direito processual civil iv turma .- estudar os processos de conhecimento e de execução perante

Download DIREITO PROCESSUAL CIVIL IV TURMA .- Estudar os processos de conhecimento e de execução perante

Post on 09-Feb-2019

213 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

PONTIFCIA UNIVERSIDADE CATLICA DE GOIS ESCOLA DE DIREITO E RELAES INTERNACIONAIS

CURSO DE DIREITO

DIREITO PROCESSUAL CIVIL IV TURMA B01

Profa. Ms. Carolina Chaves Soares

Email: carolchaves10@gmail.com

2

PLANO DE ENSINO 2018-2

UNIDADE ESCOLA DE DIREITO E RELAES INTERNACIONAIS

COORDENAO DIREITO

DISCIPLINA DIREITO PROCESSUAL CIVIL IV

CDIGO JUR 3314 CRDITOS 04

TURMA B01 2 e 5, 13:30 15:00

PROFESSORA CAROLINA CHAVES SOARES

carolchaves10@gmail.com

I. EMENTA

Processo Principal. Processo Cautelar. Poder Geral da Cautela. Medidas Cautelares

Nominadas e Inominadas. Procedimento da Ao Cautelar. Extino da Medida Cautelar.

Reparao do Dano. Feitos de Procedimento Especial. Consignao em Pagamento. Ao

de Depsito de Contas. Aes Possessrias. Diviso e Demarcao de Terras. Ao de

Usucapio. Inventrio e Partilha. Ao Monitria. Alienaes Judiciais. Separao

Consensual. Curatela dos Interditos e Tutela dos rfos. Do processo nos Juizados

Especiais Cveis. Procedimentos Especiais de Jurisdio voluntria.

II. OBJETIVO GERAL

Estudar a tutela provisria, como instrumento de efetividade processual, bem como

analisar as principais aes de procedimentos especiais, inclusive o procedimento dos

juizados especiais.

III. OBJETIVOS ESPECFICOS

- Conceituar a tutela provisria e identificar suas caractersticas principais, bem como os

requisitos para a sua concesso.

- Comparar as tutelas de urgncia e de evidncia.

- Analisar os principais procedimentos especiais de jurisdio contenciosa e as linhas

gerais da jurisdio voluntria.

- Estudar os processos de conhecimento e de execuo perante os juizados especiais

cveis.

IV. CONTEDO PROGRAMTICO

UNIDADE I. DA TUTELA PROVISRIA

UNIDADE II. DA TUTELA DE URGNCIA

UNIDADE III. DA TUTELA DE EVIDNCIA

UNIDADE IV. DOS PROCEDIMENTOS ESPECIAIS

UNIDADE V. DO PROCESSO NOS JUIZADOS ESPECIAIS CVEIS

UNIDADE VI. DA AO DE CONSIGNAO EM PAGAMENTO

UNIDADE VII. DAS AES POSSESSRIAS

UNIDADE VIII. DA AO DE EXIGIR CONTAS

UNIDADE IX. DA AO MONITRIA

UNIDADE X. DA OPOSIO

UNIDADE XI. DA USUCAPIO EXTRAJUDICIAL

UNIDADE XII. DA AO DE DIVISO E DEMARCAO DE TERRAS PARTICULARES

UNIDADE XIII. DA AO DE DISSOLUO PARCIAL DE SOCIEDADE

UNIDADE XIV. DA HABILITAO

UNIDADE XV. DA HOMOLOGAO DE PENHOR LEGAL

UNIDADE XVI. DA RESTAURAO DE AUTOS

UNIDADE XVII. DOS PROCEDIMENTOS ESPECIAIS DE JURISDIO VOLUNTRIA

UNIDADE XVIII - OUTROS PROCEDIMENTOS ESPECIAIS

mailto:carolchaves10@gmail.com

3

V. ATIVIDADE EXTERNA DA DISCIPLINA (AED)

Descrio da AED: participao no evento 30 anos da Constituio Federal ou no IV

Congresso de Cincia e Tecnologia da PUC Gois ou em evento que tenha o direito

processual civil como objeto.

Cronograma:

- O evento 30 anos da Constituio Federal acontecer no dia 05 de outubro de 2018, a

partir das 8h. A forma de inscrio ainda ser divulgada pela instituio.

- O IV Congresso de Cincia e Tecnologia da PUC Gois acontecer entre 16 e 20 de

outubro de 2018. As inscries so feitas no site da instituio.

Forma de Registro: A comprovao de participao em um dos eventos deve ser feita

at o dia 29 de novembro de 2018, mediante a apresentao do certificado.

Critrio de Avaliao:

Sero atribudas oito frequncias ao aluno que apresentar a cpia do certificado de

participao no evento.

Na impresso do certificado, deve-se ter o cuidado para que aparea o cdigo de

validao.

ATENO: o aluno que no apresentar o certificado ter 8 faltas acrescentadas.

VI. MATERIAL DE APOIO

Facebook: Direito em Cartaz.

NEVES, Daniel Amorim Assumpo. Novo Cdigo de Processo Civil Comentado. Salvador:

Juspodium, 2016.

Roteiro de aulas da disciplina, elaborado pela professora.

Site Dizer o Direito www.dizerodireito.com.br

VII. METODOLOGIA

As atividades sero desenvolvidas mediante os seguintes procedimentos de ensino: aula

expositiva e dialogada; perguntas/ problematizaes; estudos escritos; atendimento a

alunos; estudo de caso e pesquisa bibliogrfica com resposta a questionrio.

VIII. AVALIAO

N1:

- A 1 N1 ser aplicada em 03/09/18.

- A 2 N1 ser aplicada em 04/10/18.

- A N1 vale 10 pontos e tem peso 4.

N2:

- A 1 N2 ser aplicada em 05/11/18.

- A 2 N2 ser aplicada em 10/12/18.

- A N2 vale 10 pontos e tem peso 6.

- 1 ponto da mdia de N2 refere-se nota da avaliao interdisciplinar.

Regras comuns s avaliaes:

- A mdia para aprovao 6,0 (seis).

- As avaliaes sero feitas por mltiplos instrumentos, podendo conter questes

objetivas, discursivas e estudos de caso.

http://www.dizero/

4

- Tratando-se de prova sem consulta, ser atribuda nota zero ao aluno que conversar,

consultar material ou portar qualquer aparelho eletrnico durante a avaliao.

- Eventual reclamao quanto correo da prova dever ser feita no dia da devoluo

da atividade, que sempre o 1 dia de aula aps a sua realizao.

- As datas acima previstas podero ser alteradas em caso de imprevistos no calendrio

acadmico.

- O profissional do Direito precisa entender a sociedade na qual est inserido, devendo

estar informado sobre o que acontece em mbito nacional e internacional. Assim, em

todas as avaliaes haver uma questo extra sobre atualidades/ conhecimentos

gerais.

- Essa professora somente aplica as avaliaes descritas nesse plano de ensino (no h

trabalhos extras, prova de repescagem, etc.), devendo o aluno alcanar a mdia mnima

de 6,0 com essas atividades (a mdia no 5,9 ou 5,95).

Prova substitutiva:

- Nos casos de deferimento de avaliao substitutiva, via processo administrativo, ser

aplicada uma nica avaliao para a N1, no dia 08/10/18, e outra para a N2, no dia

13/12/18. A prova conter apenas questes discursivas e abordar todo o contedo dado

at o dia de sua realizao.

Informes sobre a avaliao interdisciplinar:

- A prova ser aplicada pela PUC-GO, em 08 de novembro de 2018.

- A avaliao conter 40 questes, sendo 10 de formao geral e 30 de formao

especfica.

- A avaliao interdisciplinar vale 1 ponto na mdia da N2.

Estudos interdisciplinares:

- Uma das questes da 2 N2 ser extrada das provas anteriores do Exame Nacional de

Desempenho de Estudantes (ENADE).

Frequncia:

- O aluno reprovado se no obtiver 75% de presena na disciplina.

- Como j explicitado no tpico prprio, devero ser desenvolvidas 8 horas-aula a ttulo

de AED. O aluno que no fizer a AED ter acrescidas 8 faltas.

- dever do discente se inteirar do Regimento Geral da PUC Gois. Abaixo, seguem

normas importantes quanto frequncia.

Art. 130. Em conformidade com a legislao vigente, o estudante deve obter para aprovao, a frequncia mnima de 75% (setenta e cinco por cento) das aulas e demais atividades escolares da disciplina. 1. Ao estudante ausente aula ou atividade acadmica ser consignada falta, inexistindo o respectivo abono, por quaisquer motivos. 2. Nos casos previstos em Lei e na forma estabelecida nos art. 225 e 226 deste Regimento Geral, mediante prvia autorizao da coordenao do curso, as faltas podero ser compensadas mediante a realizao de exerccios domiciliares. Art. 225. concedido ao estudante regularmente matriculado o benefcio do regime de exerccios domiciliares para compensar a ausncia s aulas, nos termos do Decreto-Lei n 1044, de 21/10/1969, em decorrncia de doena adquirida ou incapacidade fsica relativa, de natureza isolada ou espordica, que inviabilizou ou inviabilize a frequncia s aulas ou s atividades, devidamente comprovada por atestado mdico e com determinao expressa de repouso domiciliar ou internao em unidade hospitalar, desde que estejam preservadas as condies intelectuais e emocionais para o prosseguimento dos estudos. Art. 226. concedido o benefcio dos exerccios domiciliares, de acordo com a Lei n 6.202, de 17/4/1975, estudante regularmente matriculada, a partir do oitavo ms de

5

gestao e durante o prazo de at 3 (trs) meses, nas condies descritas neste Regimento Geral. Pargrafo nico. Em casos excepcionais, devidamente comprovados mediante atestado mdico, pode ser aumentado o perodo de concesso do benefcio de exerccios domiciliares, antes e depois do parto, desde que no extrapole o fim do semestre letivo. Art. 227. No regime de exerccios domiciliares o estudante no dispensado das avaliaes que so realizadas nas datas definidas pelo docente, preferencialmente, com a turma regular. Pargrafo nico. No caso de incapacidade, atestada por mdico, de comparecer para realizar avaliao presencial no semestre vigente, o docente aplica outra modalidade de avaliao para ser realizada em domiclio. Art. 228. O pedido do estudante deve ser protocolado na Secretaria da Escola, contendo o atestado mdico original, no prazo impretervel de 15 (quinze) dias letivos, contados da data inicial da determinao do repouso domiciliar ou internao em unidade de sade. Pargrafo nico. Os processos protocolados fora do prazo so indeferidos e arquivados. Art. 231. O benefcio dos exerccios domiciliares no concedido nos seguintes casos: I. afastamento das atividades acadmicas em perodo menor ou igual a 10 (dez) dias corridos, ainda