xa.yimg.comxa.yimg.com/kq/groups/24042723/1988989912/name/educere...web viewmpog – ministrio do...

Download xa.yimg.comxa.yimg.com/kq/groups/24042723/1988989912/name/EDUCERE...Web viewMPOG – Ministrio do Planejamento, Oramento e Gesto MPS – Ministrio da Previdncia Social MPT – Ministrio

Post on 14-Feb-2018

324 views

Category:

Documents

47 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Marcelo Paiva

__________________________________________________

Portugus Jurdico

Agradeo a todos que tornaram possvel este livro. Em especial, aos profissionais que fundamentaram o trabalho e aos que faro uso do contedo aqui apresentado.

__________________________________________________

Sumrio

Apresentao

1 A importncia da linguagem na atividade jurdica

1.1 Linguagem tcnica e linguagem rebuscada

1. 2 Vocabulrio jurdico

1.3 Nveis de linguagem

1.3.1 Clareza

1.3.2 Conciso

1.3.3 Formalidade e correo gramatical

1.3.4 Objetividade

1.3.5 Simplicidade

1.3.6 Estilo

1.3.7 O que deve ser evitado

2 Padronizaes e normatizaes

2.1 Elementos normativos

2.2 Pontuao com elementos normativos

2.3 Pontuao de atos normativos

2.4 Referncia a texto legal

2.5 Nomenclatura dos feitos

2.6 Pronomes de tratamento

2.7 Fechos para comunicaes oficiais

2.8 Identificao do signatrio

2.9 Data

2.10 Numerao de documentos

2.11 Folhas de continuao

2.12 Horas

2.13 Siglas, abreviaturas e smbolos

2.14 Citao

2.15 Referncia

2.16 Referncia de textos jurdicos

2.17 Expresses latinas em referncias e citaes

2.18 Linha pontilhada

2.19 Maisculas e minsculas

2.20 Nmeros

2.21 Itlico e negrito

2.22 Referncia a folhas

2.23 Anexos, tabelas, grficos, quadros

2.24 Moedas e valores

2.25 Cargos e funes

2.26 Termos estrangeiros

3. Expresses e vocabulrio

3.2 a cerca de - acerca de - h cerca de

3.3 custa de a expensas de em via de

3.4 a fim de - afim de

3.5 a maior - a menor

3.6 medida que - na medida em que

3.8 a partir de com base

3.9 a princpio em princpio

3.10 abaixo-assinado - abaixo assinado

3.11 acaso se caso

3.13 adjetivo por advrbio

3.14 afinal a final

3.15 alm de (...) tambm

3.17 anexo em anexo

3.18 ante

3.19 ao ano - por ano

3.20 ao encontro de - de encontro a

3.21 ao invs de - em vez de

3.22 ao nvel de em nvel de a nvel de

3.23 apelar

3.24 apenar - penalizar

3.25 arquive-se ou arquivem-se - cite-se ou citem-se

3.26 atravs de - por meio de

3.27 atuado autuado

3.28 bastante

3.29 cada - todo

3.30 com o pretexto a pretexto de sob o pretexto de

3.31 com vista a - com vistas a

3.33 comunicar

3.34 conectivos

3.35 conjuntura - conjectura

3.36 constar de constar em

3.38 cumprir

3.39 custas - custa

3.40 dado - visto - haja vista

3.41 deferir diferir

3.42 defeso - defesso

3.43 deficit - dfice

3.45 delatar - dilatar

3.46 demais de mais

3.47 dentre - entre

3.49 desapercebido - despercebido

3.50 descriminar descriminalizar - discriminar

3.51 despensa - dispensa

3.52 desprover - improver

3.53 destratar - distratar

3.54 deve estar deve de estar

3.57 do ponto de vista sob o ponto de vista

3.58 de cujus decujo

3.60 de menor menor de

3.61 eminente - iminente

3.62 enquanto

3.63 estncia - instncia

3.64 este esse - aquele

3.66 exceto afora, exceo menos - salvo

3.67 expresses latinas

3.68 em conformidade com - na conformidade de

3.69 em face de

3.70 em longo prazo - a longo prazo

3.72 em prol de

3.73 em que pese a em que pese(m)

3.74 em sede de

3.75 falar - dizer

3.76 flagrante - fragrante

3.77 gerndio

3.78 grafia dos nmeros de rgos judicirios

3.79 grosso modo

3.80 habeas corpus hbeas-crpus

3.81 hora extra

3.82 h que + infinitivo

3.83 inapto - inepto

3.84 infinitivo

3.85 inobstante

3.86 judicial - judicirio

3.87 junto a

3.88 junto com juntamento com

3.90 mais bem - melhor

3.91 mesmo

3.94 no sentido de

3.95 onde aonde - de onde

3.96 opor veto

3.97 ou melhor, qual seja, isto , ou seja, a saber

3.98 particpio

3.99 pedir para - pedir que

3.101 pedir vista - pedir vistas

3.102 percentagem - porcentagem

3.103 por hora - por ora

3.104 por si s

3.105 posto que

3.107 prescrever - proscrever

3.109 processo epigrafado

3.110 perante ao juiz ou perante o juiz?

3.111 pertine/no que diz respeito a

3.112 porqu, uso do

3.113 protocolar - protocolizar

3.114 qualquer sequer algum - nenhum

3.115 quando do (da)

3.117 ratificar - retificar

3.118 reincidir - rescindir

3.119 remio / remisso

3.120 salrio mnimo/salrio-mnimo

3.121 se(c)co sesso - cesso

3.122 sendo que

3.123 se no - seno

3.124 se se

3.125 sortir - surtir

3.126 suso

3.127 tal qual

3.128 tampouco - to pouco

3.129 ter - haver

3.130 todo todo o todos os - cada

3.131 todos - unnimes

3.132 trata-se de

3.133 ver - vir

3.134 vez que, eis que, posto que, haja visto

3.135 viger

3.136 vista vista dos autos

3.137 vtima fatal - letal - mortal

3.139 vultoso - vultuoso

4. Texto jurdico

4.1 Qualidades do texto jurdico

4.1.1 Sentido denotativo e conotativo

4.1.2 Perodo adequado

4.1.3 Ordem direta

4.1.4 Voz ativa

4.1.5 Evite gerndio

4.1.6 Trs verbos por perodo

4.1.7 Pargrafo adequado

4.2 Vcios de linguagem

4.3 Resumo e sntese

4.3.1 Resumo na ABNT

4.3.2 Resumo em instituies pblicas

4.4 Ementa

4.4.1 Ementa em atos normativos ou legislativos

4.4.2 Ementa em parecer

4.5 A arte de argumentar

4.5.1 Tipos de argumentos

4.5.2 Abordagem, fundamentao e consistncia

4.5.3 Principais argumentos retricos na linguagem jurdica

4.5.4 Figuras retricas

4.6 Pea Jurdica

4.7 Parecer jurdico

5. Aspectos gramaticais

5.1 Novo Acordo Ortogrfico

5.1.1 Alfabeto

5.1.2 Nomes prprios

5.1.3 Nomes prprios estrangeiros

5.1.4 Consoantes mudas

5.1.5 Trema

5.1.6 Acentuao grfica

5.1.6.1 Regra das oxtonas

5.1.6.2 Regra das paroxtonas

5.1.6.3 Regra das proparoxtonas

5.1.6.4 Dupla grafia

5.1.6.5 Regra do ditongo

5.1.6.6 Regra do hiato

5.1.6.7 Acento diferencial

5.1.6.8 Acentuao grfica por outros motivos

5.1.7 Hfen

5.1.7.1 Usa-se hfen

5.1.7.2 No se usa hfen

5.1.8 Apstrofo

5.1.8.1 Usa-se apstrofo

5.1.8.2 No se usa apstrofo

5.1.9 Diviso silbica

5.1.10 Emprego de letras

5.1.10.1 Do h inicial e final

5.1.10.2 Da homofonia de certos grafemas consonnticos

5.1.10.3 Das sequncias consonnticas

5.1.10.4 Das vogais tonas

5.1.10.5 Das vogais nasais

5.1.10.6 Dos ditongos

5.2 Crase

5.2.1 Casos em que ocorre a fuso

5.2.2 Casos que merecem ateno

5.2.3 Crase facultativa

5.3 Regncia

5.3.1 Regncia nominal

5.3.2 Regncia e pronome relativo

5.3.3 Preposio

5.4 Concordncia

5.4.1 Casos que merecem ateno na concordncia verbal

5.4.2 Concordncia nominal

5.6 Pontuao

5.6.1 Vrgula

5.6.2 Vrgula em textos jurdicos

5.6.3 Ponto-e-vrgula

5.6.4 Ponto-e-vrgula em textos jurdicos

5.6.5 Pontuao no fim de frase, aps abreviatura

5.6.6 Dois-pontos

5.6.7 Aspas

5.6.8 Travesso

5.6.9 Parnteses

5.6.10 Barra

5.6.11 Reticncias

5.6.12 Colchete

5.7 Pronome

5.7.1 Pronome pessoal

5.7.2 Pronome possessivo

5.7.3 Pronome demonstrativo

5.7.4 Colocao pronominal

__________________________________________________

Introduo

Tenho escrito livros h mais de trinta anos e posso afirmar que esta foi a obra em que mais me empenhei para que o contedo fosse apresentado de forma prtica, direta e relevante. Procurei apresentar tpicos importantes e fundamentados de forma objetiva a profissionais da rea jurdica e a servidores de rgos pblicos. Tenho ministrado cursos e prestado consultoria a instituies pblicas e privadas (CNJ, STF, STJ, TST, TSE, STM, MPU, Polcia Federal, tribunais estaduais, escritrios de advocacia etc) e observo que magistrados, procuradores, promotores, advogados, defensores pblicos, servidores e profissionais em geral procuram aprofundar o conhecimento de nosso idioma a fim de produzirem textos cada vez melhores. O interesse intenso e isso me motiva a pesquisar cada vez com mais seriedade a fim de oferecer recursos apropriados.

O objetivo principal do livro ser um manual de consulta para uso adequado de vocbulos, expresses, padronizaes, estruturas textuais e regras gramaticais em textos jurdicos. No se trata de impor ou interferir no estilo de cada autor. O interesse oferecer orientao padronizada em atos normativos, manuais de redao e gramticas conceituadas. Certamente, outras opes de uso, em alguns casos, estaro disponveis em dicionrios ou gramticas com abordagens mais amplas.

O contedo desta obra, no entanto, direciona-se linguagem jurdica e, assim, procurei sempre optar pela linguagem formal e especfica. Isso no significa texto rebuscado e, muitas vezes, incorreto. Linguagem formal deve apresentar clareza, objetividade

Recommended

View more >