direito tributrio crdito tributrio suspenso da ... tributrio crdito tributrio

Download DIREITO TRIBUTRIO Crdito Tributrio Suspenso da ...  TRIBUTRIO Crdito Tributrio

Post on 13-Feb-2018

232 views

Category:

Documents

4 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • DIREITO TRIBUTRIO

    Crdito Tributrio Suspenso da Exigibilidade

    Prof. Luciana Batista

  • Crdito Tributrio

    Suspenso da exigibilidade (art.151 do CTN): o Fisco nopoder exigir o crdito tributrio. Rol taxativo (art. 141 do CTN). Matria sob reserva de lei (art. 97, inciso VI, do CTN). Interpretao deve ser literal (art.111 do CTN). O Fisco no est impedido de efetuar o lanamento. No h dispensa das obrigaes acessrias (art. 151,

    nico, do CTN). Certido positiva de dbito com efeito de negativa (art.

    206 do CTN).

  • Crdito Tributrio

    Suspenso da exigibilidade (art.151 do CTN): o Fisco nopoder exigir o crdito tributrio.

    1 - Moratria (artigos 152 a 155 do CTN): prorrogao doprazo (data nica ou prestaes) para o pagamento docrdito, vencido ou a vencer, na forma da lei.

    Carter geral ou individual (no gera direito adquirido) Carter nacional ou regional.

  • Crdito Tributrio

    Suspenso da exigibilidade (art.151 do CTN): o Fisco nopoder exigir o crdito tributrio.

    2. Depsito do montante integral (art. 151, II, do CTN). Smula 112 do STJ: o depsito somente suspende a

    exigibilidade do crdito tributrio se for integral e emdinheiro.

    O depsito impede os efeitos da mora (juros, multa ecorreo monetria).

  • Crdito Tributrio

    Suspenso da exigibilidade (art.151 do CTN): o Fisco nopoder exigir o crdito tributrio.

    2. Depsito do montante integral (art. 151, II, do CTN). O deposito sempre facultativo para o sujeito passivo.

    Smulas Vinculantes 21 e 28 : inconstitucionalidade daexigncia do depsito como condio para discutir ocrdito tributrio.

  • Crdito Tributrio

    Suspenso da exigibilidade (art.151 do CTN): o Fisco nopoder exigir o crdito tributrio.

    2. Depsito do montante integral (art. 151, II, do CTN).

    O depsito pode ser administrativo ou judicial.

    Deciso final favorvel ao Fisco e efeitos do depsito(art. 156, VI, do CTN).

  • Crdito Tributrio

    Suspenso da exigibilidade (art.151 do CTN): o Fisco nopoder exigir o crdito tributrio.3. Reclamaes e recursos administrativos (art. 151, III, doCTN). Legitimidade para recorrer: sujeito passivo/ativo

    (art.145 do CTN). Smula Vinculante n. 21 do STF: inconstitucional a

    exigncia de depsito ou de arrolamento prvios dedinheiro ou de bens para admissibilidade de recursoadministrativo.

  • Crdito Tributrio

    Suspenso da exigibilidade (art.151 do CTN)

    4. Concesso de medida liminar em mandado desegurana/concesso de medida liminar ou de tutelaantecipada, em outras espcies de ao judicial. (Art. 151,IV e V do CTN).

    Mandado de Segurana (Art. 7, 2, Lei 12.016/2009).

  • Crdito Tributrio

    Suspenso da exigibilidade (art.151 do CTN)4. Concesso de medida liminar em mandado desegurana/concesso de medida liminar ou de tutelaantecipada, em outras espcies de ao judicial. (Art. 151,IV e V do CTN).

    Smula Vinculante n. 28 do STF: inconstitucional aexigncia de depsito prvio como requisito deadmissibilidade de ao judicial na qual se pretendadiscutir a exigibilidade de crdito tributrio.

  • Crdito Tributrio

    Suspenso da exigibilidade (art.151 do CTN).

    5. Parcelamento (art. 155-A, do CTN): prorrogao doprazo para o pagamento do crdito tributrio, vencido oua vencer, na forma da lei.

    Aplicam-se subsidiariamente ao parcelamento asdisposies relativas moratria.

  • Crdito Tributrio

    Suspenso da exigibilidade (art.151 do CTN).

    5. Parcelamento (art. 155-A, do CTN): prorrogao doprazo para o pagamento do crdito tributrio, vencido oua vencer, na forma da lei.

    O parcelamento do crdito tributrio no exclui aincidncia de juros e multas (salvo lei em contrrio).

    Parcelamento e denncia espontnea (art. 138 do CTN)

  • Crdito Tributrio

    Suspenso da exigibilidade (art.151 do CTN).

    5. Parcelamento (art. 155-A, do CTN): prorrogao doprazo para o pagamento do crdito tributrio, vencido oua vencer, na forma da lei.

    Lei sobre parcelamento e devedor em recuperao judicial.(art. 155-A , 3 e 4 do CTN).

  • (OAB) Determinado contribuinte, devedor de

    tributo, obtm o seu parcelamento e vem

    efetuando o pagamento conforme deferido.

    Apesar disso, sofre processo de execuo

    fiscal para a cobrana do referido tributo. Nos

    embargos de devedor, o contribuinte poder

    alegar:

    A) a carncia da execuo fiscal, em face da

    novao da dvida, que teria perdido a sua

    natureza tributria pelo seu parcelamento.

  • B) a improcedncia da execuo fiscal, por

    iliquidez do ttulo exequendo, pelo fato de que

    parte da dvida j foi paga.

    C) o reconhecimento do direito apenas parcial

    execuo fiscal, por parte do Fisco, em face da

    existncia de saldo devedor do parcelamento.

    D) a carncia da execuo fiscal em face da

    suspenso da exigibilidade do crdito tributrio.

  • Resposta: Alternativa D

Recommended

View more >