direito e processo civil

Download Direito e Processo Civil

Post on 13-Jul-2015

289 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

NCLEO DE PRTICA JURDICA Turma de Exerccios para OAB 1 Fase

CADERNO DE QUESTES

DIREITO E PROCESSO CIVIL

Primeira srie de questes: Questes antigas do Exame da OAB unificado CESPE/UNB

Segunda srie de questes: Provas da OAB anteriores ao Exame Unificado OAB/RJ, OAB/GO, OAB/MG, OAB/PR, OAB/RN, OAB/SC, OAB/SP

DIREITO E PROCESSO CIVIL Encontros: 3 feira, 02 de maro de 2010/ 09h20min s 11h10min 3 feira, 09 de maro de 2010/ 09h20min s 11h10min 3 feira, 16 de maro de 2010/ 09h20min s 11h10min 3 feira, 23 de maro de 2010/ 09h20min s 11h10min Professor: Patsy Schlesinger

Praia de Botafogo, 190, 9 andar Rio de Janeiro/RJ Brasil 22250-900 Tel: (55 21) 2559-5915 Fax: (55 21) 2559-5626 www.direitorio.fgv.br

NCLEO DE PRTICA JURDICA Turma de Exerccios para OAB 1 FasePRIMEIRA SRIE DE QUESTES: Questes antigas do Exame da OAB unificado CESPE/UNB 1. Acerca do exerccio da empresa em sociedade, assinale a opo correta. a) A qualificao de uma sociedade como empresarial s ocorre quando ela exerce atividade prpria de empresrio sujeito a registro. b) A sociedade que precipuamente exercer atividade de empresrio rural s poder adotar tipo reservado s sociedades empresrias. c) A constituio de sociedade para a realizao de apenas um negcio determinado incompatvel com a atividade empresarial, pois impede a habitualidade de seu exerccio. d) O conceito de sociedade implica o exerccio de atividade econmica, embora nem toda sociedade que realize atividade econmica seja necessariamente considerada empresarial. ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ 2. Com base na Lei n. 6.406/1976, que dispe sobre as sociedades por aes, assinale a opo correta acerca das caractersticas jurdicas desse tipo de sociedade empresarial. a) Os bnus de subscrio conferem direito de crdito contra a companhia, podendo conter garantia real ou flutuante. b) As partes beneficirias compem o capital social desse tipo de sociedade, sendo permitida a participao nos lucros anuais. c) As aes, quanto forma, podem ser classificadas em ordinrias e preferenciais. d) Nessas sociedades, apenas acionistas podero ser simultaneamente titulares de aes e debntures. ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ 3. De acordo com as leis brasileiras, considera-se criao passvel de ser objeto de direito de patente a) o mtodo cirrgico de transplante de corao em animais. b) um processo de fabricao de tinta. c) a pintura em que se retrata a imagem de um grupo de pessoas. d) o livro cientfico em que se descrevem aplicaes de medicamentos. ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ 4. Os ttulos de crdito so tradicionalmente concebidos como documentos que apresentam requisitos formais de existncia e validade, de acordo com o regulado para cada espcie. Quanto aos seus requisitos essenciais, a nota promissria a) poder no indicar o nome do sacado, permitindo-se, nesse caso, saque ao portador. b) precisa ser denominada, com sua espcie identificada no texto do ttulo. c) poder ser firmada por assinatura a rogo, se o sacador no puder ou no souber assin-la. d) conter mandato puro e simples de pagar quantia determinada. ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ 5 A Lei n. 11.101/2005 prev a possibilidade de o empresrio renegociar seus dbitos mediante os institutos da recuperao judicial e da recuperao extrajudicial. Acerca das semelhanas e diferenas entre ambos os institutos, assinale a opo correta.

Praia de Botafogo, 190, 9 andar Rio de Janeiro/RJ Brasil 22250-900 Tel: (55 21) 2559-5915 Fax: (55 21) 2559-5626 www.direitorio.fgv.br

NCLEO DE PRTICA JURDICA Turma de Exerccios para OAB 1 Fasea) Ambos os procedimentos exigem que o devedor apresente plano de recuperao, o qual somente vincular os envolvidos se devidamente aprovado em assemblia geral de credores. b) Diferentemente do previsto para a recuperao extrajudicial, o pedido de recuperao judicial poder acarretar a suspenso de aes e execues contra o devedor antes que o plano de recuperao do empresrio seja apresentado aos credores. c) Diferentemente do previsto para a recuperao judicial, a recuperao extrajudicial limita-se a procedimento negocial entre o devedor e os respectivos credores, excluda a participao do Poder Judicirio em qualquer uma de suas fases. d) Ambos os procedimentos envolvem a negociao de todos os crditos oponveis ao devedor, sendo a recuperao extrajudicial reservada apenas s microempresas e empresas de pequeno porte. ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ 6. Ftima era credora de Pedro, Fbio e Jlio, que contraram com ela, de forma solidria e no interesse exclusivo de Pedro, dvida a ser por ele quitada no prazo mximo de 60 dias. Como Pedro no realizou o pagamento, Ftima ajuizou ao contra Fbio, que terminou por pagar o dbito com os juros da mora. Considerando a situao hipottica apresentada e as disposies do Cdigo Civil acerca de solidariedade, assinale a opo correta. a) Como a dvida solidria foi contrada no interesse exclusivo de Pedro, cabe a ele responder por toda ela perante Fbio. b) Por no ter sido parte no processo judicial, Pedro no ser obrigado a responder pelos juros da mora. c) Fbio dever cobrar dos outros dois devedores a quantia que pagou a Ftima. d) Mesmo tendo efetuado o pagamento, Fbio no tem o direito de cobrar algo dos demais devedores, j que, nesse caso, cada um deles tem a obrigao pelo total da dvida. ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ 7. A respeito da disciplina dos alimentos no Cdigo Civil vigente, assinale a opo correta. a) O crdito decorrente da obrigao alimentar insuscetvel de cesso e penhora, mas admite-se a sua compensao como forma de se evitar o enriquecimento sem causa. b) Por ser de carter personalssimo, a obrigao de prestar alimentos no pode ser transmitida aos herdeiros. c) possvel que a pessoa que necessite dos alimentos no venha a pedi-los, mas a renncia do direito a alimentos no permitida. d) O cnjuge declarado culpado na ao de separao judicial no pode pedir alimentos ao outro. ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ 8. Em 2/7/2008, Renato teve de desocupar sua casa, que fora invadida por Glauber e Walter. Duas semanas aps o fato, Renato procurou um advogado para se informar a respeito da providncia jurdica que poderia ser adotada nessa situao. Com base no que dispe o atual Cdigo Civil, correto afirmar que Renato, na situao hipottica apresentada, a) tem direito de requerer medida assecuratria ante a violncia iminente. b) pode utilizar-se do desforo imediato para defesa da sua posse. c) deve pleitear a manuteno da posse, em razo do tempo ocorrido desde a turbao. d) tem direito reintegrao da posse, por tratar-se de esbulho. ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________Praia de Botafogo, 190, 9 andar Rio de Janeiro/RJ Brasil 22250-900 Tel: (55 21) 2559-5915 Fax: (55 21) 2559-5626 www.direitorio.fgv.br

NCLEO DE PRTICA JURDICA Turma de Exerccios para OAB 1 Fase9. A respeito do transporte de pessoas, assinale a opo correta, de acordo com o Cdigo Civil vigente. a) O transportador no poder reter bagagem ou objetos pessoais de passageiros para garantir o pagamento da passagem que no tiver sido efetuado no incio do percurso. b) Em regra, o transporte feito por cortesia no se subordina s normas estipuladas para o contrato de transporte de pessoas. c) O transportador responde pelos danos causados s pessoas transportadas, mas s responde pelo extravio das bagagens se o passageiro tiver declarado o valor a elas correspondente. d) nula a clusula de excluso da responsabilidade no contrato de transporte de pessoas, ao qual tambm no se aplica a excludente da fora maior. ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________ 10. Fernando, Cludia, Lena e Ricardo adquiriram uma chcara para passarem os finais de semana. L construram uma casa, uma piscina e um campo de futebol. Fernando, comunicado pelo caseiro da existncia de uma rachadura na piscina, contratou profissional capacitado para proceder ao conserto pela quantia de R$ 2.000,00. Os outros trs condminos decidiram no pagar o gasto efetuado. Considerando a situao hipottica apresentada, assinale a opo correta acerca do pagam

Recommended

View more >