direito civil parte 9 introduÇÃo ao direito civil

Download DIREITO CIVIL PARTE 9 INTRODUÇÃO AO DIREITO CIVIL

Post on 22-Apr-2015

109 views

Category:

Documents

4 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Slide 1
  • DIREITO CIVIL PARTE 9 INTRODUO AO DIREITO CIVIL
  • Slide 2
  • 9.1. Pessoa natural: ser humano, pessoa na acepo jurdica, com capacidade de direito. 9.2. Comeo da personalidade natural: a personalidade civil da pessoa e o nascimento com vida; abordagem cientfica da concepo e a dimenso do embrio como titular de alguns direitos.
  • Slide 3
  • 9.2.1. Condio do nascituro: direitos do nascituro sob condiosuspensiva; proteo legal aos direitos do nascituro desde a concepo. 9.3. Incapacidade absoluta no Cdigo de 1916: rol de pessoas elencadas na lei que no podiam exercer por si ss os atos da vida civil.
  • Slide 4
  • 9.3.1. Menores de 16 anos: capacidade de direito e os atos da vida civil condicionados representao; regra geral: qualquer ato praticado por menor nesta idade nulo; posio doutrinria: nulidade dos negcios praticados por incapazes socialmente aceitos.
  • Slide 5
  • 9.3.2. Loucos de todo gnero no Cdigo de 1916: representao necessria queles que falta o discernimento para os atos da vida civil. 9.3.3. Surdos-mudos: a lei civil anterior referia-se incapacidade dos surdos-mudos que no pudessem exprimir sua vontade.
  • Slide 6
  • 9.3.4. Ausentes no Cdigo de 1916: conceituao legal da necessidade de proteo a um patrimnio, pela impossibilidade material da pessoa desaparecida cuidar de seus interesses; a declarao judicial de ausncia.
  • Slide 7
  • 9.4. Incapacidade relativa no Cdigo de 1916: a incapacidade relativa no afeta a aptido para o gozo de direitos do indivduo, cujo exerccio ser possvel com a assistncia de outrem; autorizao exigida para que os atos praticados sejam tidos como vlidos.
  • Slide 8
  • 9.4.1. Maiores de 16 e menores de 21 anos no Cdigo de 1916: assistncia confere habilitao para a prtica de determinados atos da vida civil. 9.4.2. Prdigos no Cdigo de 1916: particularidades especficas conferidas pelo anterior Cdigo para decretao da prodigalidade. 9.4.3. Silvcolas: submetidos legislao especial.
  • Slide 9
  • 9.5. Incapacidades no atual Cdigo: disposio da incapacidade absoluta no art. 3 o do atual Cdigo: So absolutamente incapazes de exercer pessoalmente os atos da vida civil: I os menores de dezesseis anos; II os que, por enfermidade ou deficincia mental, no tiverem o necessrio discernimento para a prtica desses atos; III os que, mesmo por causa transitria, no puderem exprimir sua vontade.
  • Slide 10
  • 9.5.1. Menoridade: incapacidade plena preservada no vigente Cdigo at os 16 anos. 9.5.2. Deficincia mental: gradao aos nveis de deficincia mental; ausncia do perfeito discernimento... INTERDIO Requisitos Impossibilidade de exerccio dos atos da vida civil por ausncia de capacidade para entend-los ou de se determinar segundo seu entendimento Hiptese no configurada na espcie.
  • Slide 11
  • 9.6. Incapacidade transitria: situaes que possibilitam a privao transitria da capacidade embriaguez ou efeito de drogas; averiguao da situao concreta pelo magistrado. 9.6.1. Surdos-mudos. Deficientes visuais. Perspectivas no atual Cdigo: expresso da vontade; restrio da lei civil na atuao nas disposies testamentrias.
  • Slide 12
  • 9.6.2. Ausncia no atual Cdigo: lei civil atual a exclui como modalidade de incapacidade; tratamento autnomo do instituto. 9.6.3. Incapacidade relativa no atual Cdigo: atos civis autorizados a pessoas assistidas por outro legalmente autorizado.
  • Slide 13
  • 9.6.4. Maiores de 16 e menores de 18 anos: a opo legislativa ao limite de idade. 9.6.5. Prdigos no atual sistema: aferio da legitimidade do requerente da interdio nos termos da regra geral trazida pela lei civil.
  • Slide 14
  • 9.7. Proteo aos incapazes: validade e eficcia dos negcios celebrados com menores e demais incapazes se representados ou assistidos; inexistncia da prescrio contra o menor;
  • Slide 15
  • 9.8. Emancipao: concesso pelo pai, me ou tutor no Cdigo de 1916: condicionada ao menor ter cumprido os 18 anos de idade; menor sob o ptrio poder: outorga da maioridade por escritura pblica ou particular pelo pai ou me.
  • Slide 16
  • 9.8.1. Outros casos de emancipao no sistema de 1916: casamento, exerccio de emprego pblico efetivo, colao de grau em curso superior, estabelecimento em atividade civil ou comercial com economia prpria; alistamento militar.
  • Slide 17
  • 9.8.2. Emancipao no atual Cdigo: concesso por ambos os pais da emancipao por escritura pblica; emancipao por sentena judicial quando o menor estiver sob tutela; hipteses de suprimento da emancipao por autorizao judicial; estabelecimento em atividade civil ou comercial ou relao de emprego e a idade mnima de 16 anos.
  • Slide 18
  • 9.9.Fim da personalidade natural. A morte presumida no atual Cdigo: o trmino da existncia da pessoa natural com a morte; instituto da ausncia tratado na parte geral do diploma; situaes que autorizam a abertura da sucesso definitiva. Art. 6 o : A existncia da pessoa natural termina com a morte; presume-se esta, quanto aos ausentes, nos casos em que a lei autoriza a abertura de sucesso definitiva.
  • Slide 19
  • 9.9.1. Comorincia: implicaes no direito sucessrio; presuno da lei de falecimento conjunto. 9.9.2. Momento da morte: a paralisao da atividade cerebral; conseqncias jurdicas decorrentes da morte.
  • Slide 20
  • 9.10. Estado das pessoas: a qualificao que encerra elementos de individualizao da personalidade; atributos da pessoa na sociedade que so irrenunciveis, inalienveis e imprescritveis; pressuposto ou fonte de direitos e deveres; estado poltico: brasileiros natos e naturalizados os princpios constitucionais que dizem respeito cidadania, aquisio e perda da nacionalidade.
  • Slide 21
  • 9.11. Atos do registro civil: as finalidades de segurana, eficcia, autenticidade, publicidade; a oponibilidade erga omnes. 9.11.1. Nascimentos: a Lei de Registros Pblicos e os obrigados declarao do nascimento; requisitos essenciais da lei ao assento de nascimento.
  • Slide 22
  • 9.11.2. bitos: atestado mdico; regulao legal ao registro. 9.11.3. Emancipao, Interdio e Ausncia: autorizados a conceder na atual lei civil; regulao na Lei de Registros Pblicos.
  • Slide 23
  • 9.11.4. Consideraes finais: inscrio no registro civil; averbao; anotao; alterao dos assentos por autorizao judicial.
  • Slide 24
  • ANTUNES, Paulo Bessa. Direito Ambiental. 2ed. Amplamente Reformulado. 14 ed., Rio de Janeiro: Atlas, 2012. Amaral, Diogo Freitas, Cincia Poltica, vol I,Coimbra,1990 AQUINO, Rubim Santos Leo de. et al. Histria das Sociedades Americanas. 7 ed. Rio de Janeiro: Record, 2000. ARANHA, Maria Lcia. Filosofando: Introduo Filosofia. So Paulo: Moderna, 1993. ARRUDA, Jos Jobson de A. e PILETTI, Nelson. Toda a Histria. 4 ed. So Paulo: tica, 1996. ASCENSO, Jos de Oliveira. Breves Observaes ao Projeto de Substitutivo da Lei de Direitos Autorais. Direito da Internet e da Sociedade da Informao. Rio de Janeiro: Ed. Forense, 2002. BRANCO JR., Srgio Vieira. Direitos Autorais na Internet e o Uso de Obras Alheias. Ed. Lmen Jris, 2007. BUZZI, Arcngelo. Introduo ao Pensar. Petrpolis; ed. Vozes, 1997. CAPEZ, Fernando. Curso de Direito Penal. V. 2, Parte Especial. 10. Ed. So Paulo: Saraiva, 2010. CERQUEIRA, Joo da Gama. Tratado da Propriedade Industrial, vol. II, parte II. Revista Forense: Rio de Janeiro, 1952. CHAU, Marilena. Convite Filosofia. So Paulo,10. Ed.,tica,1998. COTRIM, Gilberto. Histria Global: Brasil e Geral. 6 ed. So Paulo: Saraiva, 2002. CRETELLA JNIOR, Jos. Curso de Direito Administrativo. Rio de Janeiro: Forense, 2003. DEON SETTE, MARLI T. Direito ambiental. Coordenadores: Marcelo Magalhes Peixoto e Srgio Augusto Zampol DINIZ, Maria Helena. Curso de direito civil brasileiro: teoria das obrigaes contratuais e extracontratuais. 3. ed. So Paulo: Saraiva, 1998, v. 3. DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito Administrativo. So Paulo: Atlas, 2005. COELHO, Fbio Ulhoa. Curso de direito comercial. 6. ed. So Paulo: Saraiva, 2002, v. 1, 2 e 3. REFERNCIAS
  • Slide 25
  • FERRAZ JUNIOR, Tercio Sampaio. Introduo ao Estudo do Direito: tcnica, deciso, dominao. 6.ed. So Paulo: Atlas, 2008. FIORILLO, Celso Antonio Pacheco. Curso de Direito Ambiental Brasileiro. 13 ed., rev., atual. E compl. So Paulo :Saraiva, 2012. FRAGOSO, Heleno Cludio. Lies de direito penal: especial. 11. ed. atual. por Fernando Fragoso. Rio de Janeiro : Forense, 2005. GONALVES, Carlos Roberto. Direito Civil Brasileiro, vol I: Parte Geral. So Paulo: Saraiva, 2007 GAGLIANO, Plablo Stolze & PAMPLONA FILHO, Rodolfo. Novo curso de direito civil, v. 1 - 5 ed. So Paulo: Saraiva. 2004. GRINOVER, Ada Pellegrini et al. Cdigo Brasileiro de Defesa do Consumidor comentado pelos autores do anteprojeto. 8. ed. rev., ampl. e atual. Rio de Janeiro: FU, 2004. JESUS, Damsio E. de. Direito Penal V. 2 Parte Especial dos Crimes Contra a Pessoa a dos Crimes Contra o Patrimnio. 30 ed. So Paulo: Saraiva, 2010. LAKATOS, Eva Maria. Introduo Sociologia. So Paulo: Atlas, 1997 LAKATOS, E. M. & MARCONI, M. A. Sociologia Geral. So Paulo: Atlas, 1999 MARQUES, Claudia Lima. Contratos no Cdigo de Defesa do Consumidor: o novo regime das relaes contratuais.4. ed. rev., atual. e ampl. So Paulo: RT, 2004. MARTINS FILHO, Ives Gandra da Silva. Manual de direito e processo do trabalho. 18.ed. So Paulo: Saraiva, 2009. MARTINS, Srgio Pinto.Direito do Trabalho. 25.ed.

Recommended

View more >