edição 232

Download Edição 232

Post on 22-Mar-2016

240 views

Category:

Documents

1 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal Expresso Regional

TRANSCRIPT

  • ENCANTADA Olvia Mumm mistura realidade com desenho animado ao fazerensaio sensual em um cenrio digital de uma floresta animada

    UM LUXO S Kurum Maca apresenta Novo Corolla com inovaes tecnolgicas,mais conforto e potncia. Sedan a grande aposta da montadora

    Ano VI, nmero 232R$ 0,7028 de maro a 3 de abril de 2010

    EXPRESSOREGIONAL

    SENADO VAI MODIFICAR EMENDAQUE REDISTRIBUI OS ROYALTIES

    LEVANTAMENTO COMPROVA QUE MAIORIA DOS SENADORES CONTRRIA REDISTRIBUIO DOS RECURSOS 03

    TRANSPORTE PRECRIO DEIXAPOPULAO DO SANA ISOLADA

    15

    Moradores reclamam do descaso das autoridades 14

    TRIBUNA LIVRE

    Comisso do Cmara dos Deputadosaumenta licena para me de gmeos ouprematuros 07

    BALTHAZAR

    Benedita da Silva pode ser a Laranja dePicciane nestas eleies, evitando queLindberg Farias concorra 02

    ANDR CABRAL

    FM 101 COMEMORA 30ANOS DE LIDERANA

    Emissora, comandada por ZezAbreu, completa este ms sua ter-ceira dcada nos rdios e coraesdos macaenses. Festa ter progra-mao de peso. 05 08

    DIVULGAO

    JOEL MARTIBS

    Em Quissam os cavalos tem ajudado os pacientes a superar as suas mais diversas dificuldades e limitaes

    Desde a antiguidade os animais tem sido grande parceiros da humanidade nas mais diversas tarefas. Desde as funesmais domsticas e afetivas at o trabalho duro no campo. Mas o que poucos sabiam, at pouco tempo, que os animaistambm tm o poder de curar. Isso mesmo, a cincia revela que o contato com os animais uma excelente terapia. E, aquina regio, principalmente, em Quissam pacientes e profissionais de sade j esto vivenciando de perto as vantages desteconvvio. Por l desenvolvida a Equoterapia, com a utilizao do cavalo, indicada para pacientes com patologias de altacomplexidade, sndromes diversas e paralisias. Os resultados deste mtodo so impressionantes. 09

    Animais que curam

    RENATA ALVES

    ROYALTIES: SENADOR PEDROSIMON ENTREGA EMENDAQUE COMPENSA RJ E ES

    FERNANDO GABEIRA TER OEMPRESRIO MRCIO FORTESCOMO CANDIDATO A VICE NACHAPA DE GOVERNADOR

    07

    07www.jornalexpressoregional.com.br

  • Relatrios estaduais divulga-dos na semana passada pelo co-mit gestor do Programa de Ace-lerao do Crescimento (PAC) re-velam que 54% das obras do PACno saram do papel. De acordocom a ONG Contas Abertas, quefez a anlise dos nmeros, issomostra que apenas 11,3% dasobras terminaram. A metodologiade divulgao dos nmeros usa-da pela Casa Civil nas cerimniasde balano oficial tem excludo asreas de saneamento e habitao.De acordo com a ONG, tiradas asduas reas, cerca de 31% das obrasteriam sido concludas. Assim,pelo levantamento feito, 46% dasaes do programa esto em an-damento ou j foram entregues,desde que o PAC foi lanado em2007. Ou seja, pela quantidade dedinheiro que gasto e pela velo-cidade das obras, at parece queo PAC est sendo coordenadopela equipe do prefeito RivertonMussi, de Maca.

    2BALTHAZAR

    Expresso Regional Editora e Revista Ltda. CNPJ: 07.338.963/0001-49.Campos: Avenida Gilberto Cardoso, 299, Turfe Clube Maca: Rua Dr. Tlio Barreto, 204 sala 201 Centro Maca-RJ. Cep: 27.910-060Telefone: (22) 2772-2753. e-mails: expressonf@yahoo.com.br; jornal@jornalexpressoregional.com.brCirculao: Campos, Cambuci, Maca, Carapebus, Rio das Ostras, Quissam, Conceio de Macabu e Casimiro de Abreu

    EXPRESSOREGIONAL

    Representante comercial: Trfego Publicidade & Marketing Ltda.Rio de Janeiro: Avenida Rio Branco, 185, sala 1813, Centro, Rio de Janeiro. Tel. (21) 2532-1329.comercial@trafegopublicidade.com.br So Paulo: Rua Frederico Abrantes, 389, CJ 112, 11andar - Santa Ceclia. Tel. (11) 3362-2319. trafegosp@trafegopublicidade.com.br.

    EXPRESSO REGIONAL28 de maro a 3de abril de 2010

    BALTHAZAR SCHNEIDER. Contato: balthazar@jornalexpressoregional.com.br As ilustraes desta coluna so de autoria do chargista Rmulo Jacques.

    RobertoShinyashikiRobertoShinyashiki

    Diretor Administrativo: Joel Martins FilhoEditor: Andr Luiz do Amaral Cabral (Registro Profissional: MTB 28.656/RJ)Colaboradores: Roberto Shinyashiki, Balthazar SchneiderImpresso: Grfica XYZ Tiragem: 10.000 exemplares

    REPRODU

    Leia mais em: www.jornalexpressoregional.com.br

    www.jornalexpressoregional.com.br

    PRA QUE SERVE UMRELACIONAMENTO?

    Mais do que nunca, as pes-soas esto morrendo de medo deser abandonadas. De dizer eu teamo e no ser correspondidas.E, por isso, continuam abando-nando, com medo de ser aban-donadas. Dizem no, com medode ouvi-lo.

    O medo da rejeio nos impe-de de abrir nosso corao pro-fundamente para os outros, poisno queremos nos sentir vulne-rveis ou fragilizados. Para noter de enfrentar esse medo, aspessoas no esto se relacionan-do em profundidade. Pelo con-trrio, buscam criar relacionamen-tos superficiais.

    Nos relacionamentos atuais,principalmente entre os mais jo-vens, predomina a postura de fi-car com algum. s vezes, fica-se com mais de uma pessoa nomesmo dia.

    Muitas pessoas abandona-ram a busca por uma relao maisamorosa, mais comprometida, sa-tisfazendo-se com uma compa-nhia de poucas horas. Um sim-ples passatempo. Assim, no diaseguinte, pode-se ficar com ou-tra pessoa, no outro dia com maisoutra e assim por diante. Sem quequalquer relao se solidifique.

    Existe at a prtica de conta-bilizar quem beijou mais em umafesta ou em um evento qualquer.Beijam-se pessoas desconheci-das pelo simples ato de beijar,como se bebe gua quando seest com sede. O beijo, nessascircunstncias, deixou de ser aexpresso de um sentimento afe-tivo de aproximao entre duaspessoas, deixou de ser uma en-trega, deixou de ser um momentomgico, deixou de ser uma part-cula de ligao e entrou no menuda rotina.

    No amor, para muitas pesso-as, a quantidade se tornou maisimportante do que a qualidade...Na verdade, poucas pessoas per-ceberam que qualidade num rela-cionamento significa mergulharem profundidade.

    Nesse tipo de relacionamen-to superficial, no h tempo paraconhecer o outro. E sem conhe-cimento, o amor no se desen-volve. Torna-se quase imposs-vel estabelecer uma base slidapara a relao. (Trecho do meulivro Amar Pode Dar Certo).

    As pessoas esto esquecen-do que um relacionamento querealmente nos completa, satisfaze amplia a nossa dimenso deseres humanos precisa ir muitoalm disso.

    Um relacionamento precisaser construdo sobre o amor, em-balado pela cooperao, alimen-tado pelo respeito, forjado comconfiana. Precisa ter aconche-go, cumplicidade e doao. Pre-cisamos saber dividir com o ou-tro o nosso cobertor, nas noitesfrias, mesmo que para cobrir aorelhe dele precisemos descobrirnossos ps e ficar feliz por es-tar dando ao outro o melhor dens.

    preciso aprender a deixar dever um relacionamento como umaarmadilha, de onde no teremossada, para descobrir nele a cha-ve da nossa liberdade e da liber-dade do outro. E isso s podeser conseguido quando aprende-mos a confiar mais.

    Arnaquinpolis 2 - A sucessoCaptulo XLVIII (48)

    No ltimo captulo voc talvez tenha lido (ou no) que nossobravo prncipe Filomeno, o Boneco de Olinda estava muito preocu-pado com a candidatura de seu obeso irmo, o prncipe Shrek deFanfarrdia, ao Supremo Parlamento. Mas, graas argcia e acapinogncia do fotgrafo Lambe-lambe, Vaselino Kodak, secret-rio de m-digesto e assuntos aleatrios (o mais importante minis-trio sobre o nada), eis que surgiu uma idia que pode salvar afamigerada candidatura do primeiro-irmo, peso pesado.

    A idia de Vaselino era simples: criar um programa de "esmolamnima" dando uma merreca para os pobres plebeus de Arnaquin-polis. Com o dinheirinho no bolso, os miserveis ficariam felizes e,por gratido, acabariam votando no prncipe Shrek. Era um planoperfeito, mas havia uma varivel inesperada: sumido h algum tem-po, eis que o maior inimigo de Filomeno, "Dr. Bonitinho" voltara cena. E com o apoio do parlamentar "Fumeira", Bonitinho anun-ciou que tambm seria candidato ao Supremo Parlamento, amea-ando assim a candidatura do prncipe Shrek.

    Era um problema grave, que necessitava de ateno especial. E,portanto, o prncipe convocou uma nova reunio com os seus prin-cipais conselheiros: Vaselino Kodak (que j estava ficando ntimoat demais), a dupla sertaneja "Z Praga" e "Tainha" e tambm adecana, paj e conselheira "Tia Omo", que aconselhava a famlia hmais de 720 anos. Filomeno estava nervoso. Sua rouca voz j esta-va afinando de tanta tenso: era preciso agir.

    E eis que Z Praga teve uma idia brilhante. - Filomeno, sim-ples. s mandar o nosso jornal chapa branca, antitico e bajula-dor, do "Z Pires na Mo" falar que o Dr. Bonitinho tem uma alianacom o seu velho Tio. E como o povo tem pelo velho a mesmaaverso que tem por ti, o boato vai acabar prejudicando a candida-tura de nosso adversrio e fazendo com que conseguimos eleger oseu irmo - sugeriu.

    Filomeno gostou da idia, e o nefasto plano foi colocado emprtica. Ser que vai funcionar? Veja no prximo captulo.

    FLAGRA DO GABEIRA Deputado flagrou placa que indica obras concludas naFavela Nova Esperana em Maca. Onde este dinheiro foi aplicado?, pergunta

    PALAVRAS DE F

    Pela manh, ouvirs a minha voz, SENHOR;pela manh, me apresentarei a ti, e vigiarei.

    Salmos 5: 3

    Com o Obreiro Francisco Xavier da Conceio Filho

    Frase da semana

    a pior escria quemanda l hoje

    Deputado Ciro Gomes (PSB/CE) sobre a Cmara Federal

    Iluso ou maldadePorque ainda existe jornalista que insiste na idia de que

    Silvio Lopes ser candidato a vice-governador com Gabeira?Silvio deputado federal e merece o nosso respeito. Mas elemesmo tem dido que no est disposto nem a concorrer ree-leio na Cmara. Por que ser que no deixam-no em paz?

    E o PAC?Empacou.

    Benedita: laranja do Picciane?Essa histria de um candidato vir s para atrapalhar outro no

    nova na poltica. Inclusive, em "Arte da Guerra" o estrategistamilitar Sun Tzu nos ensinou, h 3.000 anos atrs, que a vitriaconsi