drenagem torÁcica

40
Manuella Muniz MR2 cirurgia geral do HR 15/05/11

Upload: emiko

Post on 21-Jan-2016

240 views

Category:

Documents


0 download

DESCRIPTION

DRENAGEM TORÁCICA. Manuella Muniz MR2 cirurgia geral do HR 15/05/11. Objetivo. Evacuar coleção anormal de ar ou fluidos por meio da inserção de um dreno estéril no espaço pleural GUIMARÃES, Hélio Penna - PowerPoint PPT Presentation

TRANSCRIPT

Page 1: DRENAGEM TORÁCICA

Manuella MunizMR2 cirurgia geral do HR

15/05/11

Page 2: DRENAGEM TORÁCICA

Evacuar coleção anormal de ar ou fluidos por meio da inserção de um dreno estéril no espaço pleural

GUIMARÃES, Hélio Penna

Guia prático de UTI da AMIB/Hélio Penna Guimarães, José Maria da Costa Orlando e Luiz Fernando dos Reis Falcão-São Paulo: Atheneu,2009.

Page 3: DRENAGEM TORÁCICA
Page 4: DRENAGEM TORÁCICA
Page 5: DRENAGEM TORÁCICA
Page 6: DRENAGEM TORÁCICA
Page 7: DRENAGEM TORÁCICA
Page 8: DRENAGEM TORÁCICA

1875 (Buelaw): Tratamento do empiema pleural

Segunda Guerra Mundial: melhorias no tratamento de ferimento de guerra, com redução da mortalidade

GUIMARÃES, Hélio Penna

Guia prático de UTI da AMIB/Hélio Penna Guimarães, José Maria da Costa Orlando e Luiz Fernando dos

Reis Falcão-São Paulo: Atheneu,2009.

Page 9: DRENAGEM TORÁCICA

• Trauma– Pneumotórax aberto– Pneumotórax fechado– Pneumotórax hipertensivo– Hemotórax

• Pneumotórax espontâneo (moderado ou grande)• Pneumotórax espontâneo sintomático• Aumento do pneumotórax após tentativa de tto

conservador• Recorrência de Pneumotórax após retirada de DTF• Derrame pleural recorrente• Empiema• QuilotóraxPós-toracotomia

GUIMARÃES, Hélio PennaGuia prático de UTI da AMIB/Hélio Penna Guimarães, José Maria da Costa Orlando e Luiz

Fernando dos Reis Falcão-São Paulo: Atheneu,2009.

Page 10: DRENAGEM TORÁCICA
Page 11: DRENAGEM TORÁCICA
Page 12: DRENAGEM TORÁCICA
Page 13: DRENAGEM TORÁCICA
Page 14: DRENAGEM TORÁCICA

Analgesia Punção na linha axilar média (2˚ ou 5 ˚) Posição Supina semivertical (30 ˚ a 45 ˚) Local mais usado: 4º ou 5º espaços

intercostais na linha axilar anterior Assepsia + antissepsia da parede lateral do

tóraxAnestesia com lidocaína a 2%. A infiltração

deve incluir pele,subcutâneo,músculos intercostais, periósteo e pleura parietal.

GUIMARÃES, Hélio Penna

Guia prático de UTI da AMIB/Hélio Penna Guimarães, José Maria da Costa Orlando e Luiz Fernando dos Reis Falcão-São Paulo: Atheneu,2009.

Page 15: DRENAGEM TORÁCICA

Incisão na pele de 2 a 4 cm na linha axilar anterior no espaço inferior ao da drenagem.

Dissecção subcutâneo com pinça de Kelly, na margem, superior da costela inferior, até perfurar a pleura.

Confirmar local apropriado com dedo enluvado.

Inserção do tubo, seguindo as direções superior e posterior.

Conexão com sistema de drenagem em selo d’água.

Confirmar posição com Rx de tórax

GUIMARÃES, Hélio Penna

Guia prático de UTI da AMIB/Hélio Penna Guimarães, José Maria da Costa Orlando e Luiz Fernando dos Reis Falcão-São Paulo: Atheneu,2009.

Page 16: DRENAGEM TORÁCICA

Coagulopatia Plaquetopenia Aderências Pleurais Hérnia diafragmáticaToracotomia imediata

GUIMARÃES, Hélio Penna

Guia prático de UTI da AMIB/Hélio Penna Guimarães, José Maria da Costa Orlando e Luiz Fernando dos Reis Falcão-São Paulo: Atheneu,2009.

Page 17: DRENAGEM TORÁCICA

• Lesão do nervo, da veia ou da arteria intercostal

• Hemorragia intrapleural ou da parede torácica• Laceração ou punção de estruturas torácicas• Laceração ou punção de estruturas abdominais

(fígado, baço) e diafragma• Infecção local de inserção, no trajeto, na

cavidade pleural (empiema)• Enfisema subcutâneo• Posicionamento extrapleural do tubo torácico• Fístula cutânea brônquica pleural crônicaSíndrome de Horner (lesão de C8 e T1)

GUIMARÃES, Hélio PennaGuia prático de UTI da AMIB/Hélio Penna Guimarães, José Maria da Costa Orlando e Luiz

Fernando dos Reis Falcão-São Paulo: Atheneu,2009.

Page 18: DRENAGEM TORÁCICA

Manuella MunizMR2 cirurgia geral do HR

15/05/11

Page 19: DRENAGEM TORÁCICA

Consiste na colocação de um cateter na bexiga, exteriorizando-o na pele da região suprapúbica.

. GUIMARÃES, Hélio Penna

Guia prático de UTI da AMIB/Hélio Penna Guimarães, José Maria da Costa Orlando e Luiz Fernando dos Reis Falcão-São Paulo: Atheneu,2009.

Page 20: DRENAGEM TORÁCICA

Cistostomia por punção suprapúbica

Cistostomia por incisão suprapúbica

GUIMARÃES, Hélio Penna

Guia prático de UTI da AMIB/Hélio Penna Guimarães, José Maria da Costa Orlando e Luiz Fernando dos

Reis Falcão-São Paulo: Atheneu,2009.

Page 21: DRENAGEM TORÁCICA
Page 22: DRENAGEM TORÁCICA

Traumas uretrais Trauma vesical Traumatismo de medula espinhal Retenção urinária aguda Estenose uretral Hiperplasia prostática benigna Cálculo impactado

GUIMARÃES, Hélio Penna

Guia prático de UTI da AMIB/Hélio Penna Guimarães, José Maria da Costa Orlando e Luiz Fernando dos Reis Falcão-São Paulo: Atheneu,2009.

Page 23: DRENAGEM TORÁCICA
Page 24: DRENAGEM TORÁCICA

Infecções Complicações anestésicas Perfuração de alça intestinal, com risco de

peritonite Hemorragia Fístulas Neuralgias

GUIMARÃES, Hélio Penna

Guia prático de UTI da AMIB/Hélio Penna Guimarães, José Maria da Costa Orlando e Luiz Fernando dos Reis Falcão-São Paulo: Atheneu,2009.

Page 25: DRENAGEM TORÁCICA

Manuella MunizMR2 cirurgia geral do HR

15/05/11

Page 26: DRENAGEM TORÁCICA

Punção do saco pericárdico, com agulha, para esvaziamento de coleções líquidas, visando melhora da condição hemodinâmica.

GUIMARÃES, Hélio Penna

Guia prático de UTI da AMIB/Hélio Penna Guimarães, José Maria da Costa Orlando e Luiz Fernando dos Reis

Falcão-São Paulo: Atheneu,2009.

Page 27: DRENAGEM TORÁCICA

Acúmulo de secreção líquida (e, excepcionamente, gasosa)

Transtornos hemodinâmicos

Tamponamento cardíaco (TRÍADE DE Beck)

Page 28: DRENAGEM TORÁCICA
Page 29: DRENAGEM TORÁCICA
Page 30: DRENAGEM TORÁCICA
Page 31: DRENAGEM TORÁCICA

Manuella MunizMR2 cirurgia geral do HR

15/05/11

Page 32: DRENAGEM TORÁCICA

Drenagem de abscessos intraperitoneais oriundos de processos inflamatórios/ infecciosos, complicações pós-operatórias, corpo estranho, perfuração de víscera oca...

Rasslan, Samir

Procedimentos básicos em cirurgia/Edivaldo M.

Utiyama, Samir Rasslan, Dario Bilorini, Barueri, SP: Manole,2008

Page 33: DRENAGEM TORÁCICA

Por punção

Por laparotomia

Rasslan, Samir

Procedimentos básicos em cirurgia/Edivaldo M.

Utiyama, Samir Rasslan, Dario Bilorini, Barueri, SP: Manole,2008

Page 34: DRENAGEM TORÁCICA

Peritonite generalizada: incisão mediana, transumbilical.

Abscesso pós-op: acesso pela mesma incisão operatória.

Rasslan, Samir

Procedimentos básicos em cirurgia/Edivaldo M.

Utiyama, Samir Rasslan, Dario Bilorini, Barueri, SP: Manole,2008

Page 35: DRENAGEM TORÁCICA

Pós drenagem em procedimento bem sucedido:

- Rápida melhora com normalização fisiológica em 48 – 72h

- Melhora da dor - Desaparecimento da febre - Reintrodução da dieta

Rasslan, Samir

Procedimentos básicos em cirurgia/Edivaldo M.

Utiyama, Samir Rasslan, Dario Bilorini, Barueri, SP: Manole,2008

Page 36: DRENAGEM TORÁCICA

Pós drenagem em procedimento retardado: - As aderências e o abscesso não puderam

ser desfeitos, houve apenas drenagem do abscesso;

- Manutenção de dreno cavitário por vários dias;

- Risco de obstrução intestinal devido as aderências;

Rasslan, Samir

Procedimentos básicos em cirurgia/Edivaldo M.

Utiyama, Samir Rasslan, Dario Bilorini, Barueri, SP: Manole,2008

Page 37: DRENAGEM TORÁCICA
Page 38: DRENAGEM TORÁCICA

A drenagem de abscesso intraperitoneal deve ser indicada precocemente para que as aderências e o abscesso possam ser desfeitos, o que proporcionará um pós-operatório menos complicado.

Rasslan, Samir

Procedimentos básicos em cirurgia/Edivaldo M.

Utiyama, Samir Rasslan, Dario Bilorini, Barueri, SP: Manole,2008

Page 39: DRENAGEM TORÁCICA

Lesão de estrturas Fístulas Ressecções intestinais Obstrução intestinal Infecção de ferida operatória

Rasslan, Samir

Procedimentos básicos em cirurgia/Edivaldo M.

Utiyama, Samir Rasslan, Dario Bilorini, Barueri, SP: Manole,2008

Page 40: DRENAGEM TORÁCICA