nome do Senhor em ba-ses puramente escritursticas, compreendidas aqui como Bblia mesmo.

Mais uma vez, parabns ao pastor Jlio Oliveira Sanches.

Pr. Oniel Prado CorraBraslia, DF

3o jornal batista domingo, 05/08/12reflexo

(Dedicado leitora Marcela Cludia Gomes Hollanda, de Braslia, DF)

No a r t i g o a n t e -rior (OJB, 01 jul 2012), escreve-mos que no ca-rter do povo alemo encon-tramos o hbito do planeja-mento. Faltou dizer que costume germnico executar o que foi planejado, e exe-cut-lo com pontualidade. Estvamos na plataforma e vimos dois jovens chegarem alguns segundos depois que se fecharam as portas do va-go que partia s 12h19min de Berlim, voltando para Frankfurt; perderam a viagem de trem...

Por que a caravana dos pe-regrinos bachianos dirigiu-se ao leste da Alemanha? Cabe uma digresso histrica. Em 1945, a Alemanha nazista, derrotada, foi partilhada pe-los Estados Unidos da Amri-ca, Inglaterra, Frana e Unio Sovitica, pases vencedores da Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Em 1949, foi dividida: Alemanha Ociden-tal capitalista, e Alemanha Oriental comunista. No leste da Alemanha ficavam os mais importantes lugares onde Johann Sebastian Bach viveu: Leipzig e Dresden

Recommended

View more >