disclosure no orçamento público federal: o caso da ... ?· disclosure no orçamento público...

Download Disclosure no Orçamento Público Federal: O Caso da ... ?· Disclosure no Orçamento Público Federal:…

Post on 15-Dec-2018

212 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Disclosure no Oramento Pblico Federal: O Caso da Alocao Oramentria nas Atividades de Defesa

Autoria: Anderson Soares Silva, Rodrigo Barreiros Leal, Rogrio Braz de Almeida

O objetivo do trabalho contribuir para o entendimento de como so aplicados os recursos oramentrios no Ministrio da Defesa (MD), por meio da anlise da sua execuo oramentria. Nesse sentido, foram analisados documentos e relatrios da execuo financeira de pastas ministeriais, em especial do MD; valores do Produto Interno Bruto (PIB); e do Oramento Geral da Unio (OGU). Os resultados apontam, essencialmente, para perda, ao longo dos anos, de espao do MD na participao do OGU, alm de revelar que a pasta da Defesa possui especificidades e parmetros prprios que dificultam a comparao com outras atividades tpicas do Estado.

2

1. INTRODUO As atividades inerentes defesa so importantes para qualquer pas. Ainda que no se esteja em guerra ou em estado de beligerncia ou, ainda, em reas notadamente violentas quer seja por conflitos armados ou iminncia destes, existe a possibilidade de interesse por parte de outras naes nas riquezas existentes no territrio nacional ou mesmo alm de nossas fronteiras terrestres. Com base na Carta Magna, Amarante (2008) afirma que esta no somente atribuiu s Foras Armadas a responsabilidade de defender nosso patrimnio, como tambm imputou responsabilidade Unio para assegurar os meios necessrios Defesa Nacional.

Este trabalho tem como objetivo fim contribuir para o entendimento de como so aplicados os recursos oramentrios no mbito do Ministrio da Defesa (MD) dentre suas mais diversas atividades por meio da anlise da sua execuo oramentria. Com isso, buscar-se- responder ao seguinte problema de pesquisa: O oramento pblico, enquanto instrumento informacional para a sociedade, atende aos preceitos de evidenciao e transparncia propostos pela Contabilidade? Ao longo da pesquisa, na busca no objetivo-fim, almeja-se alcanar objetivos-meio que permitam esclarecer o questionamento ora apresentado. Como objetivos intermedirios, esta pesquisa tem como propsito, ao seu trmino, ser capaz de contribuir para o entendimento dos seguintes aspectos:

A evoluo do oramento do MD no perodo 1995-2010; O perfil do oramento do MD; e Comparao e anlise do oramento do MD brasileiro com os oramentos de

Defesa de alguns pases da Amrica do Sul e dos BRIC. Ao longo das ltimas dcadas o Brasil cresceu e obteve condies de ser reconhecido como uma potncia emergente, ao lado de pases como a Rssia, ndia e China. Foi chamado a integrar o seleto grupo G-20, composto pelas 20 maiores economias do mundo, seu PIB em 2010 foi acima de US$ 2 trilhes, consolidando-se entre as oito maiores economias do mundo. Alm disso, a poltica externa brasileira tem contribudo para expandir a liderana e projeo do pas internacionalmente. O Brasil tem se lanado em ajudas humanitrias e aes de paz como integrante da Organizao das Naes Unidas (ONU) e pleiteado, junto a este organismo, uma cadeira permanente no seu Conselho de Segurana. Diante desse contexto, o estudo proposto por este trabalho se torna relevante, na medida em que, dada a projeo internacional conquistada pelo Brasil nos anos recentes, bem como diante das expectativas futuras positivas sobre seu posicionamento no cenrio mundial, remetem ao esclarecimento sobre as atividades da Defesa e a unidade de interesses entre sociedade e Estado com vistas a assegurar a soberania e o desenvolvimento do pas. Com vistas a alcanar seu propsito, o presente estudo encontra-se organizado em cinco captulos. 2. REVISO DA LITERATURA 2.1 A Utilizao do Oramento sob a Perspectiva da Contabilidade Aplicada ao Setor

Pblico

Segundo Ferreira e Cruz (2008), o processo de planejamento, execuo e prestao de contas do oramento pblico, que abrange a estimativa das receitas e fixao e classificao das despesas, conta com o auxlio da Contabilidade que, no mbito da administrao pblica, firma-se como importante instrumento de evidenciao dos atos previstos no oramento.

3

Em alinhamento com o pensamento anterior, Oliveira (2007) assegura que para que haja efetivo controle da execuo oramentria e financeira da administrao pblica torna-se indispensvel a funo da contabilidade, no sentido de prestar as informaes que representem fidedignamente a realidade econmico-financeira e patrimonial do conjunto dos rgos e entidades pblicas. Nesse sentido, possvel depreender que a transparncia no setor pblico, requisito para uma gesto democrtica, depende do grau e da forma como se d o acesso dos usurios s informaes.

Dessa forma Ferreira e Cruz (2008) destacam a necessidade da evidenciao das informaes contbeis de forma transparente e til para a tomada de deciso, levando-se em conta o que cada usurio considera relevante, a fim de que a contabilidade pblica atinja seu objetivo principal. Entretanto, as mesmas autoras (op.cit.) ressaltam que o valor da informao no dado apenas pela quantidade fornecida, mas tambm pela utilidade que tem para o usurio, bem como pela compreenso que tem da mesma.

2.2 A Utilizao da Contabilidade como Mecanismo de Evidenciao da Execuo

Oramentria na Administrao Pblica Federal

Arajo (2004) afirma que entre os diversos ramos da contabilidade, a contabilidade pblica ou governamental a que se ocupa do registro, organizao, controle e demonstrao dos fatos mensurveis em moeda que afetam o patrimnio das entidades pblicas (Unio, Estados, municpios e suas autarquias e fundaes). A divulgao pela contabilidade de informaes acerca de entidades pblicas abrange os aspectos oramentrios, financeiros e patrimoniais e constituem um importante instrumento para o planejamento e controle da administrao pblica.

Cabe destacar, conforme o pensamento de Ferreira e Cruz (2008), que o objetivo da contabilidade realizada no setor pblico no diverge daquele que norteia as atividades contbeis da rea privada. A Lei n. 4.320/64 (art. 83) define que o objetivo da contabilidade pblica evidenciar perante a Fazenda Pblica, a situao de todos quantos, de qualquer modo, arrecadem receitas, efetuem despesas, administrem ou guardem bens a ela pertencentes ou confiados.

Assim, por meio da evidenciao da situao patrimonial, econmica e financeira, a finalidade da contabilidade consiste em fornecer informaes de qualidade aos seus usurios.

Em verdade, no se pode prescindir da ideia de que a transparncia das demonstraes originadas da contabilidade, bem como das prestaes de contas, alm de constiturem uma exigncia legal, so ainda uma demanda social, haja vista que o cidado a cada dia est mais consciente da necessidade de se evidenciarem os resultados alcanados pela gesto governamental e da importncia da prtica da accountability (ARAJO, 2004, p. 5). Na obra referenciada, o autor acrescenta que para que a contabilidade pblica possa cumprir sua funo como instrumento de controle, faz-se necessrio que as informaes geradas sejam compreensveis, tenham relevncia, sejam confiveis, comparveis, verificveis, transparentes e teis para seus usurios.

3. ASPECTOS METODOLGICOS

A metodologia adotada para a realizao da presente pesquisa pode ser classificada como exploratria, documental e bibliogrfica. Este trabalho foi estruturado com base em algumas das etapas propostas por Gil (2002) e consiste na especificao dos objetivos, operacionalizao, elaborao do instrumento de coleta de dados, coleta e verificao de dados, anlise, interpretao e apresentao dos resultados.

4

Para isso, foram analisados diversos documentos e relatrios de execuo financeira de algumas pastas ministeriais, em especial do MD, dados relativos remunerao de pessoal, valores do PIB do Brasil e do Oramento Geral da Unio (OGU). Tais consultas foram feitas mediante acesso a fontes oficiais, com livre disponibilidade populao, tais como o site da Cmara dos Deputados, do Senado Federal, do Tribunal de Contas da Unio, entre outros*. O objetivo foi de tentar ratificar o resultado encontrado pela pesquisa ndice Latino-Americano de Transparncia Oramentria, no que concerne transparncia do processo de aplicao dos recursos oramentrios disponibilizados ao MD e s demais pastas ministeriais, uma vez que o acesso e a consulta dos dados esto disponveis ao pblico em geral, atendendo o princpio da publicidade e possibilitando o Processo de Prestao e Tomada de Contas. Aps a obteno dos dados, por meio das fontes mencionadas acima, o passo seguinte foi trat-los e organiz-los. Para isso foram utilizadas ferramentas matemticas, notadamente estatsticas, como forma de propiciar o alcance dos objetivos ora expostos neste trabalho. As informaes so apresentadas em percentuais do PIB ou do OGU, evitando-se, com isso, ressaltar valores absolutos. Essa preocupao resulta da possibilidade de minimizar os vieses que podem permanecer mesmo aps o deflacionamento dos valores, pois muitos insumos no acompanham fielmente o movimento inflacionrio, podendo sofrer maior ou menor variao nos preos. Alm disso, dado que a gesto oramentria administra recursos escassos, variaes no PIB devem ser acompanhadas de maiores ou menores recursos destinados ao oramento. Para o estudo, foi necessrio o acompanhamento da execuo do oramento ao longo de 1995-2010, especificamente sobre os valores empenhados. Porm, em algumas sries esse perodo foi reduzido para 2000-2010. A razo pela opo do intervalo de tempo mencionado por se tratar de um perodo em que a economia brasileira apresenta caractersticas de estabilizao, notadamente aps o processo inflacionrio que poderia causar ambigidade sobre algumas anlises. Buscou-se verificar informaes que pudessem demonstrar e explicar o perfil da execuo oramentria na pasta da Defesa e a aplicao dos recursos. Para isso, foram utilizadas diversas ferramentas estatsticas, bem como sries temporais que propiciassem a concretizao da pesquisa, analisando e correl

Recommended

View more >