dicionário de filosofia

Download Dicionário de filosofia

Post on 05-Dec-2014

207 views

Category:

Education

0 download

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Dicionrio de filosofia

TRANSCRIPT

  • 1. DICIONRIO DE FILOSOFIA - - -

2. Dicionrio de Filosofia "A Posteriori" - Aquilo que estabelecido e afirmado em virtude da experincia. "A Priori" Independente da experincia sensvel Absoluto - O que no comporta nenhuma limitao, restrio ou dependncia. O contrrio de relativo. Abstrao - Operao pela qual o esprito separa mentalmente coisas de fato inseparveis. Abstrato - O que resulta de uma abstrao. O contrrio de concreto. Acidente - O que pode ser modificado ou suprimido sem que a coisa em que existe mude de natureza ou desaparea. Aforismo deriva de aforizo, delimitar, separar, distinguir. Delimitar para provocar o advento do que sem limites. Aforismo e horizonte procedem do mesmo verbo, ambos circunscrevem o campo do visvel, ambos se movimentam com os que se movimentam. (SCHLLER, Donald. Herclito e seu [Dis]curso). Anlise - Operao pela qual o esprito vai do composto ao simples, do todo para suas partes componentes. Analogia - Argumentao pela semelhana, segundo a qual, do fato de um atributo convir a um sujeito, se deduz a sua convenincia com um sujeito semelhante. Antropocentrismo - Doutrina que coloca o homem no centro do universo e medida de todas as coisas. r ,- Antropomorfismo Doutrina que representa todos os seres tomando por modelo a natureza humana. , , Argumento - a expresso verbal de um raciocnio. /'"" Automatismo - Movimento que escapa direo dos centros superiores. Atividade psquica/'"'" inconsciente. - ... Axiologia Teoria dos valores em geral, especialmente dos valores morais (do grego "axios": valioso, desejvel, estimado) , Axioma - Verdade que no se precisa demonstrar, por ser evidente por si mesma. r- r- Belo - No sentido objetivo, o esplendor do ser. No sentido subjetivo, aquilo cuja contemplao causa prazer.r-r-r-r-r-r- r 3. Bem - Aquilo que possui um valor moral positivo, constituindo o objeto ou o fim da ao humana. Ceticismo - Concepo filosfica segundo a qual o conhecimento certo e definitivo sobre algo pode ser buscado, mas no atingido. Cincia - Objetivamente, um conjunto de verdades certas, logicamente encadeadas entre si, de modo a fornecer um sistema coerente. Subjetivamente, um conhecimento certo das coisas por suas causas ou por seus princpios. Conceito - Representao intelectual de um objeto. O mesmo que idia ou noo. Concreto - Aquilo que efetivamente real ou determinado. Conhecimento - Apropriao intelectual de determinado campo emprico ou ideal de dados, tendo em vista domin-los e utiliz-los. Conotao - Significado segundo, figurado, s vezes subjetivo, dependente de experincia pessoal de um signo. Conscincia - Em moral, a faculdade que o homem tem de julgar o valor moral dos seus atos. Contradio - Ato de afirmar e de negar, ao mesmo tempo, uma mesma coisa. Cosmo - Designa o mundo enquanto ele ordenado e se ope ao caos: mundo cOD-:;iderado como um todo organizado, como uma ordem hierarquizada e harmoniosa. Cosmogonia - Teoria sobre a origem do universo geralmente fundada em lendas ou em mitos e ligada a uma metafsica. Cosmologia - Parte da filosofia que tem por objeto o estudo do mundo exterior, isto , da essncia da matria e da vida. Crtica - Atitude que consiste em separar o que verdadeiro do que falso, o que legtimo do que ilegtimo, o que certo do que verossmil. Deduo - Raciocnio que nos permite tirar de uma ou vrias proposies uma concluso que delas decorre logicamente. Definio - Do latim definitione. Definir, segundo a lgica formal, dizer o que a coisa , com base no gnero prximo e na diferena especfica. - - .. Denotao - Significado primeiro e imediato de um signo (palavra, imagem etc.). Verr conotao. I'"' r- Dever - Necessidade de realizar uma ao por respeito lei civil ou moral. r- r- r- r- r- I'"' 4. -- Devir - Transformao incessante e permanente pela qual as coisas se constrem e se dissolvem noutras coisas atravs do tempo. Dialtica - Arte de discutir; tenso entre os opostos. Disciplina - a raiz latina dessa palavra significa aprender. Uma mente disciplinada uma mente capaz de aprender, que oposto de uma mente capaz de amoldar-se. (KRISHNAMURTI, 1. Sobre a Aprendizagem e o Conhecimento. p. 35.) Dogma - Em filosofia, doutrina ou opinio filosfica transmitida de modo impositivo e sem contestao por uma escola ou corrente filosfica. Em religio, doutrina religiosa fundada numa verdade revelada e que exige o acatamento e a aceitao dos fiis. No catolicismo, o dogma possui duas fontes: as Escrituras e a autoridade da Igreja. Dogmatismo - Doutrina dos que pretendem basear seus postulados apenas na autoridade, sem admitir crtica nem discusso. Doutrina - Conjunto de princpios, de idias, que servem de base a um sistema religioso, poltico, filosfico ou cientfico. Doxa Em grego significa opinio, juzo, ponto de vista, crena filosfica e tambm a fama, a glria humana. Dvida - Estado da mente em que no h assentimento firme sohre um juzo, por que se teme ser falso. Dvida Hiperblica - Mtodo de conhecimento que tem por ohjetivo descobrir a verdade (Descartes). Educao - Consiste em transmitir normas de comportamento tcnico-cientfica (instruo) e moral (formao do carter) que podem ser compartilhadas por todos os membros da sociedade. (ARANGUREN, J. L. Comunicao Humana, p. 144.) Empirismo - Carter comum dos sistemas filosficos que consideram a experincia como nico critrio de verdade. Epifenmeno - Concepo que faz da conscincia um fenmeno acessrio e secundrio, um simples reflexo, sem influncia sobre os fatos de pensamento e conduta. Epistemologia - (episteme, "cincia"): estudo do conhecimento cientfico do ponto de vista crtico, isto , do seu valor; crtica da cincia; teoria do conhecimento. Estudo da natureza e dos fundamentos do saber, particularmente de sua validade, de seus limites, de suas condies de produo. (LAVILLE, Chistian. A Construo do Saber) -. - 5. -- ., - Erro - o conhecimento que no reflete fielmente a realidade e por isso mesmo no corresponde realidade. Escatologia - Doutrina que diz respeito aos fins ltimos da humanidade, da natureza ou do indivduo depois da morte. Escolstica - Escola filosfica da Idade Mdia, cujo principal representante Santo Toms de Aquino. No sentido pejorativo, que decorre da escolstica decadente, o termo escolstico se refere a todo pensamento formal, verbal, estagnado nos quadros tradicionais. Esotrico - Todo o ensinamento ministrado a crculo restrito e fechado de ouvintes. Saber secreto. Em oposio, exotrico o saber pblico, aberto a todos. Espao e tempo - Espao meio de coexistncia, enquanto tempo o meio da sucesso. (SANTOS, M. F. dos. Filosofia e Cosmoviso, p. 66.) Especulao - Criao do saber apenas pelo exerccio do pensamento, geralmente sem qualquer outro objetivo que o prprio conhecimento.. (LAVILLE, Chistian. A Construo do Saber) Essncia Aquilo que a coisa ou que faz dela aquilo que ela . Eternidade Carter do ser subtrado mudana e ao tempo. Posse indivisvel, perfeita e simultnea de uma vida sem fim. tica Parte da Filosofia que se ocupa com o valor do comportament0 humano. I1westiga o sentido que o homem imprime sua conduta para ser verdadeiramente feliz. tica e Moral - Curiosamente, a palavra "tica" , hoje em dia, bem aceita nos discursos, enquanto o termo "moral" rejeitado em nome de uma conotao vagamente religiosa ou bem pensante. No entanto, trata-se de dois sinnimos, derivados um do grego e o outro do latim, evocando a arte de escolher um comportamento, distinguir o bem do mal. (JACQUARD, A. Filosofia para no Filsofos, p. 37.) Evidente Aquilo que se impe a ns de modo direto e imediato. Existncia - O fato de a coisa estar a, sem necessidade, de modo contingente (existencialismo). Existencialismo - Conjunto de doutrinas que se opem ao racionalismo e ao idealismo e que admitem que o objeto prprio da filosofia a realidade existencial, isto , existncia concreta e vivida, e que o nico meio que possumos para entrar em contato com ela consiste no sentimento ou emoo. Explicar, vem de ex-plicare, verbo latino que significa desembrulhar. Plicare, fazer pregas, rugas, explicare, desenrugar, desfazer, por exemplo, um pacote. (SANTOS, M. F. dos. Filosofia e Cosmoviso, p. 20.). Plica em latim significa dobra. Ex-plicare significa desdobrar, ou seja, abrir as dobra.... Explicao, isto , explicar uma coisa significa reproduzir discursivamente, na mente e 6. -- -. - -, no discurso, o desdobramento de uma determinada coisa.(CIRNE-LIMA, C. Dialtica para Principiantes) Facticidade - Carter do que existe como puro fato. Fato social - So todas as formas de associaes e as maneiras de agir, sentir e pensar, padronizadas e socialmente sancionadas. Fenmeno - Aquilo que se oferece observao intelectual, isto , observao pura Fenomenologia - No sentido geral, o estudo descritivo de um conjunto de fenmenos tais como se manifestam no tempo ou no espao, em oposio s leis abstratas e fixas desses. Fidesmo Doutrina segundo a qual as verdades fundamentais da ordem especulativa ou da ordem prtica no devem ser justificadas pela razo, mas simplesmente aceitas como objeto de pura crena. Filosofia - Sistema de conhecimentos naturais, metodicamente adquiridos e ordenados que tende a explicar todas as coisas por seus primeiros princpios e suas razes fundamentais. Fim Via de regra, na terminologia filosfica, este vocbulo no designa o mero termo, ou seja, o ltimo de uma srie, mas sim "aquilo pelo qual (id, propter quod) alguma coisa existe ou se faz (fit). Gnose Conhecimento esotrico e perfeito das coisas divinas pela qual se pretende explicar o sentido profundo de todas as religies. Gnoseologia - Teoria do conhecimento que tem por objetivo buscar a origem, a natureza, o valor e os limites da faculdade de conhecer. Hermenutica Parte da crtica histrica que consiste em decifrar, traduzir e interpretar os textos antigos. Heterodoxia Crena contrria aos princpios aceitos na poca. Heurstico Aquilo que se refere descoberta e serve de idia diretriz numa pesquisa. Um mtodo heurstico quando leva o aluno a descobrir aquilo que se pretende que ele aprend