doenças e pragas das pastagens

Download Doenças e Pragas das Pastagens

Post on 24-Feb-2016

269 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Doenças e Pragas das Pastagens. Aula 3 Cigarrinha das Pastagens. Í ndice. Cenário. A pecuária de corte e leiteira são importantes atividades no Brasil, e são diretamente afetadas pela sua principal praga: a cigarrinha das pastagens. - PowerPoint PPT Presentation

TRANSCRIPT

Slide 1

Doenas e Pragas das PastagensAula 3Cigarrinha das Pastagens

ndiceA pecuria de corte e leiteira so importantes atividades no Brasil, e so diretamente afetadas pela sua principal praga: a cigarrinha das pastagens.Trata-se de um problema entomolgico complexo, pois so diversas espcies de cigarrinhas, associadas a diversas forrageiras, sob diferentes manejos e numa vasta amplitude de condies ecolgicas. Cenrio

Deois flavopictaComprimento: 10 mmColorao: preta com duas faixas transversais amarelas na asa e clavo amarelo. Abdome e pernas vermelhos.IdentificaoDeois schachComprimento: 10 mmColorao: preta esverdeada com faixa transversais alaranjadas na asa. Abdome e pernas vermelhos.Identificao

Deois incompletaComprimento: 8 mmColorao: castanha com faixas amarelo esbranquiadas. Abdome e pernas castanhos.Identificao

Notozulia entrerianaComprimento: 7 mmColorao: preta brilhante com faixa branco-amarelada. Abdome e pernas pretos.Identificao

Mahanarva fimbriolataComprimento: 13 mmColorao: vermelha com faixas pretas. Abdome e pernas vermelhos.Identificao

Cigarrinha das razes da cana-de-acarGnero Mahanarva spp em Cana e Capim Elefante na regio Norte.

Identificao

DanosEspumas protegem as nifas (fase jovem do inseto) na base do colmo.

Nifas: Sugam seiva, retirando nutrientes do capim.Adultos: Sugam seiva e injetam toxina, seca o perfilho, provocando queima das folhas. DanosDanos causados pelos adultos das cigarrinhas. Inicialmente listras clorticas (a), evoluindo para necrose (b), morte das folhas (c), pastagem totalmente comprometida (d).

PrejuzoOs maiores danos so causados pelo inseto na fase adulta.Ao injetar a toxina, secam as folhas que ficam com menor palatibilidade pelo gado e consequente menor pastejo.Menor ganho de peso ou produo de leite.Apenas 20 adultos por m podem reduzir a capacidade de suporte de pastagem de 30% a 50%, dependendo da espcie da gramnea.

Amostragem e Nvel de Dano EconmicoNvel de Dano Econmico (MIP):Amostragem em 1 m: Encontrar 20 a 25 adultos ou mais de 10 ninfas.Nvel de Controle: 15 adultos ou2,5 a 5 ninfas/mCerca de 10 amostras por hectare.Monitorar a cada 15 dias.Amostragem e Nvel de Dano Econmico

Ciclo Biolgico da cigarrinhaControleControle Qumico.Controle Biolgico.Resistncia de Plantas.Controle Cultural (Manejo Pastagem).Manuteno rea de reserva florestal.Manuteno da Fertilidade do solo.No existe uma medida de controle que, isoladamente, consiga bons resultados.Recomenda-se o Manejo Integrado de Pragas (MIP), combinando prticas que envolvem:ControleQUMICO:

Em geral, no recomendado. Alto custo e impacto ambiental.Em manejo, somente nas primeira gerao da praga e em caso especfico de alta infestao. Foco no adulto e antes dos sintomas.

ControleQUMICO:Princpios ativos aprovados pelo MAPA: Carbaril, Clorpirifs, Fenitrotiom e Malatiom.ControleBIOLGICO:

Mais recomendado. Atinge tambm as nifas.Sem impacto ambiental, sem resduo no solo, pastagem, carne ou leite.Em manejo, na segunda e terceira gerao da praga, em condies especficas de aplicao e manuteno da pastagem.

Cigarrinha da pastagem infectada com o fungo Metarhizium anisopliae.Fonte: Itaforte Bioprodutos.Fungo existe naturalmente no meio ambiente. O homem isolou, selecionou e reproduziu em laboratrio, sobre substrato de arroz.O Brasil o maior produtor mundial de fungos entomopatognicos, sobretudo para aplicao em reas de cana-de-acar, com mais de 1 milho de hectares aplicados para controle de cigarrinha.

Fonte: Instituto Biolgico de So Paulo.Logstica difcilDevido ao preo elevado e dificuldades logsticas na distribuio do fungo, regies produtoras de gado tem buscado se unir atravs de associaes de criadores, sindicatos, cooperativas e prefeituras para produo do fungo em laboratrios locais, facilitando sua distribuio e aplicao.ControleBIOLGICO - Quando:

Fonte: Silveira Neto (1994).ControleBIOLGICO - Como:Aplicar Metarhizium anisopliae formulao p molhvel ou granulada, cerca de 5,0 x 10 condios/h, ou 500g de fungo puro em 200 a 300 litros gua/h. trabalhoso.Alguns produtos comerciais so: Metanat PM, Metarril e Metarriz Biocontrol e ainda existem produtos de laboratrios menores que no tem nome comercial.Limpar bem o tanque de pulverizao antes, com detergente, para no conter agrotxicos letais ao fungo.Aplicar em horas mais frescas do dia (tarde ou noite), evitando raios solares UV, que inutilizam o fungo.ControleBIOLGICO - Resultado:Manter manejo do gado sem superpastejo, pois gera exposio demais ao sol e inativao do fungo.Fazer o manejo da pastagem, deixando mais alta para manter o microclima e umidade adequados para preservao dos fungos.Evitar produtos qumicos nocivos aos fungos, para reinfestao.Evitar queimadas.Controle mdio 40%.

ControleBIOLGICO - Resultado:

Nota: Controle efetivo medido aps aplicao, mas devemos avaliar residual e sustentabilidade do sistema como um todo.Fonte: Boviplan Consultoria (2009).ControleVARIEDADES RESISTENTES:Algumas forrageiras mostram-se resistentes por apresentarem caractersticas que dificultam a propagao da praga, como pilosidade, rigidez dos tecidos do colmo e produo de alomnios de alimentao.Usar no mnimo 30% da rea com variedades resistentes, que possam ser pastejadas nas pocas de maior presso da populao da cigarrinha.ControleVARIEDADES RESISTENTES:Andropgon, capim-gordura, jaragu, braquiaro ou maradu, estrela africana, setria kazungula, coast-cross, capim-buffel e as cultivares de capim-colonio (mombaa, tanznia, tobiat, centenrio e vencedor).

Fonte: Boviplan Consultoria (2009).ControleMANEJO DA PASTAGEM:Na seca: manejo mais baixo do pasto, expondo ovos e ninfas ao sol e aos predadores naturais.Nas guas, para os capins de hbito de crescimento rasteiro, como as braquirias, coast-cross, gordura e greno Cynodon, manter de 25 a 30 cm de altura.Para os capins entouceirados, de porte mais alto, como colonio, andropgon, elefante, etc., adotar altura de 40 a 45 cm.Promover rotao de piquetes e suplementar os volumosos com capineira ou canavial, poupando as pastagens mais atacadas pela praga.ControleMIP: Conjunto de Aes IntegradasReduo da populao de cigarrinhas das pastagensAumento da populao de agentes de controle biolgicoPastagens diversificadas e em equilbrio ecolgicoPlantio com trs ou mais tipos de gramneasConsorciao com leguminosas (Calopognio, Estilosantes)Manejo da altura do pastejo (20 cm para espcie estolonferas e 40 cm para espcies cespitosas)Adubao e irrigao das pastagensPreservao das reas de matas prximasUso de produtos qumicos seletivos aos predadores e parasitides da cigarrinhasDevido s muitas variveis as pesquisas no tem todas as respostas. Ainda h muito a ser feito.No h mtodo que elimine totalmente esta praga (e nem o caso), sendo que um controle mais eficiente suficiente para manter a praga em nveis baixos, os quais no geram problemas significativos para as plantas.Seguindo o MIP, temos que monitorar e no erradicar, mas manter sob controle, e conviver com as pragas.Cada caso especfico e muda ano aps ano, devido s prticas adotadas, devido ao clima, ento sempre um engenheiro agrnomo ou zootecnista deve ser consultado para um correto diagnstico e melhores resultados produtivos. A pecuria e meio ambiente agradecem.

Consideraes FinaisSite da Embrapa Gado de Corte: www.cnpgc.embrapa.br/publicacoes/doc/DOC179.pdf - Dez, 2009, 50p.www.cnpgc.embrapa.br/publicacoes/doc/doc52/04alternativas.htmlwww.insetologia.com.brwww.ebah.com.br/content/ABAAAA1RQAG/dicionario-ambientalwww.portalklff.com.br/publicacao.asp?id=1062&titulo=CONTROLE+BIOL%C3%93GICO+DE+CIGARRINHA+DAS+PASTAGENSRevista Verde de Agroecologia - (Mossor RN Brasil) v.5, n.3, p. 263 273 julho/setembro de 2010, experimento em Corumbiara-RO. - www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/viewFile/331/331www.bdtd.ufscar.br/htdocs/tedeSimplificado//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=3757www.boviplan.com.br/boviplan.asp?idS=2&idS2=12&idT=163Contatos para obteno do fungo Metarhizium anisopliae:- Biocontrol. Fone: (16) 3945 0384- Itaforte Industrial de Bioprodutos Agro-Florestais Ltda. Fone: (15) 3271 2971, Fax: (15) 3271 0009, e-mail:itaforte@itafortebioprodutos.com.brBibliografia