direito empresarial - mÔnica gusmÃo

Download Direito Empresarial - MÔNICA GUSMÃO

Post on 14-Aug-2015

110 views

Category:

Documents

2 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

Direito Empresarial Prof. Mnica Gusmo

Direito EmpresarialProf. Mnica Gusmo Rio,01/09/03.

Antes do nCC 1) Comerciante Individual Pessoa Fsica 2) Sociedade com fim sem fim lucrativo lucrativo associao mercantil Dto Com. fundao Civil Dto Civil

No nCC 1) Empresrio Individual Pessoa Fsica 2) Sociedade art 981 CC Espcies Empresrio Atividade econmica lucro Simples Atividade econmica lucro

3) Pessoa Jurdica de Direito Privado (art44) Sociedades Associaes Fundaes Art. 981. Celebram contrato de sociedade as pessoas que reciprocamente se obrigam a contribuir, com bens ou servios, para o exerccio de atividade econmica e a partilha, entre si, dos resultados. Pargrafo nico. A atividade pode restringir-se realizao de um ou mais negcios determinados. Art. 982. Salvo as excees expressas, considera-se empresria a sociedade que tem por objeto o exerccio de atividade prpria de empresrio sujeito ao registro (art. 967); e, simples, as demais. Pargrafo nico. Independentemente de seu objeto, considera-se empresria a sociedade por aes; e, simples, a cooperativa. *Diferena entre mercantil e civil era a possibilidade de falncia. A mercantil era sujeita a falncia e a civil era sujeita a insolvncia. *antes do nCC existia a autonomia/dicotomia entre o Direito Comercial e o Direito Civil. *a Teoria da Empresa que possibilita a discusso sobre a diviso entre a mercantil e a civil, para ela no interessa a diferena entre elas e sim o empresrio. Para essa teoria existe o empresrio e o no empresrio.

1

Direito Empresarial Prof. Mnica Gusmo

*a maior discusso dessa teoria admitir a falncia da sociedade civil desde que preenchidos os requisitos do empresrio. Art. 983. A sociedade empresria deve constituir-se segundo um dos tipos regulados nos arts. 1.039 a 1.092; a sociedade simples pode constituir-se de conformidade com um desses tipos, e, no o fazendo, subordina-se s normas que lhe so prprias. Pargrafo nico. Ressalvam-se as disposies concernentes sociedade em conta de participao e cooperativa, bem como as constantes de leis especiais que, para o exerccio de certas atividades, imponham a constituio da sociedade segundo determinado tipo. *antes do nCC as fundaes e associaes eram espcies do gnero sociedade. *o comerciante individual tambm deixou de existir no nCC. Art. 966. Considera-se empresrio quem exerce profissionalmente atividade econmica organizada para a produo ou a circulao de bens ou de servios. *requisitos caracterizadores do empresrio art 966: - exerccio profissional e habitual de uma atividade - atividade de circulao ou produo de bens e servios. *a sociedade empresria e a simples exercem um atividade econmica, porm a sociedade empresaria exerce uma atividade de economia organizada enquanto que a simples exerce uma atividade de economia no organizada. *atividade econmica organizada = empresa *o CC no deu o conceito jurdico de empresa, s existe o econmico. a atividade economicamente organizada que rene capital, trabalho, tecnologia e matria prima objetivando a produo ou circulao de bens ou servios com intuito de lucro. *a tese majoritria que a empresa no tem personalidade jurdica, logo, objeto de direito, ao invs de sujeito de direitos. *art 966 sublinhar atividade organizada que sinnimo de empresa. Sublinhar empresa no art 969 e fazer uma seta para fazer ligao entre as duas expresses. Art. 966. Considera-se empresrio quem exerce profissionalmente atividade econmica organizada para a produo ou a circulao de bens ou de servios. Art. 969. O empresrio que instituir sucursal, filial ou agncia, em lugar sujeito jurisdio de outro Registro Pblico de Empresas Mercantis, neste dever tambm inscrev-la, com a prova da inscrio originria. *eventualmente a associao e a fundao pode dar lucro, mas se isso ocorrer eles tem que reinvestir os lucros e as sociedades podem dividi-los entre os scios.

2

Direito Empresarial Prof. Mnica Gusmo

*no nCC at as sociedades simples podem dividir os lucros.

Sociedade Empresria X Sociedade Simples*a sociedade empresria equivale a sociedade mercantil *as antigas sociedade civis podem ser empresria ou simples dependendo se a atividade econmica organizada ou no. *a sociedade empresria incide em falncia, e registrada no Registro Pblico de Empresa Mercantil (art 967) Art. 967. obrigatria a inscrio do empresrio no Registro Pblico de Empresas Mercantis da respectiva sede, antes do incio de sua atividade. *a sociedade simples no incide em falncia e sim em insolvncia e registrada no Registro Civil de Pessoa Jurdica. *no houve a unificao entre o Direito Comercial e o Direito Civil pois continua havendo distino entre falncia e insolvncia. Porm j existe um projeto de lei que termina com isso. *Exemplo de Sociedade Simples: cooperativa (art 982 nico) e sociedade de advogados (s no pois o EOAB lei 8906/94 no seu art 16 prev isso) *art 966 nico o que no empresaria ou sociedade simples ou um prestador de servios (profissional liberal), salvo se a atividade econmica for organizada. = Situaes (exemplos): 1) um mdico, ortopedista, tem seu consultrio e contrata uma secretaria e uma faxineira. Sua atividade econmica, exerce atividade cientifica no organizada, sendo, desta forma, um profissional liberal. As funcionrias esto inseridas na atividade meio, a atividade fim depende apenas dele. 2) O mesmo medico que contratou a secretaria e a faxineira. Porm este ampliou seu consultrio e comprou aparelhos de Raio-X e contratou tcnicos em RX e fisioterapeuta. Neste caso, agora, a atividade meio no depende mais s dele, passou a ser uma sociedade econmica organizada. Sendo assim um Empresrio Individual, pois ele no se associou a outras pessoas, ele contratou pessoas. 3) O ortopedista se associou a um cirurgio e juntos formaram uma sociedade. Contrataram a secretria e a faxineira. A atividade fim depende de ambos, estando includos no nico do art 966, uma Sociedade Simples.

3

Direito Empresarial Prof. Mnica Gusmo

4) Sociedade Composta por dois mdicos e dois fisioterapeutas com auxilio de secretria. uma sociedade simples pois a atividade fim depende deles, no tem terceiros exercendo a atividade fim. *quando a atividade fim exercida pelos associados sociedade simples. 5) Dois mdicos associados contrataram fisioterapeutas e tcnicos de RX. A atividade econmica organizada pois agora a atividade fim no depende mas apenas dos scios. uma Sociedade Empresria. *antes do nCC o hospital era sociedade civil, agora sociedade empresria pois a atividade econmica organizada. 6) Trs mdicos, um ortopedista, um cirurgio e um clinico, se associaram e formaram uma Clnica sob o tipo d Ltda com o auxilio de colaboradores. Pergunta: a sociedade exerce uma empresa? Resposta da Prof: Depende como os colaboradores foram inseridos na sociedade; se for atividade fim ser sociedade empresria, se no ser Sociedade Simples. Examinador: Sociedade Empresria, pois ele igualou a Clnica ao Hospital e concluiu que onde tem cirurgio necessrio que haja instrumentadores, anestesistas, etc. Sendo desta forma a atividade fim exercida por terceiros alm dos scios. *rgo de Registro da Antiga Sociedade Civil Hospital Sociedade Civil Hospital Sociedade Empresria

nCC art 2031 1 ano para adaptaes

RCPJ PJ

Junta Comercial

Art. 2.031. As associaes, sociedades e fundaes, constitudas na forma das leis anteriores, tero o prazo de um ano para se adaptarem s disposies deste Cdigo, a partir de sua vigncia; igual prazo concedido aos empresrios. *se no fizer as adaptaes ele no perde a personalidade jurdica pelo ato jurdico perfeito e pelo direito adquirido. Porm existe uma corrente que entende que perde e se transforma em sociedade irregular. *o art 2031 tem preceito de sano. Defendendo a tese majoritria que depende de regulamentao.

4

Direito Empresarial Prof. Mnica Gusmo

*o entendimento de que no precisa regularizar deixa dvida quanto a concordata. Pois pela lei ela poderia falir, mas no poderia se beneficiar com a concordata, pois para isso ela tem que ser sociedade regular e registrada no rgo competente.

Empresrio Individual*atividade econmica organizada exercida pela pessoa fsica. *empresrio individual Sociedade *empresrio individual pessoa fsica e sociedade tem que ter no mnimo dois scios. *quando o empresrio individual possui um credor ele responde ilimitadamente perante a lei. Na prtica no utilizada, por causa do risco. *na prtica as pessoas fraudam a constituio da sociedade, sendo desta forma passvel de Desconsiderao da Personalidade Jurdica, pois uma sociedade aparente. Ltda 99,99% 0,001%

empresrio individual de fato *na prtica, normalmente o scio minoritrio algum da famlia do majoritrio *algumas atividades obrigam que exista uma sociedade.

Empresrio Individual Pessoal estabelecimento (art 1142CC)

Art. 1.142. Considera-se estabelecimento todo complexo de bens organizado, para exerccio da empresa, por empresrio, ou por sociedade empresria. *estabelecimento conjunto de bens corpreos e incorpreos.

5

Direito Empresarial Prof. Mnica Gusmo

*para o empresrio individual ser regular ele ter que abrir uma firma junto ao Registro Civil de Pessoa Jurdica declarando os seus bens pessoais e o estabelecimento. Para a corrente majoritria (predominante no MP) o patrimnio do empresrio individual nico e indivisvel existindo uma confuso patrimonial. Desta forma, pode ser um bem pessoal atingido numa execuo antes do estabelecimento. J outra corrente entende que existe a separao dos patrimnios, tendo a execuo que alcanar primeiros o estabelecimento antes dos bens pessoais (Fran Martins). *Capacidade do Empresrio Individual art 972 Art. 972. Podem exercer a atividade de empresrio os que estiverem em pleno gozo da capacidade civil e no forem legalmente impedidos. *a tese majoritria admite o exerccio de atividade empresria pelo menor emancipado a partir dos 16 an