direito imobiliario-apostila completa

Download Direito Imobiliario-Apostila Completa

Post on 10-Jul-2015

5.530 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Curso Tcnico em Direito Imobilirio

Todos os direitos autorais reservados ao Cartrio Pergentino Maia

Indice1...........Formulrio de ITBI 2.......... Lei N 9133 3...........Lei N 13.417 4.......... Certides 5.......... Transcrio 6.......... Matrcula 7.......... Lei N 11.441 8.......... Resoluo n 35 9.......... Minuta Inventrio 10........ Mapa e zonas 11........ Relao dos Cartrios

SECRETARIA DE FINANAS DO MUNICPIO COORDENADORIA DE ADMINISTRAO TRIBUTRIA CLULA DE GESTO DO ITBI

FD - FORMULRIO DE DECLARAO DE ITBIDADOS DO(A) ADQUIRENTE(S)Nome: Endereo: CPF/CNPJ:

N

DADOS DO (S) TRANSMITENTE(S)Nome: CPF/CNPJ:

NATUREZA DA TRANSAO

DADOS DO IMVEL OBJETO DA TRANSAOInscrio do IPTU: Nmero: rea do Terreno: Endereo: Complemento: Frao Ideal: Lote: rea Edificada Privada: Quadra: Tipo de imvel (Ap/Casa/Terr): rea Edificada Total (privada+comum):

Imobiliria/Construtora/Corretor:

DADOS DO IMVELValor no Financiado: Valor Financiado (SFH): Total Declarado:

Constitui crime contra a ordem tributria suprimir ou reduzir tributo mediante declarao falsa s autoridades fazendrias. Pena de recluso de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, e multa. (Art. 1, I, Lei Federal 8.137/90) A base de clculo ser determinada pela administrao tributria, atravs de avaliao feita com base nos elementos de que dispuser e ainda nos declarados pelo sujeito passivo. Sero considerados, dentre outros: forma, dimenses, utilidades, localizao, conservao, custo unitrio de construo, valores aferidos no mercado imobilirio. (Art. 7o da Lei 9.133/06). Poder a autoridade instrutora do processo fazer as exigncias que reputar cabveis na complementao dos documentos necessrios, determinar diligncia e informao fiscal a respeito, solicitar parecer e, enfim, examinar a matria de modo que possa sugerir ou prolatar uma deciso justa. Art. 344, 3 da CLTMF (Dec. 10.827/00).

ADQUIRENTE OU RESPONSVEL AUTORIZADO PELAS INFORMAES(por escrito)Nome: CPF: Identidade: Data de Emisso da Identidade: Telefone p/Contato: rgo Expedidor: UF:

Declaro, sob as penas da lei, que as informaes prestadas acima so verdadeiras, Fortaleza,_____ de ______________ de 20____ . ________________________________________Assinatura do Adquirente ou Responsvel Autorizado(por escrito)

CAMPOS DE PREENCHIMENTO DA SEFINData Recebimento: Matrcula Funcionrio: Nome Funcionrio: Assinatura Funcionrio:

Apresentante(resp.pela entrega):Nome:

Contribuinte CPF:

Representante Legal

Despachante Cartografia(distrito): Quadra:

Cartrio/ Imobiliria/ Construtora Lote: Complemento:

Rua General Bezerril, 755 - Centro - CEP: 60.055-100 - Fortaleza-CE www.sefin.fortaleza.ce.gov.br Telefone: (85) 3105-1200/3105-1201/3105-1202

LEI N 9133, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2006Altera a legislao tributria municipal relativamente ao Imposto sobre a Transmisso Onerosa de Bens Imveis por Ato Inter Vivos (ITBI) e d outras providncias.

FAO SABER QUE A CMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA APROVOU E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI: CAPTULO I Dos Elementos do Imposto sobre a Transmisso Onerosa de Bens Imveis por Ato Inter Vivos (ITBI) Seo I Do Fato Gerador Art. 1 - Fica institudo o Imposto sobre a Transmisso Onerosa de Bens Imveis por Ato Inter Vivos (ITBI), que tem como fato gerador: I - a transmisso, a qualquer ttulo, por ato oneroso, da propriedade ou domnio til de bens imveis por natureza ou acesso fsica, como definidos na lei civil; II - a transmisso, a qualquer ttulo, de direitos reais sobre imveis, exceto os de garantia; III - a promessa ou o compromisso de compra e venda e de permuta de imveis; IV - a procurao em causa prpria para transferncia de imveis; V - a procurao irrevogvel e irretratvel, para venda de imveis, sem a apresentao e/ou a confirmao da concretizao do negcio; VI - a cesso de direitos relativos s hipteses de incidncia listadas nos incisos anteriores. 1 - O ITBI incide sobre bens situados no municpio de Fortaleza. 2 - Na concretizao do negcio objeto da promessa ou da procurao, com o promitente comprador ou com o outorgado, no haver nova incidncia do imposto. Seo II Da No Incidncia Art. 2 - O Imposto sobre a Transmisso Onerosa de Bens Imveis por Ato Inter Vivos (ITBI) no incide sobre a transmisso de bens e direitos, quando: I - realizada para incorporao ao patrimnio de pessoa jurdica, em pagamento de capital nela inscrito; II - decorrente de fuso, incorporao, ciso ou extino de pessoa jurdica; III - decorrente de desincorporaro do patrimnio da pessoa jurdica a que foram conferidos, na forma do inciso I deste artigo, relativamente aos mesmos alienantes. 1 - O disposto neste artigo no se aplica quando a pessoa jurdica adquirente tiver como atividade preponderante a compra e venda de bens imveis e seus direitos reais, a locao de bens imveis ou o arrendamento mercantil. 2 - Considera-se caracterizada a atividade preponderante, quando mais de 50% (cinqenta por cento) da receita operacional da pessoa jurdica adquirente, nos 24 (vinte quatro) meses anteriores e nos 24 (vinte e quatro) meses posteriores aquisio, decorrer das transaes mencionadas no 1 deste artigo. 3 - Se a pessoa jurdica adquirente iniciar suas atividades aps a aquisio, ou menos de 24 (vinte e quatro) meses antes dela, apurar-se- a preponderncia referida no 2 deste artigo, levando- se em conta os 36 (trinta e seis) primeiros meses seguintes data da aquisio. 4 - Considera-se tambm caracterizada a atividade preponderante, quando do objeto social conste a compra e venda de bens imveis e seus direitos reais, a locao de bens imveis ou o arrendamento mercantil. 5 - Verificada a preponderncia referida no 1 deste artigo, o imposto ser devido, nos

termos da Lei vigente data da aquisio, calculado sobre o valor dos bens ou direitos, na data do pagamento do crdito tributrio respectivo. 6 - A verificao da ocorrncia ou no da preponderncia a que se refere o 2 deste artigo competir administrao tributria. 7 - O disposto neste artigo no se aplica transmisso de bens ou direitos, quando realizada em conjunto com a da totalidade do patrimnio da pessoa jurdica alienante. Art. 3 - O ITBI tambm no incide, nos termos do art. 150, inciso VI, alneas a, b e c da Constituio Federal, nas transmisses ou acesses relativas ao patrimnio: I - da Unio, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municpios; II - dos templos de qualquer culto; III - dos partidos polticos, inclusive suas fundaes, das entidades sindicais dos trabalhadores, das instituies de educao e de assistncia social, sem fins lucrativos, atendidos os seguintes requisitos: a) no distriburem qualquer parcela de seu patrimnio ou de suas rendas, a ttulo de lucro na participao no seu resultado; b) aplicarem integralmente, no pas, os seus recursos, na manuteno dos seus objetivos institucionais; c) manterem escriturao das suas receitas e despesas em livros revestidos de formalidades capazes de assegurar sua exatido. Pargrafo nico - A no incidncia prevista neste artigo extensiva s autarquias e s fundaes institudas e mantidas pelo Poder Pblico, no que concerne s suas finalidades essenciais ou s delas decorrentes. Seo III Das Isenes Art. 4 - So isentos do Imposto sobre a Transmisso Onerosa de Bens Imveis por Ato Inter Vivos (ITBI): I - a transmisso de imvel residencial, quando adquirido por servidor municipal, ativo ou inativo, seus filhos menores ou incapazes, bem como a sua viva enquanto no contrair npcias, desde que no possuam outro imvel residencial no municpio e o faam para sua moradia; II - a transmisso de imvel residencial, quando adquirido por ex-combatente da segunda guerra mundial, que tenha participado de operaes blicas como integrante do Exrcito, da Marinha de Guerra, da Marinha Mercante e da Aeronutica, cuja situao esteja definida na Lei n 5.315, de 12 de setembro de 1967, bem assim viva e ao herdeiro menor, desde que no possuam outro imvel residencial no municpio e o faam para sua moradia; III - a transmisso de imvel residencial, quando adquirido por contribuinte comprovadamente pobre e que resida no imvel, desde que no possua outro imvel residencial no municpio, e cuja avaliao realizada pela administrao fazendria municipal seja igual ou inferior a R$ 30.000,00 (trinta mil reais); IV - o contribuinte de propriedade adquirida por regularizao dos benefcios previstos pelas Zonas Especiais de Integrao Social (ZIES), conforme os direitos estabelecidos pelo Estatuto da Cidade, Lei Federal n 10.257, de 10 julho de 2001. 1 - O valor indicado no inciso III passar a ser reajustado anualmente de acordo com o IPCA-e - ndice de Preos ao Consumidor Amplo - especial, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatstica (IBGE). 2 - Considera-se pobre, para os fins do inciso III deste artigo, o contribuinte que tiver renda mensal de at 3 (trs) salrios mnimos, comprovada em pedido formal de iseno. Seo IV Das Alquotas Art. 5 - As alquotas do ITBI so as seguintes: I - nas transmisses compreendidas no Sistema Financeiro da Habitao (SFH) a que se

refere a Lei n 4.380, de 21 de agosto de 1964, e legislao complementar: a) sobre o valor efetivamente financiado: 0,5% (meio por cento); b) sobre o valor no financiado: 2% (dois por cento); II - nas demais transmisses: 3% (trs por cento). 1 - Nas retomadas amigveis ou judiciais, por inadimplemento, de imveis financiados pela Companhia de Habitao do Cear (COHAB-CE), para revenda a novo muturio, a alquota ser de 0,5% (meio por cento). 2 - Ocorrendo o pagamento do ITBI, nas condies dos incisos I e II do art. 10 desta Lei, ser concedido benefcio de reduo da alquota, passando a ser de 2% (dois por cento). SEO V Da Base de Clculo Art. 6 - A base de clculo do Imposto sobre a Transmisso Onerosa de Bens Imveis por Ato Inter Vivos (ITBI) ser: I - nas transaes em geral, a ttulo oneroso, nas promessas, nos compromissos de compra e venda e nas outorgas de procurao, o valor de mercado dos imveis objeto da transao, da promessa, do compromisso ou da procurao; II - n