diagrama eletrico novo omega

Download Diagrama Eletrico Novo Omega

Post on 03-Jan-2016

109 views

Category:

Documents

14 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • Pg. 1 de 78

    01/2004 Omega

    Introduo (Diagramas Eltricos)

    Diagnstico do circuito eltrico

    Os diagramas do circuito eltrico dos sistemas devem ser consultados ao fazer um diagnstico de problemas eltricos do veculo.Estes diagramas devem sempre ser o ponto de partida ao fazer o diagnstico de falhas de problemas eltricos.Os diagramas ilustram como um circuito especfico deve funcionar pelo projeto, e deve ser compreendido antes de tentar-se determinar porque ele no funciona.

    O procedimento a seguir de 6 etapas recomendado ao diagnosticar um problema eltrico no veculo.Etapa 1 Identificar o problemaO problema realmente existe?Para identificar o problema, oua paciente e cuidadosamente o proprietrio/operador do veculo.

    Antes de executar qualquer operao de servio ou outro procedimento descrito nesta seo, consulte cuidados e notas no manual de reparao, sobre as prticas corretas de oficina com relao segurana ou danos propriedade.

    importante perceber que no foi feita nenhuma tentativa nos diagramas para representar os componentes e circuitos como aparecem no veculo geograficamente. Por exemplo, um fio cujo comprimento seja de um metro ser tratado da mesma forma que outro que tenha apenas alguns centmetros. Da mesma forma, interruptores e outros componentes so mostrados o mais simples possvel esquematicamente e em uma condio desativada, mostrando apenas a sua funo bsica.

  • Introduo (Diagramas Eltricos) Pg. 2 de 78

    01/2004 Omega

    Etapa 2 Especificar o problemaPergunte ao proprietrio/operador para estabelecer:Existe um problema?Qual o problema?Onde est o problema?Qual a gravidade e a extenso do problema?Com que freqncia o problema ocorre?Existe uma tendncia?Faa uma verificao do sistema para certificar-se de que compreendeu o problema.No perca tempo tentando reparar apenas uma parte desse problema. No comece a desmontagem dos componentes ou teste dos componentes e circuitos at que as possveis causas tenham sido restringidas.Etapa 3 Investigar o problemaVoc est totalmente familiarizado com o sistema?Faa a leitura do diagrama do circuito.Estude o diagrama a fim de compreender como o circuito afetado deve funcionar.Inspecione os circuitos que compartilham circuito com aquele que apresenta problema. Se os circuitos compartilhados funcionam corretamente, ento o circuito compartilhado deve estar em condies satisfatrias. A causa do problema deve estar dentro do circuito ou componentes utilizados pelo circuito defeituoso.Se vrios circuitos falharem ao mesmo tempo, as possibilidades esto no circuito de alimentao (fusvel) ou de massa.

  • Introduo (Diagramas Eltricos) Pg. 3 de 78

    01/2004 Omega

    Etapa 4 Desdobrar as possveis causasFaa voc mesmo uma lista de verificao (mental ou escrita).Pergunte-se se isto poderia provocar o problema?Utilize o diagrama do circuito do sistema para desenvolver os pontos de teste.Limite as possveis causas.Etapa 5 Isolar as causas mais provveisVoc deve dispor de conhecimento e de ferramentas/equipamentos especiais.Faa as medies e testes necessrios, conforme indicado no diagnstico do sistema apropriado, ou seja, sistema de controle do motor, sistema de controle de velocidade, ou nos pontos de testes que voc desenvolveu a partir dos diagramas de circuito eltrico. Teste, no adivinhe!Antes de substituir um componente, verifique a alimentao, sinal e massa no conector do chicote do componente. Se estiverem satisfatrios, o componente provavelmente est defeituoso. Descubra a causa e repare.Etapa 6 VerificarTeste a reparao.O problema foi solucionado?Pergunte-se por que o problema ocorreu/falhou parcialmente?Ir acontecer novamente?Ele criou algum outro problema?Repare a causa, no o efeito.Acione o circuito e faa o teste de rodagem do veculo antes de devolv-lo ao cliente.

  • Introduo (Diagramas Eltricos) Pg. 4 de 78

    01/2004 Omega

    Exemplo de problemaEtapa 1 Identificar o problemaUm cliente traz o veculo oficina, informando que os faris no esto funcionando corretamente.Etapa 2 Especificar o problemaAps vrias perguntas ao motorista, ficou estabelecido que o farol dianteiro esquerdo no funciona quando o farol alto acionado ou ao ser pressionado o interruptor do lampejador.Etapa 3 Investigar o problemaFaa uma inspeo no circuito do farol. Foi observado que:

    1. Os faris funcionam normalmente quando na posio de farol baixo.2. Na posio de farol alto, as lmpadas do farol acendem-se normalmente, mas a lmpada interna esquerda no acende em farol

    alto.3. Quando o interruptor do lampejador do farol alto ligado, a lmpada interna esquerda do farol ainda no acende.

    Faa a leitura do diagrama do circuito eltrico do sistema.Esta a etapa que poupa tempo e trabalho. Lembre-se, essencial compreender como um sistema deve funcionar, antes de tentar determinar porque ele no funciona.

  • Introduo (Diagramas Eltricos) Pg. 5 de 78

    01/2004 Omega

    Etapa 4 Desdobrar as causas provveisUma vez compreendido o sistema, faa a leitura do diagrama novamente, desta vez tendo em mente que voc aprendeu ao acionar o circuito. Recomendamos que o diagrama do circuito eltrico do sistema seja lido do terminal positivo da bateria ou fusvel (que a fonte de alimentao eltrica) para o terminal negativo da bateria.Como ambos os faris se acendem em farol baixo, o fusvel F102, F31 e F30, o interruptor do farol, rel do farol baixo, circuito de massa e ambos os filamentos do farol baixo esto satisfatrios. Alm disso, uma vez que a lmpada interna (esquerda) do farol funciona em farol alto e lampeja, o farol e o interruptor do lampejador e o rel do farol alto esto satisfatrios.Uma vez que o farol alto LE est funcionando corre-tamente, o cabo do rel at o farol deve estar satisfatrio. Desta forma, a falha deve estar no circuito 2140 entre a emenda aps o fusvel F31 e o conector da lmpada do farol alto LE.A causa deve estar:

    1. No cabo 2140, da emenda aps o fusvel F31 para o conector LE E83.

    2. No cabo da conexo E83 para a lmpada interna do farol alto LE.

    3. Na lmpada do farol LE.

  • Introduo (Diagramas Eltricos) Pg. 6 de 78

    01/2004 Omega

    Voc rapidamente limitou-se s possveis causas para uma rea especfica, no tendo realizado nenhum servio no prprio veculo.Faa novamente a leitura do diagrama do circuito eltrico do sistema e discrimine um conjunto de pontos de teste. Comece do positivo para o negativo/massa.

    Etapa 5 Isolar as causas mais provveisO fluxograma a seguir um exemplo de como isolar a causa do problema. Lembrando que voc j determinou que a falha est entre a emenda aps o fusvel F31 e a lmpada interna do farol (LE) e que deve inspecionar primeiramente as coisas mais simples.

  • Introduo (Diagramas Eltricos) Pg. 7 de 78

    01/2004 Omega

    Etapa 6 VerificarTeste a reparao, executando a inspeo do sistema no circuito do farol. Isto naturalmente significa certificar-se de que ambas as lmpadas do farol alto, do farol baixo e o indicador de farol alto esto todas funcionando. Pergunte-se:O problema foi solucionado?Por que o problema ocorre/falha parcialmente?Ir acontecer novamente?Criei algum outro problema?Repare a causa, no o efeito.Acione o circuito e faa o teste de rodagem do veculo antes de devolv-lo ao cliente.

    Procedimentos de teste

    Diagnstico de falha eltricaO funcionamento adequado dos circuitos eltricos especialmente aqueles de entrada/sada de baixa amperagem (componentes eletrnicos, etc.) depende da continuidade eficiente entre as conexes do circuito. importante que, antes da substituio do componente e/ou durante os procedimentos normais de diagnstico de falha, seja realizada uma inspeo visual completa de todos os terminais e conexes, reparando-se ou substituindo-se toda conexo/terminal de unio que esteja sob suspeita.Todas as superfcies de contato devem estar limpas, perfiladas adequadamente, limpas e promovendo contato.Algumas das causas mais comuns de problemas em conexes so:

    1. Contatos e/ou plugues da conexo inadequadamente encaixados.2. Contatos ou plugues danificados devido a encaixe inadequado.3. Corroso, vedador do corpo ou outros contaminantes nas superfcies de contato.

  • Introduo (Diagramas Eltricos) Pg. 8 de 78

    01/2004 Omega

    4. Encaixe incompleto das metades do conector durante a montagem inicial ou durante o subseqente diagnstico de falhas ou reparaes.

    5. Tendncia das conexes de separarem-se devido a vibrao e/ou ciclo de temperatura.6. Terminal no completamente assentado no corpo do conector (terminal solto).7. Crimpagem inadequada do terminal ao fio ou unio de solda deficiente.

    Ao inspecionar o circuito com multmetros ou cabos de teste cujas pontas de prova ou conexes sejam de tamanho incorreto, utilize adaptadores includos no jogo J35616-a ou KM-609. Isto ir evitar qualquer possibilidade de alargar ou danificar os terminais do chicote.Existem cinco possveis falhas eltricas:

    1. Perda da alimentao da bateria (conexes soltas/corroso).2. Dispositivo defeituoso.3. Alta resistncia (sujeira, conexes soltas ou corrodas).4. Circuito aberto.5. Curto-circuito ou circuito em massa.

    Os circuitos eltricos devem ser testados em:1. Conexes soltas facilmente 2. Pontos de acesso fcil

    Ao inserir pontas de prova durante o diagnstico, tente sempre testar pela parte de trs do terminal e evite expandir os terminais, o que poderia causar continuidade deficiente.

    No teste pela parte de trs as conexes do tipo Weather Pack, pois os seladores do cabo podero ser danificados.

  • Introduo (Diagramas Eltricos) Pg. 9 de 78

    01/2004 Omega

    Falhas do circuito As vrias falhas que ocorrem em um circuito iro indicar o que dever ser feito para solucionar o problema. Estas falhas podem ser caracterizadas como segue:Circuito aberto Um circuito aberto uma quebra fsica no caminho do fluxo de corrente. Em um circuito em srie, o circuito pra de