diretoria de recursos humanos despacho .diretoria de recursos humanos despacho administrativo nº

Download DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS DESPACHO .DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS DESPACHO ADMINISTRATIVO Nº

Post on 11-Nov-2018

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOSDESPACHO ADMINISTRATIVO N 518 /13-DRH/CRS

    O CORONEL PM DIRETOR DE RECURSOS HUMANOS DA POLCIA MILITAR DE MINAS GERAIS, no uso de suas atribuies regulamentares contidas no R-103, aprovado pela Resoluo n 3.875, de 08Ago06, c/c a Lei n 5301, de 16/10/1969, a Resoluo n 4.223, de 18/07/2012, Resoluo n 4.210, de 23/04/2012, Resoluo n 4.027, de 29/05/2009, bem como o Edital DRH/CRS n 11, de 28nov12, que regula o Exame de Aptido Profissional (EAP) para os 1s Tenentes do QOPM, QOC, QOE e QOS, para o ano de 2013, e

    1 CONSIDERANDO QUE:

    1.1 o 1 TEN PM RODRIGO ALEXANDRE RAMOS interps recurso administrativo contra a questo 40, por no concordar com o gabarito oficial, solicitando, ao final, reviso/anulao da questo;

    1.2 a comisso de recursos, aps criteriosa anlise, verificou que na primeira parte a questo afirma que a Lei n 11.340/06 alterou o dispositivo das seguintes legislaes e cita I - Cdigo Penal; II - Cdigo de Processo Penal; III Estatuto do Desarmamento; IV Lei de Execues Penais. Na segunda parte apresenta a seguinte redao:

    Marque a alternativa CORRETA:

    A ( ) Os itens I e II so corretosB ( ) Os itens II e III so corretosC ( ) Os itens III e IV so corretosD ( ) Os itens I, II, III e IV so corretos

    Tendo em vista que a Lei 11.340/06 no alterou o Estatuto do Desarmamento temos de imediato que as letras B, C e D esto incorretas. Diverso do que alega o requerente, a letra A atende ao enunciado da questo, pois correto afirmar que houve alterao do Cdigo Penal e do Cdigo de Processo Penal. Razo assistiria ao requerente se o enunciado da letra A fosse somente os itens I e II so corretos;

    2 RESOLVE:

    2.1 conhecer do recurso, posto que presentes os pressupostos objetivos e subjetivos de admissibilidade;

    2.2 indeferir o pedido, mantendo-se o gabarito inalterado. Publique-se, registre-se e cumpra-se.

    Belo Horizonte-MG, 08 de maio de 2013.

    (a) EDUARDO CSAR REIS, CEL PM DIRETOR DE RECURSOS HUMANOS

  • DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOSDESPACHO ADMINISTRATIVO N 519/13-DRH/CRS

    O CORONEL PM DIRETOR DE RECURSOS HUMANOS DA POLCIA MILITAR DE MINAS GERAIS, no uso de suas atribuies regulamentares contidas no R-103, aprovado pela Resoluo n 3.875, de 08Ago06, c/c a Lei n 5301, de 16/10/1969, a Resoluo n 4.223, de 18/07/2012, Resoluo n 4.210, de 23/04/2012, Resoluo n 4.027, de 29/05/2009, bem como o Edital DRH/CRS n 11, de 28nov12, que regula o Exame de Aptido Profissional (EAP) para os 1s Tenentes do QOPM, QOC, QOE e QOS, para o ano de 2013, e

    1 CONSIDERANDO QUE:

    1.1 o 1 TEN PM MRCIO JOS CNDIDO SANTOS ALVES interps recurso administrativo contra a questo 03, por no concordar com o gabarito oficial, solicitando, ao final, reviso/anulao da questo;

    1.2 a comisso de recursos, aps criteriosa anlise, verificou que o recorrente alega que no enunciado da alternativa A consta apenas o Chefe do EMPM, sem especificar de onde, o que gera dvidas, e que existe uma regra do direito de quem pode mais, pode menos, no entanto, as alegaes apresentadas esto em desacordo com o previsto no art. 26 que apresenta a seguinte redao:

    Art. 26 O Corregedor da IME, o Comandante da Unidade, o Conselho de tica e Disciplina Militares da Unidade CEDMU , o Presidente da Comisso de Processo Administrativo-Disciplinar e o Encarregado de Inqurito Policial Militar IPM podero solicitar ao Comandante-Geral a disponibilidade cautelar do militar.

    Destaca-se que a competncia est condicionada a funo que a pessoa exerce e no ao Posto ou Graduao, cabendo a Administrao, pelo principio da legalidade, fazer o que a lei permite, deste modo verifica-se que o Chefe do EMPM no pode solicitar tal medida, o que torna falsa a assertiva A;

    2 RESOLVE:

    2.1 conhecer do recurso, posto que presentes os pressupostos objetivos e subjetivos de admissibilidade;

    2.2 indeferir o pedido, mantendo-se o gabarito inalterado. Publique-se, registre-se e cumpra-se.

    Belo Horizonte-MG, 08 de maio de 2013.

    (a) EDUARDO CSAR REIS, CEL PMDIRETOR DE RECURSOS HUMANOS

  • DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOSDESPACHO ADMINISTRATIVO N 520 /13-DRH/CRS

    O CORONEL PM DIRETOR DE RECURSOS HUMANOS DA POLCIA MILITAR DE MINAS GERAIS, no uso de suas atribuies regulamentares contidas no R-103, aprovado pela Resoluo n 3.875, de 08Ago06, c/c a Lei n 5301, de 16/10/1969, a Resoluo n 4.223, de 18/07/2012, Resoluo n 4.210, de 23/04/2012, Resoluo n 4.027, de 29/05/2009, bem como o Edital DRH/CRS n 11, de 28nov12, que regula o Exame de Aptido Profissional (EAP) para os 1s Tenentes do QOPM, QOC, QOE e QOS, para o ano de 2013, e

    1 CONSIDERANDO QUE:

    1.1 o 1 TEN PM MRCIO JOS CNDIDO SANTOS ALVES interps recurso administrativo contra a questo 10, por no concordar com o gabarito oficial, solicitando, ao final, reviso/anulao da questo;

    1.2 a comisso de recursos, aps criteriosa anlise, verificou que o requerente alega que a assertiva B est correta, bem como a assertiva C, pois esta encontra redao idntica ao contido nos itens 6.2 , 6.2.1 e 6.2.2 da Diretriz para Produo de Servio de Segurana Pblica n. 3.01.03/2010-CG. Comparando-se a assertiva C e o texto citado pelo requerente verifica-se que so idnticos:

    6.2 Estratgias para preveno da oferta 6.2.1 Incrementar a inteligncia de segurana pblica .... 6.2.2 Fomentar o uso do Disque-Denncia Unificado (181)

    Deste modo a questo apresenta duas respostas corretas, devendo ser anulada;

    2 RESOLVE:

    2.1 conhecer do recurso, posto que presentes os pressupostos objetivos e subjetivos de admissibilidade;

    2.2 deferir o pedido, devendo a questo ser anulada.

    2.3 determinar ao Chefe do CRS a adoo de medidas, visando a efetivao deste ato.

    Publique-se, registre-se e cumpra-se.

    Belo Horizonte-MG, 08 de maio de 2013.

    (a) EDUARDO CSAR REIS, CEL PMDIRETOR DE RECURSOS HUMANOS

  • DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOSDESPACHO ADMINISTRATIVO N 521/13-DRH/CRS

    O CORONEL PM DIRETOR DE RECURSOS HUMANOS DA POLCIA MILITAR DE MINAS GERAIS, no uso de suas atribuies regulamentares contidas no R-103, aprovado pela Resoluo n 3.875, de 08Ago06, c/c a Lei n 5301, de 16/10/1969, a Resoluo n 4.223, de 18/07/2012, Resoluo n 4.210, de 23/04/2012, Resoluo n 4.027, de 29/05/2009, bem como o Edital DRH/CRS n 11, de 28nov12, que regula o Exame de Aptido Profissional (EAP) para os 1s Tenentes do QOPM, QOC, QOE e QOS, para o ano de 2013, e

    1 CONSIDERANDO QUE:

    1.1 o 1 TEN PM RONALDO FERNANDES DE LIMA interps recurso administrativo contra a questo 03, por no concordar com o gabarito oficial, solicitando, ao final, reviso/anulao da questo;

    1.2 a comisso de recursos, aps criteriosa anlise, verificou que o requerente alega que o art. 26 do CEDM no relaciona as autoridades de forma taxativa, deste modo no exclui o Chefe do EMPM das autoridades que poderiam solicitar a disponibilidade cautelar e ainda existem os casos em que o Chefe do EMPM atuar como encarregado de IPM quando poder solicita a medida, no entanto, as alegaes apresentadas esto em desacordo com o previsto no art. 26 que apresenta a seguinte redao:

    Art. 26 O Corregedor da IME, o Comandante da Unidade, o Conselho de tica e Disciplina Militares da Unidade CEDMU , o Presidente da Comisso de Processo Administrativo-Disciplinar e o Encarregado de Inqurito Policial Militar IPM podero solicitar ao Comandante-Geral a disponibilidade cautelar do militar.

    Destaca-se que a Administrao, pelo principio da legalidade, s pode fazer o que a lei permite, deste modo verifica-se que o Chefe do EMPM no pode solicitar tal medida, o que torna falsa a assertiva A;

    2 RESOLVE:

    2.1 conhecer do recurso, posto que presentes os pressupostos objetivos e subjetivos de admissibilidade;

    2.2 indeferir o pedido, mantendo-se o gabarito inalterado. Publique-se, registre-se e cumpra-se.

    Belo Horizonte-MG, 08 de maio de 2013.

    (a) EDUARDO CSAR REIS, CEL PM DIRETOR DE RECURSOS HUMANOS

  • DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOSDESPACHO ADMINISTRATIVO N 522 /13-DRH/CRS

    O CORONEL PM DIRETOR DE RECURSOS HUMANOS DA POLCIA MILITAR DE MINAS GERAIS, no uso de suas atribuies regulamentares contidas no R-103, aprovado pela Resoluo n 3.875, de 08Ago06, c/c a Lei n 5301, de 16/10/1969, a Resoluo n 4.223, de 18/07/2012, Resoluo n 4.210, de 23/04/2012, Resoluo n 4.027, de 29/05/2009, bem como o Edital DRH/CRS n 11, de 28nov12, que regula o Exame de Aptido Profissional (EAP) para os 1s Tenentes do QOPM, QOC, QOE e QOS, para o ano de 2013, e

    1 CONSIDERANDO QUE:

    1.1 o 1 TEN PM RONALDO FERNANDES DE LIMA interps recurso administrativo contra a questo 13, por no concordar com o gabarito oficial, solicitando, ao final, reviso/anulao da questo;

    1.2 a comisso de recursos, aps criteriosa anlise, verificou que o o requerente alega que a insero do termo EM CASOS EXCEPCIONAIS teria gerado erro material, pois tal palavra no se encontra no caderno doutrinrio n 3 e tal conduta estaria em desacordo com o previsto no Caderno Doutrinrio n 1 que prev o disparo de arma de fogo como o ltimo recurso. O enunciado da questo solicita julgar os itens que tratam da Blitz Policial conforme previsto no Caderno Doutrinrio n. 3, sendo que o item IV que tem a seguinte redao:

    IV Em casos excepcionais em que condutores representam um risco imediato vida ou integridade dos policiais ou de terceiros, por meio de atropelamentos ou acidentes intencionais, policiais podem dispara contra veculos que desrespeitem um bloqueio em via pblica.

    No Caderno Doutrinrio n 3, ao abordar este tema apresenta a seguinte red

Recommended

View more >